Resenha - Garota Tempestade

Resenha feita pela Luh!  
Título: Garota Tempestade
Título Original: Tempest Rising
Série: Jane True
1- Garota Tempestade
2- Tracking the Tempest (2010 US)
3- Tempest's Legacy (2010 US)
4- Eye of the Tempest (2011 US)
5- Tempest's Fury (2012 US)
6- Tempest Reborn (2013 US)
Autora: Nicole Peeler
Editora: Valentina
Páginas: 280
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Travessa

Uma trama interessante e uma escrita muito diferente.

Sinopse: Mesmo tendo passado a vida inteira na pequena e conservadora cidade de Rockabill, Jane True, 26 anos, sempre soube que não se encaixava numa sociedade pretensamente normal. Durante um de seus clandestinos nados noturnos no mar congelante, desafiando um perigosíssimo redemoinho, uma descoberta terrível leva Jane a revelações surpreendentes sobre sua herança genética: ela é apenas meio-humana. Agora, Jane precisa penetrar um mundo de mitos e lendas, povoado por criaturas sobrenaturais, aterrorizantes, belas e até mortais. Características que também descrevem perfeitamente Ryu, seu novo “amigo” -- um vampiro poderoso, deslumbrante e hummm, aiii... muuuito SEXY. Nesse mundo, onde há um goblin advogado, um espírito de árvore maquiador, um súcubo dona de boutique, elfos diabólicos, homens inflamáveis, seres híbridos que se transformam em animais selvagens, nada é presumível. Que dirá um romance ao molho pardo. Mas atenção, nunca, nunca mesmo, esfregue a lâmpada do gênio. Entretanto, alguém está matando meio-humanos como Jane. A pergunta que não quer calar é: os assassinatos são fruto de uma mente doentia ou há um plano macabro para exterminá-los?

A Trama:  A história inicia com Jane True, uma mulher de vinte e seis anos que trabalha em uma livraria, cuida do pai e adora nadar no mar nas horas vagas. Jane esconde um segredo terrível e a maioria das pessoas da cidade não gosta dela por isso, até que uma pessoa morre e um vampiro gostosão aparece para investigar - e, claro, seduzir a protagonista.

A trama começou de maneira mais lenta, permitindo ao leitor tempo para que se acostume com Jane e sua rotina antes de introduzir um mundo de personagens sobrenaturais. O cenário foi muito bem descrito e eu logo tinha uma imagem clara da cidade em minha mente, os personagens e raças criadas por Peeler são interessantes e o livro tinha diversas cenas engraçadas que quase me fizeram rir em voz alta. O problema é que a autora também conseguiu escrever algumas das cenas de sexo menos sexys que eu já vi e o final me pareceu um pouco corrido e previsível, apesar de eu ter gostado bastante do rumo que a história tomou.

A Protagonista: Jane. Terminei o livro já faz algum tempo (quase dois dias) e ainda não consigo decidir se gostei ou não da protagonista. Por um lado ela é divertida, sabe ser firme quando necessário e é o completo oposto do que eu imagino numa heroína (dependente, sempre se metendo em enrascadas e falando o que não deveria, um pouquinho lenta para entender o que está acontecendo e ela realmente não sabe andar em sapatos de salto-alto), o que a torna diferente e inovadora. Porém, Jane também tem alguns defeitos difíceis de ignorar. Seus monólogos internos eram legais no início, mas às vezes se estendiam tanto que eu tinha vontade de pular aquela parte, a 'libido' da mulher falava como se tivesse mente própria e eu acho que j[a estava óbvio que parte dela estava fazendo comentários lascivos sem ficar repetindo "minha libido" o tempo todo. Além disso, ela era descrita como uma jovem de 26 anos mas não parecia ter qualquer objetivo na vida além de trabalhar em uma livraria e fazer sexo.

Os Personagens Secundários: O único personagem que não me agradou no livro inteiro foi Ryu. Infelizmente ele aparece bastante, mas não é que ele seja 'ruim', pelo contrário, é tão agradável que me parece meio falso. Por sorte, tenho a sensação de que não o verei muito no próximo livro.
Minhas duas personagens prediletas são Grizzie e Tracy, um casal de lésbicas que são donas da livraria onde a protagonista trabalha, ambas eram realmente divertidas e interessantes.
Adorei a sociedade sobrenatural, apesar de os personagens serem completamente estereotipados de acordo com sua raça,  por sua diversidade e costumes estranhos.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu absolutamente amei essa capa, o desenho é bonito e combina muito com o livro, mas acho que ela passa a imagem errada de que esse livro é infanto-juvenil e tenho muita certeza de que ele é adulto. A diagramação é perfeita, com uma imagem e o número no início de cada capítulo, além de detalhes especias como um raio no topo das páginas.
Preciso parabenizar a tradutora, que fez um excelente trabalho "melhorando" a linguagem da Nicole. Não gosto muito de todas as gírias e linguagem extremamente informal que a autora resolveu utilizar, mas acabei me acostumando e após a primeira metade do livro eu mal notava.

Concluindo: Apesar de seus problemas, Garota Tempestade é um livro divertido com uma protagonista bem diferente do esperado e personagens envolventes. Gostei muito da trama e, ao que tudo indica, o próximo livro será ainda melhor.

Quotes: (Por mais que pareça, prometo que não são spoilers)
Olhar que dizia: A tal louca que matou o próprio namorado.
Ela estava errada, claro. Eu não tinha matado Jason. Eu era apenas a razão pela qual ele estava morto.

Mas a família True era feita de aço e agi com a mesma bravura e determinação que havia demonstrado na noite anterior.
Desmaiei e caí dura no chão.
Classificação: