Resenha - Scarlet

Resenha feita pela Luh!
Título: Scarlet
Título Original: Scarlet
Série: Crônicas Lunares
1- Cinder (2013)
2- Scarlet (2014)
3- Cress (2014 US)
4- Winter (2015 US)
Autor: Marissa Meyer
Editora: Rocco
Páginas: 480
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Fnac // Saraiva

Simplesmente ótimo do início ao fim.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers de Cinder.

Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

A Trama: Scarlet morou com sua avó pela maior parte da vida, cuidando da fazenda e vendendo suas verduras. Entretanto, a avó da garota desaparece misteriosamente e a polícia não parece muito interessada em descobrir o que aconteceu. É então que Scarlet conhece Lobo, um lutador de rua estranho e intrigante que está ligado ao desaparecimento e decide ajudar a protagonista. Eu adorei a trama, havia muito suspense e os personagens novos são divertidos. O final me deixou muito ansiosa pela continuação e eu gostei bastante de conhecer Scarlet. A autora foi inteligente pela maneira como ligou essa protagonista a Cinder, e a troca de cenário e de personagens me deixou apreensiva no início, mas deu certo.
Minha única reclamação é que, apesar de Cinder ter vários capítulos dedicados a ela, sua trama praticamente não saiu do lugar, o que é decepcionante considerando a maneira como o livro anterior terminou, com tanto potencial.

A Protagonista: Acredito que eu gostava mais de Cinder como protagonista, mas é difícil decidir, porque Scarlet também é ótima. A ruiva é muito independente, desconfiada, divertida e inteligente. Gostei da maneira como Scarlet se sacrificava pelas pessoas que ama sem nem precisar pensar, porém sem tomar atitudes estúpidas.

Os Personagens Secundários: São poucos os personagens do livro anterior que aparecem, apenas Cinder, protagonista do livro anterior que tem um papel importante na trama, Iko, a robô que me conquistou, Kai, que é o imperador e Levana, a rainha de Luna, que é a vilã. Levana é uma ótima vilã e foi bom rever alguns personagens, porém me apaixonei pelos novos, Lobo e Thorne.
Lobo é um lutador que eu não conseguia decidir se era confiável, manipulador ou simplesmente louco. Aos poucos, porém, o personagem foi me conquistando. Quanto à Thorne, não há duvidas de que ele tem um parafuso a menos, porém o capitão é o personagem mais engraçado, sempre criando as melhores cenas.

Capa, Diagramação e Escrita:  Eu gosto mais da capa anterior, mas essa também é linda e combina com a série. Scarlet é uma releitura de A Chapeuzinho Vermelho, mas já aviso que só lembra vagamente o conto-de-fadas, sem ser idêntico a ele. A diagramação estava maravilhosa, citando inclusive alguns trechos do conto-de-fadas original no início de certos capítulos.
Marissa é uma ótima autora, sabendo exatamente como prender o leitor. O mundo criado em Cinder é magnífico, porém ele foi pouco explorado em Scarlet. As descrições, porém, continuam impecáveis.

Concluindo: Scarlet foi um livro ótimo, só acredito que eu tinha expectativas altas demais para ele. Ainda assim, foi uma trama emocionante com personagens cativantes que me deixou contente por ter lido. Agora preciso muito da continuação!

Classificação: