Resenha - Estilhaça-me

Resenha feita pela Mari!
Título: Estilhaça-me
Título Original: Shatter Me
Série:  Estilhaça-me
1- Estilhaça-me (2012)
1.5- Destrua-me (2013)
2- Liberta-me
Autor: Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Ano: 2012
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Saraiva

Eu simplesmente amei a história, me apaixonei por todos os personagens, saboreei cada linha de cada folha.

Sinopse: Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser uma guerreira.

Juliette é uma garota perturbada que está trancada numa cela, absolutamente sozinha, há 264 dias. Ela não tem esperança alguma se relacionar com qualquer ser humano até que, em um momento inesperado, um garoto desconhecido é forçado a ser seu companheiro de cela. Suas tentativas de não se envolver com ele são um fracasso e mesmo se esforçando para sempre manter a distância e evitar conversas e qualquer tipo de toque, a protagonista acaba criando sentimentos por Adam.
"-Posso me sentar a seu lado?
Isso seria maravilhoso  - Não."


"Adam não está falando comigo. Talvez seja melhor. Talvez não houvesse esperança de que ele e eu pudéssemos ser amigos. Talvez seja melhor que ele pense que eu não gosto dele a pensar que gosto demais."

A história vai se desenrolando e Juliette é retirada de sua cela e apresentada ao Restabelecimento e à seu chefe, Warner. O Restabelecimento é um tipo de 'governo' que, no passado, fez promessas de um mundo melhor com muita comida, animais e um ar de melhor qualidade, mas o que acontece 'hoje em dia' é uma ditadura com governantes que não se importam com a população. É então que Juliette descobre que Adam não é o garoto que imaginou que fosse.

No início os sobrescritos (aqueles riscos assim) que a autora faz para representar um pensamento proibido de Juliette me irritaram, mas no meio do livro eu já estava adorando-os. Não gostei muito do 'vilão', Warner, que a princípio parece malvado mas ,com o avanço da história, ganha uma personalidade de garotinho mimado.

"As palavras de Warner retornam a mim e eu reconheço seu delicado adeus como um aviso. Um aviso que corta todas as terminações nervosas de meu corpo. Adam será punido pelos meus erros. Pela minha desobediência."

Dei 4.6 para este livro. Porquê? Eu simplesmente amei a história, me apaixonei por todos os personagens, saboreei cada linha de cada folha! Vi muitas resenhas falando mal de Estilhaça-me mas eu realmente adorei. O começo foi fraco, mas eles sempre são, e o mais legal é que a autora não fez toda aquela introdução forçada que ocupa um quarto do livro e te deixa no maior tédio, ela foi apresentando Juliette aos poucos e a primeira página já nos leva a Adam, o que torna tudo mais interessante.
Apesar de ter uma capa muito bonita, ela não combina com a imagem de Juliette descrita durante o livro. Seria mais apropriado se o vestido de Juliette, por exemplo, fosse roxo.

O final realmente te deixa ansioso pelo próximo volume, que só sairá em 2013, então se você é como eu e não consegue esperar, esteja preparado.
Classificação: