Resenha - A Ponte de Haven

Resenha feita pela 
Título: A Ponte de Haven
Título Original: Bridge to Haven
Autora: Francine Rivers
Editora: Verus
Páginas: 432
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon  

Sinopse: Hollywood, década de 50. Lena Scott é a estrela mais quente a chegar às telonas desde Marilyn Monroe. Poucos sabem que seu verdadeiro nome é Abra. Menos ainda sabem o preço que ela pagou para finalmente sentir que é alguém.Para o pastor Ezekiel Freeman, Abra sempre será a menininha que roubou seu coração na noite em que ele a encontrou, recém-nascida, abandonada debaixo de uma ponte nos arredores de Haven. Ele e seu filho, Joshua, a observam crescer e se tornar uma mulher de beleza exótica. Mas Ezekiel sabe que as circunstâncias do nascimento de Abra deixaram cicatrizes profundas em seu coração, que a tornam vulnerável a um homem charmoso e persuasivo, o qual a atrai para o mundo glamoroso e superficial do cinema.Hollywood parece estar a um milhão de quilômetros de Haven, e a ingênua Abra aprende rapidamente o que se espera de uma garota ambiciosa e deslumbrada. Mas ela vai descobrir tarde demais que a fama chega a um preço terrível. Abra queimou todas as pontes para obter exatamente o que achava que queria. Agora, o que ela mais quer é um caminho de volta para casa. Nesta envolvente saga sobre tentação, graça e amor incondicional, a autora de Amor de redenção nos brinda com uma narrativa de fôlego, que vai permanecer no seu coração muito além da última página.

A Trama: O que deveria ser apenas mais uma ronda matutina normal do Pastor Zeke, muda completamente quando ele encontra uma bebê recém-nascida embaixo de uma ponte na cidade onde vive. Ele a leva para casa e sua mulher, mesmo não estando bem de saúde, decide adotá-la e a cria até os cinco anos, quando vem a falecer. Sentindo que não conseguirá cuidar mais de Abra e seu filho biológico, Joshua, Zeke leva Abra para um casal de amigos assumirem sua guarda, mas a menina não reage bem a isso e cresce com o trauma do abandono. Durante a adolescência, Abra faz escolhas claramente erradas para quem lê, mas que na cabeça dela pareciam certas e o livro se desenvolve a partir desse momento e do desenrolar de sua vida.

A Protagonista: Abra se sente muito machucada e apesar de saber que o Pastor Zeke a ama como filha e errou por amor, me solidarizei com a dor dela. Fiquei torcendo para que ela abrisse os olhos logo, sofri junto em cada momento difícil, mas valeu a pena.

Personagens Secundários: Os personagens são muito bem construídos, gostei de vários, especialmente de Joshua, que sente mais que um sentimento fraterno por Abra e sofre bastante quando ela vai embora achando que era o certo a fazer.

Capa, Diagramação e Escrita: Gostei muito das cores dessa capa. A escrita da autora é ótima, e como esse é um romance cristão, claro que ela fala muito em Deus e um pouco em religião, então quem não gosta de livros assim vai se incomodar, mas eu fiquei com vontade de ler mais livros dela.

Concluindo: Livro interessante, em alguns momentos foi lento, mas é uma leitura que edifica e que consegue fugir das tendências do momento.

Quotes:
- Sei que é sua escolha acreditar em mim ou não, mas compreenda isto: aquilo em que você acredita define o rumo da sua vida.

- Deixar ir não é desistir. É confiar que Deus vai fazer o que tiver de ser feito. Lembre-se do que você sabe que é verdade. Deus a ama mais que você. Ele a ama mais do que eu, ou do que Peter e Priscilla, mais do que todos nós juntos. - Ele suspirou - Às vezes Deus tem que destruir para salvar. Ele tem que ferir para curar.
Classificação: