Resenha - Boneca de Ossos

Resenha feita pela Tay!
Título: Boneca de Ossos
Título Original: Doll Bones
Livro Único.
Autor: Holly Black
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac


SinopsePOPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...

A Trama:  Poppy, Zach e Alice adoram brincar de faz de conta com seus bonecos. Até que um dia, Zach diz que não quer mais brincar, escondendo o verdadeiro motivo para tomar tal decisão e surpreendendo as amigas. Logo depois, Poppy e Alice aparecem em sua casa à noite para lhe contar uma história sinistra sobre a boneca antiga que a mãe de Poppy guardava na cristaleira. E, por causa dessa boneca e sua história de fantasma, os três embarcam numa viagem para Ohio à procura de um salgueiro no cemitério.
Eu gostei de acompanhar os personagens em suas aventuras para chegar ao tal cemitério, ao mesmo tempo em que sentiam medo da boneca. Ao contrário do que uma citação na contra-capa do livro dá a entender, esse livro não é assustador (embora possa ser se for lido por uma criança). A história não trás nada de inovador, mas é um passatempo ótimo.


Os Protagonistas: Mesmo narrado em terceira pessoa, passamos a maior parte do livro sob o ponto de vista de Zach. Achei o motivo para ele não contar às meninas que não podia mais brincar meio idiota, mas crianças fazem coisas assim, escondem coisas bobas sem um grande motivo realmente. Tirando isso, até gostei do personagem. Poppy era mandona e queria que tudo saísse conforme seus planos, ficando sempre irritada quando algo a contrariava. Isso em sua personalidade me irritou um pouco. Alice era mais racional, digamos assim, se negando a acreditar que a boneca era assombrada. Não foram personagens que marcaram, mas foi divertido acompanhar sua jornada.

Personagens SecundáriosComo o livro se centra mais na jornada dos três protagonistas, temos pouco dos personagens secundários. Conhecemos o pai de Zach, um homem que cresceu de forma bruta e não consegue admitir que o filho continue brincando de faz de conta com as amigas. A boneca pode ser considerada um personagem secundário também e, mesmo achando a história bem infantil em sua grande maioria, a boneca era mesmo assustadora.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu adoro essa capa! Ela consegue ser fofa e creepy ao mesmo tempo - no meu ponto de vista. A boneca da ilustração representa perfeitamente a "boneca de ossos". Além da ilustração da capa, o livro conta com algumas ilustrações nos capítulos e ilustrações dos três protagonistas na contra-capa do livro. A diagramação é bem bonitinha. Só tenho a reclamar da revisão e de uma parte do texto em que Zach lê um artigo e, para nos passar esse artigo, a fonte fica bem fina e clara, fazendo com que você tenha que forçar a vista para enxergar direito (foi meu caso, pelo menos). A Holly Black escreve livros YA, mas posso dizer que esse é bem infanto-juvenil, mesmo dizendo na capa que é para adolescentes (não concordo com isso). Foi meu primeiro livro da autora e achei sua narrativa condizente com o gênero, não deixando de ser boa, mas quero ler algum livro de "seu gênero" - YA -, para comparar e tirar a prova. 

ConcluindoÉ um livro divertido para passar o tempo, com uma leitura rápida e fluida. Recomendo se você quiser um misteriosinho mais infantil para se divertir, mas a história em si não me surpreendeu em nenhum aspecto, foi apenas uma leitura prazerosa. 


Classificação: