Resenha - O Peculiar

Resenha feita pela Tay!
Título: O Peculiar
Título Original: The Peculiar
Série: O Peculiar
1- O Peculiar
2- The Whatnot (2013 US)
Autor: Stefan Bachmann
Editora: Gelera Junior
Páginas: 271
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Americanas // Extra

SinopseParte romance gótico, parte mistério e aventura steampunk. Após a invasão do mundo pelos seres mágicos, as fadas foram aceitas entre os mortais, mas os mestiços não têm lugar. Os irmãos Barthy e Hettie vivem com medo. Tudo piora quando Peculiares são encontrados, ocos, boiando no Tâmisa. Mas eles estão seguros em Bath, não? Talvez... Se não fosse pela misteriosa dama em veludo ameixa que aparece na vizinhança. Quem é ela? E o que quer?

A TramaHá muito tempo, fadas foram expulsas de sua terra e jogadas em uma cidade chamada Bath, na Inglaterra. Agora, fadas e humanos vivem juntos, mas essa convivência não é muito boa o tempo todo. Muitos anos depois, o país é dividido entre essas duas espécies, além dos autômatos andando pelas ruas em formas de animais ou uma cópia “não terminada” de pessoas. O mundo é bem diferente do nosso, mais fantasioso, mas posso dizer que os defeitinhos da nossa sociedade estão espelhados lá, como preconceitos e intolerância ao diferente, além dos políticos corruptos! Nos últimos dias, foram encontrados os corpos ocos de nove Peculiares (crianças híbridas de humanos e fadas, abominadas por ambas as partes, por isso seus pais as escondem do mundo). No decorrer da trama, nós vamos acompanhando dois protagonistas, enquanto eles fazem suas descobertas sobre o que está acontecendo com o seus mundos. Um deles está mais perto da realidade, enquanto o outro quer apenas proteger sua irmãzinha. Ambos se deparam com um mundo sombrio e cheio de segredos, onde o mal procura tomar forma e causar a destruição de todos.
É fascinante e por vezes cansativo acompanhar os dois em suas respectivas buscas, o mundo criado pelo autor é bem desenvolvido e detalhado, nos permitindo imaginar tudo com perfeição. A trama é bem interessante, apesar de no começo eu não entender onde aquilo tudo levaria. Mas valeu a pena acompanhar e esperar as palavras traçarem um caminho até o desfecho.

Pilha de Leitura da Luh #16

Pensei que essa pilha não ia acabar nunca.
Se você não conhece a Pilha de Leitura, é uma coluna em que nós vamos falar um pouquinho sobre os próximos livros que pretendemos ler, como está indo nosso ritmo, quais livros gostamos, e quais não, e muito mais. Ao clicar nos títulos da primeira seção, você vai para as resenhas, e da segunda e terceira para a página do livro no Skoob.

A Última Pilha:

Como já era de se esperar (quem acompanha a coluna sabe que isso sempre acontece), a pilha ficou bem diferente do que eu tinha planejado, tive que adiar algumas leituras e incluir outras. Dessa vez foquei em não começar muitas séries novas, porque já estou com várias em andamento.
Tive três finalizações de trilogias. Vestígios da Terra foi uma conclusão ótima, a autora conseguiu manter o mesmo nível dos outros livros. A Escolha e Iniciada foram bem o que eu esperava, nada de excepcional, porém ambos os livros eram divertidos. Também consegui continuar duas séries que já venho acompanhando.  O Domínio do Lobo é o livro do meio de uma trilogia em que a trama evoluiu muito e O Feitiço Azul está melhor que os anteriores, estou torcendo para a autora continuar assim.
Como às vezes canso de séries, escolhi também dois livros que não fazem parte de nenhuma. Paralela foi uma ótima surpresa, amei demais o final e definitivamente recomendo, porém Desejos foi uma pequena decepção, muito potencial desperdiçado. Por fim, decidi que podia começar algumas séries. Estilhaça-me (resenha da Mari) foi o vencedor da votação e gostei bastante do livro, porém acho que ele é um pouco superestimado, a autora poderia ter tido mais calma ao evoluir a trama, pareceu muito apressado. Uma Bruxa na Cidade não foi ruim, mas não conseguiu me conquistar, simplesmente conheço muitas séries melhores.
O Pior da Pilha: Desejos. Clichês demais.
O Melhor da Pilha: Foram tantos livros bons, porém acho que diria Paralela, pela protagonista muito envolvente. O Feitiço Azul e Vestígios da Terra também foram ótimos.

A Nova Pilha:


Outra pilha gigante, porque acumulei muita coisa aqui. Das séries que estou acompanhando, tem A Garota Certa, quinto livro de uma série mais adolescente, A Fúria do Lobo, que é a finalização de uma trilogia sobre lobisomens, e Uma Bruxa Apaixonada, continuação de Uma Bruxa na Cidade, que acabei de ler. Das novas séries, tem Abandono, que eu photoshopei ali porque não encontrei meu exemplar, Um Caso Perdido, que é super bem conceituado entre os americanos, All Our Yesterdays, com direito a viagens no tempo, e Marcados, que ainda não sei bem sobre o que é, será uma surpresa. Por fim, dos livros que não fazem parte de uma série, tenho A Terra Inteira e o Céu Infinito e Belle Époque.


A Votação:


É hora de começar algumas novas séries! Para agradar a todos, dessa vez tem vários gêneros diferentes. Olho Por Olho é um contemporâneo sobre vingança, Simplesmente Ana é meio que um conto de fadas moderno, Polícia Paranormal é um sobrenatural, Finnikin, o Guerreiro é uma fantasia. Nem sei bem sobre o que é Desafio, mas acredito que seja uma distopia.

Lançamentos de Junho #5

Oi, gente! Último post de lançamentos de junho, e hoje nós vamos ver os das editoras Leytoras, Novo Século, Planeta, Sextante e Valentina. Desses por enquanto eu não fiquei com vontade de ler nenhum :/ Quem sabe algum dia eu mude de ideia.

O Amor é Uma Canoa - Ben Schrank - Leytoras
Stella Petrovic é uma ambiciosa editora com uma missão quase impossível: colocar um livro nas listas de bestsellers mais concorridas dos Estados Unidos. Mas não se trata de um livro qualquer e sim do manual de autoajuda. O Casamento é uma Canoa, que foi publicado há já cinquenta anos. Peter Herman é um herói nacional graças a esse mesmo livro, o primeiro e último da sua carreira. Os conselhos sentimentais de O Casamento é uma Canoa inspiraram gerações de americanos. Com um casamento longo e feliz, Peter era a prova da eficácia das suas próprias palavras. Agora, viúvo e sem esperança, duvida de tudo o que escreveu tantos anos antes. Para Stella, o que está em jogo não suporta dúvidas ou hesitações. A editora está disposta a tudo para convencer o mundo de que O Casamento é, de fato, uma Canoa. E nada melhor do que encontrar um casal em busca de salvação. Emily e Eli estão casados há pouco tempo mas a paixão que os uniu está desgastada pela rotina. São perfeitos para o plano que Stella tem em mente… mas, para isso, ela terá de conseguir o apoio da única pessoa que não acredita no livro: o seu autor.


Josefina - Kate Williams - Leytoras
O futuro não parecia promissor para a jovem da Martinica que fora abandonada em Paris pelo marido aristocrata. Contudo, sempre engenhosa e determinada a manter-se na sociedade parisiense, procurou refúgio num convento, onde sublimou a voz rouca e a graciosidade sensual que se tornaram os seus poderosos atributos. No período de Terror que se seguiu à Revolução, Josefina sobreviveu ao cativeiro e emergiu como figura central de um universo de festas profundamente mundanas. Inebriante, promíscua e encantadora, dominou os jornais e surpreendeu o mundo ao encorajar os avanços de um soldado corso e marginalizado, seis anos mais novo do que ela. Josefina foi a famosa anfitriã e exímia diplomata, a consorte perfeita para o ambicioso Napoleão que se tornou Imperador Supremo. Contudo, à medida que granjeava fama e poder, Napoleão tornou-se cada vez mais obcecado com a necessidade de um herdeiro e mais irritado com os gastos extravagantes da sua amada. A mulher que encantara França estava desesperada e assoberbada com as exigências da vida pública. Por fim, divorciada aos quarenta e sete anos, viu-se obrigada a assistir nos bastidores ao nascimento do filho de Napoleão com a sua jovem noiva.


Enfynie - Patricia Fagundes - Novo Século
Natasha Fernandes era uma menina comum, de vida confortável e monótona, até encontrar um misterioso amuleto, que mudaria drasticamente sua realidade. As fantasias que ela imaginava existir somente em fábulas se tornam realidade: o amuleto abre uma passagem que a conduz abruptamente para outro mundo. Agora, em outra dimensão, Natasha tentará ser firme, e manter as esperanças de um dia retornar, e novamente encontrar sua família e seus amigos. Enquanto isso luta para sobreviver aos perigos e desafios existentes em Enfynie, um planeta em outra dimensão repleto de vida inteligente e criaturas fantásticas.


Resenha - Desde o Primeiro Instante

Resenha feita pela
Título: Desde o Primeiro Instante
Título Original: You Had Me At Hello
Livro Único.

Autor: Mhairi McFarlane
Editora: Novo Conceito
Páginas: 464
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Extra // Submarino 

Sinopse: Rachel acabou de romper um noivado e está decidindo o que vai fazer da vida. Quando ela se encontra casualmente com Ben, um amigo dos tempos da faculdade, seu coração balança. Na época não rolou, mas agora ele parece tão mais interessante... O problema é que Ben está casado, “fora do mercado”, como se costuma dizer. Ok, hora de partir para outra. Rachel não é nenhuma mocinha ingênua, dessas que se deixam levar pela emoção. O fato de Ben ser lindo, educado, engraçado, nobre e fiel não é suficiente para tirar Rachel do seu eixo. Claro que não. Na verdade, ele é O Companheiro Perfeito. Pena que seja tão fiel! Apaixonar-se pelo melhor amigo é o sentimento mais gostoso do mundo, mas também é assustador.

A Trama: Rachel vive em Manchester, na Inglaterra, com seu noivo, que já é seu namorado há treze anos, Rhis. Mas a relação deles não anda nos melhores dias, e com a pressão do casamento, as preferências e diferenças entre eles vão se tornando mais evidentes até que Rachel decide romper o relacionamento de uma vez por todas. Sempre com o apoio de seus amigos, Rachel sai em busca de um novo apartamento e de uma forma de recomeçar sua vida sem Rhis. No meio disso, ela descobre que seu amigo de faculdade, Ben, também está por Manchester e sai a sua procura, pela curiosidade de saber como ele está após dez anos sem contato. Esse reencontro desperta sentimentos antigos e outros novos, já que Ben e Rachel tentam ser amigos novamente, embora ele esteja casado e as coisas não sejam mais iguais. Nessa nova fase de sua vida, Rachel tem que aprender a viver de forma independente e driblar problemas no trabalho, enquanto luta para entender seus sentimentos e diferenciar as atitudes certas e as erradas.
Desde o Primeiro Instante não conta só sobre o reencontro de Ben e Rachel, mas também sobre o motivo de dois amigos tão próximos terem se afastado repentinamente, o que só é revelado no final do livro. Mas de acordo com as lembranças de Rachel já dá pra ir imaginando o que aconteceu até descobrir realmente.

Saciando a Fome #95

Oooi gente! Vocês já perceberam que estamos chegam no #100?


Para quem não reparou, eu acidentalmente destruí a caixa de Reconstruindo Amelia. Ops.
Recebemos uns kits lindos essa semana! Começando pela caixa de O Maravilhoso Agora (Tim Tharp - Record), com direito a marcadores e até uma graminha falsa (que tenho certeza que tem algo a ver com o livro). Muito bonitinho! Também veio uma caixinha de Reconstruindo Amelia (Kimberly McCreight - Arqueiro), com direito a botton e tudo. Quanto aos outros livros, recebemos Estranha Perfeição (Abbi Glines - Arqueiro), a continuação de uma série que já comecei a resenhar aqui no blog, e Marcados (Caragh M. O'Brien - Gutenberg), que parece interessante, mas é escrito por uma mulher de nome impronunciável.

Resenha - À Espera de Um Milagre

Título: À Espera de Um Milagre
Título Original: The Green Mile
Livro Único.
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 399
Ano: 2013 (originalmente 1996)
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Extra // Submarino // Fnac

Apesar de fugir ao estilo do autor, a obra é impecável.

Sinopse: Uma trama de mistério e terror, ambientada nos anos 30, em plena Depressão americana, num cenário de desespero e sufoco: a Penitenciária de Cold Mountain. Stephen King foi buscar no lado mais sombrio de sua imaginação a história assombrosa de John Coffey, condenado à morte, e seu encontro fatal com o carcereiro Paul Edgecombe.
Originalmente publicado em seis partes, com o título de O Corredor da Morte, o romance é agora lançado em volume único: "À Espera de um milagre". Nas telas, o diretor Frank Darabont recria a história magistral de King, com Tom Hanks interpretando o guarda Edgecombe

A Trama: Em 1932, Paul Edgecombe trabalhava na Penitenciária de Cold Mountain. Mais precisamente no bloco E, conhecido como Corredor Verde - o Corredor da Morte. Lá, ele conheceu o gigante John Coffey, condenado por estuprar e matar duas crianças. Desde o início Paul acredita que tem algo errado na história do grandalhão - e as próximas páginas, em grande maioria, serão sobre esse "algo errado". 
Honestamente? Ignorem a parte da sinopse que fala sobre uma trama de mistério e terror, cenário de desespero e sufoco, lado mais sombrio de sua imaginação, história assombrosa de John Coffey e blá blá blá. Ignorem. Isso nada mais é do que uma sinopse fake para vender livros aos que estão acostumados aos livros de terror de Stephen King. 
Na boa? A história de Coffey não tem absolutamente nada de terror, nada de assombrosa e nem de longe saiu do lado mais sombrio da imaginação de King. É uma história triste, comovente, e com um toque de suspense. Mas não é nem de longe assustadora. 

Quinta das Capas #61

Sem Pessoas


Hoje é a segunda parte das capas que não mostram pessoas ou partes delas. Escolhi algumas capas bonitas nesse estilo para mostrar que uma modelo não é necessária para uma capa que chama a atenção!

Nunca canso de admirar os detalhes lindos de O Alquimista, acho que a capa ficou maravilhosa com todos esses símbolos e adorei as fontes utilizadas. Não sei porque Die For Her me conquistou, a capa nem sequer é de um livro (e sim de um conto), porém eu amei as cores. Azul da Cor do Mar foi uma daquelas que não dei muita bola da primeira vez que eu vi, mas aos poucos fui entendendo a beleza simples da imagem, amei que o título parece escrito na areia.

Uma capa que muitos adoram, meu detalhe predileto de Cidades de Papel é que o título parece estar no mapa, ficou super fofo. Se você reparar bem, tem uma pessoa pequenininha em O Universo Contra Alex Woods, mas roubei e coloquei o livro aqui porque a imagem tem algo original e interessante que merece destaque! Outra imagem genial é a de O Menino da Mala, por ser um "chão" com uma mala, e a editora teve o cuidado de não colocar nenhum escrito fora da mala para não estragar a ilusão do chão.

Acho que não gosto tanto de Você Está Sendo Vigiado, a capa não é ruim, porém me lembra algum filme antigo de terror e não é muito original. Ainda assim, passa aquela sensação de que alguém realmente está vigiando a casa. Não sei como algo como um bando de chaves antigas rendeu uma capa tão legal, mas foi o que aconteceu em Jeremy Fink e o Sentido da Vida, só não gostei tanto daquele verde com amarelo. A última capa de hoje também é a minha predileta, como não gostar do contraste entre o castelo e a cidade, ou das cores em Once Upon a Time? Amei!

Resenha - Chamado às Armas

Resenha feita pela Tay!
Título: Chamado às Armas
Título Original: Call To Arms
Série: A Guerra dos Fae
1- As Crianças Trocadas (2013)
2- Chamado às Armas
3- Darkness & Light (2012 EUA)
4- New World Order (2012 EUA)
Autor: Elle Casey
Editora: Geração
Páginas: 368
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac // Extra

Atenção: essa resenha contém spoilers do volume anterior, exceto em "a protagonista", "capa, diagramação e escrita" e "concluindo".

SinopseChegou a hora da guerra no segundo volume da série "A Guerra dos Fae! Em Chamado às Armas", os Fae da luz são convocados a fazer uma importante mudança e treinar seus dons mágicos para enfrentar os Fae das Trevas. Jayne Sparks e seus amigos Spike, Chase, Finn e Becky estão na iminência de uma guerra sangrenta e devem sofrer uma mudança, como crianças trocadas, para serem membros dos Fae da Luz com identidades mágicas. Poderão se transformar em elfos, ninfas, daemons, íncubos, anões e duendes verdes, querendo ou não aceitar suas novas identidades, desapontando-se com elas ou não. Como será resolvida a questão entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas? Serão Jayne e seu grupo de amigos capazes de dar conta de uma missão tão espinhosa? Muitas respostas a estas perguntas, e outras tantas que foram provocadas pelo primeiro volume da série, serão respondidas aos leitores. E surgirão novos e fascinantes enigmas.

A TramaAgora que são definitivamente crianças trocadas, Jayne Sparks e seus amigos Becky, Finn, Chase e Spike, têm de treinar para uma grande guerra que está a caminho, entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas. A liberação dos orcs no volume anterior foi só o começo de um grande mal que está a caminho, e nem a Floresta Verde é segura o bastante. Após descobrir que é um dos tipos de fae mais poderosos e raros, Jayne passa a treinar cada vez mais arduamente para desempenhar seu papel como elemental, já que ela possui uma conexão muito forte com O Verde. Sem deixar o bom humor de lado, Chamado às Armas vai nos introduzir na preparação dos Fae da Luz para essa guerra, além de descobrirmos coisas novas conforme acompanhamos Jayne.
A única coisa que tenho a reclamar da trama desse segundo volume, é ter focado muito apenas na preparação e nas novas descobertas. Não ficou monótono, de jeito nenhum – ainda mais com Jayne como protagonista -, mas senti que faltou alguma coisa, toda aquela sensação de aventura do primeiro livro não passou de um fogo brando na leitura desse.

Resenha - O Feitiço Azul

Resenha feita pela Luh!  
Título: O Feitiço Azul
Título Original: The Indigo Spell
Série: Bloodlines
1- Laços de Sangue (2013)
2- O Lírio Dourado (2013)
3- O Feitiço Azul
4- Coração Ardente (Agosto 2014)
5- Silver Shadows (2014 US)
6- The Ruby Circle (2015 US)
Autor: Richelle Mead
Editora: Seguinte
Páginas: 400
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Extra // Saraiva

Cada vez melhor!
Aviso: A resenha não contém spoilers dos livros anteriores.

Sinopse (spoilers): A atual missão da alquimista Sydney Sage fez com que ela revisse seus conceitos não só sobre os vampiros, mas também sobre a própria organização à qual pertence, responsável por esconder a existência dessas criaturas do resto da humanidade. Sydney acabou descobrindo um grupo dissidente que tinha muito em comum com os alquimistas, mas objetivos bem mais radicais. Certa de que seus superiores estão guardando segredos sobre essa facção paralela, ela contará com a ajuda do misterioso ex-alquimista Marcus Finch para tentar desvendá-los. Mas isso só será possível se ela conseguir escapar de uma ameaça ainda mais urgente; uma feiticeira cruel que suga a alma de jovens usuárias de magia. Enquanto isso, a garota luta contra os sentimentos cada vez mais fortes pelo rebelde vampiro Adrian Ivashkov. Há tabus e preconceitos milenares arraigados entre as duas raças, que representam um obstáculo enorme para esse relacionamento. Mas Adrian é persistente e é o único em quem ela confia para enfrentar as ameaças que se aproximam. Será que Sydney conseguirá se libertar do seu modo de vida e se render a esse romance?

A Trama: Essa é a terceira série que leio da autora, e já percebi um padrão em seus livros. O primeiro é introdutório e considero mediano, o segundo melhora bastante, porém é a partir do terceiro que a série realmente deslancha e a autora mostra sua qualidade. Esse é o terceiro livro da série Bloodlines, então é claro que foi ótimo!
A trama me prendeu do início ao fim, com direito a lutas, encontros românticos, muito flerte, segredos e uma vilã inteligente. Realmente me surpreendi dessa vez, nada de pistas óbvias e conclusões previsíveis, e a autora soube perfeitamente balancear as cenas românticas e engraçadas com aquelas mais séries, com um ar de suspense. O mundo dos alquimistas se torna cada vez mais detalhado e o final me deixou muito ansiosa pelo próximo livro.

Lançamentos de Junho #4

Oi, gente! Hoje nós vamos ver os lançamentos das editoras Fundamento, Gente, Geração, Grupo Pensamento e Única. Desses eu quero ler Oráculo e Túneis da Morte.

Animorphs - K. A. Applegate - Fundamento
A Terra está sendo invadida, mas (quase) ninguém sabe disso. A raça alienígena dos Yeerks está entre nós. Eles são criaturas capazes de "possuir" outros seres e estar em nosso meio sem serem percebidos. Os Yeerks já escravizaram civilizações inteiras com essa tática de invasão silenciosa. Mas nem tudo está perdido! Quando os jovens Jake, Rachel, Tobias, Cassie e Marco encontram uma nave extraterrestre e seu piloto moribundo, recebem o incrível poder de se transformar em qualquer animal que toquem. E é assim que eles assumem a missão de combater os invasores. Só que isso não será nada fácil. Afinal, como eles conseguirão identificar um inimigo que pode ser qualquer um? Como enfrentar um invasor que dominou o corpo de alguém que você conhece? Jake e seus amigos precisam achar essas respostas. O destino de todos nós depende disso. A invasão já começou. Testemunhe a batalha final da humanidade.


O Segredo do Alquimista - Scott Mariani - Fundamento
Especialista em resgate de vítimas de sequestros, Ben Hope encontra pessoas de forma rápida, discreta e eficiente. Mas quando um empresário milionário o contrata para uma missão diferente de todas as outras, Hope se vê em uma situação que mudará sua vida - ou que acabará com ela. Não se trata de achar uma pessoa, mas um objeto: um manuscrito antigo escrito por Fulcanelli, um homem que muitos dizem ter sido um gênio da Alquimia. No documento, pode haver uma fórmula capaz de salvar a vida da neta do empresário, uma criança que sofre de uma grave doença.
Tocado pela história, que o faz lembrar o próprio passado trágico, Hope vai para a França começar as buscas. Lá, ele percebe que não é o único procurando o tesouro. Que interesse um obscuro grupo religioso pode ter em Fulcanelli e na Alquimia, que sempre foi condenada pela Igreja? Como uma cientista brilhante e desacreditada pode ajudá-lo a encontrar esse objeto? Por que o manuscrito já foi alvo da cobiça até mesmo dos nazistas? Ben Hope tem dezenas de perguntas, cujas respostas, se forem descobertas, podem transformar a vida de milhares de pessoas.
Scott Mariani une religião com História para criar uma trama dinâmica e viciante, em que não há lugar para clichês. O segredo do alquimista, livro que apresenta o personagem Ben Hope, prende o leitor da primeira até a última página.


Enquanto Eu Viver - John Marsden - Fundamento
Ellie Linton - 16 anos. A guerra acabou. Ellie está reaprendendo a viver em sua terra, depois de combater como corajosa guerrilheira ao lado de seus amigos Homer, Fi e Lee. Mas uma tragédia acontece e ela se vê sozinha no mundo. Não totalmente só, pois tem seu irmãozinho adotado, o órfão de guerra Gavin, para cuidar e contar como ajudante na lida da fazenda da família. Afinal, não importa quão dura e difícil seja a vida. Ela tem que continuar.
Enquanto a maioria dos adolescentes da sua idade está preocupada com provas, namoros e festas, Ellie é obrigada a se desdobrar nos papéis de estudante, fazendeira, mãe, dona de casa e administradora da dívida contraída por seu pai para tocar os negócios da família. E, quando ela pensa que as coisas vão entrar nos eixos, que sua vida finalmente vai seguir em frente... precisa encarar novas missões para libertar reféns.
Mas o pior adversário que Ellie tem que enfrentar é aquele que deveria protegê-la - o mundo adulto. Tudo o que ela quer é sua vida de volta... Será desta vez?
"Sinto que, na minha curta vida, já ultrapassei a marca dos milhões de histórias. Às vezes, tenho dificuldades de acreditar que vi e fiz tanto."

Resenha - Quando Eu Era Joe

Resenha feita pela
Título: Quando Eu Era Joe
Título Original: When I Was Joe
Série:
Quando Eu Era Joe
1 - Quando Eu Era Joe
2 - Quase Verdade (UK 2010)
3 - Another Life (UK 2012)
Autor: Keren David
Editora: Novo Conceito
Páginas: 318
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Extra // Submarino // Fnac

Sinopse: Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe... E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso... Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer. Um livro – de tirar o fôlego! – sobre coragem e sobre o peso das consequências do que fazemos.

A Trama: Tyler estava no lugar errado na hora errada e acabou testemunhando um assassinato que mudou sua vida repentinamente. Depois de depor à polícia, que percebeu pelas investigações o perigo no qual o garoto se meteu, ele e sua mãe devem mudar de cidade e identidades deixando tudo para trás. Como se a constatação da polícia não bastasse, no momento em que Tyler e Nicki estão recolhendo seus pertences, uma bomba é estourada numa loja embaixo do apartamento em que viviam, provando que suas vidas estão em perigo.
Na nova cidade, Ty assume o nome Joe, cabelos tingidos, lentes de contato e uma série abaixo da qual estava na escola em que estudava, para fugir dos criminosos que não querem que ele testemunhe sobre o homicídio de Londres. Mesmo com cabelos pretos no lugar dos castanhos e olhos castanhos em vez de verdes, Joe se torna uma atração na nova escola, atrapalhando os planos de Tyler de passar despercebido, já que vive rodeado de admiradoras e sendo odiado por alguns meninos.
Como Joe, Tyler tem a chance de repensar as atitudes e modo de viver de seu antigo eu, enquanto luta para esconder quem é e porque se mudou, e para que a polícia não descubra outra mentira que ele esconde.

Resenha - Once Upon a Time

Resenha feita pela Maay!  
Título: Once Upon a Time - Uma Antologia de Contos de Fadas
Livro Único.
Autor: Irmãos Grimm 
Editora: Planeta
Páginas: 272
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Fnac // Saraiva // Extra

Tem como não amar contos de fadas?

Sinopse: Três palavrinhas que, depois de mais de dois séculos, ainda conseguem transportar os leitores para cenários de mistérios, intrigas e traição, vida e morte, amor e abandono. Em seu esforço para preservar a cultura popular, sem querer os Irmãos Grimm criaram um marco atemporal e eterno da literatura ocidental. Com este livro de contos de fadas, lindamente ilustrado por Kevin Tong, você poderá reencontrar as histórias e os personagens que aprendeu a amar. Corra pela floresta com Chapeuzinho Vermelho. Vá ao baile com Cinderela. Coma uma maçã com Branca de Neve. Com suas bruxas e fadas, rainhas más e reis bondosos, sapos que viram príncipe e princesas adormecidas os contos de Grimm são clássicos que encantam crianças e adultos. Com o prefácio escrito pelos criadores de “Once Upon a Time”, da ABC, entendemos porque estes contos continuam atuais. A série dá vida a alguns desses personagens clássicos numa grande reinterpretação do mundo do faz de conta. Fica aqui o convite para que você mergulhe mais uma vez nessas histórias maravilhosas e seu mundo mágico.

A Trama: Não espere encontrar nesse livro as histórias da Disney. Once Upon a Time nos traz os contos originais dos irmãos Grimm. Aqueles, onde pombas furam os olhos das irmãs da Cinderela e a Rainha Má da Branca de neve é obrigada a colocar sapatos em brasa e morre. 
Além dos contos mais conhecidos, o livro trás vários outros dos quais nunca tinha ouvido falar - e que adorei. Foi uma leitura deliciosa. Só não indico muito para crianças, sei lá, tem umas partes que... Os contos versão Disney são menos pesados, vamos dizer assim. 
Agora, para as crianças maiores (como eu), se você curte contos de fadas, com certeza irá amar.

Promoção - O Teste

Já faz um tempinho que não temos uma promoção nova, então hoje viemos sortear uma super distopia que eu amei! Recomendo O Teste aos fãs de Divergente e outras distopias cheias de ação e mistério, e se você quiser conhecer mais sobre o livro e saber a minha opinião, pode conferir aqui.

Resenha - Passarinha

Resenha feita pela Tay!
Título: Passarinha
Título Original: Mockingbird
Livro Único.
Autor: Kathryn Erskine
Editora: Valentina
Páginas: 224
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac

SinopseNo mundo de Caitlin tudo é preto ou branco. As coisas são boas ou más. Qualquer coisa no meio do caminho é confuso. Essa é a máxima que o irmão mais velho de Caitlin sempre repetiu. Mas agora Devon está morto e o pai não está ajudando em nada. Caitlin quer acabar com isso, mas como uma menina de onze anos de idade, com síndrome de Asperger ela não sabe como. Quando ela lê a definição de encerramento ela percebe que é o que ela precisa. Em sua busca por ele, Caitlin descobre que nem tudo é preto ou branco, o mundo está cheio de cores, confuso e bonito.

A Trama: Nesse livro nós vamos ver o mundo pelos olhos de uma menina de dez anos, autista, portadora da Síndrome de Asperger. A trama foi desenvolvida com base no massacre da Virginia Tech University em 2002, onde 33 pessoas foram mortas. A autora quis mostrar como uma pessoa com necessidades especiais poderia lidar com uma tragédia como essa. O irmão de Caitlin, Devon, foi morto em um tiroteio em sua escola, e agora a vida da menina e de seu pai não é mais a mesma, apesar dela ter dificuldades em demonstrar as emoções certas para aquela situação. Então Caitlin, que todos os dias tem que visitar a psicóloga da escola, começa a aprender que ela tem que tentar se socializar mais, fazer novos amigos, ter mais empatia. Mas tudo isso para ela é muito complicado, ainda mais agora que está sem Devon, que era quem ajudava-a em tudo. Ao descobrir a palavra “desfecho”, Caitlin, mais do que nunca, vai atrás de um significado para ela, procurando o Desfecho em todos os lugares, até ela finalmente Captar O Sentido.
Esse é um livro de sentimentos, onde nós acompanharemos uma garotinha com uma forma diferente de ver o mundo e de compreendê-lo. Eu gostei de acompanhar Caitlin e de entender melhor como alguém como ela enxerga as coisas a sua volta.

Saciando a Fome #94

Mais uma semana cheia!

Lembram quando falei que a pilha de livros acumulados estava grande? Pois é, chegaram mais!
Para começar, recebemos dois lançamentos que estávamos aguardando ansiosamente, o romance O Tempo Entre Nós (Tamara Ireland Stone - Rocco), que me lembra bastante uma versão mais jovem de A Mulher do Viajante no Tempo, e O Universo Contra Alex Woods (Gavin Extence - Rocco), um contemporâneo com a capa linda!
E recebemos também a caixa da Novo Conceito com os lançamentos de julho! O livro que eu mais queria é Desafio (C. J. Redwine), por ser um pós-apocalíptico bem original. Representando os nacionais, tem A Máquina de Contar Histórias (Maurício Gomyde) , das séries que já estão em andamento (e provavelmente não leremos) tem também Em Meus Pensamentos (Bella Andre) e O Beijo (James Patterson). Também recebemos dois livros que parecem ser muito fofos, Minha Vez de Brilhar (Erin E. Moulton), que está com uma edição maravilhosa em capa dura, e Man Repeller (Leandra Medine), que veio embrulhado naquele lenço bonito.

Terça do Top #70

Top 8 Amizades em Livros


Um top especial para quem, como eu, adora amizades bonitas nos livros. Geralmente a amizade não é o foco da trama, mas dá aquele toque especial que é a "cereja do bolo".

Laços de Sangue - Richelle Mead
Achei muito interessante que Jill e Sydney tenham se tornado amigas, considerando que no início Sydney mal conseguia chegar perto da garota. É uma amizade complicada, porém verdadeira.

Paralela - Lauren Miller
Talvez a amizade mais forte da lista, não importava o que acontecia na vida de Abby e Caitlyn, elas sempre acabavam se encontrando. Me passou uma sensação de almas gêmeas, não no sentido romântico, e sim no companheirismo.

Iniciada - Amanda Hocking
Wendy e Tove não se conhecem tão bem, mas logo viram aliados e aos poucos vão se tornando extremamente leais um ao outro.

Feita de Fumaça e Osso - Laini Taylor
Apesar de nem sempre estarem juntas, Karou e Zuzana tem uma amizade que supera a distância e ignora as enormes diferenças entre elas.

A Elite - Kiera Cass
É um pouquinho estranho no início, a maneira como as garotas torcem umas contra as outras, porém America e Marlee conseguem equilibrar a disputa com a amizade doce e fofa delas.

Academia de Vampiros - Richelle Mead
Minha amizade predileta do top, Rose e Lissa realmente parecem mais irmãs, e são tão unidas que é possível ver traços da personalidade de uma na outra. Elas tem uma amizade muito bem construída que nem sempre é perfeita, porém consegue superar os obstáculos.

Cinder - Marissa Meyer
Uma amizade entre uma ciborgue e uma robôzinha definitivamente não era o que eu esperava, porém a pequena Iko conseguiu me conquistar e eu amava todas as cenas em que ela e Cinder interagiam.

Escola de Espiãs - Ally Carter
Apesar de ser uma amizade mais juvenil, acho muito fofa a maneira como Cammie, Bex e Liz sempre cuidam uma da outra e protegem as amigas da melhor maneira possível. Conseguia até imaginar as garotas dez anos mais velhas, com temas mais maduros, seria perfeito.

Lançamentos de Junho #3

Oi, gente! Hoje nós vamos ver os lançamentos das editoras Companhia das Letras, Grupo Record, Rocco e Suma de Letras. Eu quero ler Fique Onde Está e Então Corra, Cartas de Amor aos Mortos, A Vida do Livreiro A.J. Fikry, O Maravilhoso Agora, A Lista de Brett, A Aposta e Meu Nome é Memória (que, aliás, o enredo se parece muuuito com o da série Fallen, da Lauren Kate, até os nomes dos protagonistas :P).

Fique Onde Está e Então Corra - John Boyne - Companhia das Letras
Em meio às tragédias da Primeira Guerra Mundial, o amor é a única arma de um garoto para curar seu pai. Alfie Summerfield nunca se esqueceu de seu aniversário de cinco anos. Quase nenhum amigo dele pôde ir à festa, e os adultos pareciam preocupados — enquanto alguns tentavam se convencer de que tudo estaria resolvido antes do Natal, sua avó não parava de repetir que eles estavam todos perdidos. Alfie ainda não entendia direito o que estava acontecendo, mas a Primeira Guerra Mundial tinha acabado de começar. Seu pai logo se alistou para o combate, e depois de quatro longos anos Alfie já não recebia mais notícias de seu paradeiro. Até que um dia o garoto descobre uma pista indicando que talvez o pai estivesse mais perto do que ele imaginava. Determinado, Alfie mobilizará todas suas forças para trazê-lo de volta para casa. “Assim como em O menino do pijama listrado, Boyne conduz os leitores pelas agonias da guerra através do olhar de uma criança.” School Library Journal “Uma história vívida e acessível sobre o preço altíssimo que a guerra obriga os inocentes a pagar.” Kirkus Reviews 


Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira - Companhia das Letras
Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.

Resenha - Sobrevivente

Resenha feita pela Tay! 
Título: Sobrevivente
Título Original: Survivor
Série: Sozinhos
1- Caçadores (2012)
2- Sobrevivente 
3- Quarentine (2011 US)
Autor: James Phelan
Editora: Fundamento
Páginas: 216
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva  // Submarino

Atenção: essa resenha não contém spoilers do volume anterior.

SinopseJesse está sozinho. Ele vaga pelo que restou de Nova York, enquanto a dura verdade sobre seus amigos ainda perturba sua mente. Os suprimentos estão no fim e evitar os Caçadores fica cada vez mais difícil com o passar dos dias. Esperanças se renovam ou acabam, à medida que outros não infectados aparecem. Alguns são militares e têm informações sobre o que, de fato, causou a destruição da cidade e o surgimento dos Caçadores. Os soldados deixam uma mensagem muito clara: se quiser viver, deixe Nova York. Assim, Jesse tenta formar um pequeno grupo de sobreviventes para abandonar a cidade. Mas haverá tempo para atender o interesse de cada um antes que o pior aconteça ou estão todos condenados a morrer... sozinhos? 


A TramaJesse está sozinho novamente e à procura de outros sobreviventes. Ele encontra um apartamento e os vídeos de uma garota chamada Felicity, que gravou todos os seus dias desde que o desastre em Nova York aconteceu. Agora Jesse tem a missão de encontrar Felicity – viva, se possível -, e tentar desvendar os mistérios sobre o que aconteceu. Ele encontra alguns “soldados” em seu caminho, que se mantém firmes em não querer contar a ele o que está acontecendo. Então Jesse conhece Rachel, a cuidadora dos animais do zoológico, que se isolou com os bichinhos e tem medo de tudo o que acontece lá fora. Com vontade de descobrir cada vez mais o que resultou na destruição de Nova York, Jesse e os novos sobreviventes vão fazer de tudo para continuarem vivos.
O livro continua meio lento em algumas partes, mas temos muito mais ação do que no anterior, muito mais momentos “vida ou morte” e, com certeza, mais motivação para tentar descobrir o que aconteceu. Apesar de não ser um livro pra lá de original, a trama é viciante, acho que pela vontade de acompanhar a sobrevivência dos personagens naquele caos. Os pontos levantados nesse segundo volume são bem mais interessantes do que toda a história introdutória do primeiro.

Resenha - O Domínio do Lobo

Resenha feita pela Luh!
Título: O Domínio do Lobo
Título Original: Hunting Ground
Série: Alfa e Ômega
1- Lobos Não Choram (2012)
2- O Domínio do Lobo
3- A Fúria do Lobo (2013)
Autor: Patricia Briggs
Editora: Novo Século
Páginas: 264
Ano: 2013
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac // Extra // Submarino

Muito melhor que o primeiro!
Atenção: Essa resenha não contém spoilers de Lobos Não Choram.


Sinopse (spoilers): A humanidade estaria pronta para conviver com lobisomens? Depois de se transformar em lobisomem, Anna Latham não fazia ideia do quanto sua vida se tornaria complicada... e perigosa, já que acabaria se tornando a companheira de Charles Cornick, o filho do líder de todos os lobisomens da América do Norte, Bran.
Anna e Charles são convocados para uma importante reunião, que pode mudar o destino de sua espécie. Bran acredita que é chegada a hora de os lobisomens do mundo revelarem sua existência à humanidade. Porém, o mais temido lobisomem Alfa da Europa se coloca radicalmente contra o plano, e ele parece não ser o único a ter esta opinião. Quando Anna é atacada por vampiros, num tipo de ofensiva mágica que apenas um lobisomem poderia executar, ela e Charles resolvem combinar seus poderes para descobrirem quem estaria por trás disso tudo... ainda que isso lhes custe suas vidas.

A Trama: Anna e Charles se aventuram em um local cheio de lobos dominantes de todas as partes do mundo e é praticamente impossível colocar tantos homens sedentos por sangue em um só lugar sem violência, então o livro é cheio de provocações, mistérios e cenas de luta. A autora não se aprofunda muito na mitologia dos lobisomens, porém ela já explicou o suficiente no livro anterior, e dessa vez foca na ligação entre os protagonistas, que foi uma decisão muito inteligente. Também conhecemos um pouco mais sobre as outras criaturas daquele universo, como os vampiros e os fae, e adorei conhecer essa outra parte, já que falar só dos lobisomens fica bem cansativo. No geral a trama é boa, começa um pouco mais lenta e vai melhorando conforme se desenvolve. Apesar de ter muito em comum com a trama de Lobos Não Choram, gostei muito mais da O Domínio do Lobo, porém o melhor é que ambos os livros tem um desfecho satisfatório, sem ser necessário continuar a série caso você não queira.

Saciando a Fome #93

Adivinhem o que chegou!

Chegaram tantos livros que nem consegui colocar todos na foto. Para começar, recebi A Garota Certa (Ali Cronin - Companhia das Letras) e a versão finalizada de Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo (Benjamin Alire Sáenz - Companhia das Letras), o primeiro livro vai demorar um pouquinho para ter resenha e o segundo eu já li e amei!
Dois livros chegaram para a Tay e é ela quem vai resenhar, Proposta Inconveniente (Patricia Cabot - Record), que é um romance com piratas, e A Menina Que Não Sabia Ler 2 (John Harding - Leya), a continuação de um livro muito conhecido.  Outro livro que não poderei ler por um tempo é O Para Sempre de Ella e Micha (Jesica Sorensen - Geração), que está com uma capa linda, porém é o segundo livro de uma série que ainda não comecei.
Finalmente, dos livros que terão resenha em breve, recebi Belle Époque (Elizabeth Ross - Record), que estou ansiosa para ler, e Uma Bruxa Apaixonada (Ruth Warburton - Leya), a continuação de Uma Bruxa na Cidade, que teve resenha essa semana.

Quinta das Capas #60

Beijos


Em clima de dia dos namorados, essa semana escolhemos capas com beijinhos! Incrivelmente, as capas com quase beijos, aquelas em que os modelos estão prestes a se tocar, são bem comuns, porém capas com beijos reais não são tão fáceis de encontrar. Seguem as mais bonitinhas!

Começando pela única capa nacional, do rei do romance, O Casamento tem um beijo épico na chuva que eu achei lindo, realmente parece a cena de um filme com um romance incrível. Game Set Match tem um jeitinho mais contemporâneo e jovem, mas para mim a capa ficou um pouquinho simples demais, talvez seja a falta de cores. Já Two Boys Kissing ficou ótima por ser bem realista, os dois garotos da capa parecem pessoas comuns, sem muito Photoshop, além de a cor da fonte ser linda.

Agora para os beijos mais indiretos, Kissing in Italian tem uma imagem bem fofa, porém achei a capa muito simples, a fonte está tão clara que mal dá pra ler o nome da autora. Já This Girl teve o problema contrário, não gostei muito do roxo forte do fundo misturado com o vermelho do título, acho que não combinou muito bem. Pra mim, Crossing the Line parece se passar em alguma cidadezinha do interior, com fazendas e etc. A capa ficou interessante, mas não sei se aquele foi o melhor ângulo.

Eu amo os modelos e o beijo em The Coincidence of Callie & Kayden, ficaram ótimos porém não gostei da montagem feia com a água. Just One Year ficou fofo porque os modelos, apesar de bonitos, parecem bem comuns, como se pudessem ser encontrados em um café em qualquer esquina, além de eu ter amado o tom de roxo do nome da autora. Por fim, essa imagem de Of Triton deve ter dado bastante trabalho, porém valeu a pena, a capa está maravilhosa!

Feliz dia dos namorados pra todos e comemorem com muitos beijinhos.

Resenha - Os Três

Resenha feita pela Tay!
Título: Os Três
Título Original: The Three
Livro Único.
Autor: Sarah Lotz
Editora: Arqueiro
Páginas: 400
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Americanas // Extra

SinopseQuinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo. 

A Trama: Quatro aviões caem em quatro diferentes partes do mundo, com apenas quatro sobreviventes. Pamela, a única adulta a sobreviver, mas por pouco tempo, consegue gravar uma mensagem em seu celular sobre o que ela consegue ver enquanto está morrendo, mas a parte mais importante é quando ela fala sobre o menino, que ele precisa ser vigiado. O garotinho japonês que sobreviveu no avião de Pamela, é Hiro; os outros sobreviventes são Jess e Bobby, os três da mesma idade. Não foi encontrado nenhum sobrevivente no quarto avião que caiu da África. Após a repercussão da mensagem de Pamela e o milagre de apenas aquelas três crianças terem sobrevivido aos acidentes, várias teorias começam a surgir ao redor do mundo, como: foram colocados chips nas crianças e elas agora são controladas por alienígenas; ou que elas estão possuídas por um tipo de entidade; ou até, e a teoria que teve maior repercussão, que elas, na verdade, são os quatro cavaleiros do apocalipse, que há uma quarta criança sobrevivente do acidente na África, e que elas estão trazendo o fim do mundo.
O livro é contado como uma biografia da Quinta-Feira Negra escrito por Elspeth Martins, e ele é todo em forma de relatos, tanto das pessoas que ficaram responsáveis pelas crianças, como por vizinhos, amigos, transcrições de chats na internet, etc. No início eu achei que a história iria se desenvolver de uma forma muito boa, mesmo que eu não tenha gostado da maneira como estava sendo escrita, mas com o passar do tempo, a leitura foi se tornando cansativa e às vezes eu não conseguia nem prestar atenção, me perguntando no que aquilo levaria. Há partes interessantes, mas nada “UAU!”, se é que vocês me entendem.

Resenha - A Aposta

Resenha feita pela
Título: A Aposta
Título Original: The Bet
Série:
The Bet
1 - A Aposta
2 - The Wager (US 2013)
3 - The Dare (US 2014)
Autor: Rachel Van Diken
Editora: Suma de Letras
Páginas: 285
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Extra

Sinopse: “Eu tenho uma proposta para você”. Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em “A Aposta”, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.

A Trama: Primeiro de tudo: não se iludam pela propaganda. O que é dito é que a Kacey descobre que os irmãos Jake e Travis fizeram uma aposta sobre quem se casaria com ela e então ela teria que analisar qual dos dois é o mais honesto, ou sincero com ela. Mas a trama não é nada assim.
Kacey e Jake e Travis são vizinhos desde pequenos e sempre brincavam juntos. Os dois primeiros inclusive estudaram juntos, enquanto Travis, dois anos mais velhos que o irmão, se formou antes deles. Durante a infância, a relação entre Travis e Kacey passou longe de amigável. O mais velho dos irmãos Titus vivia jogando pedras e preparando armadilhas para a pequena Kacey, na tentativa de chamar sua atenção, já que ele era apaixonado por ela, enquanto a moça era protegida por seu amado Jake, até que chegou o momento de Travis seguir sua vida e se afastar de Jake e Kacey. No ensino médio, o amor platônico de Kacey por Jake se tornou real e eles namoraram por um ano, até que numa noite, Jake partiu o coração de sua melhor amiga e eles ficaram sem se falar por anos.
Depois de anos sem contato, Jake aparece oferecendo uma quantia em dinheiro e cobrando favores para Kacey fingir ser sua noiva e o acompanhar até a casa de seus pais, já que a família dele acredita que eles não perderam contato durante os anos e sua avó, que não anda bem de saúde, quer rever sua querida Kacey. A intenção de Jake por trás disso é levantar sua moral, que anda bem caída no mundo dos negócios, onde entrou após seu pai se aposentar, por ele ser visto com prostitutas e strippers constantemente. Kacey, traumatizada pelo passado, não quer ver Travis Titus nem pintado de ouro, mas é surpreendida quando o reencontra e fica sabendo que vai passar o fim de semana na mesma casa que ele, mas a surpresa é ainda maior quando ela percebe o quanto ele mudou, externa e internamente.
Já dá pra perceber quem é o cara “bonzinho” só de ler a orelha do livro, e eu acredito que pela resenha vocês também percebam. Achei desnecessário tentarem manter isso em segredo durante a divulgação do livro, e fantasiar uma trama que não existe. Já que o livro se torna previsível de qualquer forma, melhor seria se deixassem isso claro para o leitor curtir o romance da trama sem esperar por uma coisa que não vai acontecer.