Resenha - Fallen

Resenha feita pela Beatriz!  
Título: Fallen
Título Original: Fallen
Série: Fallen
1- Fallen (2010)
2- Tormenta (2011)
3- Paixão (2011)
4- Êxtase (2012)
Autora: Lauren Kate
Editora: Galera Record
Páginas: 401
Ano: 2010
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Saraiva

Um livro muito popular, embora só ganhe força no final.

Sinopse: Há algo estranhamente familiar em Daniel Grigori. Misterioso, ele captura a atenção de Luce Price desde o momento que ela o vê em seu primeiro dia no internato Sword & Cross, em Savannah, Georgia. Ele é o único brilho em um lugar onde celulares são proibidos, os outros alunos são toscos e câmeras de seguranças acompanham todos os movimentos. Mesmo que Daniel não queira nada com Luce, e faz com que isso fique bem claro, ela não consegue deixar pra lá. Atraída por ele como uma mariposa é atraída por uma chama, ela tem que descobrir o que Daniel está tão desesperado pra esconder, mesmo que isso possa matá-la.

A Trama: Parece que todos sabem dos problemas de Luce, inclusive seus pais. Depois de enfrentar um passado tenebroso, ela é mandada a um internato para que possa "se recuperar". Ainda assim, Luce não deixa de ver sombras ao seu redor e não ter com quem falar é sufocante. No meio de pessoas esquisitas com quem é obrigada a conviver, muitas delas parecem ser estranhamente familiares e com o passar do tempo é difícil acertar na escolha entre "bonzinhos e malvados". Uma incrível reviravolta no final, fazendo o livro tomar outro rumo e com um gancho para a continuação.

O ProtagonistaLuce foi a única protagonista, mas o livro seria melhor se o foco não fosse todo para ela. Insonsa é a palavra que a define melhor, a protagonista era muito indecisa e preferia perseguir garotos a resolver sua situação. Outra coisa que me irritou foi o fato de ela apenas observar as 'sombras' ao seu redor, sem fazer nada, só reclamar e isso a tornou bem irreal, sem contar sua irritante obsessão por Daniel, apesar de ter um motivo assustador.

Os Personagens Secundários: Ao contrário de Luce, eu gostei da maioria dos outros personagens. Ariane Alter foi a primeira amiga que Luce conheceu, ela é um pouco doida e no começo desconfiei de que lado estava. Pennyweather Van Syckle-Lockwood (ou só Penn) foi minha preferida, ela é do tipo bem nerd, responsável por cuidar dos registros da escola e sempre ajudou Luce. Quem gostou do Daniel Grigori me desculpe, mas eu não consegui aturá-lo. Tão indeciso quanto Luce, Daniel era muito instável e me deixou com raiva em vários momentos. Por fim, não posso esquecer o Cam Briel, achei ele bem enigmático e conseguiu me enganar até o final!

Capa, Diagramação e Escrita: Eu sei que muitos não gostaram da capa por ser escura, mas eu achei bonita mesmo sendo emborrachada (indireta pra Luh!). As letras do título ficaram lindas e os detalhes em preto também. A diagramação não tem nada demais, com as letras grandes, por isso a leitura é rápida. É em terceira pessoa e a autora se prende apenas em Luce, o que eu achei um desperdício, pois em certos momentos eu queria saber o que acontecia com os outros personagens. Mesmo com isso a escrita não tem nada demais e é de fácil compreensão.

Concluindo: A sinopse e o verso do livro insinuam uma história emocionante, com muitos anjos e um grande romance, na parte do romance eu concordo um pouco, mas no geral o que temos é apenas uma sombra disso. A história tinha um bom potencial e mesmo o livro sendo grande, a autora poderia ter aproveitado mais.

Quotes:
Ela sempre gostara do cheiro levemente doce mofado que apenas um salão cheio de livros tinha. Ela se reconfortava com o barulho de páginas sendo folheadas.

Isso fez Luce querer estar ao lado dele e lutar. Lutar para sobreviver por tempo o bastante para viver ao lado dele. Lutar pela única coisa que ela sabia que era boa o suficiente, nobre o suficiente, poderosa o suficiente para valer a pena arriscar tudo. O amor.
Classificação: