Resenha - Veneno

Resenha feita pela
Título: Veneno
Título Original: Poison
Série:
Saga Encantadas
1 - Névoa
2 - Gelo (2014)
1 - Veneno
2 - Feitiço (2013)
3 - Poder (2014)
1 - Névoa
2 - Gelo (2014
Autor:  Sarah Pinborough
Editora: Única
Páginas: 224
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra // Fnac

Sinopse: Sexy, sarcástico e de prender a respiração! Para os fãs de Once Upon a Time e Grimm, Veneno é a prova de que contos de fadas são para adultos! Não existe “Felizes para sempre”! Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria “um final feliz” pode se tornar o pior dos pesadelos! Veneno é o primeiro livro da trilogia Encantadas, e já é um best-seller inglês. Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitor será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia!

A Trama: Veneno é uma releitura do clássico Branca de Neve, bem mais semelhante com o conto original dos irmãos Grimm, do que com o conto de fadas da Disney. Lilith, a esposa do rei, tem apenas quatro anos a mais que sua enteada Branca de Neve e não vê a hora dela se mudar do palácio. O motivo não é explicado, mas o que se sabe é que Lilith não aguenta mais o jeito benevolente e encantador de Branca de Neve, e deseja que ela mude seu modo despreocupado de viver ou que ela se mude para o lugar mais longe possível. A história não foge muito da que todos nós conhecemos, o diferencial dela está nos detalhes e na forma com que os acontecimentos se sucedem. É difícil falar de um livro pequeno sem dar spoilers, mas eu digo que Veneno tem muita magia, malícia e não é nada infantil.

A Protagonista: A atraente rainha Lilith é malvada, mas não sem motivo. Vinda de uma linhagem de bruxas, a rainha sofreu muito durante a infância e conhece o sofrimento como única forma de viver. Ela odeia o rei com o qual é casada, mas depende dele para manter o estilo de vida sem sofrer por sua magia. O mal parece vir de dentro dela de forma natural, e mesmo quando ela tenta se acertar com a enteada, as coisas não dão certo e ela volta ao comportamento habitual. Lilith coleciona objetos mágicos e controla o reino por meio de seu encanto e magia. Ela não aguenta viver sob a sombra da amada falecida rainha, que era mãe de Branca de Neve - apelidada assim por Lilith. Quando eu pensava em sentir compaixão por Lilith, ela ia lá e fazia outra maldade injustificada. Queria que o motivo de ela querer a enteada longe de sua vida fosse mais bem explicado, não acredito que ela queria ver a moça sofrer somente porque ela sofreu também.

Personagens Secundários: A única filha do rei, Branca de Neve ama ser livre e andar a cavalo. Ela é indomável e querida por todos, pelo seu jeito divertido e por tratar todos bem. O problema de Branca de Neve é a ingenuidade. Por acreditar na bondade de todos, ela vive se metendo em enrascada.
Os anões são uns queridos, como esperado. Sonhador é o mais próximo de Branca, entre todos eles, e não mede esforços para manter sua amiga princesa bem e em segurança. Ele é desconfiado, mas como gosta muito de ler e vive viajando nas histórias, nem sempre é levado a sério.
O caçador é um personagem que no principio me deixou com dúvidas sobre seu caráter, mas acabou me tranquilizando depois de algumas atitudes.

Capa, Diagramação e Escrita: Olhando bem de longe, a capa parece bonita. Mas reparando nela eu não gostei, por causa da modelo. A moça simplesmente não tem nada a ver com a Branca de Neve, que é quem ela representa ali, além do cabelo preto e pele clara. Nada mesmo.
A diagramação é linda! Todos capítulos começam do lado direito do livro com um arabesco no alto da página, e na pagina anterior há uma gravura. Gostei da escrita da autora. A leitura flui rápido e é objetiva.

Concluindo: O final do livro é surpreendente e me deixou curiosa pela sequência, Feitiço, que é uma releitura do conto da Cinderela. Espero que o desfecho de alguns personagens seja apresentado, pois apesar da proposta do livro seja de que nem todos os finais são felizes, nem todos os personagens recebem um final, realmente.

Quotes:
Ninguém ousaria desafiar as ordens da rainha, por mais que odiassem ver sua amada princesa tão infeliz. E ela estava desesperadamente infeliz, mas esse, no fim das contas, dizia a rainha a si mesma, era o propósito. Por que Branca de Neve concordaria com um casamento se fosse feliz em casa? A rainha queria que ela sumisse dali. Precisava que ela sumisse. E se havia uma coisa que tinha aprendido em toda a sua vida era que não se conquistava nada sem um pouco de sofrimento.
-Você acha as pessoas boas demais, Branca de Neve.
-Alguém precisa fazer isso, Sonhador.
                                 Classificação:
 
Classificação:
Classificação: