Resenha - Longe de Você

Resenha feita pela
Título: Longe de Você
Título Original: Through to You
Livro Único.
Autora: Emily Hainsworth
Editora: Galera Record
Páginas: 288
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac

Sinopse: Desde que sua namorada morreu em um acidente de carro, Camden Pike, de 17 anos, perdeu o interesse pela vida e daria qualquer coisa para revê-la. Ao visitar o local do acidente que tirou a vida de sua amada, algo inexplicável acontece - Camden dá de cara com uma aparição, mas não é Viv. Seu nome é Nina, e ela vem de uma realidade paralela onde Viv não morreu. Cam está disposto a fazer o que for preciso para tê-la ao seu lado e, ao visitar essa outra versão da realidade, percebe que as coisas lá são completamente diferentes. Tanto ele quanto Viv fizeram escolhas muito distintas que alteraram o percurso de suas vidas. Quando Nina revela um segredo perigoso, fica muito claro que a Viv que Cam amava não é a mesma pessoa que reencontra e, agora que o portal está se fechando, ele terá que escolher entre as duas realidades.

A Trama: Camden perdeu sua namorada em um acidente de carro e não consegue seguir em frente. Sempre que ele passa pela esquina onde Viv morreu (esquina essa que fica ao mesmo tempo dentro e em frente à escola em que ele estuda, e eu não entendi porque a autora não explicou esse cenário direito), ele olha para o memorial criado no lugar, e por vezes fica ali refletindo. Até que um dia, ele encontra uma menina nessa esquina, a Nina, e juntos eles descobrem o portal por onde ela passou para chegar até ali, começando um vai e vem entre o mundo que Cam sempre viveu e o mundo de Nina, que na verdade é uma realidade paralela do que ele vive, onde Viv ainda está viva, e ele decide que quer tê-la de volta. Pausa para se recuperar do nó no cérebro. A ideia da autora não foi bem original, mas foi bacana, pena que ela não soube aproveitar. O livro poderia ser mais curto, ou ter ido por um caminho diferente. Toda a situação tensa que rolou, se resolveu com um simples diálogo que poderia ter acontecido bem antes do final do livro. Ver os personagens tomando atitudes estúpidas porque não quiseram simplesmente sentar e ter uma conversa séria, não foi muito legal.

O Protagonista: Camden é chato. Ele até pode ter sido uma pessoa legal enquanto a Viv estava viva, apaixonado, dedicado e feliz, mas o luto e o desespero de reencontrar a amada não me convenceram a aceitar a ignorância dele em relação a tudo o que acontecia. Ao mesmo tempo em que ele estava desconfiado daquele portal sobrenatural, depois que achou a Viv do outro mundo, ele não se importou com nada da esquisitice da situação, fora que não quis dar ouvidos a Nina ou analisar as coisas que ambas meninas diziam para ele. E ainda teve relutância dele em resolver os problemas da sua vida em seu próprio mundo. Enfim, não me conquistou.

Personagens Secundários: Nina poderia ter sido uma personagem bem mais interessante. Apesar do seu papel ser significativo, ela não foi bem explorada. O que sabemos da Viv do mundo em que ela morreu, era que vivia pelo Cam e era louca de amores por ele. Só isso mesmo. Já a Viv do outro mundo era popular na escola e mais irresponsável e inconsequente. Mas novamente, a autora não explorou muito os personagens, ela quis somente retratar a trama.

Capa, Diagramação e Escrita: Legal que a editora manteve a capa original do livro, mas não acho que as cores do título ficaram muito bem. Não deu certo no original e não deu certo novamente aqui. Os capítulos são curtos, o que ajudou muito a "engolir" logo a história. Não sei se daria outra chance a autora, sua escrita não é ruim, mas me decepcionei com a maneira que ela conduziu o livro.

Concluindo: Por conta de outras críticas, já esperava que o livro não fosse tudo o que eu imaginei quando li a sinopse pela primeira vez. Quem estiver com muuuita vontade de ler, como eu estava, pode meter a cara, mas para quem ficou com uma curiosidade pequena, eu acho que há outros livros nesse gênero bem mais interessantes por aí.

Quotes:
- Como vou saber escolher o caminho certo?
- Às vezes não há certo ou errado - diz ela calmamente. - Às vezes você tem que apenas seguir seu coração.
                                  Classificação:
 
Classificação:
Classificação: