Resenha - Despertar

Resenha feita pela Luh!
Título: Despertar
Título Original: Awaken
Série: Abandono
1- Abandono (2012)
2- Inferno (2014)
3- Despertar (2015)
Autor: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 320
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Amazon // Submarino

Bem melhor que o primeiro.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers dos livros anteriores.


Sinopse: Em Despertar, a protagonista Pierce Oliviera, agora namorada do Senhor da Morte, John Hayden, precisa lidar mais uma vez com as terríveis Fúrias, quando estas descobrem que ele quebrou uma de suas regras mais severas: ressuscitar uma alma humana. Se o equilíbrio entre vida e morte não for restaurado, tanto o Mundo Inferior quanto o lar de Pierce serão destruídos. Mas há uma forma de consertar tudo: alguém precisa morrer.

A Trama: Nesse livro a trama já se afastou bastante do mito de Perséfone.  Pierce, a protagonista, é meio que obcecada por John, o que não me agradou no primeiro livro ou no segundo, porém já me acostumei um pouco. A trama em si é divertida, com um pouco de ação e personagens bem engraçados, a única coisa que me incomodou um pouquinho foi o descaso que os personagens tinham por machucar aos outros, por mais que estes fossem do lado do mal.
O final foi bem satisfatório para a trama e eu diria que foi uma boa conclusão, porém a série toda é voltada para um público mais jovem.

A Protagonista: Pierce continua sendo teimosa, um pouco obstinada até, porém seu lado amoroso que me conquistou continua forte e fiquei impressionada com suas habilidades de luta (meio repentinas). Ela é uma ótima protagonista, seu único defeito são as escolhas românticas, mas a compaixão presente na garota e sua insistência em cuidar de todos a sua volta, até os desconhecidos, é apaixonante.

Os Personagens SecundáriosOs piratas, personagens que surgem no segundo livro, continuam hilários e muito prestativos. Kayla é minha personagem predileta por ter as cenas mais engraçadas,ela é uma garota decidida e segura que faz algumas escolhas bem duvidosas. Amei conhecer melhor a família da protagonista, principalmente seu pai.

Capa, Diagramação e Escrita: A capa segue o estilo das anteriores e apesar de eu não ser uma grande fã dos modelos, curti muito as cores e detalhes. A diagramação está boa e a escrita da Meg continua a mesma dos livros anteriores.

Concluindo: Não é a melhor série do mundo, mas é divertida e a mitologia presente é muito interessante. O final foi bom e me deixou feliz, porém é uma série que recomendaria para leitores adolescentes, por ser mais superficial.

Classificação: