Resenha - Sombras de Um Verão

Resenha feita pela Maay!
Título: Sombras de Um Verão
Título Original: The Tids of Memory
Livro Único.
Autores: Sidney Sheldon e Tilly Bagshawe
Editora: Record 
Páginas: 480
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Extra // Fnac 

Foi como ter Sheldon de novo - e nos seus melhores anos.

Sinopse: Quando Alexia De Vere decidiu que chegaria ao topo, ela sabia que precisaria de uma boa dose de coragem, obstinação e um talento indiscutível. Mas a atual ministra do Interior e esposa de um dos aristocratas mais tradicionais da Grã-Bretanha esconde sua cota de sujeira embaixo do tapete. Roxie, a filha, está confinada em uma cadeira de rodas. O herdeiro Michael acaba de abandonar Oxford para se aventurar como empresário. Seu único conforto é o generoso e devotado marido. Quando a pressão por estar no topo já parece o suficiente, ela ainda tem de lidar com o turbilhão que um dia varreu e lavou quem ela foi, e agora volta, mais forte que nunca, para afogar e destruir Alexia, a mulher do presente.

A Trama: Tilly Bagshawe, finalmente, conseguiu desenvolver uma trama digna da marca Sidney SheldonNão que os outros livros da autora para a marca tenham sido ruins. Mas, Sombras de Um Verão disparou como meu favorito. 
Vamos apenas dizer que a autora acertou na mão. A obra tem romance, suspense, drama, vingança e tudo aquilo a que os leitores de Sidney Sheldon estavam acostumados. E tudo na medida certa.
Nada do que eu diga aqui vai ser mais fiel do que a citação do New York Times que foi transcrita para a quarta capa "Para ler compulsivamente" (e foi o que eu fiz :x).
E sim, eu não falei sobre a trama em si. Porque, nesse caso, prefiro manter o suspense. 

A Protagonista: Alexia De Vere é a protagonista que eu esperava me deparar desde o primeiro romance escrito por Tilly. Ela é forte, determinada, destemida e tem um senso ético tanto quanto questionável. Nada que um fã de Sidney Sheldon não esteja acostumado, e esse é que é a mágica toda, enquanto lia foi como se o autor tivesse psicografado a história para Tilly, sei lá. De coração, eu me senti agraciada por, mesmo depois da morte do meu "mentor literário", ter a oportunidade de ler uma obra tão fiel ao seu estilo.
A protagonista me ganhou já nas primeiras páginas, e apesar de achar que a ingenuidade dela em alguns pontos não condiz com sua personalidade, isso não chegou a me incomodar. 

Personagens Secundários: Eu não vou falar dos personagens secundários. Porque, se eu for dar minhas opiniões, eu com toda a certeza do mundo irei soltar spoillers. Gente, a surpresa é a alma do negócio. E que surpresa!

Capa, Diagramação e Escrita: A capa é linda, e ficou mais linda ainda na minha estante. To apaixonada. E ok, ela é preta com azul, eu sei que não tem nada demais. Mas a estante é minha, eu posso (haha). A diagramação é básica, o tamanho da fonte é ótimo e a leitura é super rápida.
Agora, a escrita... O livro é narrado em terceira pessoa, como todos os livros de Sidney Sheldon. E a escrita é viciante. Simplesmente, é impossível parar de ler, porque cada final de capítulo é desesperador e você simplesmente precisa saber o que vai acontecer a seguir.

Concluindo: Sidney Sheldon é e sempre será o meu autor favorito. Já li todos seus livros e, desde sua morte, realmente fiquei com um buraco na minha vida literária. 
Porém, como todo fã, tenho de reconhecer que em seus últimos anos, as obras do autor já não eram mais "aquela coca-cola toda". Então, quando Tilly Bagshawe começou a utilizar a marca Sidney Sheldon para escrever livros no mesmo estilo dele, não tive muito do que reclamar. Os livros não eram nada de extraordinários, mas já era alguma coisa né - estavam no nível dos últimos escritos pelo próprio autor.
Sombras de Um Verão veio para sacudir tudo. Ao ler a obra, eu encontrei elementos que encontrava nas histórias criadas por Sheldon em seus melhores anos. Em seus melhores livros. 
Não é um livro que marcou minha vida e provavelmente não é um livro que marcará a sua. Se você ainda não conhece o autor, pegue uma de suas obras mais antigas, que vale mais a pena. Agora, se você é fã, meu filho ou minha filha, o que você está esperando?! 


Quotes:
Segredos podem ser um fardo. Quero dizer, depois que se sabe de uma coisa, é o fim. Jamais poderá não saber. Jamais poderá devolver esse conhecimento. A inocência que tinha antes desaparece
Classificação: