Resenha - Um Mundo Sem Príncipes

Resenha feita pela Luh!  
Título: Um Mundo Sem Príncipes
Título Original: A World Without Princes
Série: A Escola do Bem e do Mal
1- A Escola do Bem e do Mal (2014)
2- Um Mundo Sem Príncipes (2015)
3- The Last Ever After (2015 US)
Autor: Soman Chainani
Editora: Gutenberg
Páginas: 319
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon

Melhor que o anterior.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers (exceto na sinopse)

Sinopse: Nesta esperada continuação de A Escola do Bem e do Mal, as melhores amigas Sophie e Agatha estão de volta ao seu lar, em Gavaldon, para viver seu desejado final feliz, certas de que seus problemas terminaram. Mas a vida não é mais o conto de fadas que elas esperavam. Quando Agatha escolhe um fim diferente para sua história, ela acidentalmente reabre os portões da Escola do Bem e do Mal, e as meninas são levadas de volta para um mundo totalmente modificado. Agora, bruxas e princesas moram juntas na Escola para Meninas, na qual são inspiradas a viver uma vida sem príncipes. Tedros e os meninos estão acampados nas antigas Torres do Mal, onde os príncipes se aliaram aos vilões, e uma verdadeira guerra está se armando entre as duas escolas. O único jeito de Agatha e Sophie se salvarem é procurando restaurar a paz.

A Trama: Esse livro nos transporta novamente à Escola do Bem e do Mal, exceto que agora as duas metades da escola estão bem diferentes. Para quem desejar, essa continuação não é necessária na série, porém eu gostei.
Tive o mesmo dilema do livro anterior, em que a trama teve seus clichês enormes e mensagens forçadas, porém ao mesmo tempo foi fofa, conseguiu me prender e teve um final que eu gostei bastante. Alguns trechos são previsíveis, porém outros são absolutamente fofos.
O autor brinca com uma ideia de feminismo, porém de maneira quase cômica, invertendo de certa forma os papeis dos homens e mulheres. Apesar de eu não gostar de lições de moral "forçadas", a representação exagerada que foi utilizada me venceu no final.

As Protagonistas: Sophie é, no fundo, uma garota muito complexada. Às vezes eu me convencia de que ela era completamente egoísta, enquanto em certas cenas ela parecia uma vítima das circunstâncias, uma garota traída e magoada. Com Agatha tive uma opinião semelhante, não gostei do fato de que ela tinha sido uma personagem tão boa no livro anterior e parece ter retrocedido em alguns aspectos. Entretanto, o foco do livro não é exatamente em uma garota ou na outra, mas na união delas, e essa característica é totalmente envolvente.

Os Personagens Secundários: Eu amo os alunos das escolas e meu favorito foi Tedros. É engraçado como o autor faz com que os personagens pareçam extremamente superficiais, porém aos poucos vai revelando as complexidades em cada um. Tedros me deixou com raiva e aos pouquinhos foi me conquistando.
Quanto aos outros, gostei de alguns, a maioria parecia estar lá apenas para desempenhar um papel na trama, porém nenhum me desagradou.

Capa, Diagramação e Escrita: Não consigo decidir se gostei mais dessa capa ou da capa do primeiro livro, porém as duas são belíssimas. Não vou comentar sobre a diagramação ou revisão, pois li uma prova do livro, porém as ilustrações continuam ótimas e dão um ar fresco à trama.
A construção de cenário de Soman não tem comparação, ele consegue descrever os ambientes de maneira perfeita, porém as interações entre os personagens por vezes ficam arrastadas.

ConcluindoPor uma boa parte da trama, eu não conseguia decidir se era um livro que valia a pena, porém o final inesperado me venceu e gostei do livro, apesar de seus defeitos. Recomendo especialmente para os mais jovens, público alvo que com certeza vai adorar Sophie e Agatha.

Quotes:
"Agitadas pela força de seu elo, as feiticeiras uniram forças com as princesas e assumiram o controle dos reinos".
"Bruxas e princesas são amigas?", perguntou Sophie, incrédula.
 

Classificação: