Resenha - Twittando o Amor

Resenha feita pela Maay!  
Título: Twittando o Amor - Contando uma história em 140 caracteres.
Título Original: Goodnight Tweetheart
Livro Único.
Autora: Teresa Medeiros 
Editora: Novo Conceito
Páginas: 208
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva

Infelizmente, não me convenceu.

Sinopse: Twittando o Amor - O Twitter é uma festa que nunca termina onde todo mundo fala ao mesmo tempo e ninguém diz nada...
Abigail Donovan é uma escritora de sucesso. Ela quase ganhou o prêmio Pulitzer e até foi elogiada no programa da Oprah. Então, por que ela passa os dias e noites escondida no chiquérrimo condomínio onde mora, na companhia de seus dois gatos, sem conseguir escrever?
Quando o seu editor a obriga a entrar no mundo das redes sociais para expandir seus horizontes, Abby imagina que vai ser obrigada a conversar com adolescentes que teclam escondido do porão de casa. Mas ela acaba conhecendo Mark Baynard, um professor britânico sexy, bem-humorado e inteligente que está viajando pelo mundo em busca de aventura. Abby tenta resistir ao seu charme, enquanto Mark começa a quebrar a resistência dela aos pouquinhos... Inclusive a resistência a se comunicar por meio de mensagens curtas. 
Agora que Abby voltou a escrever e a viver , ela descobre que Mark guarda um segredo que poderá mudar para sempre a vida dos dois.

A Trama: Twittando o Amor conta a história de Abby e Mark, desde a maneira inusitada como se conhecem, até o desenvolvimento meteórico do romance. O problema é que tudo é muito rápido e não há tempo o suficiente para convencer o leitor. E isso é uma coisa que realmente me dói admitir.
Durante toda a leitura senti que esse poderia ser um livro extraordinário que faria com que eu me apaixonasse, mas tudo foi tão apressado, que simplesmente não rolou. 

Os Protagonistas: Como o foco está em Abby, sabemos um pouco mais sobre ela do que sobre Mark, mas ainda assim, para mim não foi o suficiente para que os personagens me convencessem. Achei que ficou tudo muito superficial, e não culpo a narrativa epistolar por isso, já que existem livros magníficos no mesmo estilo.

Os Personagens Secundários: Se nem os protagonistas foi possível conhecer a fundo, eu nem preciso comentar sobre os personagens secundários, né? O que é uma pena, porque realmente acredito que Margô e Kate teriam arrebatado meu coração.

Capa, Diagramação e Escrita: O livro, em sua maioria, é narrado através dos tweets de Abby e Mark, o que, para mim, foi o ponto mais alto da obra. Mas sobre isso sou bem suspeita, já que todo mundo aqui conhece meu amor irremediável por narrativas epistolares.
Sobre a capa, vamos apenas dizer que uma amiga olhou o livro que eu estava lendo e soltou a seguinte frase: "Ui, por que você está lendo um livro infantil?". Enfim... Os personagens já tem mais de 30 anos, esse livro está longe de ser infantil. Agora vocês podem tirar suas próprias conclusões.

Concluindo: Acho que se fosse resumir em uma palavra o que faltou a esse livro, seria aprofundamento. As coisas se desenvolvem muito rápido, e apesar de a história melhorar significativamente nas últimas 50 páginas, já era tarde demais. 
Acho que assim, se você ganhar esse livro, não será perda de tempo lê-lo. Agora, se você pretende comprar... Digamos, somente, que há melhores por aí.

Classificação: