Resenha - Uma Canção para Jack

Resenha feita pela Maay!
Título: Uma Canção para Jack
Título Original: Anthem for Jackson Dawes
Livro Único.
Autora: Celia Bryce
Editora: V&R
Páginas: 216
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra

Faltou profundidade à obra, mas, de modo geral, me agradou bastante.

Sinopse: Uma Canção Para Jack narra a relação entre Megan e Jack, dois adolescentes que se conhecem no hospital onde estão fazendo um tratamento contra o câncer. Megan não consegue compreender, a princípio, que está doente. Nem mesmo sente assim, pelo menos antes do início da quimioterapia. Ela é uma menina de 13 anos que foi recentemente diagnosticado com câncer. Na ala infantil, Megan fica furiosa com todas as crianças gritando, as decorações coloridas e os blocos de construção que a cercam. É durante o seu primeiro dia lá, que Megan conhece Jackson Dawes, um garoto que encara a vida com bom humor. Jack entra na vida de Megan e os dois criam um vínculo que ajuda a menina a ver a sua vida a partir de uma nova perspectiva. Nessa zona nebulosa entre amigos, começa a surgir algo mais. 

A Trama: A trama, em sua maior parte, é ambientada em um hospital - mais especificamente, na ala pediátrica. E, nesse sentido, no que diz respeito à vida de uma criança com câncer, tive a sensação de que o livro foi bastante realista. Muito provavelmente porque, antes de se tornar escritora, a autora foi enfermeira - e, como ela mesma disse "escrever sobre aquilo que você entende costuma ser a melhor maneira de começar". 
O livro não é extraordinário, não marcou minha vida, não me envolveu tanto como outros que seguem a mesma linha... Mas me agradou. Considerando que esse é o livro de estréia de Celia, posso dizer que ela começou bem e, se tiver a oportunidade, lerei suas próximas obras. 

Retrospectiva 2014 - Parte 1

Hoje, no último dia do ano, é hora de um post especial falando sobre o que tivemos de melhor em 2014.
Foi um ano turbulento para o blog, com muitas parcerias conquistadas e algumas perdidas, muitos novos leitores e, claro, uma infinidade de livros descobertos.

Como é difícil escolher as melhores leituras do ano, separei meu top em tópicos, que vocês podem conferir abaixo. Primeiro, tenho um aviso especial. Os livros Dias de Sangue e Estrelas, Coroa da Meia-Noite, No Limite da Ousadia, Scarlet e O Vórtex Negro definitivamente mereciam aparecer entre os melhores, porém como listei outros livros dessas mesmas séries no meu top de 2013, não vou me repetir.

Melhores personagens:
Encanto Mortal, onde cada personagem era tão interessante e complexo que merecia seu próprio livro.
Melhor romance:
Outlander, sem dúvida alguma. Ainda não temos resenha, porém em breve vou contar a vocês como Jamie e Claire viraram meu casal favorito do ano.
Arrancou lágrimas:
Eleanor & Park, que me deixou, ao mesmo tempo, muito triste e muito feliz.
Me fez refletir:
O Doador de Memórias. Esse livro foi criticado por muitos por causa do final, porém adorei a maneira inteligente como o autor força o leitor a pensar.
Mais divertido:
O Feitiço Azul, porque na minha opinião a Richelle Mead nunca erra. E porque Adrian torna tudo engraçado.
Melhor paranormal/ ficção científica:
Paralela, por ter superado muito minhas expectativas.
Melhor fantasia / distopia:
Champion, pelo final maravilhoso que focou no desenvolvimento dos personagens.
Melhor contemporâneo / drama:
Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo. Simples, porém especial do início ao fim.

Terça do Top #86

 

Metas Literárias de 2014 e 2015

 

 
O fim do ano chegou e as minhas "férias do blog" terminaram, estaremos voltando com a programação normal a partir de hoje. Sendo assim, é hora de conferir como ficaram minhas metas para o ano que passou e quais serão as prioridades para 2015.
Para quem não lembra, fica aqui o link com as metas de 2014 e uma atualização que fiz na metade do ano sobre como estavam indo.
Começando pelas metas que eu deveria ter cumprido:

- Ler ao menos 80 livros.
Já terminei 87 livros esse ano, então a meta foi obviamente concluída. E, considerando que em 2013 li 88, acredito que essa seja minha média anual.
- Postar mais de 5 vezes na semana.
Eu diria que essa meta foi concluída, porém com ressalvas para janeiro e fevereiro, quando não consegui postar muito, e dezembro, já que tivemos um mini recesso no blog. Quanto aos outros meses, em certas semanas tivemos mais de 10 postagens.
- Não atrasar os resultados das promoções.
Como agora as promoções são tarefa da Mayara, a meta não se aplica mais. Ufa!
- Ler ao menos 30 livros da "Pilha de Leitura".
Nem tive muita esperança de concluir essa meta porque eu nunca consigo. Pelas minhas contas, que talvez não estejam corretas, li 14 livros. Ainda assim, faltaram muito para os 30 desejados.
- Não acumular mais de oito livros de parceria.:
Falhei miseravelmente nessa meta, como sempre acontece no final do ano. A preguiça bate, o serviço acumula e os livros ficam para depois. Minha pilha de livros de parceria atual está, infelizmente, em doze livros. Porém a pilha está diminuindo e estou otimista.

Também fiz a meta não-oficial de tentar completar alguns Challenges do Goodreads, que incluíam ler um livro para cada letra do alfabeto, no mínimo 15 contemporâneos, 15 distopias, 30 fantasias e paranormais, 10 livros escritos por homens e 20 livros da minha Pilha de Leitura. O único desafio não completado foi o último, porém todos os outros foram um sucesso!

Agora chegou a hora de pensar em 2015.

- Ler ao menos 80 livros.
Essa meta já está virando tradição e funciona, então continuarei com ela. Acredito que esse ano será mais apertado, mas pretendo começar com força no início do ano para ter uma folguinha quando precisar.

- Não comprar mais livros para mim.
Essa é uma das metas mais fáceis, já que perdi o hábito de comprar livros. Tenho tantos nas estantes que realmente não sobrou espaço para mais.

- Diminuir minha "Pilha de Leitura" em 15 livros.
Como eu não consigo ler 30 e não tem jeito, vou mudar a meta desse ano para 15!

- Agendar as postagens com 5 dias de antecedência.
Eu frequentemente escrevo os posts e já publico na hora, o que significa que quando a rotina aperta, não dá tempo. Sendo assim, pretendo me adiantar em 5 dias para ter tempo suficiente para emergências!

- Terminar 12 séries literárias.
Estou ultrapassando 35 séries em aberto, então preciso finalizar algumas com urgência, especialmente porque se demoro demais começo a esquecer alguns detalhes dos livros e tenho que reler todos para entender o que está acontecendo. Uma série por mês parece suficiente, já que faltam vários livros para terminar algumas. Pretendo fazer um progresso de ao menos 3 livros por mês que façam parte de séries (mas que não sejam inícios de séries novas, claro).

- Participar de 3 maratonas.
Maratonas literárias tem que ser muito bem planejadas, pois preciso encontrar algumas que não atrapalhem minhas provas da faculdade. Porém consigo ler muito nas semanas em que faço maratonas, então estou torcendo para participar de algumas esse ano.

Prontinho, é só isso.  Agora vamos todos torcer para que eu consiga cumprir os objetivos!

Resenha - Ligeiramente Casados

Resenha feita pela
Título: Ligeiramente Casados
Título Original: Slightly Married
Série: Os Bedwyn
1- Ligeiramente Casados (2014)
2- Ligeiramente Maliciosos (2015)
3- Slightly Scandalous (2003 US)
4- Slightly Tempted (2003 US)
5- Slightly Sinful (2004 US)
6- Slightly Dangerous (2004 US)
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac

Sinopse: À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse -"Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele - o que acontecerá em quatro dias. Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar. Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados... Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página.

A Trama: Uma coisa que me agradou muito em Ligeiramente Casados, foi o fato do casal não ter se apaixonado instantaneamente. Incomodou a muitos leitores a aparente frieza que eles têm um pelo outro no começo do livro, mas eu gostei e achei mais real e palpável seus sentimentos irem crescendo conforme eles se conheciam, com seus pensamentos sendo desvendados. O que acontece com o casal no final é óbvio, mas a autora fugiu do clichê de colocar um dos dois para tentar chamar atenção e seduzir o outro, e eu aproveitei bem mais a leitura dessa forma.

Resenha - Gelo

Resenha feita pela
Título: Gelo
Título Original: Frost
Série: Mist
1 - Névoa (2013)
2 - Gelo 
Autora: Kathryn James
Editora: Farol
Páginas: 376
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac


Atenção: Essa resenha não contém spoilers de Névoa. 

Sinopse: A névoa esconde alguma coisa bela como a luz das estrelas, feroz como um lobo, fria como o gelo. A floresta além da névoa é a casa dos Elfos e do belo e enigmático Evan. Nell se deixou seduzir por ele, mas o mundo dos Elfos está sendo devastado por terremotos, e somente Nell pode ajudar a salvá-lo. Para isso ela terá de ir muito além da floresta, onde um lago de gelo mortífero e um antigo inimigo a aguardam.

A Trama: Em Névoa, nós conhecemos o mundo dos elfos e as harpas que tocam incessantemente mantendo-o vivo, mas agora essas harpas estão enfraquecendo e parando de tocar. Precisando de toda ajuda possível para evitar que isso aconteça, os elfos logo chamam Nell, por ela ser a única humana que pode ajuda-los a manter as harpas tocando. Além disso, Nell tem que se defender de dois elfos do gelo que estão a solta no mundo dos humanos, tentando impedir seus planos e bagunçando a mente de seus amigos, enquanto descobre que eles não são tão amigáveis quanto os elfos da floresta. Esse livro é bem melhor que o anterior na questão de amadurecimento e comportamento dos personagens, mas ainda acho que a autora os deu uma idade inferior à que eles aparentam ter.

Lançamentos Dezembro #1

Oi, gente! Começando os lançamentos de dezembro, hoje veremos os das editoras Galera Record, Novo Conceito e Rocco. Desses eu quero: O Livro das Criaturas de Harry Potter (<3) e O  Bosque Selvagem.

Lançamento mundial do novo livro oficial sobre o mundo de Harry Potter. O livro das criaturas de Harry Potter mostra os detalhes da criação dos magníficos seres presentes na famosa série cinematográfica. A obra é recheada de perfis detalhados de cada criatura, raríssimas ilustrações, fotografias dos bastidores e segredos cinematográficos necessários para tirar os incríveis habitantes do mundo mágico de J.K. Rowling do papel. • Os livros da série Harry Potter venderam aproximadamente 450 milhões de exemplares, tornando-a a série literária mais bem-sucedida da história. • A série foi traduzida para 67 línguas diferentes. • O sucesso da série concedeu à autora o status de única escritora bilionária da história. • A Warner Bros e a própria J.K. Rowling estão diretamente envolvidas no lançamento do livro. • O próximo filme inspirado no universo do bruxinho, Animais fantásticos e onde habitam, está programado para novembro de 2016.

A vida de Prue McKeel é extremamente normal. Isto é, até que sua irmã é raptada por assassino de corvos e levada para o instransponível e impassível bosque, denso e emaranhado nas bordas de Portland. Ninguém nunca vai até lá, ou pelo menos nunca ninguém voltou para contar. Assim começa uma aventura que levará Prue e sua amiga Curtis profundamente na impassível floresta. Lá, eles descobrem um mundo secreto no meio de uma agitação violenta - um mundo cheio de criaturas guerreiras, mistícos pacíficos e figuras poderosas com as mais sombrias intenções. E o que era para ser um resgate se torna algo muito maior. Eles se encontram entrelaçados em uma luta pela própria liberdade do bosque. Um lugar que os locais chamam de Wildwood.

As coisas não andam nada bem no Circo Nacional. Apesar da casa cheia noite após noite, a renda da bilheteria não é repartida de forma justa. Pior: o leão está cada vez mais faminto! Do velho bordão A gente ganha pouco, mas se diverte, só a primeira parte está valendo. Mas o palhaço Zé Hilário cansou da situação. Afinal, desde que casou com La Konga, a charmosa mulher-gorila, e constituiu família, a grana anda muito curta. E não é só ele quem reclama! O contorcionista Edmar Apior se desdobra e não vê o dinheiro esticar! Malaquias, o malabarista, está enlouquecido com tantos pratos, copos, contas. Mas o equilibrista, Caio Calado, garante que é simples. Basta manter o olho na balança. Já o esquentado cuspidor de fogo logo avisa: o mágico ele é que fazia o dinheiro desaparecer. Como um coelho na cartola! Mesmo sem grande apoio, Hilário cansou de fazer papel de palhaço e decretou: greve. Por melhores salários, melhores condições de trabalho. Ninguém pode viver só de sorriso, certo? Mas uma surpresa promete deixar seu nariz ainda mais vermelho. Sua história ultrapassou a tenda do circo. E inflamou a plateia. E agora? O que acontecerá neste picadeiro?

Resenha - Em Nome do Mal

Resenha feita pela Tay!
Título: Em Nome do Mal
Título Original: Natural Causes
Série: Inspetor McLean
1- Em Nome do Mal
2- The Book of Souls (2012)
3- The Hangman's Song (2014)
4- Dead Men's Bones (2014)
Autor: James Oswald
Editora: Record
Páginas: 336
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Americanas // Submarino

SinopseA violência paira sobre Edimburgo. O corpo mutilado de uma jovem, vítima de um ritual macabro ocorrido há sessenta anos, repousa no porão de uma mansão. Os braços abertos, as mãos pregadas no piso de madeira, os órgãos removidos e dispostos em seis recipientes de vidro em torno da vítima. Além disso, uma proeminente figura local é brutalmente assassinada, um imigrante ilegal corta a própria garganta em um bar no centro da cidade, uma mulher se joga na linha do trem e outras quatro pessoas são mortas de forma violenta. O inspetor Anthony McLean tem certeza de que há uma ligação entre os assassinatos, os suicídios e o ritual no porão, mas não consegue encontrar uma explicação racional para os fatos. Na medida em que as coincidências aumentam, ele é forçado a considerar uma explicação sobrenatural. Poderia existir algo diabólico rondando a cidade que ele jurou proteger? Se sim, como detê-lo? As respostas que McLean procura logo farão com que se depare com a própria essência do mal. · Em nome do mal, primeiro volume da série protagonizada pelo inspetor Anthony McLean, foi finalista do prestigiado prêmio Debut Dagger da Crime Writer’s Association. · “Sombrio, violento, noir.” – The Herald

A TramaAnthony McLean foi promovido a inspetor há pouco tempo. Depois de desvendar vários casos, o assassinato de um senhor em sua antiga vizinhança e o corpo de uma jovem, que está ali há várias décadas, encontrado em uma casa antiga tomam todo o seu tempo. Junto a isso, está havendo vários assaltos a casas de senhores ricos que acabaram de falecer. Acompanhamos cada passo da investigação e, apesar de interessante, o livro acaba sendo bem previsível. Não gostei muito do toque sobrenatural que o autor deu, apesar de isso ser importante para a trama, mas enquanto eu lia, tinha a sensação de que já tinha visto aquela história antes, sabe? Para mim, que já assisti vários filmes nesse estilo (policiais que tem um quê de sobrenatural), o livro não foi nada inovador e na metade eu já tinha ideia do que ia acontecer. 

Resenha - A Última Chance

Resenha feita pela Maay!
Título: A Última Chance
Título Original: The Chance
Livro Único.
Autora: Karen Kingsbury
Editora: Versus
Páginas: 336
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra

Uma obra que poderia ter sido melhor aproveitada.

Sinopse: Ellie tem quinze anos e um melhor amigo — e amor — chamado Nolan. Um dia antes de Ellie se mudar para o outro lado do país com o pai, ela e Nolan escrevem cartas um para o outro e as enterram debaixo de um velho carvalho. O plano é se reencontrar no mesmo lugar dali a onze anos para ler o que cada um escreveu — apenas para o improvável caso de eles perderem contato. Agora, conforme a data se aproxima, muita coisa mudou. Ellie abandonou sua fé e luta para criar a filha sozinha. Na correria do dia a dia, ela sempre encontra tempo para ver na TV seu antigo amigo Nolan, hoje um famoso jogador profissional de basquete, cuja fé em Deus é conhecida pela nação inteira. O que poucos sabem é que as perdas que ele sofreu na vida pesam em sua alma. Mesmo com toda fama e sucesso, Nolan se sente sozinho, assombrado pelo vazio que domina seu coração desde que sua melhor amiga foi embora. Tanto para a desiludida Ellie quanto para o intenso Nolan, o reencontro é mais do que uma promessa de adolescência — é a última chance de descobrir se é tarde demais para se entregar ao amor. Em A última chance, Karen Kingsbury nos brinda com uma história sobre perdas dolorosas, o poder da fé e as feridas que somente o amor pode curar.

A Trama: O livro prende o leitor, cria expectativa e consegue entreter até certo ponto, porém... A narrativa é exageradamente lenta e enrolada. E a história, de modo geral, é um tanto quanto forçada.
Fica claro, desde a dedicatória, que a fé é um ponto importante do livro. Porém, da forma como foi colocada, não pareceu natural. Sendo bem sincera, eu duvido que até mesmo o Papa fale tanto sobre fé quanto os personagens do livro. Não há um diálogo sequer que não acabe com um "vou rezar por você". Acaba que a coisa fica repetitiva, perde-se muito da história em si. 

Resenha - Garoto Encontra Garoto

Resenha feita pela Luh!  
Título: Garoto Encontra Garoto
Título Original: Boy Meets Boy
Livro Único. 
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 240
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon // Fnac // Extra

Muito fofo!

Sinopse: Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola... E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!

A Trama: Paul é um garoto gay que mora em uma cidade bem diferente onde todos são aceitos, as líderes de torcida andam de moto e a rainha do baile é um jogador de futebol travesti. O livro é muito fofo, com romances de arrancar suspiros, personagens carismáticos e muitos adolescentes que estão tentando descobrir seu lugar no mundo. Eu adorei a trama, minha única reclamação é que o mundo criado pelo autor é irrealista demais, quase todos são aceitos, a escola é totalmente diferente do comum e a maioria dos garotos e garotas gays é totalmente aberto sobre sua opção sexual. Não estou julgando a escolha do autor, eu gostei muito da escola criada por ele e acredito que seria um ambiente de aceitação maravilhoso, porém os leitores sabem que no mundo real não é bem assim.
Voltando à trama, adorei como David conseguiu abordar diversos problemas adolescentes de uma maneira descontraída, porém ainda assim séria, e o final do livro foi fofo demais, me deixou com um sorriso no rosto.

Top Comentarista - Dezembro

Bom dia pessoal! Que desespero, último Top do ano!!! Queria aproveitar pra dizer que agora sou uma pessoa oficialmente desempregada, já que acabei a faculdade (yay, parabéns pra mim!), então, se alguém precisar de advogada trabalhista, estamos aí (hahaha, brincadeira - eu estudei o estatuto e sei que não pode fazer propaganda!). 
Enfim, papo sério agora. Como já foi explicado, agora temos um esquema de pontos, e por isso alguns nomes tem mais de um número ao lado. Isso significa que a pessoa foi linda e comentou bastante! Outra coisa, os números acima são a quantidade de comentários, e não mais se referem às ordens dos posts. Não sei se deu pra entender minha tentativa de explicação, mas qualquer dúvida, estou sempre à disposição de vocês! 
Agora, vamos ao resultado do Top Comentarista de Novembro!!! 




O esquema é o mesmo de sempre, viu? Se vocês clicarem na imagem ela fica melhor. 
Cinco pessoas que se inscreveram não comentaram o suficiente para garantir a participação (#chateada). Em compensação, a maioria dos que se classificaram, conseguiram os três pontos - se bem que nisso a gente colaborou com vocês, já que tivemos menos posts no blog. 
Por favor, se o esquema novo ainda não estiver claro, perguntem! 
Agora... Tchãrãn!!!





Neny e @flafsbp!!! Parabéns!!! 
Os e-mails já foram enviados e vocês podem escolher seus prêmios!

Agora para dezembro, faremos uma listinha com muitos livros legais para vocês escolherem como prêmio, ok? São livros suficientes para agradar a todos os gostos, de editoras e gêneros variados. Só vou avisar, desde já, que é beeeeem provável que o resultado de Dezembro atrase, porque né... 

REGRAS:


1. Serão válidos apenas:
- Um comentário por post;
- Comentários feitos nas postagens de dezembro, exceto as promoções! (Cuidado, isso conta desde o 1º dia do mês e não a partir dessa postagem);
- Comentários com conteúdo. "Adorei a resenha", "Que legal" e etc. serão ignorados. REALMENTE VAMOS DESCLASSIFICAR AS PESSOAS. No mínimo, leia parte do post e, por favor, comente algo condizente com a resenha!

2. Você pode usar o Intense Debate, o Facebook ou ambos. Caso pretenda usar ambos (ou troque no meio do mês) e eles tenham nomes diferentes, não se esqueça de avisar.

3. Para participar você só precisa deixar um comentário nesse post com uma forma de contato (pode ser e-mail, twitter, etc.). A contagem final será feita por mim e só é necessário inscrever-se uma vez.

4. Os vencedores receberão pontos, baseado na quantidade de posts em que comentaram. Quem comentar em mais de 5 postagens receberá 1 ponto, quem comentar em mais de 20 receberá 2 e quem comentar em tudo (esquecendo, no máximo, 1 post), recebe 3. Sendo assim, quando formos sortear, se você recebeu 3 pontos, seu nome estará na lista 3 vezes. 

5. Serão dois vencedores, cada um terá direito a um livro da lista que será enviada por e-mail. Essa lista tem lançamentos bem recentes e livros mais antigos de diversas editoras. Caso nenhum livro interesse o vencedor, pode ser oferecido outro prêmio.

6. Os inscritos tem até 02 de janeiro para comentar. O resultado sairá no post do Top Comentarista do mês e na página de vencedores.

Boa sorte! Até mês que vem, feliz natal e ótimo ano novo pra vocês!

Resenha - As Batidas Perdidas do Coração

Resenha feita pela Tay!
Título: As Batidas Perdidas do Coração
Série: Batidas Perdidas
1- As Batidas Perdidas do Coração (2014)
2- O Descompasso Infinito do Coração (2015)
Autor: Bianca Briones
Editora: Verus
Páginas: 406
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac // Submarino

Um romance intenso que te prende desde a primeira página.

SinopseViviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro. Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre. As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar.

A Trama: As Batidas perdidas do Coração carrega um romance intenso e até mesmo perigoso. A trama do livro é tão envolvente, que é quase impossível largá-lo, e quando o faz, fica com aquela história na cabeça, querendo voltar para o livro o quanto antes (palavra de quem passou por isso). Nas 100 primeiras páginas, o livro já tinha me feito rir, suspirar, chorar, ficar com o coração acelerado. Os personagens são cativantes e conforme você lê, fica mais e mais ligado a eles. Chega em um ponto, que a história te surpreende totalmente e não tem como saber até onde aquilo vai levar. Mas não tenho apenas coisas boas a dizer... O livro é envolvente sim e te deixa ansioso para ler o próximo capítulo e desvendar mais daqueles personagens, só que, para mim, a partir do momento que Vivi e Rafael finalmente ficaram juntos (isso não é spoiler, porque sempre acontece, né), parece que a trama perdeu um pouco do brilho, não sei. Senti que perdeu um pouco a tensão de antes, mas pode ser apenas eu. E uma outra coisa que não posso deixar de mencionar é um simples detalhe que a autora deixou passar (e aparentemente muitas pessoas que leram - se não todas), é quando, no início da história, Vivi está com um visual bem Avril Lavigne era The Best Damn Thing (cabelo loiro, mecha rosa, sainha xadrez tipo colegial e etc) e até mesmo ela e Rafa comparam o visual com o da Avril. Só que: a história se passa em 2004, ano que Avril lançou Under My Skin, e ela não tinha esse visual ainda, que só veio em 2006/2007, quando ela lançou o The Best Damn Thing. Ou seja: como ela pode ser comparada com o visual de alguém, se esse alguém nem se vestia desse jeito ainda? Acho que foi a única bola fora (sim, eu reparo em tudo).

Resenha - O Livro dos Vilões

Resenha feita pela Tay!
Título: O Livro dos Vilões
Série: Novos Contos de Fadas
1- O Livro das Princesas (2013)
2- O Livro dos Vilões
Autor: Cecily von Ziegesar, Carina Rissi, Diana Peterfreund e Fábio Yabu
Editora: Galera Record
Páginas: 320
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac // Submarino

SinopseOrganizado da mesma forma que O livro das princesas – também com o esquema de dois populares autores nacionais, e dois nomes famosos do exterior – O livro dos vilões reúne estes autores para uma coletânea de contos sobre vilões icônicos dos contos de fadas. As irmãs de Cinderela? Malévola? Madrastas e lobos? Carina Rissi, Cecily Von Ziegesar, Diana Peterfreund e Fábio Yabu estão aqui com a mensagem: este não é um livro tão bonzinho quanto o seu antecessor.

A Trama: O livro vai contar com quatro contos sobre alguns vilões de contos de fadas que conhecemos muito bem, mas com uma roupagem moderna. Na minha opinião, o livro tem dois contos ruins e dois bons, nessa mesma ordem. Mas vamos aos contos:
#Stepsisters - Sobre Sapatos e Selfies, escrito pela Cecily von Ziegesar, vai nos contar sobre Nastia e Dizzy, as irmãs "malvadas" de Cindy. Pra mim, esse foi o pior conto do livro, porque começou e terminou muito rápido, com os personagens no final se demonstrando tão supérfluos e fúteis que deu até raiva, até mesmo a Cindy, que deveria ser "boazinha". Além disso, ela recebeu mais destaque do que as irmãs, que deveriam ser protagonistas do conto.
Menina Veneno, da Carina Rissi, nos contará a história de Malvina Neves, uma modelo super famosa, que começa a ver sua vida desandar quando é trocada numa campanha por sua enteada, Bianca Neves. Esse foi outro conto bem fútil, porque mesmo que a autora tenha tendado dar essa roupagem moderna para Branca de Neve, as atitudes da personagem não faziam muito sentido.
Quanto Mais Afiado o Espinho, da Diana Peterfreund, contará a história de Malena, filha da mulher que eles denominam "bruxa" e sempre procuram durante a noite, mas apedrejam durante o dia. Malena fez um acordo com sua mãe e nesse ano ela irá para a escola, conhecer gente nova e fazer amigos. Assim que as aulas começam, ela vê seus sonhos se despedaçarem. Esse conto foi muito melhor que os anteriores, até melhor escrito.  Foi meu segundo favorito.
A Menina e o Lobo, do Fábio Yabu, foi, de longe, o meu favorito! Nesse livro, o autor tratou os contos de fadas como se fossem um outro Reino, toda vez que alguém fechava o livro de histórias, os personagens se reconstruíam para depois serem contados novamente. Nesse, o Lobo Mau (que é o mesmo da história da Chapeuzinho, dos Porquinhos e etc), está cansado de sempre ser surrado e morto e, tentando se esconder do Narrador, ele encontra ajuda para achar uma saída do Reino. Com certeza foi um conto original e bem bolado.

Resenha - Longe de Você

Resenha feita pela
Título: Longe de Você
Título Original: Through to You
Livro Único.
Autora: Emily Hainsworth
Editora: Galera Record
Páginas: 288
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac

Sinopse: Desde que sua namorada morreu em um acidente de carro, Camden Pike, de 17 anos, perdeu o interesse pela vida e daria qualquer coisa para revê-la. Ao visitar o local do acidente que tirou a vida de sua amada, algo inexplicável acontece - Camden dá de cara com uma aparição, mas não é Viv. Seu nome é Nina, e ela vem de uma realidade paralela onde Viv não morreu. Cam está disposto a fazer o que for preciso para tê-la ao seu lado e, ao visitar essa outra versão da realidade, percebe que as coisas lá são completamente diferentes. Tanto ele quanto Viv fizeram escolhas muito distintas que alteraram o percurso de suas vidas. Quando Nina revela um segredo perigoso, fica muito claro que a Viv que Cam amava não é a mesma pessoa que reencontra e, agora que o portal está se fechando, ele terá que escolher entre as duas realidades.

A Trama: Camden perdeu sua namorada em um acidente de carro e não consegue seguir em frente. Sempre que ele passa pela esquina onde Viv morreu (esquina essa que fica ao mesmo tempo dentro e em frente à escola em que ele estuda, e eu não entendi porque a autora não explicou esse cenário direito), ele olha para o memorial criado no lugar, e por vezes fica ali refletindo. Até que um dia, ele encontra uma menina nessa esquina, a Nina, e juntos eles descobrem o portal por onde ela passou para chegar até ali, começando um vai e vem entre o mundo que Cam sempre viveu e o mundo de Nina, que na verdade é uma realidade paralela do que ele vive, onde Viv ainda está viva, e ele decide que quer tê-la de volta. Pausa para se recuperar do nó no cérebro. A ideia da autora não foi bem original, mas foi bacana, pena que ela não soube aproveitar. O livro poderia ser mais curto, ou ter ido por um caminho diferente. Toda a situação tensa que rolou, se resolveu com um simples diálogo que poderia ter acontecido bem antes do final do livro. Ver os personagens tomando atitudes estúpidas porque não quiseram simplesmente sentar e ter uma conversa séria, não foi muito legal.

Promoção - Fortaleza Negra

Oi gente!!! Já estão desesperados com o fim do ano tão perto? Eu estou. Mas enfim... Dezembro, natal, presentes... Super combina com promoções né? Então hoje viemos sortear um livro está bombando por aí. Fortaleza Negra tem sido descrito como um livro surpreendente e revolucionário, e é claro que vocês não vão perder essa chance, não é? 

Fortaleza Negra

Resenha - A Herdeira das Sombras

Resenha feita pela Tay!
Título: A Herdeira das Sombras
Título Original: Heir to the Shadows
Série: Trilogia das Jóias Negras
1- A Filha do Sangue (2014)
2- A Herdeira das Sombras 
3- A Rainha das Trevas (2014)
Autor: Anne Bishop
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 480
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac // Extra

Essa resenha não contém spoilers do livro anterior

SinopseHá 700 anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súditos, uma profetisa viu na sua teia de sonhos e visões a chegada de uma poderosa Rainha. Jaenelle é essa Rainha. Mas mesmo a proteção dos Senhores da Guerra não impediu que os seus inimigos quase a destruíssem. Agora é necessário protegê-la até as últimas consequências.
Três homens estão dispostos a dar a vida por Jaenelle. Mas há quem seja capaz de tudo para controlar ou destruir a Rainha. Conseguirá ela cumprir seu destino como detentora do maior poder que o mundo já conheceu?

A TramaO começo do livro, ao contrário do anterior, nos instiga bastante a continuar  lendo. Apesar de algumas partes parecerem cansativas, são muito importantes para o desenvolvimento da trama e dos personagens, principalmente Jaenelle, que começa a ascender como a Rainha esperada por todos. Algumas cenas poderiam ter sido descartas, por não fazerem grande diferença no livro, mas nem por isso ele deixa de ser bom. A autora conseguiu preparar muito bem o terreno para o que está por vir na conclusão da trilogia e eu não poderia estar mais ansiosa para finalizá-la! A trama é muito rica em mitologia e personagens, a autora soube criar esse universo fantástico muito bem, além de nesse livro percebermos até onde essa trama pode chegar. Uma das coisas que não gostei muito é como foi feita a passagem do tempo. Durante o livro, passamos por um período de 8 anos e na maioria das vezes nem vemos isso acontecer, porque, por exemplo, num momento algo está acontecendo num capítulo - ou prestes a acontecer -, e no outro já se passaram dois, três anos sem uma verdadeira transição desse tempo.

Pilha de Leitura da Tay #10

Finalmente! \o/

A Última Pilha:
Eu comecei lendo A Menina que Não Sabia Ler 2, que foi bem decepcionante, porque a história é completamente dispensável. Gostei de O Reino das Vozes que Não Se Calam, apesar da protagonista ter me irritando algumas vezes. Centelha foi uma boa continuação, com alguns momentos monótonos, um dos protagonistas insuportável e um final que me deixou bem ansiosa pelo último livro. Li ADQS 2 para um booktour e gostei do livro, assim como o anterior, mas a escrita bem direta da autora e os vários erros com a pontuação me incomodaram muitas vezes. Mundo Novo é um típico livro pós-apocalíptico com adolescentes, mas, apesar dos clichês, eu adorei! Coração de Pedra é um infanto-juvenil com uma leitura agradável e cheio de aventura e ação. O Menino dos Fantoches de Varsóvia foi uma ótima leitura, tratando da Segunda Guerra, quando os alemães começaram a criar os guetos na Polônia. E A Herdeira das Sombras foi uma ótima continuação, com alguns momentos chatos, e que me deixou ansiosa pela conclusão da trilogia.
O Pior da Pilha: A Menina que Não Sabia Ler 2, por ser completamente dispensável.
O Melhor da Pilha: O Menino dos Fantoches de Varsóvia, por ser bem emocionante.

A Nova Pilha:
Como eu disse, A Coisa está aparecendo em mais uma pilha, porque não consegui terminá-lo na outra (e acho que ainda vou demorar bastante, viu). Das continuações, vou ler: Mão de Ferro, segundo volume de Coração de Pedra; Atrás do Espelho, segundo volume de O Lado Mais Sombrio - que eu amei <3; Aura Negra, segundo volume de Academia de Vampiros; Luz e Trevas, terceiro volume de A Guerra dos Fae; e Sombras Vivas, segundo volume da Trilogia Reckless. Estou começando uma série policial com Em Nome do Mal, que parece ser um thriller misturado com sobrenatural muito bom. E dos livros únicos (eu acho), vou ler O Livro dos Vilões, que é um livro de contos com uma nova roupagem para contos de fadas; O Toque da Vampira, sobre uma das minhas personagens favoritas de X-Men; e As Batidas Perdidas do Coração, um New Adult nacional que estou bem curiosa para ler. Pronto, só isso tudo! ;p

A Votação:

Como puderam perceber, estou com MUITOS livros para resenhar, então além de precisar fazer uma maratona de leitura, vou adiar as votações até a pilha diminuir um bocado (e ainda tem mais livros para chegar). Ah, e só vou voltar com as votações quando eu conseguir ler os três últimos livros que ganharam: Insurgente, As Vantagens de Ser Invisível e Procura-se Um Marido.

É só isso tudo, haha. Até a próxima pilha!

Resenha - Tormento

Resenha feita pela Maay!
Título: Tormento
Título Original: The Dare
Livro Único.
Autor: John Boyne
Editora: Seguinte
Páginas: 86
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra

Uma leitura rápida e proveitosa.

Sinopse: Danny Delaney estava de férias e só queria um verão tranquilo. Mas um dia, quando sua mãe volta para casa escoltada por policiais, ele percebe que alguma coisa horrível aconteceu. Ela havia se envolvido em um acidente - atropelara um garotinho que agora estava em coma, com poucas chances de sobreviver. 
A sra. Delaney se afoga em culpa e se isola de todo mundo, inclusive do marido e do filho. Danny, por sua vez, não entende o que está acontecendo. 
Por que sua mãe se sente tão culpada quando a própria polícia disse que ela não era responsável pelo que tinha acontecido? 
Para complicar ainda mais a situação, uma menina estranha fica parada em frente à casa de Danny, claramente observando seus passos. 
Este conto envolvente abarca um período curto, mas impactante da vida de um garoto de doze anos. Em poucas páginas, John Boyne consegue analisar as diversas reações dentro de uma família diante de uma tragédia inesperada - e mostra como é exatamente nesses momentos que precisamos tomar as atitudes mais altruístas. 

A Trama: Por se tratar de um conto, é aquela típica leitura que, apesar de proveitosa, não te envolve muito - e realmente achei isso uma pena, "perderia" mais páginas com Danny sem pensar duas vezes.
Levando em conta que esse foi o primeiro livro de John Boyne que li, não tenho muito com o que comparar. Mas, ainda assim, e apesar de ter gostado bastante, não sei se é um livro que eu diria para vocês comprarem - acaba ficando um pouco caro quando se leva em conta o número de páginas.

Lançamentos de Novembro #4

Oi, gente! Hoje nós veremos os lançamentos das editoras Única, Gente, Fundamento, Novo Século, Planeta, Companhia das Letras, Farol Literário e Suma de Letras. Desses, eu quero ler A Teoria de Tudo, Anexos, Middlesex, Cure Meu Coração e Doutor Sono.

A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.
Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único.
Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida. O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo.

Existem amores indecifráveis, que não enxergam distâncias, desafiam o tempo, fazem com que qualquer obstáculo seja superado e dispensam justificativas ou explicações. Brooke Stewart pode dizer que já viveu uma verdadeira montanha-russa de sentimentos desde que conheceu Jett, o homem mais envolvente e arriscado de sua vida. Como agente imobiliária workaholic em Nova York, ela não havia conhecido o amor até cruzar com os olhos verdes que lhe tiraram o bom senso: alto, sexy e arrogante, Jett era tudo aquilo do qual ela havia jurado ficar longe. Jett Mayfield sabe que finalmente encontrou alguém capaz de envolvê-lo e desafiá-lo no momento em que coloca os olhos em Brooke, e não mede esforços para mantê-la em sua vida... E em sua cama. O futuro parece maravilhoso, mas quando o passado começa a persegui-los é preciso fazer escolhas difíceis. Salvar a quem se ama significa se despir de limites. No terceiro livro da série que conquistou o mundo, você perderá o sono até chegar à última página. O amor de Brooke e Jett passará por um novo teste: será ele forte o suficiente para superar essa prova definitiva?

365 dias de inspirações filosóficas é um calendário definitivo com mensagens motivacionais para cada dia do ano, o autor o levará a refletir sobre os mais diversos aspectos da vida, da felicidade e do amor. Uma breve frase por dia fará você se sentir disposto a ir em busca de seus sonhos e realizá-los!






Meu nome é Harriet Manners e eu (ainda) sou uma geek! Ter entrado por acaso no mundo da moda não transformou Harriet em uma modelo perfeita da noite para o dia. E nem acabou com seus problemas. Na verdade, parece até que as confusões só aumentaram. Annabel, sua madrasta, está grávida e talvez o bebê tenha tirado literalmente de Harriet seu espaço na casa e até o carinho dos pais. Sua melhor amiga, Nat, foi despachada para a França pela mãe, arruinando os planos das duas adolescentes para o verão. E Harriet ainda luta para não pensar em Nick, mas tirar alguém da cabeça não é tarefa simples. Então, quando surge uma oportunidade de estrelar uma campanha exclusivíssima no Japão, é hora de sacudir a poeira e dar a volta por cima. Mas será que vai dar certo? Pelo jeito, não... A avó de Harriet, escalada para acompanhá-la à Terra do Sol Nascente, praticamente some quando as duas chegam lá. Suas companheiras de apartamento parecem legais, mas a maquiagem esconde segredos e sentimentos que não podem ser revelados. Para completar, Nick está no Japão e aparece em todos os lugares aonde Harriet vai. E ele continua lindo! Harriet está carregando um peso enorme nas costas, mas precisa ser delicada como uma flor de cerejeira se quiser pôr ordem no caos que se instalou em sua vida. Será que a geek favorita de todos vai mostrar do que é capaz? Aperte os cintos e embarque para o outro lado do mundo em uma história para lá de bacana!

Resenha - O Menino dos Fantoches de Varsóvia

Resenha feita pela Tay!
Título: O Menino dos Fantoches de Varsóvia

Título Original: The Puppet Boy of Warsaw
Livro Único.
Autor: Eva Weaver
Editora: Novo Conceito
Páginas: 400
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Americanas


SinopseMesmo diante de uma vida extremamente difícil, há esperança. E às vezes essa esperança vem na forma de um garotinho, armado com uma trupe de marionetes – um príncipe, uma menina, um bobo da corte, um crocodilo... O avô de Mika morreu no gueto de Varsóvia, e o menino herdou não apenas o seu grande casaco, mas também um tesouro cheio de segredos. Em um bolso meio escondido, ele encontra uma cabeça de papel machê, um retalho... o príncipe. E um teatro de marionetes seria uma maneira incrível de alegrar o primo que acabou de perder o pai, o menininho que está doente, os vizinhos que moram em um quartinho apertado. Logo o gueto inteiro só fala do mestre das marionetes – até chegar o dia em que Mika é parado por um oficial alemão e empurrado para uma vida obscura. Esta é uma história sobre sobrevivência. Uma jornada épica, que atravessa continentes e gerações, de Varsóvia à Sibéria, e duas vidas que se entrelaçam em meio ao caos da guerra. Porque mesmo em tempo de guerra existe esperança.

A Trama: O livro vai nos contar sobre a criação dos guetos na Polônia, no período da Segunda Guerra Mundial. A cidade de Varsóvia foi dividida pelos alemães, sendo que os judeus foram obrigados a deixar suas vidas normais para viverem num gueto onde a fome e a miséria passariam a reinar. Já velho, Mika conta para o seu neto a sua história de vida, como foi sobreviver no gueto, sobre sua trupe de fantoches e o soldado alemão que fez dele um amigo. Com a morte de seu avô, Mika herdou seu casaco que tinha vários bolsos e, com isso, tudo o que havia neles. Havia bolsos dentro de bolsos e, em cada um, um segredo. Quando Mika encontra a cabeça do fantoche que viria a ser o Príncipe, tudo muda. Com sua nova trupe de fantoches, ele encontra uma maneira de levar um pouco de alegria para o povo do gueto, tentando ignorar os corpos nas ruas e fazendo o melhor para encher as crianças de alegria, já que não pode encher seus estômagos. E é por causa de seus fantoches que Mika conhece Max, o soldado alemão. Sua "vida dupla" começa, e ambos têm papeis importantes no futuro um do outro.