Resenha - O Domínio do Lobo

Resenha feita pela Luh!
Título: O Domínio do Lobo
Título Original: Hunting Ground
Série: Alfa e Ômega
1- Lobos Não Choram (2012)
2- O Domínio do Lobo
3- A Fúria do Lobo (2013)
Autor: Patricia Briggs
Editora: Novo Século
Páginas: 264
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac // Extra // Submarino

Muito melhor que o primeiro!
Atenção: Essa resenha não contém spoilers de Lobos Não Choram.


Sinopse (spoilers): A humanidade estaria pronta para conviver com lobisomens? Depois de se transformar em lobisomem, Anna Latham não fazia ideia do quanto sua vida se tornaria complicada... e perigosa, já que acabaria se tornando a companheira de Charles Cornick, o filho do líder de todos os lobisomens da América do Norte, Bran.
Anna e Charles são convocados para uma importante reunião, que pode mudar o destino de sua espécie. Bran acredita que é chegada a hora de os lobisomens do mundo revelarem sua existência à humanidade. Porém, o mais temido lobisomem Alfa da Europa se coloca radicalmente contra o plano, e ele parece não ser o único a ter esta opinião. Quando Anna é atacada por vampiros, num tipo de ofensiva mágica que apenas um lobisomem poderia executar, ela e Charles resolvem combinar seus poderes para descobrirem quem estaria por trás disso tudo... ainda que isso lhes custe suas vidas.

A Trama: Anna e Charles se aventuram em um local cheio de lobos dominantes de todas as partes do mundo e é praticamente impossível colocar tantos homens sedentos por sangue em um só lugar sem violência, então o livro é cheio de provocações, mistérios e cenas de luta. A autora não se aprofunda muito na mitologia dos lobisomens, porém ela já explicou o suficiente no livro anterior, e dessa vez foca na ligação entre os protagonistas, que foi uma decisão muito inteligente. Também conhecemos um pouco mais sobre as outras criaturas daquele universo, como os vampiros e os fae, e adorei conhecer essa outra parte, já que falar só dos lobisomens fica bem cansativo. No geral a trama é boa, começa um pouco mais lenta e vai melhorando conforme se desenvolve. Apesar de ter muito em comum com a trama de Lobos Não Choram, gostei muito mais da O Domínio do Lobo, porém o melhor é que ambos os livros tem um desfecho satisfatório, sem ser necessário continuar a série caso você não queira.

Os Protagonistas: Dessa vez considero Anna e Charles protagonistas, já que o lobo recebeu um espaço muito maior nesse livro, e ambos tiveram uma melhora considerável. Não sei se fui eu que me acostumei com o romance, mas os personagens pareciam muito mais maduros, Anna não tinha medo de tomar as próprias decisões ou mostrar aos outros que sabia ser forte quando necessário. Charles mostrou um pouco mais de seu lado vulnerável, mas aprendeu também que não precisa proteger a companheira a cada instante. O romance ficou muito mais interessante e divertido.

Os Personagens SecundáriosComo disse antes, os protagonistas vão para um local cheio de lobos, então somos apresentados há dezenas de novos personagens. Adorei alguns, odiei outros, porém tive a impressão de que a maioria deles era muito superficial e, por serem tantos, me esquecia rapidamente quem era quem. Além disso, achei que o livro negligenciou muito as mulheres, pouquíssimas lobisomens fêmeas eram mencionadas.

Capa, Diagramação e Escrita: Gosto mais das capas da série que tem lobos, mas essa também é bonita, repleta de detalhes. Acho a fonte bem pequena, mas logo me acostumei, e a diagramação é comum.
A escrita da Patricia Briggs tem seus altos e baixos. Alguns trechos podem ficar confusos, porém certas cenas são envolventes e muito detalhadas.

Concluindo: Estava com expectativas mais baixas nesse livro e, talvez por isso, ele me agradou muito mais que o primeiro. A trama é rápida, os personagens são divertidos e o romance é envolvente. Não é uma das minhas séries prediletas, mas ainda recomendo, especialmente para quem quer se aventurar nesses lobisomens diferentes.

Classificação: