Resenha - The Goddess Test

Resenha feita pela Luh!  
Título: The Goddess Test
Autora: Aimée Carter
Série: Goddess Test
1- The Goddess Test
2- Goddess Interrupted (2012 US)
3- The Goddess Inheritance (2013 US)
Páginas: 293
Ano: 2011
Saiba mais: Skoob // Goodreads
Comprar: BookDepository // Amazon BR (Kindle)

Tive problemas em resenhar esse livro porque eu gostei muito dele, mas ao mesmo tempo ele tem muitas falhas.

Sinopse: Todas as garotas que foram testadas falharam. Agora é a vez de Kate.
Desde sempre, tem sido apenas Kate e sua mãe — e agora sua mãe está morrendo. Seu último desejo? Voltar para o lugar onde ela cresceu. Então Kate começará a frequentar uma nova escola, sem amigos, sem mais ninguém na família e com medo de que sua mãe não sobreviva até o fim do outono. 

Então ela conhece Henry. Sombrio. Torturado. E hipnotizante. Ele se diz ser Hades, o deus do submundo — e se ela aceitar sua proposta, ele manterá sua mãe viva enquanto Kate tenta passar pelos sete testes. Kate tem certeza de que ele é louco — até vê-lo trazer uma garota de volta à vida. Agora parece que salvar sua mãe é insanamente possível. Se ela passar, ela se tornará a futura noiva de Henry, e uma deusa. Se ela falhar…

A Trama:
Aviso: A autora ignora muito da mitologia grega e usa apenas um conceito mais básico dos deuses. Então se você é daqueles que se estressa com qualquer suposto errinho na mitologia, definitivamente não leia esse livro.
A trama começa com um prólogo muito intenso onde Henry (mais conhecido como Hades) está discutindo com alguém sobre como muitas garotas já morreram e ele quer desistir. A trama me prendeu a partir daí, porque nada é muito explicado, justamente para deixar o leitor morrendo de curiosidade.
Logo depois conhecemos Kate, a protagonista, que está se mudando para uma cidade nova com sua mãe.

Após o início misterioso, entretanto, o livro começa um ritmo meio lento e sem muita ação. Já vou avisar que o foco aqui é o romance, mas é um daqueles romances que vai se desenvolvendo aos pouquinhos e eu achei muito gostoso de ler. O livro, no geral, foi ótimo, um dos mais legais que li esse ano, o problema é que ele tinha tantos defeitos, e a maioria eu só percebi realmente no final. Os testes que Kate precisou fazer foram meio que ridículos, considerando o prêmio por completá-los, o lado bom é que eles ficaram bem escondidos ao longo da trama. O fim do livro me pareceu apressado, e considerando que o 'meio' foi meio que enrolado, não entendi a grande pressa no final. Além de tudo isso, eu esperava que a história focasse ao menos um pouco nos deuses gregos, mas é tudo sobre Kate e Henry.

A ProtagonistaEu gostei muito mais de Kate do que esperava, ela parece ter amadurecido um pouco ao longo da história e se tornou minha personagem predileta. Me identifiquei com a garota e entendia bem os motivos por trás de suas ações. No geral, ela não tem nada de extremamente original, uma garota meio teimosa que se mostra leal, corajosa e esforçada.

Os Personagens Secundários: Henry, oh Henry. O bad boy torturado que teve seu coração despedaçado e jamais conseguiu se recuperar. Ele era muito interessante e diferente do que eu esperaria de um deus, e foi um personagem que chamou muito minha atenção. Henry nem sempre me deixava feliz, mas suas cenas eram sempre boas. Ava foi uma daquelas pessoas que foi crescendo no meu conceito, conforme a trama se desenvolvia e eu a entendia melhor, gostava dela cada vez mais.
O único personagem que não me agradou tanto foi o vilão, que não vou mencionar o nome para não estragar, mas realmente não entendi bem os motivos por trás de suas ações e acho que seria importante a autora ter mostrado um pouco mais de seu passado.

Capa, Diagramação e Escrita: Essa capa é maravilhosa e foi a primeira coisa que me chamou a atenção no livro. Eu não me importo com a modelo aparecendo, adorei a pose dela e o cenário de fundo. A única coisa que me irritou um pouquinho na diagramação foi que as falas são escritas entre aspas, mas eu sei que é uma mania dos americanos. A escrita da Aimée foi o melhor elemento do livro, prendendo minha atenção de uma maneira que poucos escritores conseguem fazer.

Concluindo: Apesar de nem tudo ser rosas, eu adorei a trama e foi um daqueles livros impossíveis de deixar de lado, a escrita é envolvente e os personagens são bastante carismáticos, só vou torcer para a trama do próximo volume ser melhor ainda.

Quotes:
“Maybe you'll win when hell freezes over."
He raised an eyebrow.
"That could be easily arranged.” 
“Do you think he's cute?"I rolled my eyes. "He's a god, Mom. Of course he's cute.” 
I was falling for him, a little more everyday, even though a very large part of me knew that this was a bad idea.
Classificação: