Resenha - Bullet Park

Resenha feita pela Tay!  
Título: Bullet Park
Título Original: Bullet Park
Livro Único.
Autor: John Cheever
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 221
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Saraiva // Extra

Sinopse: Bem-vindo a Bullet Park, uma cidade em que até os burgueses mais engomadinhos conseguem se assustar com a sua própria imagem no espelho. Nesse ambiente exemplar, John Cheever retrata o fatídico encontro de dois homens: Eliot Nailles, um bom sujeito que ama sua esposa e seu filho de forma contente e um tanto alheia, e Paul Hammer, um bastardo cujo nome veio de um simples instrumento caseiro e que, após passar metade da vida a esmo, vai morar em Bullet Park com um objetivo - assassinar o filho de Nailles. Uma homenagem lírica, divertida e mordaz ao subúrbio americano - e a toda a (duvidosa) normalidade que ele representa - pelas mãos de um dos grandes nomes da literatura dos Estados Unidos.

A Trama: A trama descrita na sinopse é de um bairro burguês onde um homem vai morar com a intenção de matar o filho de outro homem que já mora nesse bairro. Me interessei bastante pela sinopse e pelo o que eu achei que encontraria no livro (um pouco de mistério, com suspense e ação). Mas o que eu recebi em troco das minhas expectativas foi pura frustração. Paul Hammer realmente se muda para Bullet Park e tem a intenção de matar o filho dos Nailles, mas o autor não fez disso o centro da sua história. O livro conta, basicamente, a história dos Nailles e de como seu filho ficou doente e depois a história de Hammer. E é tudo tão monótono, que nem mesmo essa história “nada a ver com a sinopse” foi interessante, e o motivo de Hammer querer matar o filho dos Nailles era tão banal e sem sentido que causou ainda mais frustração.

Saciando a Fome #79

Finalmente, livros!

Pra começar, nada contra receber mimos das editoras, eu obviamente amo aqueles presentinhos, mas estava com saudades de receber livros!
Primeiro, pra alegrar a minha vida, recebi uma caixinha com A Casa do Céu (Amanda Lindhout, Sara Corbett - Novo Conceito), que é para sorteio pois já tínhamos um aqui para resenha, e Dente Por Dente (Jenny Han, Siobhan Vivian - Novo Conceito), a continuação de Olho Por Olho que terá resenha em breve!
Depois chegou o último livro de parceria da Record (caso o blog não seja renovado), Encanto Mortal (Sara Cross - Verus), um sobrenatural que parece ser bem diferente e estou muito animada pra começar, sem falar que a capa é maravilhosa!

Sim, Dente Por Dente é gigantesco, chega a assustar.

Retrospectiva 2013 - Parte 1

Janeiro vai acabar em breve, o que significa que está na hora da retrospectiva do ano passado, onde exibimos os melhores livros do ano! Cada resenhista vai mostrar os favoritos da sua maneira, e hoje começaremos pelos da Tayane! A Tay sofreu para escolher os melhores dez, e os gêneros foram bem variados!


Caminhos de Sangue - Moira Young
Um livro pós-apocalíptico (ainda estou em dúvida se classifico-o como uma distopia), onde acompanhamos Saba em sua busca pelo irmão gêmeo, Lugh, e vemos de perto tudo o que ela teve que passar para alcançar seu objetivo. Conseguiu me conquistar pela trama e pela protagonista forte, por vezes turrona. Além disso, o romance não é meloso ou cansativo, é algo que acontece naturalmente. Com certeza um dos livros que eu mais gostei de ler em 2013.



Belo Desastre - Jamie McGuire
Uma história simples que conseguiu me ganhar, mesmo com alguns altos e baixos durante a leitura e tendo que aguentar os mimimis da protagonista. Temos Travis Maddox, um badboy daqueles que, mesmo com todos os seus defeitos, consegue arrancar suspiros (eu sou uma fã de carteirinha de badboys literários, principalmente quando são bem construídos). É um New Adult gostoso de ler e eu mal posso esperar para conhecer a história na versão do Travis.


Entre o Agora e o Nunca - J. A. Redmerski
Outro New Adult, e posso dizer que esse é o meu favorito. Camryn conhece Andrew em sua ida para "lugar nenhum", e depois os dois decidem viajar juntos, de carro, pelos EUA. O Andrew, como o Travis, tem seus defeitos, mas é apaixonante (sem contar o ótimo gosto musical do cara). É uma história emocionante e eu gostei bastante de acompanhar os protagonistas, só acho que o final foi meio “conto de fadas” de mais.




A Culpa é das Estrelas - John Green
2013 foi ano que eu conheci John Green e me apaixonei pela escrita dele. Como muita gente, esse livro se tornou um dos meus queridinhos e o João Verde entrou para a lista dos meus autores favoritos. É uma história emocionante, engraçada e com personagens memoráveis. Vale super a pena ler!




Feita de Fumaça & Osso - Laini Taylor
A autora criou um mundo incrível nesse livro (o das quimeras) e fez eu me apaixonar por ele e pela história, além da protagonista fugir daquele clichê que temos hoje em dia. Eu adorei Feita de Fumaça e Osso e fiquei roendo as unhas com aquele final. Mal posso esperar para ler a sequência.





O Hobbit - J. R. R. Tolkien
Gostei muito de conhecer Bilbo Bolseiro em sua aventura para ajudar os anões a recuperarem seu reino. É um livro envolvente e cheio de mistérios, e foi incrível acompanhar Bilbo e sua evolução pela Terra Média. Agora preciso ler urgentemente a trilogia do anel.




Irmã - Rosamund Lupton
Esse livro foi uma surpresa incrivelmente boa. Fugindo dos padrões de um livro policial, a autora colocou sua protagonista para desvendar a misteriosa morte de sua irmã. O livro para mim foi incrível, com um final inesperado. Recomendo muito!





Starters - Lissa Price
Apesar de não ter um desenvolvimento tão incrível assim (eu gostei da trama, não me entendam errado), o final de Starters vale qualquer divergência com a trama que você tenha passado durante a leitura. E que venha Enders!


A Marca de Atena - Rick Riordan
O que falar do final desse livro? Todos os fãs de Percy Jackson com certeza sabem do que eu estou falando. Consegui me apaixonar por um personagem que eu não gostava tanto nos outros livros da saga Heróis do Olimpo (Leo Valdez, seu gostoso pra dedéu *-*), além de ter sido o primeiro livro em inglês que eu li (sim, li a versão original em inglês), o que me deixou muito feliz por ter conseguido chegar ao final sem muitos obstáculos. Agora é aguardar o momento em que estarei livre para ler A Casa de Hades (que está me chamando ali na estante).




O Lado Bom da Vida - Matthew Quick
Outro que se tornou o queridinho de muita gente em 2013, e apesar de todas as dificuldades, Pat Peoples é um personagem que conseguiu me encantar, mais ainda depois que se juntou à Tiffany. Vale a pena a leitura!

Top Comentarista - Janeiro

Eba, já começamos o ano atrasando o top. Novamente peço desculpas gente, o Top demora bastante para conferir e eu simplesmente nunca tenho tempo! Mas já deixo aqui o aviso que, mesmo que eu demore para postar, temos Top Comentarista todos os meses, então podem comentar sem medo que uma hora ou outra o top do mês aparece ok?

Resenha - Paralelos

Resenha feita pela Luh!  
Título: Paralelos
Livro Único.
Autor: Leonardo Alkmim
Editora: Geração
Páginas: 432
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Saraiva // Submarino

Física demais para mim.

Sinopse: Em um terrível acidente rodoviário, Alexandre morre, mas seu irmão gêmeo Vítor, surpreendentemente, sobrevive. No entanto, ao despertar numa dimensão paralela, autossuficiente e resguardada por instâncias elementares, como o Horizonte de Energia, o Conselho, Deus e os anjos, Alexandre descobre que deveria ter sido salvo e Vítor morrido, equívoco que coloca em risco rodo o funcionamento do cosmos. Embora em dimensões diferentes, os gêmeos precisarão lutar para restaurar o equilíbrio do Universo. Uma aventura fantástica, surpreendente e rica em seus detalhes mais sutis, que arrebata o leitor com todas as suas surpresas e revelações a cada capítulo, além de conquistá-lo com seus personagens ora cativantes, ora assustadores, porém sempre muito interessantes e bem construídos.

A Trama: Esse livro foi muito diferente do que eu esperava. Ao invés de ação, mortes e um ritmo frenético, o livro traz muitas discussões existenciais, uma conversa incessante sobre átomos e transições de fase e personagens complicados.
No mundo de Paralelos existe uma segunda dimensão, quase como um céu (exceto que não há bem ou mal lá), onde "almas" continuam após deixarem seus corpos físicos. Essas almas podem existir em lugares especiais ou vagar pelo mundo humano sem serem vistas pelos "vivos", elas possuem diferentes níveis ou cargos e podem receber missões. A trama começa quando os gêmeos Alexandre e Vitor sofrem um acidente de ônibus e apenas Vitor sobrevive, porém o contrário deveria ter acontecido. A partir desse momento, Alexandre começa a descobrir o mundo após a morte e as "almas" tentam decidir como reagir ao erro catastrófico.
O meu problema com a trama foi que eu parecia estar constantemente em uma aula de física. E estou falando daquelas aulas chatas em que você tinha que se segurar para não dormir. Eu até gosto de física, mas 400 páginas de explicações sobre transcender, partículas, vibrações de onda e energia não são bem o que eu espero ao pegar um livro de ficção científica. Além disso, há longas reflexões filosóficas sobre a origem de Deus e da fé, a inteligência, a consciência e até os antigos deuses gregos.
Não estou dizendo que o livro é ruim, a trama é muito bem trabalhada e há cenas interessantes, apenas não é o meu tipo de livro.

Resenha - Dias de Sangue e Estrelas

Resenha feita pela Luh!  
Título: Dias de Sangue e Estrelas
Título Original: Days of Blood and Starlight
Série: Feita de Fumaça e Osso
1- Feita de Fumaça e Osso (2012)
2- Dias de Sangue e Estrelas (2013)
3- Dreams of Gods and Monsters (2014 US)
Autor: Laini Taylor
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Ano: 2012
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Saraiva // Submarino // Fnac

Conseguiu superar o primeiro.
Atenção: Essa resenha NÃO contém spoilers de Feita de Fumaça e Osso.

Sinopse: Karou, uma estudante de artes plásticas e aprendiz de um monstro, por fim encontrou as respostas que sempre buscou. Agora ela sabe quem é - e o que é. Mas, com isso, também descobriu algo que, se fosse possível, ela faria de tudo para mudar: tempos atrás Karou se apaixonou pelo inimigo, que a traiu, e por sua culpa o mundo inteiro foi punido. Na deslumbrante sequência de Feita de fumaça e osso, ela terá que decidir até onde está disposta a ir para vingar seu povo. Dias de sangue e estrelas mostra Karou e Akiva em lados opostos de uma guerra ancestral. Enquanto os quimeras, com a ajuda da garota de cabelo azul, criam um exército de monstros em uma terra distante e desértica, Akiva trava outro tipo de batalha: uma batalha por redenção... por esperança. Mas restará alguma esperança no mundo destruído pelos dois? 

A Trama: O livro começa pouco após o fim de Feita de Fumaça e Osso e não há nenhum tipo de resumo do livro anterior, então é bom refrescar sua memória caso você não lembre direito do que aconteceu.
Na minha opinião a série melhorou ainda mais, já que a trama focou nos melhores pontos: a guerra entre os anjos e demônios e como isso afetou a ambos. Eu gosto muito do romance, mas a guerra é incomparável, ela suga o leitor e eu estava sempre querendo saber mais. Além disso, a autora se aprofundou no mundo desconhecidos dos anjos e nos mostrou ainda mais sobre os demônios com novas raças, cenários de tirar o fôlego e um passado fascinante.
O início do livro é um pouquinho mais lento, exatamente como em Feita de Fumaça e Osso, mas o ritmo logo vai acelerando e o final é tão intenso que vai te deixar sem ar.

Resenha - Replay

Resenha feita pela Maay!  
Título: Replay
Título Original: Si c'était à refaire
Livro Único.
Autor: Marc Levy
Editora: Suma de Letras
Páginas: 240
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Fnac // Submarino // Saraiva // Extra

Um livro bom, que peca nos personagens.

Sinopse: Tudo que Andrew Stilman queria era uma segunda chance. Após partir o coração da mulher que amava, seu maior desejo era voltar no tempo e consertar os erros, mas isso é impossível – ou, ao menos, era o que ele pensava. Na manhã do dia 9 de julho de 2012, durante sua caminhada matinal às margens do Rio Hudson, o prestigioso repórter Andrew Stilman é violentamente atacado, sem conseguir ver o criminoso. Após sua morte, o inesperado acontece. O jornalista não vê uma luz no fim do túnel, nem muito menos abre os olhos no céu, mas acorda dois meses antes de seu assassinato. Quando acorda, Andrew está de volta ao dia 9 de maio do mesmo ano. Ele vai reviver os dois próximos meses atento a qualquer detalhe que possa ajudá-lo a descobrir quem o agrediu – ou melhor, irá agredi-lo – dois meses depois. Do coração de Nova York até as ruas de Buenos Aires, Andrew vive uma aventura repleta de reviravoltas, enquanto tenta salvar a própria pele e não decepcionar seu grande amor mais uma vez. 

A Trama: A trama é um pouco confusa, como qualquer outra que trate de uma volta no tempo. Ainda mais porque ela está inserida em um romance policial. Entretanto, é um tipo de história que me atrai bastante e a combinação deu certo, então não tenho do que reclamar. 
Andrew é assassinado durante uma corrida no parque, e acaba acordando dois meses antes de sua morte. Durante esses dois meses, ele tenta consertar todos os seus erros e ainda descobrir a identidade de seu assassino. Claro que o protagonista sai um pouco do foco, mas é basicamente isso o que ocorre.

Lançamentos de Janeiro #1

Para compensar os lançamentos fraquinhos de dezembro, janeiro vem com muitas novas séries e diversos livros novos de autores que já conhecemos! Preparem os bolsos.
Como de costume, basta clicar nas imagens para ir à página do livro no Goodreads.







Duas trilogias conhecidas estão terminando esse mês, Sob o Céu do Nunca e Tempest, e pretendo ler as finalizações de ambas. Dentre os livros novos de autores já famosos, estou louca para ler The Impossible Knife of Memory, um drama da mesma autora de Fale! e Garotas de Vidro, por ter recebido ótimas críticas. Também quero saber mais sobre Uninvited, uma ficção científica sobre uma garota que um dia será uma assassina, da autora da trilogia Firelight.
Dentre as outras novas séries, estou louca para ler Cruel Beauty, uma releitura de A Bela e a Fera, e A Mad, Wicked Folly, um romance histórico sobre uma garota que sonha em ser uma artista. Me segurei para não escolher mais livros, porque vários parecem interessantes esse mês!

Resenha - A Cura Mortal

Resenha feita pela Luh!  
Título: A Cura Mortal
Título Original: The Death Cure
Série: Maze Runner
1- Correr ou Morrer (2010)
2- Prova de Fogo (2011)
3- A Cura Mortal (2012)
4- Ordem de Extermínio (Prequel) (2013)
Autor: James Dashner
Editora: V & R
Páginas: 364
Ano: 2012
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Saraiva

Um final decepcionante.
Atenção: Essa resenha NÃO contém spoilers dos outros livros da série.

Sinopse: Por trás de uma possibilidade de cura para o Fulgor, Thomas irá descobrir um plano maior, elaborado pelo CRUEL, que poderá trazer consequências desastrosas para a humanidade. Ele decide, então, entregar-se ao Experimento final. A organização garante que não há mais nada para esconder. Mas será possível acreditar no CRUEL? Talvez a verdade seja ainda mais terrível... uma solução mortal, sem retorno.

A Trama: Novamente James Dashner deu uma reviravolta na trama e o cenário é completamente diferente daquele nos primeiros livros. Eu vou confessar que estava adorando o livro, talvez não tanto quanto Correr ou Morrer, mas A Cura Mortal traz todos os elementos que eu amei nessa série: muita ação, traições, mistérios e a sensação de que os personagens estão sempre correndo perigo. Entretanto, esse foi o livro que menos gostei, não pela trama em si, mas por ser o último da trilogia. Com uma história complexa, a série deixa o leitor com muitas perguntas, e sinto em informar que a maioria delas não é respondida. A sensação que eu tive é que o autor poderia ter criado esse mundo fantástico, mas o invés disso me deixou frustrada com todos os mistérios sem explicação, parecendo preguiça de encontrar uma resposta crível para os problemas. Além disso, a quantidade de mortes na série foi completamente desnecessária e acabei parando de me importar com elas, de modo que cenas que deveriam ter sido tristes não me despertaram sentimento algum. O final não foi ruim, porém também poderia ter sido melhor explorado.

Saciando a Fome #78

Essa semana chegou outra surpresa fofa!

As editoras nos enviaram muitos brindes agora no final do ano, e dessa vez foi a Arqueiro que nos surpreendeu com marcadores divertidos e um calendário muito lindo, que eu já coloquei na minha estante! Também veio uma cartinha falando sobre os mimos, e eu já estou usando os marcadores pra tirar fotos das minhas citações prediletas!
Essa semana não vieram novos livros, já que estamos passando pelo processo de renovação com a maiorias das editoras parceiras, como expliquei semana passada. Porém não estou reclamando, preciso mesmo de tempo pra diminuir minha Pilha de Leitura enorme!

Resenha - O Chamado do Cuco

Resenha feita pela Tay!  
Título: O Chamado do Cuco
Título Original: The Cuckoo's Calling
Série: Cormoran Strike
1- O Chamado do Cuco
Não há informações sobre os seguintes títulos até o momento.
Autor: Robert Galbraith (J. K. Rowling)
Editora: Rocco
Páginas: 448
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Fnac // Saraiva // Extra

Sinopse: Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso.
Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega.
Um emocionante mistério mergulhado na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho. O chamado do Cuco é um livro maravilhoso. Apresentando Cormoran Strike, este é um romance policial clássico na tradição de P. D. James e Ruth Rendell, e marca o início de uma série única de mistérios.

A Trama:  Está em todos os jornais: a supermodelo britânica Lula Landry cometeu suicídio pulando da sacada de seu apartamento. Era o que todos acreditavam e a opção mais cabível para o que aconteceu, já que Lula tinha uma vida conturbada, não apenas por causa da fama, mas também pelo seu namorado problemático e seu envolvimento no mundo das drogas. Três meses depois, o irmão de Lula, John Bristow, vai à procura do detetive Cormoran Strike, já que, diferente dos outros, ele não crê no suicídio da irmã. Mesmo não confiando muito nas suspeitas de Bristow, Strike pega o caso e então começa sua investigação, com a ajuda de Robin, sua secretária temporária e muito eficiente.
Toda a trama criada é muito bem estruturada e deixa aquela ansiedade de saber logo quem é o culpado, você vai coletando pistas junto a Strike e, quando você pensa que descobriu quem é o assassino, a história tem uma reviravolta, te levando para um caminho completamente diferente. Apesar de toda a aclamação por J.K. Rowling estar por trás do nome Robert Galbraith, O Chamado do Cuco é um típico livro policial, regrado de mistérios e partes de tirar o fôlego, mesmo que em alguns pontos da investigação de Strike, toda aquela enrolação tenha ficado um pouco cansativa.

Resenha - Boneco de Neve

Resenha feita pela Tay!  
Título: Boneco de Neve
Título Original: Snømannen
Série: Harry Hole
1- Flaggermusmannen (1997 Noruega)
2- Kakerlakkene (1998 Noruega)
3- Garganta Vermelha (2009)
4- A Casa da Dor (2009)
5- A Estrela do Diabo (2011)
6- O Redentor (2012)
7- Boneco de Neve
8- Panserhjerte (2009 Noruega)
9- Gjenferd (2011 Noruega)
10- Politi (2013 Noruega)
Autor: Jo Nesbø
Editora: Record
Páginas: 420
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Fnac // Americanas // Extra

Um livro superestimado, mas contém uma boa história.

Sinopse: No dia da primeira neve do ano, na fria cidade de Oslo, o inspetor Harry Hole se depara com um psicopata cruel, que cria suas próprias regras; O terror se espalha pela cidade, pois um boneco de neve no jardim pode ser um aviso de que haverá uma próxima vítima. No caso mais desafiador da sua carreira, Hole se envolve em uma trama complexa e mortal, com final surpreendente. 

A Trama:  Harry Hole é um detetive de Oslo, já muito famoso por seus feitos e sua insistência em encontrar um serial killer na Noruega. Depois de receberem uma ligação sobre o desaparecimento de Birte Becker, Harry recebe uma carta de alguém denominando-se o Boneco de Neve, e o detetive logo vincula aquilo não só ao desaparecimento de Birte, mas alguns anteriores e todos os posteriores. Então começa uma caçada ao tal Boneco de Neve, onde Harry conta com a ajuda de Katrine Bratt e outros membros da delegacia de Oslo para juntarem pistas e montarem o quebra-cabeça que fará a ligação de cada desaparecimento.
Para mim, Boneco de Neve está sendo superestimado em alguns pontos. As primeiras duzentas páginas são só um tipo de enrolação monótona, começando a melhorar depois disso, já me deixando ansiosa por saber mais da história e descobrir quem era o Boneco de Neve – denominado assim por deixar um boneco de neve em todas as cenas dos crimes. A maneira como Jo Nesbø conduziu a história só funcionou para mim depois dessas duzentas primeiras páginas, que foi quando começou a correria e toda aquela tensão de estarem chegando perto de descobrir a identidade do culpado. Chegando no final não tem como não ficar apreensivo e é tudo tão envolvente e de tirar o fôlego que mal percebi quando chegou ao fim. Essa é uma daquelas séries policias que têm um detetive como protagonista, e apesar de Boneco de Neve ser o sétimo volume, não há nada disso de ficar perdido na história, pois cada livro traz uma trama diferente. Fiquem tranquilos e leiam sem medo!

Pilha de Leitura da Mari #2

Oi leitores, as férias finalmente chegaram e consegui tirar um bom tempo pra me dedicar novamente ao blog, minha primeira (e última) pilha de leitura foi em julho e confesso que alguns dos livros da pilha eu não tive chance de ler até agora. Não vou mostrar minha Ultima Pilha graças ao tempo vergonhoso que demorei para vencê-la e não teremos votação pois Belo Desastre ganhou minha ultima votação e só agora consegui lê-lo. Mas nesses próximos dois meses de férias quero bater meu recorde de resenhas e espero que vocês gostem e comentem!

A Nova Pilha:


Como eu estava atrasada com muitas leituras achei melhor começar pelas que eu estou mais ansiosa pra ver se me animo, são 9 livros sendo que 4 deles são continuações de séries. Belo Desastre foi o livro vencedor da minha votação na última pilha de leitura, consegui ler ele em 3 dias e sua continuação ( Desastre Iminente) em mais 3. Em Belo Desastre temos Abby contando desde o começo a conturbada história de seu envolvimento com Travis. Já em Desastre Iminente, é o bad boy que conta sua versão dos fatos.
Os chick-lits da lista são O Amor Mora ao Lado e Simplesmente Ana, são os que eu estou menos ansiosa para ler, porém, O Amor Mora ao Lado me pareceu um livro rápido (principalmente por causa das 160 páginas) e tranquilo, para descansar a mente, e Simplesmente Ana foi muito bem avaliado no Skoob.
Travessia e Conquista são os volumes 2 e 3 da série Destino, eu amei o primeiro volume e os livros fazem parte do meu gênero literário favorito (distopias), então estou super ansiosa em continuar a leitura. Escolhida ao Anoitecer é o quinto volume de uma das minhas séries prediletas (Acampamento Shadow Falls), estou ao mesmo tempo animada, querendo saber como termina a série, e triste por ser o ultimo volume.
Olho Por Olho foi um livro que me interessou muito graças a autora, já li Não Sou Esse Tipo de Garota da Siobhan e gostei, além disso sua sinopse chamou minha atenção, uma trama sobre a união de três garotas com o intuito de vingança que promete muitas emoções.
E por último um livro que foge completamente dos gêneros que eu estou acostumada, A Outra Vida é um pós-apocalíptico com suspense e ação, porém a sinopse me fez dar uma chance ao livro, amo zumbis!

Em breve volto para contar a vocês minha opinião sobre todos esses livros!

Resenha - Paixão Sem Limites

Resenha feita pela Luh!  
Título: Paixão Sem Limites
Título Original: Fallen Too Far
Série: Sem Limites
1- Paixão Sem Limites (2013)
2- Tentação Sem Limites (2014)
3- Forever Too Far (2013 US)
Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 192
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Saraiva // Fnac // Submarino

Sinopse: Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

A Trama: Paixão Sem Limites é um New Adult, voltado para jovens mais maduros, então há linguagem gráfica, palavrões e cenas de sexo, definitivamente não é o tipo de romance que você dá de presente para a sua sobrinha mais nova! É um livro curto onde tudo acontece rápido e o ritmo costuma ser bom, então realmente tive a sensação de que as cenas eram necessárias e não estavam sendo "esticadas". No início já gostei do livro por ser engraçado, a autora soube criar expectativas da melhor maneira, porém o que ganha todos os leitores da série é o romance complicado. Entretanto, o maior defeito da trama são os clichês, Blaire é uma garota virgem e querida, Rush é um idiota que sai com todas as mulheres que vê pela frente e eu queria personagens mais originais.
O final de Paixão Sem Limites tem uma grande reviravolta que não me impressionou, mas ainda estou muito ansiosa pela continuação.

Saciando a Fome #77

Oi gente, como foi a semana?
Não estamos recebendo muitos livros, pois é época de renovação de parcerias e demora um pouco até normalizar o envio das coisas, mas chegou uma surpresa muito fofa! A Intrínseca mandou um pacote com um caderninho de anotações, uma mensagem fofa e vários enfeites que parecem livros, pra pendurar na árvore de Natal (chegou aqui depois do Natal, mas o que vale é a intenção).
Também chegou Lições de Amor (Ali Cronin - Seguinte), o quarto livro de uma série que estou adorando, mas vou demorar pra conseguir ler porque minha pilha de livros ainda está enorme!

Pilha de Leitura da Luh #11

Oi gente! Alguém lembra da última postagem dessa coluna, onde eu disse que levei um mês e meio pra ler a pilha e dessa vez ia ser mais rápido? Poisé, não foi. Entretanto, o importante é continuar lendo, então vamos ver como foi a Pilha dessa vez!
Se você não conhece a Pilha de Leitura, é uma coluna em que eu (Luh), a May e a Mari vamos falar um pouquinho sobre os próximos livros que pretendemos ler, como está indo nosso ritmo, quais livros gostamos, e quais não, e muito mais. Ao clicar nos títulos da primeira seção, você vai para as resenhas, e da segunda e terceira para a página do livro no Skoob.

A Última Pilha:
Essa pilha pode não ser grande, mas foi ótima! Comecei com Laços de Sangue, que não foi o melhor livro da autora, porém ainda adorei e acredito que a série ficará cada vez melhor. Em seguida li O Guia do Herói Para Salvar o Seu Reino, que me surpreendeu demais e entrou para os meus favoritos por ser muito divertido! Depois foi a vez de Trono de Vidro, eu tinha expectativas muito altas para esse livro e ele conseguiu superá-las! Então foi a vez das continuações de séries, começando por Prodigy, do qual gostei muito, seguido de A Cura Mortal que, infelizmente, foi uma decepção e fechando a pilha com Está no Meu Sangue, que foi bem diferente do primeiro, porém não deixou de ser bom.
O Pior da Pilha: A Cura Mortal, por não ter sido uma boa finalização para a série.
O Melhor da Pilha: Trono de Vidro, pela protagonista magnífica.

A Nova Pilha:
Vou confessar que tenho tantos livros aqui acumulados que poderia ter feito uma pilha com o dobro do tamanho, mas resolvi ir aos poucos. Dos nove livros acima, quatro são continuações de séries. Fragmentada é o segundo livro de Reiniciados, que eu amei demais, porém estou com as expectativas mais altas para Dias de Sangue e Estrelas, já que Feita de Fumaça e Osso foi um dos meus melhores livros do ano passado. A Guerra dos Tronos Vol. II é uma HQ, então parece interessante, e Metamorfose? vai ser ótimo para rever a Alexia, protagonista de Alma?.
Das novas séries tenho duas distopias, Paralelos, que é um nacional que está aqui há um tempinho, e Brilho, que se passa no espaço e tem muita ficção científica. Para os romances, recebi Paixão Sem Limites, um New Adult que está recebendo ótimas avaliações, e Desejo à Meia-Noite, um romance histórico, gênero que eu adoro! Por fim, tenho também A Filha do Apanhador de Demônios, uma fantasia que estou louca para conhecer.

A Votação:

Como falei pra vocês, estou com uma quantidade enorme de livros acumulados, então dessa vez não teremos votação, ok? Calafrio, o ganhador da votação anterior, vai ter que ficar para a próxima pilha!

Resenha - Prodigy

Resenha feita pela Luh!  
Título: Prodigy
Título Original: Prodigy
Série: Legend
1- Legend (2012)
2- Prodigy (2013)
3- Champion (2013 US)
Autor: Marie Lu
Editora: Prumo
Páginas: 304
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Saraiva // Fnac

Nota: Essa resenha NÃO contém spoilers de Legend!

Sinopse: Os opostos perto do caos. Depois que um cataclismo atingiu o planeta Terra, extinguindo continentes inteiros, os Estados Unidos se dividiram em duas nações em guerra: a República da América, a oeste, e as Colônias, formadas pelo que restou da costa leste da América do Norte. June e Day, a menina prodígio e o criminoso mais procurado da República, já estiveram em lados opostos uma vez.
Agora eles têm a oportunidade de lutar lado a lado contra o controle e a tirania da República e, assim, alterar para sempre o rumo da guerra entre as duas nações. Resta saber se estão preparados para pagar o preço que as transformações exigirão deles.

A Trama: Prodigy mudou minha opinião sobre muitos elementos de Legend.
O início foi um pouco turbulento, já que o livro começa algum tempo após o término de Legend, porém a autora logo resume o que aconteceu. O ritmo é rápido pela maior parte da trama, porém não tanto quanto no primeiro livro e senti falta de um pouco mais de ação. Por outro lado, a construção do mundo melhorou bastante agora que a autora mostrou um pouco mais sobre os Patriotas e o funcionamento da República.
No geral, gostei mais de Legend, porém adorei o livro, há muitas reviravoltas e traições e a autora consegue nos fazer mudar de ideia sobre os personagens o tempo todo. O final me deixou muito ansiosa pelo último volume da série e nunca pensei que diria isso, mas estou torcendo pela República!

Resenha - Novembro de 63

Resenha feita pela Tay!  
Título: Novembro de 63
Título Original: 11/22/63
Livro Único.
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 727
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Fnac

Sinopse: A vida pode mudar num instante, e dar uma guinada extraordinária. É o que acontece com Jake Epping, um professor de inglês de uma cidade do Maine. Enquanto corrigia as redações dos seus alunos do supletivo, Jake se depara com um texto brutal e fascinante, escrito pelo faxineiro Harry Dunning. Cinquenta anos atrás, Harry sobreviveu à noite em que seu pai massacrou toda a família com uma marreta. Jake fica em choque... mas um segredo ainda mais bizarro surge quando Al, dono da lanchonete da cidade, recruta Jake para assumir a missão que se tornou sua obsessão: deter o assassinato de John Kennedy. Al mostra a Jake como isso pode ser possível: entrando por um portal na despensa da lanchonete, assim chegando ao ano de 1958, o tempo de Eisenhower e Elvis, carrões vermelhos, meias soquete e fumaça de cigarro. Após interferir no massacre da família Dunning, Jake inicia uma nova vida na calorosa cidadezinha de Jodie, no Texas. Mas todas as curvas dessa estrada levam ao solitário e problemático Lee Harvey Oswald. O curso da história está prestes a ser desviado... com consequências imprevisíveis. Em Novembro de 63, livro inédito de Stephen King, a viagem no tempo nunca foi tão plausível... e aterrorizante. 

A Trama: Jake Eppings é um professor de Inglês que, enquanto corrigia as redações sobre “o dia que mudou suas vidas” de seus alunos do supletivo, se deparou com a chocante história de Harry Dunning, o zelador da escola. Em 1958, o pai de Harry chegou bêbado em casa e matou toda a família com uma marreta, restando apenas Harry e sua irmã mais nova que ficou em coma e morreu três anos depois. Mesmo com a simplicidade da redação e os inúmeros erros quanto à gramática, Jake não conseguiu não se emocionar com aquele e relato. Ele também é amigo de Al Templeton, dono de um pub local pouco movimentado, devido à origem estranha da carne de seu hambúrguer. Depois de algum tempo, quando reencontra Al, Jake vê que seu amigo parecia ter envelhecido dez anos em apenas alguns dias, além de estar visivelmente com algum tipo de doença. Sabendo que não lhe resta muito tempo, Al leva Jake para a dispensa de seu estabelecimento e conta-lhe que ali há uma passagem para o passado. Jake só acredita naquilo depois que vê com seus próprios olhos ele sair da dispensa de Al e ir parar em 1958. Mas seu amigo não está lhe contando aquele segredo à toa. Al quer que Jake conclua um plano que traçou desde que descobriu sobre o portal: salvar o presidente Kennedy.
Eu achei incrível a forma como Stephen King resolveu tratar da viagem no tempo. Não foi uma coisa fantasiosa como costumamos ver, foi real, como se aquilo pudesse realmente acontecer. Depois de aceitar a proposta de Al e passar pela “toca de coelho” (como Jake começou a chamar o portal), ele sabia que sua vida nunca mais seria a mesma. Além do plano de salvar o presidente, ele também queria impedir o assassinato dos Dunning, já que a redação de Harry realmente mexeu com ele. Depois disso, ele teve que iniciar uma vida no passado e, de alguma forma, ele se sentia mais confortável nessa realidade do que em seu próprio tempo, onde sua vida de professor era banal e ele tinha se divorciado da esposa. Também conseguimos ver e sentir o quanto ele se sente melhor nessa época. O livro é muito grande, e uma coisa que tenho a reclamar é exatamente esse tamanho dele, contendo partes que poderiam muito bem ter sido tiradas para deixar o livro mais dinâmico. Isso tornou a leitura cansativa em alguns momentos, mas quando as cenas de ação engrenavam, era impossível não perder o fôlego junto com o protagonista.
Esse é um livro que trata bastante de política, devido ao tema do assassinato de Kennedy e tudo o que vem com isso. Mesmo entendendo pouco sobre a política americana, eu consegui me dar muito bem com o livro, porque o interesse pelo assunto e a paciência para lidar com ele é essencial nesse livro.