Resenha - Iniciada

Resenha feita pela Luh!  
Título: Iniciada
Título Original: Ascend
Série: Trylle
1- Trocada (2013)
2- Dividida (2013)
3- Iniciada
Autor: Amanda Hocking
Editora: Rocco
Páginas: 336
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac

Uma conclusão interessante.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers dos livros anteriores da série.

Sinopse (spoilers): Trylle chega ao fim com Iniciada, terceiro volume da saga de Wendy Everly, uma criança troll trocada secretamente logo após o nascimento por uma humana normal. Depois de descobrir sua verdadeira origem e ser levada para o mundo mágico de Trylle em Trocada e de se deparar com uma rival que a faz questionar qual é realmente o seu lugar em Dividida, os dois primeiros livros da série, agora a jovem precisa fazer a escolha certa para salvar o reino de Trylle, do qual ela se tornou rainha. Mas será que seu coração está pronto para esta decisão?

A Trama: Finalmente chegamos à conclusão da trilogia! Para mim, Trylle está longe de se tornar uma das minhas séries prediletas, porém é muito divertida e valeu a pena o tempo investido. O desfecho da série é satisfatório e traz várias cenas de ação e luta, além de o romance ser muito envolvente.
No geral, tive a sensação de que faltou desenvolvimento, eu queria conhecer melhor os "vilões" e os outros povos trolls, além de certos personagens fascinantes como Sara e Rhys, que mal tiveram espaço nos livros. O mundo criado pela autora é fascinante e, justamente por isso, eu queria que ele tivesse sido explorado um pouco mais, porém já conheci o suficiente para satisfazer minha curiosidade e não tenho do que reclamar.
A trama desse livro é, como sempre, um pouco previsível, e já aviso que há uma confusão romântica que nem sei mais se posso chamar de triângulo amoroso, mas acredito que o caminho escolhido pela autora (tanto para a trama quanto para o romance) agradará a maioria dos leitores e me deixou bem feliz. Há um conto no final do livro que se passa um ano após o fim de Iniciada e fala um pouquinho sobre o futuro dos personagens, quase como um epílogo, e eu achei uma gracinha.


A Protagonista: Wendy finalmente amadureceu o bastante para abandonar seu "complexo de herói" e começou a tomar decisões inteligentes. A protagonista se tornou bem agradável, apesar de ainda cometer erros bobos às vezes, principalmente envolvendo os homens de sua vida. Apesar de o livro tentar retratá-la como uma adulta, às vezes Wendy ainda tinha um ar adolescente, porém gostei bastante da maneira como ela equilibrou suas duas versões.

Os Personagens Secundários: Os personagens são os mesmos que conhecemos em Trocada e Dividida, porém a autora se aprofunda muito mais em suas personalidades e alguns conseguiram me conquistar, como o divertido Loki, que passou a revelar seu lado mais sério, e o leal Tove, que finalmente deixou de parecer um fantoche e passou a tomar decisões por si mesmo. Alguns dos personagens secundários não pareciam ter nada de especial, porém outros compensavam sendo únicos.

Capa, Diagramação e Escrita: Continuo achando que as capas parecem falsas, como se a imagem tivesse sido colada no Photoshop, porém a editora fez um ótimo trabalho com Iniciada e amei o tom de verde utilizado. A diagramação é muito fofa, com o nome de cada capítulo em fonte igual à do título e uma fonte um pouquinho pequena.
Consegui compreender melhor as decisões da protagonista, o que significa que a escrita da autora melhorou, porém ainda queria mais descrições.

Concluindo: O desfecho da trilogia me agradou bastante, porém gostaria que os livros fossem um pouquinho maiores e mais detalhados. Ainda assim, é uma série interessante, principalmente para quem gosta de fantasia e prefere livros mais rápidos e menos descritivos.


Classificação: