Terça do Top #51

Top 13 Problemas Com Livros


Cada um tem as suas manias literárias e nós viemos hoje mostrar os principais problemas que temos com livros. Alguns são com a história, outros com o livro físico, mas todos tiram um pouquinho da diversão da leitura.





Nome dos personagens: Os nomes dos personagens, quando são complicados, se tornam um problema muito sério para mim. Em Os Homens Que Não Amavam as Mulheres esse fator realmente atrasou minha leitura. Há uma árvore genealógica no início do  livro, e sem mentira, eu já deixava um marca página nela, de tantas vezes que voltei para conferir quem era quem.


Capas feias: Há livros que são tão bons, mas acabam sendo desvalorizados pela capa. Onde Terminam os Arco-íris é um exemplo disso. É um de meus livros favoritos, mas a capa, pelo amor de deus!


Capas de filmes: Eu ODEIO capas de filmes. Acho que desvaloriza a obra do autor, não sei. Sempre acabo procurando a capa original, mas confesso, há algumas que eu acabo gostando. Exemplos disso são Um Dia e O Lado Bom da Vida, porém acho que são os únicos.








Livros em tamanhos diferentes: Todo mundo que possui mais de dez livros deve ter algum que é maior ou menor em altura. Honestamente não entendo porque não pode haver um padrão para esse tipo de coisa, é péssimo colocar os livros na estante e ficarem todos de alturas diferentes. Acho que os brasileiros ainda tem sorte, porque só temos 2 tamanhos 'padrão', mas os livros americanos são uma bagunça e vem em todas as alturas possíveis! Olhem, ao lado, a bagunça que fica.

Capas emborrachadas/aveludadas: Essa é uma mania particular e a única pessoa que eu já vi que também se agonia com esse tipo de capa é a Alba do Psychobooks, mas acho que a maioria dos leitores não se importa.  Eu acho terrível de segurar, dá a mesma sensação de quando alguém arranha um quadro-negro, sabem? Para quem não sabe o que é, as capas da série Fallen e dos livros Amada Imortal e Trocada são desse tipo.

Capas que não tem nada a ver com o livro: Eu entendo que as pessoas queiram ver uma capa bonita, mas de nada adianta usar uma imagem linda que não combine com a trama. Já li diversos livros assim como Trocada, Como Eu Era Antes de Você, Amor Contra o Tempo, Todo Dia, Sweet Evil, For Darkness Shows the Stars e A Kiss in Time. Por mais que eu possa gostar do livro, sempre me sinto um pouquinho traída quando o termino, olho para a capa e realizo que ela não faz sentido.

Sinopses com spoilers: Uma das coisas que mais me irrita é aquelas sinopses gigantescas que ninguém vai realmente ler. Mas, muito pior que isso, são as sinopses que contam a metade do livro. Acho que alguém deveria conseguir o contato das pessoas que escrevem essas sinopses para eu perguntar porque eu deveria comprar o livro se já descobri tudo o que acontece em menos de dez linhas.







Capas sem abas: Além de deixar o livro feio, a falta de aba faz com que, no final da leitura, o livro já esteja num estado lamentável! Fica amassado, cheio de pontas duplas, enfim, um horror! Meus Harry Potters são assim por serem edição econômica e eu mal tocava nos livros para preservá-los.

Capas envernizadas/com texturas: Capas com efeitos dão um charme a mais, mas tem que ser feito de um material resistente, por que não tem jeito, ou vai estragar ou vai sair. Eu AMO a capa de As Crônicas de Nárnia, mas por ela ser toda envernizada qualquer coisinha estraga. E os detalhes das capas da série Como Treinar o Seu Dragão são super bem feitos, mas ficam todos com aspecto riscado, igual acontece em Malícia. Já a capa de O Céu Está Em Todo Lugar tem uma textura mais macia e frágil, então se encheu de amassados. As capas de Hush Hush tem uma aspereza bem legal, mas qualquer risquinho retira essa película.

Títulos que descascam: Letras metalizadas são lindas e eu acho um cuidado a mais da editora, mas então você começa e ler o livro e descobre que mal pode tocar na capa que a cor do título começa a sumir e fica aqueles "buracos". Acho linda a capa de Graceling, mas morria de raiva toda vez que eu fechava o livro e via que o título estava cada vez menos nítido. Vocês podem ver ao lado o 'antes e depois' e como o título sumiu com o tempo.

Adesivos nas capas: Um dos meus ódios mais profundos, principalmente quando a capa é baseada no filme. Eu amo As Vantagens de Ser Invisível, mas tenha raiva da capa em dobro: por ser do filme e por ter um adesivo enorme falando que é do filme, como se o mundo não soubesse!

Nomes de personagens estranhos: Eu me irrito quando leio um livro e não consigo pronunciar o nome do personagem mentalmente, então tenho que parar a leitura para tentar aprender em voz alta. Adoro Jogos Vorazes, mas a Suzanne sabe escolher nomes estranho. Em Os Gêmeos além da história ter me desapontado, os nomes bizarros não ajudaram em nada. Zafón também tem uma criatividade de colocar o alfabeto inteiro nos nomes dos personagens.

Tramas ridiculamente previsíveis: Livros assim tornam a narrativa cansativa, pois você tem certeza do que vai acontecer, então o resto é só enrolação. Deixo bem claro meu ódio Firelight em todo lugar que posso, pois é tempo jogado fora. Digo o mesmo de Fallen, não sei porque essa série fez tanto sucesso. Já em O Cavaleiro Fantasma eu acho um livro fofo e a escrita é boa, mas foi só ler a sinopse que já veio em mente o final da história.

E vocês, tem problemas com livros? Se identificam com algum dos nossos?