Resenha - O Vilarejo

Resenha feita pela Tay!
Título: O Vilarejo
Livro Único.
Autor: Raphael Montes
Editora: Suma de Letras
Páginas: 96
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Casas Bahia

SinopseEm 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.
As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

A Trama: Acompanhamos aqui sete contos passados no vilarejo, sendo protagonizados por moradores diferentes e cada um representando um dos sete pecados capitais,  todos tendo relação entre si de alguma forma. Eu gostei bastante da maioria dos contos, mas senti que faltou algo a mais para o livro me conquistar completamente. Os contos são bem curtos e diretos, por isso não consegui entrar completamente em muitos deles. Como as histórias se passam nesse mesmo lugar e no fim acabam se conectando, acredito que se o autor tivesse feito dessa ideia um romance o livro seria sensacional!

Os Personagens: Conhecemos vários personagens ao longo da trama e eu gostaria de ter um pouco mais de suas histórias. Não cheguei a gostar mais de algum, porque passamos pelos contos bem rápido (e eles também são bem bizarros para termos algum sentimento além de choque).

Capa, Diagramação e Escrita: Eu gosto da capa, ela passa a sensação certa do livro. A diagramação está linda, com ilustrações de página inteira para representar os contos. Eu gosto bastante da escrita do autor e ela não é decepcionante nesse livro. Eu disse que preferiria que o livro fosse um romance, mas isso não tem nada a ver com a forma de narrativa dele (apesar de eu achar que ele poderia ter feito algo a mais com esse livro). Ele tem uma escrita fluida e muito gostosa, fazendo que a leitura seja bem rápida e você termine o livro em uma sentada só.

ConcluindoApesar de ter gostado do livro, cheguei a conclusão de que o autor não conseguiu aproveitar todo o potencial da história. Os contos são de dar arrepios e até mesmo bem grotescos, mas sabe quando você sente que falta alguma coisa? Pra você que ainda vai ler o livro, gostaria de dar uma dica: leia do segundo ao sexto conto primeiro e depois volte para ler o primeiro e o último conto, vai ser legal. 

Classificação: