Resenha - A Aposta

Resenha feita pela
Título: A Aposta
Título Original: The Bet
Série:
The Bet
1 - A Aposta
2 - The Wager (US 2013)
3 - The Dare (US 2014)
Autor: Rachel Van Diken
Editora: Suma de Letras
Páginas: 285
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Extra

Sinopse: “Eu tenho uma proposta para você”. Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em “A Aposta”, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.

A Trama: Primeiro de tudo: não se iludam pela propaganda. O que é dito é que a Kacey descobre que os irmãos Jake e Travis fizeram uma aposta sobre quem se casaria com ela e então ela teria que analisar qual dos dois é o mais honesto, ou sincero com ela. Mas a trama não é nada assim.
Kacey e Jake e Travis são vizinhos desde pequenos e sempre brincavam juntos. Os dois primeiros inclusive estudaram juntos, enquanto Travis, dois anos mais velhos que o irmão, se formou antes deles. Durante a infância, a relação entre Travis e Kacey passou longe de amigável. O mais velho dos irmãos Titus vivia jogando pedras e preparando armadilhas para a pequena Kacey, na tentativa de chamar sua atenção, já que ele era apaixonado por ela, enquanto a moça era protegida por seu amado Jake, até que chegou o momento de Travis seguir sua vida e se afastar de Jake e Kacey. No ensino médio, o amor platônico de Kacey por Jake se tornou real e eles namoraram por um ano, até que numa noite, Jake partiu o coração de sua melhor amiga e eles ficaram sem se falar por anos.
Depois de anos sem contato, Jake aparece oferecendo uma quantia em dinheiro e cobrando favores para Kacey fingir ser sua noiva e o acompanhar até a casa de seus pais, já que a família dele acredita que eles não perderam contato durante os anos e sua avó, que não anda bem de saúde, quer rever sua querida Kacey. A intenção de Jake por trás disso é levantar sua moral, que anda bem caída no mundo dos negócios, onde entrou após seu pai se aposentar, por ele ser visto com prostitutas e strippers constantemente. Kacey, traumatizada pelo passado, não quer ver Travis Titus nem pintado de ouro, mas é surpreendida quando o reencontra e fica sabendo que vai passar o fim de semana na mesma casa que ele, mas a surpresa é ainda maior quando ela percebe o quanto ele mudou, externa e internamente.
Já dá pra perceber quem é o cara “bonzinho” só de ler a orelha do livro, e eu acredito que pela resenha vocês também percebam. Achei desnecessário tentarem manter isso em segredo durante a divulgação do livro, e fantasiar uma trama que não existe. Já que o livro se torna previsível de qualquer forma, melhor seria se deixassem isso claro para o leitor curtir o romance da trama sem esperar por uma coisa que não vai acontecer.

A Protagonista: Kacey sempre foi apaixonada por Jake, e como não superou o término do namoro deles, fica mais balançada do que deveria ficar pela proposta que ele faz a ela. Mas como ela sabe como Jake leva a vida, ela tem medo de se machucar novamente e tenta manter seus sentimentos estabilizados. O motivo dela ter aceitado o acordo foi a preocupação com vovó Nadine, que mesmo sendo avó só dos meninos, trata Kacey como neta de sangue também. Kacey se afastou da família de Titus depois do fim de seu namoro e da morte de seus pais biológicos, mas seu carinho por eles nunca acabou.

Personagens Secundários: Jake é um cafajeste assumido e conformado e não esconde isso de ninguém. Para ele, ter se envolvido com sua melhor amiga foi um erro, e mesmo que ele também tivesse sentimentos por ela, a vontade dele de conhecer novas mulheres e curtir a vida sem se prender a ninguém é muito maior.
Travis cresceu e se tornou um homem totalmente diferente de seu irmão. Enquanto Jake é um playboy mulherengo que não passa por um espelho sem se olhar, Travis tem estilo de cowboy, e gosta de sua vida simples em seu rancho no meio do verde e da paz. Quando ele reencontra sua paixão da infância e adolescência, Kacey, seu coração volta a bater mais forte e ele tem uma nova chance para chamar sua atenção, agora da forma certa.
Vovó Nadine é a melhor personagem do livro. Ela nos surpreende pelas suas atitudes e sua vitalidade, mesmo com 85 anos, e por quão esperta ela é.

Capa, Diagramação e Escrita:Não gostei da capa. Não sou cismada com isso de rostos de modelos na capa, mas o problema é que o casal escolhido não tem nada a ver com os personagens. É legal quando a editora pode manter a capa original na tradução do livro, mas nesse caso isso não funcionou positivamente. A leitura flui bem, mas em alguns momentos eu tive que reler os diálogos para entender quem estava falando, e senti que a tradução não ficou tão boa quanto poderia ter ficado em outros trechos.

Concluindo: A Aposta parece livro de banca, ok, mas é bem divertido e uma boa indicação para quem gosta de romance. Eu acredito que o próximo livro seja melhor que esse, aliás, eu poderia apostar trocadilho fail. Os protagonistas da sequência serão uma amiga de Kacey que aparece bem no comecinho do livro e um personagem masculino que também aparece aqui.
Quotes: 
Em defesa dela, Kacey sempre tinha visto Jake com bons olhos. Enquanto isso, Travis, com sua gagueira, era o irmão mais velho malvado enviado para destruir o mundo com uma puxada de cabelo de cada vez.

- Se é isso que você quer. – Ele olhou de novo para o chão e murmurou algumas palavras, passando a mão no cabelo volumoso. – Você vai se machucar, você sabe disso né?
Kacey suspirou.
- Vou me machucar de qualquer maneira, Travis. Só depende de qual irmão vou dar essa oportunidade não acha?

Acho que o que eu estou tentando dizer é que é importante manter suas opções em aberto. É importante viver e não ficar tão presa ao passado. O passado é chamado de passado por um motivo. Se você está constantemente olhando para trás, seus olhos não veem a estrada à sua frente. Você não pode dirigir um carro desse jeito, então porque deveria viver a vida assim?
                                 Classificação:
 
Classificação:
Classificação: