Resenha - As Crianças Trocadas

Resenha feita pela Tay!  
Título: As Crianças Trocadas
Título Original: The Changelings
Série: A Guerra dos Fae
1- As crianças Trocadas
2- Call To Arms (2012 EUA)
3- Darkness & Light (2012 EUA)
Autor: Elle Casey
Editora: Geração
Páginas: 288
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Fnac // Submarino // Saraiva // Extra

Sinopse: Jayne Sparks, rebelde e língua afiada de dezessete anos e seu melhor amigo, tímido e estudioso Tony Green tem uma existência muito típica de escola secundária, até que vários incidentes aparentemente não relacionados convergem, causando uma cascata de eventos que mudam suas vidas para sempre. Jayne e Tony, junto com um grupo de adolescentes em fuga, são sequestrados e enviados para uma floresta, onde nada e ninguém são o que parecem. Quem sairá triunfante? E o que eles serão quando o fizerem?

A Trama: Jayne Sparks odeia sua escola e odeia a vida que leva em casa, tentando fugir disso o máximo que pode. Seu único amigo é o nerd Tony Green, quem ela praticamente obrigou a ser o melhor amigo dela. Um dia, após serem ameaçados pelo valentão da escola e Tony, do nada, aparecer com uma arma em punho, ele convoca Jayne para fugir da cidade com ele. Depois de relutar um pouquinho e descobrir que Tony tem um dom que o conecta aos pensamentos e emoções dela, Jayne decide que nada pode ser pior do que voltar para sua casa e para o namorado tarado da mãe. Assim eles embarcam para Miami, onde encontram um grupo de sem-teto bem legal e juntos decidem se inscrever para um teste que promete dá-los 500 dólares quando terminar. E é aí que tudo começa. Após passar no tal teste, eles são enviados para uma floresta, onde vale tudo pela sobrevivência e para encontrar quatro balizas, que indicam quanto falta para chegarem ao final do teste. Não demora para que eles percebam que aquela não é uma floresta comum, mas sim uma floresta mágica, repleta de seres que estão ali para impedir que eles alcancem seu objetivo.
Eu adorei esse livro! É uma história até simples, contada de forma simples, mas que cativa qualquer um. Aqueles adolescentes no meio da floresta, sedentos pelos 500 dólares, tendo que se virarem sozinhos contra vários seres sobrenaturais foi bem legal de acompanhar, além da autora ter tratado tudo de uma forma tão natural que parecia que aqueles seres e aquelas situações poderiam acontecer de verdade. Sem contar no bom humor dos personagens principalmente da protagonista com certeza foi um dos pontos fortes da leitura, me fazendo gargalhar algumas vezes, daquele tipo que eu precisava fechar o livro para rir. A construção de cada personagem também foi muito distinta. Não é um livro espetacular ou inovador apenas um bom entretenimento que eu tenho certeza que muita gente vai adorar. É sempre bom ter uma leitura descompromissada de vez enquanto, e As Crianças Trocadas preenche muito bem esse requisito.

A Protagonista: Jayne tem 17 anos e é uma verdadeiro boca suja, além de hilária e dona das frases mais engraçadas da história. Talvez seu bom humor e sua raiva do mundo servissem para disfarçar o terror que ela sofria em casa nas mãos do namorado de sua mãe – isso até ela aprender a se defender com um taco de beisebol. Não conhecemos muito desse lado dela em casa, mas posso dizer que a personagem conseguiu evoluir no decorrer da trama. Ela continuou uma boca suja, mas descobriu coisas sobre si e seus amigos que a fizeram enxergar tudo com outros olhos. Eu gostei muito dela, adorei seu jeito espontâneo e até mesmo sua boca suja, que me fez dar muitas risadas no decorrer da leitura.

Personagens SecundáriosComeçando por Tony, o melhor amigo de Jayne. O cara demonstrou que não era apenas o nerd da escola, mas sim um guerreiro que faria de tudo para proteger sua melhor amiga. Deu orgulho do cara e com certeza foi um dos meus personagens favoritos. Jared, Spike, Chase, Finn e Becky são alguns dos personagens que eles conhecem e se tornam amigos, esses pertencentes a um grupo de sem-teto que contém mais uma integrante que não foi aceita para fazer o teste.


Capa, Diagramação e Escrita: Essa capa é muito linda *-*, além de demonstrar bem a floresta (e ser bem melhor que a original). A diagramação do livro está lindíssima, cada capítulo começando com a página envolta por uma borda preta e a silhueta de uma árvore bem apagada. Além de no decorrer dos capítulos haver uma árvore separando uma passagem da outra, o que deixou o livro muito fofo e delicado. Parabéns à editora! A escrita da Elle Casey é muito gostosa de acompanhar e fluida, não “agarrando” em nenhuma parte, a narrativa em primeira pessoa me conectou imediatamente à protagonista, que eu adorei. Seu jeito de conduzir a história foi muito legal, além de saber caracterizar muito bem seus personagens, cometendo algumas falhas aqui ou ali nada em grandes escalas, mas que demonstra certe inexperiência, apesar do talento para a escrita e a prova de uma grande imaginação para fantasia.

ConcluindoAs Crianças Trocadas foi uma ótima leitura. Nada inovador, mas conseguiu me prender e me conquistar me levando facilmente para o mundo dos fae e me conectando aos personagens mesmo sem ser a protagonista. É um livro de fantasia bem contemporâneo que vale à pena conferir. Mal posso esperar para ler os outros livros dessa trilogia.

Quotes:
Fiquei observando o mar enquanto ele descobria para que lado ir. As mesmas ondas batiam na areia sem parar. As gaivotas ainda gritavam. Eu ainda estava cercada de milhões de pedacinhos de pedras e conchas. Tudo continuava igual, mas, ao mesmo tempo, tudo tinha mudado. É engraçado como a mudança pode acontecer quando a gente menos espera.

Desde o instante que disseram que podíamos mudar de vida, eu estava num debate furioso comigo mesma. Eu não queria mais ser a velha Jayne de sempre, a que esperava a vida acontecer sentada na aula de história. A Jayne que tinha medo de um homem que entrava no seu quarto à noite, a que via coisas fantásticas e se perguntava o que poderiam significar. Eu queria ser especial. Eu queria ser mais.


Classificação: