Resenha - O Sol É Para Todos

Resenha feita pela Tay!
Título: O Sol É Para Todos
Título Original: To Kill a Mockingbird
Série: O Sol É Para Todos
1- O Sol É Para Todos
2- Vá, Coloque Um Vigia (2015)
Autor: Harper Lee
Editora: José Olympio
Páginas: 350
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Saraiva 

SinopseUm livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça.
O sol é para todos, com seu texto forte, melodramático, sutil, cômico (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

A TramaA história do livro se passa em uma época dos EUA em que, mesmo com a abolição da escravatura em todo o país, os negros ainda sofriam com o racismo, sendo considerados inferiores aos brancos. Atticus Finch é designado para o caso de Tom Robinson, um jovem negro acusado de ter estuprado uma mulher branca. Acompanhamos a história pela perspectiva de Scout Finch, dos 6 aos 8 anos, uma voz inocente no meio de uma população racista. 
Esse é um livro forte e com uma crítica aberta à sociedade, mesmo tendo sido lançado 25 anos a frente da década em que a história se passa. Tudo é retratado com muita sutileza pela visão de Scout, mas isso não faz com que a mensagem do livro atinja o leitor com menos força.  

A ProtagonistaScout passou a ser uma das minhas protagonistas criança favoritas! Passar a história por sua visão poderia ter dado um ar muito ingênuo ao livro, mas ver aquelas situações através de sua perspectiva inocente tornou todos os sentimentos ainda mais fortes. Era uma garota além do seu tempo, impetuosa e muito inteligente, que defendia o pai com unhas e dentes (literalmente se precisasse). 

Personagens SecundáriosAtticus Finch é impressionante. Ele lutava pelos seus ideais, mesmo que isso colocasse toda a cidade contra ele. Seus pensamentos durante o livro são muito marcantes e ele não tentava esconder os problemas dos filhos, mesmo querendo protegê-los a todo custo. Após a leitura, percebi porque ele é um personagem tão memorável. Jem, irmão de Scout, também conseguiu me conquistar, mesmo que tivesse alguns modos um pouco duros. Ele também consegue aprender várias lições ao longo do livro. Outros personagens que gostei foram Dill e a srta. Maudie, mas é melhor vocês conhecê-los enquanto leem. 

Capa, Diagramação e Escrita: Eu gosto bastante dessa capa (o laranja é mais bonito em mãos do que pelo computador). A diagramação é bem simples, mas boa para ler. A escrita é muito fluida. Não sei se foi a nova tradução que deixou o texto mais atual, mas com certeza é uma narrativa deliciosa, que prende o leitor mesmo quando não está acontecendo nada de mais na história. Eu senti que era mesmo uma criança narrando aquilo, não uma pessoa adulta escrevendo. A sutileza da visão de Scout é incrível e faz com que tudo o que está sendo retratado seja mais real e impactante. 

ConcluindoSimplesmente leiam O Sol É Para Todos. Infelizmente nossa sociedade ainda é permeada de preconceitos e intolerância. Nós não somos todos iguais, mas pessoas são pessoas, não importa a cor, sexualidade, origem, crença. Esse é um livro que todos deveriam ler, sentir a mensagem e passá-la pra frente no seu dia a dia. 

Classificação: