Resenha - Voos e Sinos e Misteriosos Destinos

Resenha feita pela
Título: Voos e Sinos e Misteriosos Destinos
Título Original: Flights and Chimes and Mysterious Times
Livro Único.
Autora: Emma Trevayne
Editora: Seguinte
Páginas: 306
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra // Amazon

Sinopse: Nesta fábula moderna, com gosto das aventuras clássicas que encantam os jovens leitores há tantos anos, conhecemos a história de Jack Foster, um garoto de dez anos que, como qualquer um da sua idade, sonhava viver grandes aventuras. Ele morava em Londres mas estudava em um colégio interno, voltando para casa apenas nas férias, quando ficava completamente entediado. Mas, um certo dia, Jack atravessa uma porta mágica e, do outro lado, encontra uma cidade ao mesmo tempo muito parecida e muito diferente daquela que conhecia. Em Londinium, apesar de reconhecer as ruas e prédios, ele encontra um cenário steampunk, com engrenagens e fuligem por todos os lados. Por ali era raro encontrar alguém que não tivesse nenhuma parte do corpo feita de metal. E era justamente isso que a Senhora - uma mulher rígida e temperamental que governava a cidade desde sempre - buscava: um filho de carne e osso. Jack logo descobre que aquele lugar era extremamente perigoso, e que voltar para casa não seria tão fácil quanto tinha sido chegar até ali...

A Trama: Essa foi minha primeira vez lendo steampunk, e apesar do gênero não ter entrado para os meus favoritos, pretendo continuar experimentando livros nessa temática. E o que tem em um steampunk? Engrenagens, dirigíveis, fuligem, indústrias, criaturas robóticas e muita poluição.
A maior parte de Voos e Sinos se passa em uma Londres alternativa, chamada Londinium, lugar em que todas as pessoas tem alguma parte do corpo modificada - braços, pernas, nariz, olhos - porque essa parte parou de funcionar ou por ter sido perdida. Jack Foster vai parar em Londinium durante suas férias do colégio interno, quando, enquanto ele está em casa, sua mãe passa a receber um novo convidado, o médium Lorcan Havelock, que na verdade está em Londres apenas para pegar Jack e levar para Londinium, onde a Senhora o espera. A Senhora é a moradora mais velha conhecida de Londinium e ela é quem comanda as coisas por lá. Lorcan já foi levado a ela como Jack está sendo agora, mas depois que ele se tornou adulto, perdeu a graça que tinha para ela, que quer Jack para tratá-lo como filho e tem que ser um menino "inteiro", e não como as crianças de Londinium, que já nascem precisando substituir alguma parte do corpo. Jack chega a essa cidade ao mesmo tempo parecida e diferente da sua Londres, achando que só encontrará incríveis aventuras e que levará uma vida diferente da monotonia de sua casa, mas Londinium se revela um lugar muito mais perigoso e ele já não sabe se quer ficar lá tanto assim.

O Protagonista: Jack é uma criança comum, que gosta de brincar e se aventurar, mas seus pais o negligenciam quando a questão é amor e carinho. Jack vive em uma escola interna, e quando vai para casa durante as férias achando que terá a companhia da mãe e do pai, eles acabam o deixando para lá, trancado no quarto durante visitas e jantares, somente sob os cuidados da sra. Pond, funcionária da casa. Em Londinium, o menino acha que pode ser amado pela nova mãe e fazer novos amigos, mas quando começa as desvendar os mistérios sobre a sombria cidade, ele repensa se sua vida com os pais biológicos era tão ruim.

Personagens Secundários: Logo que Jack chega a Londinium, ainda sem saber onde está, ele conhece a boneca de corda Beth, e ela o apresenta para seu criador, o dr. Cataplasma, que lhe dá abrigo enquanto tenta achar uma forma de mandar o menino de volta para casa, embora Jack ainda não queira voltar. O dr. é cético em relação a muitos assuntos de Londinium, por conta de tudo que ele já viveu e viu, mas acaba criando uma amizade com Jack e os dois se tornam aliados nos momentos em que precisam. Na cidade steampunk, Jack descobre a verdadeira face de Lorcan, que mostra ser não tão simpático como tentava parecer em Londres, mas na verdade um filho bem ciumento da Senhora. Tudo o que a Senhora quer é um filho com um coração de verdade que ela possa amar e ele a ame de volta. Estranho, mas é o jeito dela, que apesar da aparência jovem já viveu demais e muitas vezes não controla o temperamento explosivo. Quando Jack finalmente chega a mansão dela, ele descobre que já houveram outros antes dele, que como humanos normais, envelheceram e não serviram mais de filhos para ela, menos o estranho Lorcan que parou de envelhecer e hoje em dia só presta serviços para a Senhora, que não o permite mais que a chame de mãe.

Capa, Diagramação e Escrita: Como não se apaixonar por essa capa? Impossível. Desde a fonte do título e o Big Ben chamando a atenção dos leitores, até o fato de ela ter a ver com a trama: perfeição. A diagramação também é linda. No início há dois mapas - um de Londres e outro de Londinium - e pelas páginas o livro tem ilustrações com imagens de cenários e personagens. Acho que a autora deixou escapar algumas coisas que ficaram no ar e não foram explicadas, como de onde vem os alimentos de Londinium, onde eles conseguem plantar os vegetais em meio aquela atmosfera pesada, e ela poderia ter explorado mais o passado da Senhora, mas creio que a autora não quis mesmo ser muito detalhista e sim falar mais sobre o protagonista.

Concluindo: Até que essa mistura de steampunk, aventura e infantojuvenil deu certo. O livro consegue entreter e cumpre o prometido, além de tentar mostrar o valor que a família tem e como nos enganamos com situações e pessoas que parecem uma coisa e na verdade não são. Não esperem nada espetacular, mas quem se encantou com a capa, gosta do gênero ou quer conhecer, pode curtir bastante a leitura.
                                 Classificação:
 
Classificação:
Classificação: