Terça do Top #52

10 Melhores Inícios


Já aviso: vocês vão ficar morrendo de vontade de ler no mínimo um dos livros do top de hoje! Escolhi aqueles que são capazes de prender o leito logo no primeiro trecho ou frase. Todas as frases abaixo são a frase inicial dos livros - ou algo próximo disso.
Nota: Alguns trechos foram traduzidos por mim e podem estar levemente diferentes das edições nacionais.

Jellicoe Road de Melina Marchetta:
"Meu pai levou cento e trinta e dois minutos para morrer. Eu contei."

Estilhaça-me de Tahereh Mafi:
"Estou aprisionada há 264 dias.
Não tenho nada senão um caderno e uma caneta quebrada e os números na cabeça para me fazer companhia. Uma janela. Quatro paredes. Espaço de 1,48m². Vinte e seis letras de um alfabeto do qual não fiz uso em 264 dias de isolamento.
Seis mil, trezentas e trinta e seis horas desde que toquei outro ser humano."

Feita de Fumaça e Osso de Laini Taylor:
"Era uma vez um anjo e um demônio que se apaixonaram.
A história não acabou nada bem."

A Corrida de Escorpião de Maggie Stiefvater:
Hoje é o primeiro dia de novembro, portanto alguém vai morrer."

Todo Dia de David Levithan:
"Acordo.
Imediatamente preciso descobrir quem sou. [...]
Todo dia sou uma pessoa diferente. Eu sou eu, sei que sou eu, mas também sou outra pessoa.
Sempre foi assim."

Amber House de Kelly Moore, Larkin Reed & Tucker Reed:
"Eu tinha dezesseis anos da primeira vez que minha avó morreu."

The Book of Blood and Shadow de Robin Wasserman:
"Eu provavelmente deveria começar pelo sangue."

Uma Longa Queda de Nick Hornby:
"Se eu posso explicar porque eu queria pular do terraço de um prédio? É claro que eu posso explicar porque eu queria pular do terraço de um prédio. Eu não sou um idiota."

O Restaurante no Fim do Universo de Douglas Adams:
 "No início, o Universo foi criado.
Isso irritou profundamente muitas pessoas e, no geral, foi encarado como uma péssima ideia."

Mau Começo de Lemony Snicket:
"Se vocês se interessam por histórias com final feliz, é melhor ler algum outro livro."