Resenha - Eve e Adam

Resenha feita pela Luh!
Título: Eve & Adam
Título Original: Eve & Adam
Livro Único
Autores: Michael Grant e Katherine Applegate
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 272
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Extra

Dica: não leia a sinopse, ela estraga a metade do livro.

Sinopse: Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.
Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida!
Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.

A Trama: Para um livro tão curto - menos de 300 páginas -, achei a trama de Eve e Adam bem construída. Há 'vilões', reviravoltas e vários personagens interessantes, foi um livro que me surpreendeu. Entretanto, tive dois pequenos problemas, queria que a trama se aprofundasse mais e explorasse melhor os problemas apresentados e senti que o livro teve um ar muito infanto-juvenil, que acredito que não seja seu público-alvo, porém tudo sobre ele deu essa impressão. O lado bom é que pode ser lido pelos mais jovens sem problemas.

Os Protagonistas: Eve é uma garota simples, na minha opinião. Filha de uma mulher bem fria, ela tenta agir como uma pessoa normal, o que é um pouco difícil considerando que sua mãe é dona de uma empresa gigantesca e a garota cresceu com muito dinheiro. Senti falta de complexidade na personagem, ela era só uma garota boazinha que tentava contrariar a mãe.
Solo, por outro lado, me conquistou. Divertido, sarcástico e corajoso, ele era capaz de descobrir segredos ocultos por pessoas extremamente inteligentes. Gostei tanto de Solo por ele ser um personagem realista, que estava tentando fazer o que era certo.

Os Personagens Secundários: Minha personagem predileta sem dúvida foi Aislin. Uma garota extremamente engraçada, muito confiante e segura de si mesma, mas ainda assim cheia de problemas. Ela sempre roubava a cena e eu queria muito que algum capítulo tivesse sido escrito do ponto de vista dela. Outros personagens foram interessantes, como Terra, a mãe da protagonista, mas nenhum que tenha chamado tanto a atenção quanto Aislin.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu amo essa capa. Ela é mais conceitual, a maçã representando Eve, mas com a tecnologia que passa o ar tecnológico encontrado na trama. A diagramação também está linda, com uma fonte grande e ótima para a leitura.
Não sei qual autor ficou com qual parte da escrita, mas acredito que elas se uniram muito bem. Cada capítulo é contado do ponto de vista de um personagem, inicialmente intercalando ente Eve e Solo, porém perto do fim do livro há mais um personagem. Acho que esse foi o formato ideal de escrita para essa trama, gostei bastante e é facil ler o livro inteiro de uma só vez, sem ficar cansativo.

Concluindo: Não é o melhor livro do mundo por ter uma grande necessidade de ser mais detalhado, porém para os leitores que estão procurando algo mais rápido e direto, é ótimo. Gostei bastante especialmente da conclusão da trama e acredito que ele se mantém sem problemas como um livro único.

Classificação: