Resenha - A Kiss In Time

Resenha feita pela Luh!
Título: A Kiss in Time
Livro Único.
Autor: Alex Flinn
Páginas: 371
Ano: 2009
Saiba mais: Skoob // Goodreads
Comprar: BookDepository // Awesome Books // Cultura // Cultura (ebook) // Amazon (Kindle)

Decepção do início ao fim.

Sinopse: Talia fell under a spell . . . . Jack broke the curse.
I was told to beware the accursed spindle, but it was so enchanting, so hypnotic. . . .
I was looking for a little adventure the day I ditched my tour group. But finding a comatose town, with a hot-looking chick asleep in it, was so not what I had in mind.
I awakened in the same place but in another time - to a stranger's soft kiss. 
I couldn't help kissing her. Sometimes you just have to kiss someone. I didn't know this would happen.
Now I am in dire trouble because my father, the king, says I have brought ruin upon our country. I have no choice but to run away with this commoner! 
Now I'm stuck with a bratty princess and a trunk full of her jewels. . . . The good news: My parents will freak!
Think you have dating issues? Try locking lips with a snoozing stunner who turns out to be 316 years old. Can a kiss transcend all - even time?

A Trama: Preciso começar avisando que o livro é uma releitura de A Bela Adormecida, o que fica bem claro. No  início, A Kiss in Time é dividido em 3 partes: a de Talia, que conta como era sua vida antes e explica a maldição da roca e etc, a de Jack, que explica como ele chegou no castelo e acordou Talia, e a dos dois, que engloba o resto da história. Algo que não me agradou muito é que a cada nova parte, a numeração dos capítulos reiniciava, então temos o "Capítulo 1" três vezes!
A trama é extremamente previsível, eu já tinha descoberto o final quando ainda estava na página 50, o que tornou a história monótona, como se eu estivesse só esperando chegar logo no fim. O final melhorou um pouco, tendo um pouco mais de ação, mas não foi nem perto do suficiente para redimir o resto do livro. O foco da história é no romance entre Talia e Jack, mas como não gostei dos protagonistas foi difícil acreditar na relação deles.

Os Protagonistas: Apesar de eu não ter gostado muito de nenhum dos personagens, foi Talia quem estragou o livro. Mimada, extremamente egocêntrica e ingênua, Talia me incomodou demais. A garota foi abençoada com extrema beleza e graça quando nasceu, e por isso se acha a mulher mais bonita do universo e acredita que todos tem a obrigação de se apaixonar por ela. Ela de fato menciona isso várias vezes no livro, além de falar sobre sua grande inteligência, o que é uma grande mentira, já que na verdade ela é bem ingênua e lenta pra entender as coisas.
Jack definitivamente não serve para o papel de Príncipe Encantado. Ele não tem intenção nenhuma de ficar com Talia e só a beijou porque achou a garota bonita. Egoísta ao ponto de descaradamente usar a princesa para fazer ciúmes em outra garota, Jack só se preocupa com o que ele quer e reclama de como as pessoas tentam forçá-lo a fazer outras coisas ao invés de tentar entendê-las.

Os Personagens Secundários: Duas personagens foram as únicas de quem eu gostei um pouquinho. Meryl, a irmã de Jack, é uma menina doce, sarcástica e inteligente que me encantou com seu talento. A outra foi Malvolia, a bruxa malvada, que era a única que realmente tinha personalidade!

Capa, Diagramação e Escrita: Não gostei muito da capa pois a modelo não se parece nem um pouco com o que eu imaginaria de Talia, principalmente sabendo que ela tem dezesseis anos.A diagramação é muito lindinha! Cada nova parte tinha uma divisória linda, tirei até uma foto.
Não recomendo A Kiss in Time para iniciantes, o inglês é um pouco difícil, já que a autora tenta reproduzir a maneira como as pessoas falam em 1700.

Concluindo: Infelizmente, não funcionou pra mim. Vi várias pessoas dando 5 estrelas para o livro no Goodreads e honestamente não entendo como. Os personagens são antipáticos, a trama é previsível e não há nada que realmente salve o livro.

Quotes:
"Seu telefone! Seu amigo Travis está dentro dele!"

"É, mas de onde eu venho, nós temos luzes a noite."
"Nós também. Elas se chama estrelas. Elas são muito românticas."
Classificação: