Resenha - Vortex

Resenha feita pela Luh!  
Título: Vortex
Autora: Julie Cross
Série: Tempest
1- Tempest (2012)
2- Vortex (2013)
3 - Timestorm (2014)
Páginas: 384
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Extra // Saraiva

Uma sequência intrigante, com personagens ainda melhores que os do primeiro volume da série.
Esta resenha não contém spoilers de Vortex ou Tempest.

Sinopse: Jackson Meyer agora é um agente secreto da Tempest, a misteriosa divisão da CIA responsável por oferecer proteção contra todas as ameaças relacionadas a viagens no tempo. Preso no passado após a tentativa de salvar Holly, ele tenta apagá-la da sua vida para não colocá-la em perigo. Mas o Eyewall, um departamento rival da CIA, descobre sua antiga ligação com Holly, colocando novamente em risco a vida dos dois, assim como a de seus parceiros. Eles irão descobrir que a realidade em torno deles é muito diferente do que pensavam.

A Trama: Após o final do primeiro livro, eu estava morrendo pra saber o que ia acontecer, mas eu definitivamente não imaginava isso. A melhor parte de Vortex é que tudo parecia ser novo, já que a autora resolveu mudar completamente o cenário e os personagens secundários. O protagonista continua sendo Jackson, mas não se apegue a nada além dele, porque o livro muda um pouco seu rumo.
Continuamos vendo muitas viagens no tempo conforme Jackson vai tentando descobrir mais sobre seus poderes, mas elas ficaram bem menos confusas, talvez porque eu já tinha entendido melhor o conceito geral da coisa. Em Vortex não foram necessárias tantas explicações e várias perguntas foram respondidas, permitindo que o livro tenha um ritmo mais rápido e descontraído. No geral, a trama era ainda melhor que a do primeiro livro e não decepcionou, apesar de eu não ter gostado nem um pouco do final.


O ProtagonistaJackson é um protagonista um pouco diferente do que eu estou acostumada, a começar porque ele é homem. Ao contrário do primeiro livro, eu adorei ele e acho que o personagem cresceu e amadureceu bastante, mas sem perder aquele ar jovem e divertido. Ele está bem diferente de como era no início da série e acho que agora ele se tornou meu personagem predileto, até porque não passou o livro inteiro correndo atrás da Holly.

Os Personagens Secundários: Holly mudou bastante, infelizmente por ter sido manipulada por algumas pessoas não muito legais, e acabou ficando bem chatinha, por sorte ela não aparece tanto nesse livro. Julie (a autora) tentou torná-la sedutora e misteriosa, mas parecia mais uma criança tentando se passar por adulta. Jenny, por outro lado, foi muito legal. Ela era uma bitch no início e o leitor não deveria gostar muito dela, mas a garota era tão fascinante e diferente que me chamou mais a atenção que qualquer outro personagem. Além disso, com o tempo, ela vai mostrando um lado mais frágil e fica ainda mais fácil torcer por ela.
Vários novos personagens, da idade de Jackson, aparecem em Vortex, alguns legais e outros pouco memoráveis, assim como novos vilões, mas nada que mude o clima de Tempest.

Capa, Diagramação e Escrita: A capa não está tão bonita quanto a primeira e eu não gostei muito do rosto da modelo aparecendo, mas ainda é uma imagem que chama bastante atenção e o fundo ficou legal. A escrita da Julie continua sendo gostosa e se mantém consistente, prendendo a atenção do leitor sem ser cansativa.

Concluindo: Gostei desse volume mais que do primeiro, os personagens jovens deram um ar descontraído e a trama ficou mais intensa, muitas perguntas foram respondidas e o livro ficou menos confuso, o único ponto fraco foi o final, mas no geral recomendo muito Vortex!


Classificação: