Resenha - Os Príncipes Encantados Também Viram Sapos

Resenha feita pela Maay!  
Título: Os Príncipes Encantados Também Viram Sapos
Título Original: Los Príncipes Azules También Destiñen
Autora: Megan Maxwell
Editora: Suma de Letras
Páginas: 357
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Americanas // Saraiva

Para mim, não funcionou.


Sinopse: Um conto de fadas moderno e apaixonante que tem como cenário as ilhas paradisíacas do Havaí
Kate e Sam se conheceram muito jovens, durante férias de verão na Califórnia, e se apaixonaram à primeira vista. O amor entre eles supera o tempo e a distância e, ao terminarem a faculdade, ele a pede em casamento.
Os anos se passam e o casal parece ter construído a vida perfeita: eles têm uma carreira de sucesso, duas filhas lindas e ainda são apaixonados. Sam, que cresceu em um orfanato, conseguiu com Kate tudo o que sempre quis: uma grande família.  Até que um telefonema muda tudo...

A Trama: Me irrito com autores que desperdiçam tramas que tem potencial. E essa tem tinha. São poucos os livros que retratam o que ocorre depois do "e viveram felizes para sempre" dos contos de fadas, podia ser um livro bastante interessante e original, mas...
Lógico que o problema pode ter sido comigo e que você pode amar, só achei que a autora, por uma série de razões, não conseguiu desenvolver bem a história que criou.

Os Protagonistas: Kate e Sam são personagens... Personagens. Eles não me convenceram, eram travados demais, não sei. Não acredito que um casal tão certinho em certos aspectos exista, e também não acredito que esse mesmo casal certinho seja capaz de ser infiel.
Eu entendo uma pessoa apaixonada perdoar uma infidelidade, só não acredito na forma como aconteceu. E acredito menos ainda no casal protagonista. 

Os Personagens Secundários: Se teve algum personagem que chegou perto de me agradar, foi Terry. Mas mesmo ela foi completamente fake. Os outros personagens, na minha opinião, eram caricatos demais - mais do que os protagonistas - então sequer consegui estabelecer uma relação suficiente para tirar maiores conclusões

Capa, Diagramação e Escrita: A capa é legal, é bonita - a cor de fundo me lembrou areia e combina bastante com o cenário do livro. Uma pena o conteúdo ter sido tão... 
Achei a escrita de Maxwell fraca. Até cheguei a pensar que o problema poderia ser da tradução, mas não. Li alguns trechos do livro em espanhol e a escrita realmente não é muito boa. Os diálogos e personagens são muito artificiais, e a narrativa é truncada. Honestamente, em certo momento a leitura se tornou um sofrimento - mas mais uma vez, essa é a minha humilde opinião.

Concluindo: Se fosse para resumir esse livro, diria que ele é o roteiro de uma novela mexicana bem clichê. E para quem gosta de novelas mexicanas, eu não estou generalizando. Tenho plena consciência de que existem algumas realmente muito boas (A Usurpadora <3), mas vamos combinar que há outras não tão boas assim - e é a essas outras que me refiro.
Enfim, acho que os fãs da autora provavelmente vão curtir a obra. Não funcionou para mim, mas pode funcionar pra você. 



Classificação: