Quinta das Capas #66

Steampunk Nacional


Steampunk, em uma explicação curta, são aqueles livros que se passam em uma idade mais antiga, porém com objetos modernos, adaptados à tecnologia da época, como máquinas a vapor e etc. Selecionei algumas capas nacionais maravilhosas com esse tema, e semana que vem tem as americanas!

Espinho de Ferro me parece mais uma capa de fantasia, eu honestamente não sabia que era steampunk até dar uma pesquisada sobre o livro, mas a fonte combina, só não gostei nem um pouco do rosto dessa modelo. Voos e Sinos e Misteriosos Destinos, por outro lado, era fácil de adivinhar, com o dirigível no céu e todas aquelas peças de máquina aparecendo. Amei demais as cores e a ilustração, é uma das minhas capas prediletas desse gênero. Anjo Mecânico já é uma imagem bem conhecida e achei meio engraçado que tenha uma torre do relógio (repararam que é bem similar à do livro anterior?).



Essas peças e folhas de Incarceron deixaram o livro lindo demais, eu gostaria que fosse um pouquinho mais colorido, porém adorei a fonte do título. O Peculiar é uma graça e exatamente o que eu esperaria de um steampunk infantil, com esse pássaro fofo na capa. Sociedade dos Meninos Gênios tem um título legal e o fundo também não é ruim, porém odiei esse garoto que parece ter sido criado no The Sims.

Não gosto nem um pouco dessa modelo de Metamorfose?, mas as cores são lindas. E repararam que lá no canto tem outra torre do relógio? Leviatã é outra das minhas prediletas, não só pelas cores, mas pelos inúmeros pequenos detalhes que a tornam tão complexa. Pra mim, faltaram mais cores em Boneshaker, porém adorei o detalhe do dirigível (ou navio?) aparecendo na lente.

Semana que vem tem mais!