Resenha - Manual do Mimimi

Resenha feita pela Maay!  
Título: Manual do Mimimi - do casinho ao casamento (ou vice-versa)
Livro Único.
Autora: Lia Bock
Editora: Paralela
Páginas: 112
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Fnac // Submarino // Saraiva // Extra

Sabe aquela sensação de que o autor te usou como inspiração para aquele texto? Pois é.

Sinopse: Lia Bock se considera uma ativista sentimental que ama amar as coisas. Depois de criar o blog mais acessado da revista TPM, “Manual do Mimimi” marca a estreia de Lia no mundo dos livros. Em textos irônicos, ácidos, mas também sentimentais, além de profundamente sinceros, Lia (uma verdadeira expert nos assuntos do coração) consegue — com charme e estilo inconfundíveis — falar com todas as mulheres: solteiras, casadas, recém-separadas e à procura. “Manual do Mimimi” é uma reunião de textos publicados no blog Eu lia, tu lias, ilustrados por Zé Otávio.

A Trama: Apesar de se tratarem de crônicas, as histórias  apresentam certa continuidade entre si, o que será bom para aqueles que não são fãs de "textos soltos".
Tratando dos relacionamentos como uma espécie de jogo de tabuleiro, Lia Bock traz, de uma forma irônica e hilária, todas as suas fases - como diz o título, do casinho ao casamento, e o caminho de volta também. 
Sinceramente, é impossível você não se "encontrar" ao menos em uma das histórias.

Capa, Diagramação e Escrita: Já conhecia a escrita de Lia, e por isso esse aspecto não foi uma grande surpresa. A autora tem uma forma envolvente de escrever, usando e abusando das frases curtas (<3) e ironizando diversos aspectos da nossa vida. Não bastasse isso, os textos são curtos (não passando de duas páginas), por isso é bem provável que você termine o livro em uma única "sentada", sem ao menos se dar conta disso.
O trabalho estético realizado nessa obra, por sua vez, merece nota máxima. O capricho é imenso, desde o formato do livro até as ilustrações. É aquele tipo de livro que você compraria pela capa, mesmo se soubesse que o autor não é grande coisa. O que, fique claro, não é o caso aqui. Como já disse, o livro não é só aparência, Lia Bock é uma autora maravilhosa. 

ConcluindoAntes mesmo de começar a leitura, eu já sabia que ia adorar esse livro. Os textos são leves, fluídos e arrancam boas risadas.
Li as 112 páginas durante uma viagem de 2h. E depois li de novo, e pela segunda segunda vez ri de como nós mulheres, temos alguns comportamentos absurdamente clichês e previsíveis.
Apesar de se intitular um manual, esse não é um livro de auto-ajuda. Mas acho que vale à pena para aqueles momentos de tédio, para passar o tempo e, também (por que não?), para aquele momento de fossa após o fim de um relacionamento. Se ele não te ajudar em alguma coisa, pelo menos te fará rir da situação.

Quotes:
Não importa se você procura um namorado, um marido ou um pai para o seu filho. Só o fato de estar procurando alguma coisa já atrapalha. No mundo masculino, eles gostam mesmo é do que não podem ter.

A vida não está fácil para ninguém. Ser uma mulher inteligente, culta e, ainda sim, manter um corpinho gostoso não é uma tarefa fácil. Este equilíbrio entre a cabeça e a bunda, somado ao aumento desenfreado da concorrência, tem dificultado aqueles momentos em que somos “as lindas”. Nessa hora, nada melhor do que se jogar nas arquibancadas de um estádio de futebol. O efeito é imediato, muito melhor que terapia ou diet shake, e os efeitos colaterais são mínimos.

Classificação: