Resenha - Os Solteiros

Resenha feita pela Maay!
Título: Os Solteiros
Título Original: The Singles
Livro Único.
Autora: Meredith Goldstein
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra

Um livro completamente sem propósito.

Sinopse: Hannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abandonou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da faculdade quase namorou Hannah — e não se esquece disso... Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica. Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens... Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.

A Trama: O livro se passa no final de semana do casamento de Bee, a "maravilhosa" noiva que leva mais em conta o incômodo que seus amigos solteiros estão causando na organização das mesas, do que o fato de eles viajarem centenas de quilometros para poderem estar presentes em um dos dias mais importantes da sua vida.
Vi muitas pessoas que elogiaram a obra, e isso me leva a concluir o seguinte: ou eu estou ficando uma velha chata e muito exigente, ou as pessoas estão se contentando com muito pouco. Pois, para mim, essa leitura não conseguiu sequer ser desagradável... Se limitou a ser totalmente insignificante e dispensável.

Os Protagonistas: O problema da obra, para mim, começou aqui. Os protagonistas são tantos, que você não consegue conhecer a fundo nenhum deles, não consegue se identificar e sequer compreender.
Se cheguei perto de ter alguma simpatia por um deles, foi Rob - o menos egoísta e egocêntrico dos cinco.

Os Personagens Secundários: Se nem os protagonistas conhecemos direito, o que dizer sobre os personagens secundários? Se consegui decorar seus nomes já foi grande coisa. 

Capa, Diagramação e Escrita: Até achei a capa legal, mas ela não é lá muito condizente com a história. Não sei...
A escrita de Meredith foi bem entediante para mim, não consegui aproveitar a leitura. E, honestamente, alerta de spoiler aqui: se eu tinha apreciado 1% da obra, esse 1% foi perdido no momento em que a autora matou Liz, a cachorra. Você não mata um animal de estimação sem um motivo realmente relevante, simplesmente não mata. É preciso uma justificativa muito boa para que isso seja aceitável. 

Concluindo: Acredito que se esse fosse o roteiro de uma comédia romântica, até poderia funcionar. Mas, como livro, faltou muito para que pudesse ser classificado como um daqueles "para passar o tempo". 
Digo e repito, cada um tem direito de tirar suas próprias conclusões. Mas, minha opinião: existem muitos livros que valem o tempo que você dedica à leitura, infelizmente, esse não é um deles. 

Classificação: