Resenha - A Rainha Exilada

Resenha feita pela Luh!  
Título: A Rainha Exilada
Título Original: The Exiled Queen
Série: Os Sete Reinos
1- O Rei Demônio (2014)
2- A Rainha Exilada (2015)
3- O Trono Lobo Gris (2015)
4- A Coroa Escarlate (Final de 2015)
Autora: Cinda Williams Chima
Editora: Suma de Letras
Páginas: 456
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon // Americanas

Ainda melhor que o anterior.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers de O Rei Demônio (exceto na sinopse)!

Sinopse: Assombrado pela perda de sua mãe e irmã, a jornada de Han Alister rumo ao sul começa com seus estudos na Academia Mystwerk em Vau de Oden. Mas partir de Fells não significa que o perigo ficou para trás. Han é caçado a cada passo do caminho pelos Bayar, uma poderosa família de magos decidida a reaver o amuleto que Han roubou deles. E a Academia Mystwerk apresenta seus próprios perigos. Lá, Han conhece Corvo, um mago misterioso que concorda em ser seu tutor nas artes negras da feitiçaria – mas a barganha que eles fazem pode levar Han a se arrepender. Ao mesmo tempo, a princesa Raisa ana’Marianna foge de um casamento forçado em Fells, acompanhada de seu amigo Amon e seus cadetes. Agora o lugar mais seguro para Raisa é a Academia Wein, a academia militar de Vau de Oden.  

A Trama: Enquanto o primeiro livro foca em um só território, nesta trama os protagonistas exploram uma boa parte dos Sete Reinos e seus diferentes costumes. Adorei conhecer melhor o mundo criado pela autora e as enrascadas em que Han e Raisa se metem.
A trama tem uma divisão bem clara e a primeira metade trata de uma jornada que, apesar de ser intensa e ótima para a compreensão da trama, teve seus trechos mais lentos. Já a metade final adquire um ritmo envolvente que me deixou grudada nas páginas, louca para saber o que ia acontecer e morta de curiosidade ao chegar no final.

Os Protagonistas: Han ainda tem alguns traços do garoto de rua, porém no geral é um homem totalmente diferente que foi forçado a crescer prematuramente por força das circunstâncias. Gostei muito de sua inteligência e habilidade em criar estratégias e perceber futuros obstáculos em seus planos.
Raisa me surpreendeu bastante, demonstrando que não precisa dos luxos do palácio e compreende os privilégios de ser uma princesa. Minha única reclamação sobre ela é que a garota parece ter mel, sendo princesa ou não, a lista de pretendentes dela vai longe. Gostei muito da maneira como sua relação com Amon e os outros cadetes foi se desenvolvendo.

Os Personagens Secundários: Os cadetes de Amon, protetores da linhagem Lobo Gris, foram encantadores. Garotos leais e esforçados que logo se apegaram à Raisa e me conquistaram, espero que continuem tendo espaço nos próximos livros. Diversos outros personagens surpreendem, como os irmãos Bayar, e cada um consegue demonstrar um pouquinho de sua personalidade única. Entretanto, alguns personagens, como Gillen, foram um pouco incoerentes e talvez até desnecessários.

Capa, Diagramação e EscritaEssa capa é a minha predileta até o momento, o título faz todo o sentido e a diagramação estava ótima! A escrita da autora está melhor que no livro anterior, mais envolvente, porém ainda tem uns trechos lentos que pareciam desnecessários. Mas no geral é ótima!

Concluindo: Adorei esse livro ainda mais que o anterior e estou louca para saber o que vai acontecer, é uma série que começou a me conquistar e espero que o próximo seja ainda melhor!

Classificação: