Resenha - Sr. Daniels

Resenha feita pela Tay!
Título: Sr. Daniels
Título Original: Loving Mr. Daniels
Livro Único.
Autor: Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Páginas: 322
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Submarino

SinopseDepois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.
Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês.
Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.

A TramaAshlyn acabou de perder a irmã gêmea e a mãe acaba mandando-a para morar com o pai, com quem ela teve pouco contato durante toda a sua vida. No trem para Wisconsin ela conhece Daniel e os dois ficam atraídos um pelo outro de imediato. Chegando a casa do pai, ela descobre que ele construiu uma nova vida sem que ela soubesse, com esposa e os filhos dela, que o chamam de pai. Acompanhamos a adaptação de Ashlyn à sua nova vida e os seus sentimentos de ter sido abandonada pelas pessoas que mais importavam. E também, depois, os conflitos em sua relação com Daniel, que ela descobre ser o Sr. Daniels, seu professor de Inglês. A história me lembrou um pouco o estilo da Colleen Hoover, o que é um ponto positivo, já que eu adoro a autora. Gostei de como a autora não focou apenas no drama professor e aluna da relação entre Ashlyn e Daniel, como também sua relação com o pai, que foi construída aos poucos (embora eu ache que a autora poderia ter feito algo mais aprofundado nessa parte da história) e sua relação com seus novos "irmãos" e os conflitos de cada um, além de temas como homossexualidade, drogas, bullying e impunidade.

Os Protagonistas: Ashlyn está passando por sua fase de luto e ainda por cima se sente rejeitada pela mãe. Quando conhece Daniel e os dois compartilham suas perdas, era como se uma luz se acendesse no fim do túnel e ela encontrasse uma válvula de escape nesse relacionamento. Até descobrir que Daniel é seu professor e tudo mudar. Eu não senti uma conexão muito forte com a protagonista, mas eu consigo entendê-la, principalmente na questão de sua relação com o pai.
Daniel também não tem uma vida fácil. A mãe foi assassinada na sua frente, o irmão foi preso e o pai morreu um ano depois. Ele lida com isso fugindo um pouco da realidade ao tocar com sua banda, a Romeo's Quest, e as letras das músicas têm a ver com as peças de Shakespeare (aliás, Shakespeare é algo que ambos os protagonistas amam). 
Só não consigo acreditar que eles se apaixonaram tão rápido, apesar da situação. Mesmo assim, adorei acompanhar o romance dos dois.

Os Personagens SecundáriosMeu favorito com certeza foi Ryan. Ele esconde sua orientação sexual da família e dos amigos, já que sua mãe é super religiosa e não aceita essa condição. Acredito que foi o personagem com quem mais me importei, por todos os dramas e conflitos internos, o sentimento de não ser aceito e não poder ser quem realmente é. Hailey, irmã de Ryan, tomou algumas decisões estúpidas, mas como ele mesmo disse, ela precisava aprender com os erros para conseguir respeitar a si mesma. Os dois foram amigos muito importantes para Ashlyn no período de adaptação sem Gabby e eu adorei a amizade deles. Mesmo não aparecendo exatamente na história, adorei Gabby pela personalidade que ela mostrou ter nas cartas que escreveu para a irmã, que Ashlyn poderia ler assim que completasse os itens de sua lista de "coisas para fazer antes de morrer". 

Capa, Diagramação e Escrita: Eu gosto da imagem da capa e de como a fonte do título é bem delicada, combina com a história. A diagramação é bem simples, cada início de capítulo contendo um trecho das letras das músicas da Romeo's Quest (banda do Daniel no livro). A escrita da autora é bem fluida e viciante, eu mal notei as páginas passando conforme fui lendo e, quando vi, já estava chegando ao fim. 

Concluindo: É um livro que tem clichês do gênero sim, mas também é mais uma história para se apaixonar. Para aqueles que gostam de romance, ele consegue te fazer sorrir, suspirar, xingar, chorar... E eu chorei bastante em uma determinada parte do livro e ainda não consigo aceitar o que aconteceu. Se você é fã dos livros da Colleen Hoover, por exemplo, tem grandes chances de se apaixonar pelo Sr. Daniels.

Quotes
Não havia nada tão romântico quanto a sensação de um livro em suas mãos.
Exceto Daniel.
Ele era muito romântico.


- Dê um fim nisso, Ashlyn. Me conserte - sussurrou ele, me beijando de novo.
- Eu não posso te consertar, Ryan - expliquei. - Você não está quebrado. 


"Sabe o que não consigo entender? Não consigo entender como as pessoas que deveriam nos amar incondicionalmente são as que se viram contra nós num piscas de olhos. (...)"


Eu sabia que nunca iria me apaixonar novamente. Não estava em meus planos. Acreditava que era porque desde que comecei a me apaixonar por ele, nunca mais parei de me apaixonar.

Classificação: