Mini Resenhas #3

Como logo saíra a resenha do quarto livro da ex-Trilogia Série Millennium, para que vocês não fiquem perdidos, achei legal fazer mini resenhas dos primeiros três livros.


Companhia das Letras - 2008 - 522 páginas
Nota: 48
Meu livro favorito da série. Quando comparado aos dois próximos livros, Os Homens Que Não Amavam As Mulheres tem uma trama bem mais independente, mas que me prendeu do início ao fim. Stieg Larsson criou uma história bastante complexa e densa, mas a narrativa é tão absurdamente envolvente e cativante, que não tem como não amar. Juro, se vocês forem escolher apenas um livro da série para ler - o que seria um pecado, que fique registrado -, leiam esse. Aposto que não irão resistir aos próximos.



Companhia das Letras - 2009 -  611 páginas
Nota: 46
Em A Menina Que Brincava Com Fogo conhecemos um pouco sobre a história de Lisbeth, a personagem tão misteriosa que me ganhou desde o início do primeiro livro. Ao mesmo tempo em que o passado volta para atormentar nossa protagonista, ela precisa da ajuda de Mikael para se livrar de três acusações de assassinato. 
A narrativa eletrizante de Larsson permanece, mas o início morno fez com que eu gostasse um pouquinho (bem pouquinho mesmo) menos desse livro.




A Rainha do Castelo de Ar - Stieg Larsson
Companhia das Letras - 2009 - 688 páginas
Nota: 42
Dos três, esse é o livro de que menos gostei. Eu demorei muito para conseguir engrenar na leitura, e apesar de ter me envolvido muito com a história depois que consegui pegar o ritmo, ficou aquela sensação ruim do início.
A Rainha do Castelo de Ar continua a trama que foi iniciada no livro anterior, e as histórias estão bastante interligadas. Pode não ser o meu favorito, mas a leitura é fundamental para que as pontas soltas deixadas por A Menina Que Brincava Com Fogo façam sentido.


Para quem não sabe, o projeto do autor era que a série tivesse cerca de dez livros, porém, infelizmente, ele acabou falecendo antes de ter a oportunidade de ver até mesmo o primeiro ser publicado. Esse ano, com a autorização da família de Larsson, o autor David Lagercrantz deu continuidade à série e o quarto volume, A Garota na Teia de Aranha, foi lançado no início de setembro. 
A resenha desse quarto livro vai sair logo aqui no Fome, fiquem ligados!