Promoção - A Vida do Livreiro A.J. Fikry

Já temos mais promoções! Adoramos mimar vocês e as editoras gostam de ajudar, então não poderíamos esquecer um livro tão especial e tão dedicado aos leitores.
A Vida do Livreiro A.J. Fikry foi muito elogiado pela crítica e, claro, aqui na nossa resenha! Aproveitem a chance de conhecer a livraria incrível!
E comentar na resenha não é obrigatório, mas adoramos quando vocês nos deixam suas opiniões.


Promoção - Simplesmente Acontece

Oi gente! Depois de passar algum tempo sem novas promoções, já estava na hora né?
Já deixei uma atualização no twitter, mas só pra avisar, os resultados do Top atrasaram e vão sair na primeira semana de fevereiro.
Agora, vamos ao super sorteio. Simplesmente Acontece é um livro extremamente fofo, já fizemos resenha sobre ele no blog e recomendamos demais! Agora você pode ganhar um exemplar lindo e aproveitar pra ler antes de assistir ao filme!


Resenha - Fangirl

Resenha feita pela Luh!  
Título: Fangirl
Título Original: Fangirl
Livro Único.
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Páginas: 424
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac // Submarino // Extra

Fofo e engraçado, o que mais eu poderia querer?

Sinopse: Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real.
Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências.
Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

A Trama: Cath é uma garota que passou a vida acostumada a ter a irmã gêmea ao seu lado. Agora, entrando na faculdade, se mudando para longe do pai e tendo que aprender a lidar com tudo sozinha, a irmã de Cath decide que precisa de um tempo para ser mais independente. 
Não sei porque ao certo, mas não amei tanto esse livro quanto Eleanor e Park, o primeiro que li da autora. Pra começar, Cath faz algo que não gostei nem um pouco em relação à sua colega de quarto e, mesmo eu compreendendo que é uma fase normal, a irresponsabilidade de Wren, a irmã gêmea, me irritou bastante. Porém, vamos aos elogios. Rainbow Rowell é um gênio e consegue criar uma situação e uma protagonista com quem todos podem se identificar. A trama é leve, divertida e muito gostosa de ler, com situações engraçadas e algumas lições importantes. O final também é bonitinho, apesar de não ser muito inovador.

Resenha - Atrás do Espelho

Resenha feita pela Tay!
Título: Atrás do Espelho
Título Original: Unhinged
Série: Splintered
1- O Lado Mais Sombrio (2014)
1.5- A Mariposa no Espelho (2014)
2- Atrás do Espelho
3- Ensnared (2015 US)
Autor: A.G. Howard
Editora: Novo Conceito
Páginas: 400
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac // Extra

Essa resenha não contém spoilers de O Lado Mais Sombrio, exceto em "Sinopse" e "Trama".


SinopseEm O Lado mais Sombrio , a releitura dark de Alice no País das Maravilhas , Alyssa Gardner foi coroada Rainha, mas acabou preferindo deixar seus afazeres reais para trás e viver no mundo dos humanos. Durante um ano ela tentou voltar a ser a Alyssa de antes, com seu namorado, Jeb, sua mãe, que voltou para casa, seus amigos, o baile de formatura e a promessa de ter um futuro em Londres. No entanto, Morfeu, o intraterreno sedutor e manipulador que povoa os sonhos de Alyssa, não permitirá que ela despreze o seu legado. O mesmo vale para o País das Maravilhas, que parece não ter superado o abandono. Alyssa se vê dividida entre dois mundos: Jeb e sua vida como humana... e a loucura inebriante do mundo de Morfeu. Quando o reino delirante começa a invadir sua vida real, Alyssa precisa encontrar uma forma de manter o equilíbrio entre as duas dimensões ou perder tudo aquilo que mais ama.


A Trama:  A trama se passa um ano depois do final de O Lado Mais Sombrio. Agora no mundo humano, Alyssa tenta viver sua vida humana normalmente, com seu namorado Jeb - que não se lembra de nada que se passou no País das Maravilhas - seu pai e sua mãe, que teve alta do sanatório. Tudo poderia ser como era antes, se Alyssa não tivesse sonhos com Morfeu e o País das Maravilhas, que agora está ameaçado de ser destruído pela Rainha Vermelha. Seus pesadelos estão apenas começando quando ela descobre que o País das Maravilhas está invadindo seu mundo mortal e que os vilões da história estão ansiando por tomar dela todos aqueles que ama.
No início, eu pensei que Atrás do Espelho iria sofrer a maldição do segundo volume, mas conforme fui lendo, me vi presa àquelas páginas assim como em O Lado Mais Sombrio. Mesmo que parte do livro não tenha realmente alcançado minhas expectativas (chegou perto), depois da metade a trama conseguiu me absorver e me manter grudada às página.

Pilha de Leitura da Tay #11

Oi! Como vocês podem ver, a pilha não alterou quase nada, exceto na minha substituição de A Coisa, que parece que não vou acabar nunca.

A Última Pilha: 

O primeiro livro lido da pilha foi O Livro dos Vilões, que eu não gostei dos dois primeiros contos e gostei dos dois últimos. Depois eu li As Batidas Perdidas do Coração, um New Adult nacional, e gostei bastante, embora o romance tenha perdido um pouco da graça pra mim num certo ponto da trama. Em Nome do Mal é o começo de uma série policial e eu até gostei, mas ele parece bastante com vários filmes policiais com um quê de sobrenatural, então isso tirou alguns pontos da trama pra mim, pela falta de originalidade. Mão de Ferro foi uma continuação meio inferior ao primeiro volume, mas eu gostei bastante de saber mais sobre a história das fagulhas. A Garota que Tinha Medo é um livro que recebi de parceria com o autor para o meu blog e eu gostei bastante, principalmente por se tratar de um tema que ainda não vi ser abordado em outro livro - a síndrome do pânico. O Toque da Vampira foi leitura até boa, mas a autora fez uma história completamente diferente do que eu esperava  e colocou a Vampira no meio, como se fosse uma fanfic. Sombras Vivas foi um livro incrível e fez com que eu me apaixonasse ainda mais pelos personagens. A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista é um livro bem fofo e de leitura rápida, e eu adorei! Aura Negra também foi uma continuação fraca, a autora enrolou praticamente o livro inteiro, mas pelo menos o final foi bem legal. Luz e Trevas já foi uma continuação bacana, voltei a gostar bastante da protagonista aqui e o final me deixou com um gostinho de quero mais. A Mariposa no Espelho é um conto que vem depois de O Lado Mais Sombrio, e nele entramos um pouquinho nas mentes de Jeb e Morfeu. Valeu a pena por poder ver um outro lado da história. E, por fim, Atrás do Espelho, que eu adorei e o final me deixou maluca, estou muito ansiosa pela continuação!
O Pior da Pilha: O Livro dos Vilões, porque metade do livro (dois contos) não foi nenhum pouco proveitosa pra mim, me deixando com raiva de vários personagens. Mas ainda vale a pena pelos dois últimos, se você quiser ler pra crer.
O Melhor da Pilha: Sombras Vivas, porque foi uma continuação fantástica! Mas, roubando (como sempre), também devo acrescentar Atrás do Espelho, porque eu simplesmente adorei - e odiei - aquele final.

A Nova Pilha:
Eu adoro começar uma pilha nova *-* Provavelmente ela vai ficar maior depois, porque nós iremos participar não-oficialmente da Maratube, então além de cumprir os desafios (sendo que alteramos alguns, porque sim :p), eu pretendo ler outros livros - se der tempo, e eu creio que vai! Mas coloquei apenas aqueles já selecionados para os desafios (são os quatro primeiros + o primeiro e-book). Outros livros de parceria que chegarão na época da maratona também entrarão depois, porque eu pretendo lê-los no tempo restante. Enfim, vamos aos livros que já estão aqui.
Insurgente venceu alguma votação aí, então aproveitando um dos desafios (que nós alteramos um pouquinho), ele e Convergente entraram para a pilha, para eu concluir a trilogia logo! Métrica foi escolha das meninas e estou bem curiosa para ler esse livro. Assassinato no Expresso do Oriente representa o gênero que menos li anos passado e livro que está a mais de um ano na estante (acho que tenho ele faz uns seis anos), quero muito ler algo da Agatha Christie e começarei por ele. Como último da maratona (nessa pilha), As Vantagens de Ser Invisível também ganhou alguma votação e aproveitei para colocá-lo num desafio que alteramos. Dos livros de parceria, ainda estou lendo A Coisa, como vocês bem sabem (pretendo terminá-lo em fevereiro, torçam por mim, haha). Já comecei Middlesex e por enquanto a história tá bem diferente do que eu imaginei, mas interessante. Boneca de Ossos é um livro que quero muito ler. E Desaparecida é um e-book e a história parece ser bem legal.

A Votação:
Sim, eu vou fazer uma votação, porque eu já coloquei dois das últimas votações na nova pilha e pretendo ler Procura-se Um Marido em fevereiro, para um desafio literário que estou participando. Enfim, para essa votação, escolhi continuações de séries, porque esse ano pretendo concluir o maior número de séries que eu já iniciei (menos as que abandonei, claro). O Sangue do Olimpo é o último volume de Os Heróis do Olimpo, mesmo com os comentários negativos que andei ouvindo esses dias, quero ver o final que o tio Rick dará para essa série. O Gamo-Rei é o terceiro volume de As Brumas de Avalon, uma série que fala sobre o Rei Artur. Liberta-me é o segundo volume de Estilhaça-me e estou bem curiosa para continuar essa trilogia. E A Menina que Brincava com Fogo é o segundo volume da trilogia Millennium, que também quero muito continuar. 







Resenha - Americanah

Resenha feita pela Luh!  
Título: Americanah
Título Original: Americanah
Livro Único.
Autora: Chimamanda Ngozi Adichie
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 516
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino

Infelizmente, não era pra mim.

Sinopse: Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela se depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra. Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência. Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões prementes e universais como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero.

A Trama: Após terminar o livro, dei uma olhada nas críticas, para entender o que as outras pessoas gostaram ou não gostaram nele. A verdade é que esse parece ser um clássico "ame ou odeie", e eu não gostei. Americanah trata de assuntos importantes, como a imigração de africanos para os Estados Unidos, as dificuldades de ser negro no país e etc. Entretanto, a premissa do livro é uma história de amor entre Obinze e Ifemelu, e os trechos com algum romance de fato são quase inexistentes.
O que eu mais vi em Americanah foi a protagonista expondo suas opiniões sobre os Estados Unidos, e a verdade é que o livro me pareceu um pouco sensacionalista. Não estou tirando os méritos da autora por tentar expor a realidade dos imigrantes, porém a maior parte da "trama" só apresenta críticas, ou pequenas cenas que mencionam as opiniões e situações de outras pessoas em relação aos temas que a autora tenta abordar. O livro não é necessariamente ruim, mas foi "vendido" de forma um pouco enganosa.

Resenha - Luz e Trevas

Resenha feita pela Tay!
Título: Luz e Trevas
Título Original: Darkness & Light
Série: A Guerra dos Fae
1- As Crianças Trocadas (2013)
2- Chamado às Armas (2014)
3- Luz e Trevas
4- New World Order (2012 EUA)
Autor: Elle Casey
Editora: Geração
Páginas: 384
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino

Esse resenha não contém spoilers dos livros anteriores.

SinopseJayne Sparks está mais destemida, engraçada e rebelde do que nunca, tendo que enfrentar os problemas causados acidentalmente pelo duende Tim, aprender a manipular melhor seus poderes com O Verde, conhecer traições de um grande amigo e descobrir quais são os motivos secretos pelos quais há uma guerra incessante entre Faes das Trevas e Faes da Luz. Seus poderes podem torná-la vulnerável às manipulações dos Fae das Trevas, e ela poderá torna-se prisioneira de forças inimigas. Mas sua astúcia sempre estará lá.

A Trama: Nesse livro descobriremos mais sobre os Faes das Trevas, além de compreendermos por qual causa cada lado dessa guerra irá lutar. Apesar de o início ter sido meio chatinho, porque parecia que quase nada aconteceria como no segundo volume, Luz e Trevas provou ser melhor que seu antecessor. A trama continua muito bem humorada, já que Jayne e seus amigos são umas peças raras. O final foi de muita ação e, como já é característico, terminou bem no meio de uma cena e me deixou ansiosa para o último volume. 

Resenha - O Diário Secreto de Lizzie Bennet

Resenha feita pela
Título: O Diário Secreto de Lizzie Bennet
Título Original: The Secret Diary of Lizzie Bennet
Livro Único.
Autoras: Bernie Su e Kate Rorick
Editora: Verus
Páginas: 364
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac // Extra

Sinopse: Lizzie Bennet é uma jovem estudante de comunicação que resolve fazer um vlog como projeto para a faculdade, postando vídeos em que reflete sobre sua vida e a de suas irmãs. Quando dois amigos ricos e charmosos chegam à cidade, as coisas começam a ficar mais interessantes para as irmãs Bennet - e para os seguidores de Lizzie na internet.
De repente, Lizzie - que sempre se considerou uma garota bastante normal - se torna uma figura pública. Mas nem tudo acontece diante das câmeras. E, felizmente para nós, ela escreve um diário secreto...
Com reviravoltas que vão deliciar os fãs de Jane Austen, assim como novos leitores, O diário secreto de Lizzie Bennet expande o fenômeno da série de web que encantou quase dois milhões de espectadores e faz uma releitura inédita de Orgulho e Preconceito.

A Trama:  O livro nada mais é que a transcrição da websérie The Lizzie Bennet Diaries, que se trata de uma adaptação da obra Orgulho e Preconceito de Jane Austen, com mais detalhes sobre o que acontecia na vida da protagonista por trás das câmeras. A ideia de modernizar Orgulho e Preconceito foi do Hank Green (sim, o irmão do John Green), e deu certíssimo, pois a série chegou a ganhar importantes prêmios. Muitas vezes pegar uma história clássica e jogar numa rotina moderninha acaba não funcionando porque a deixa sem sentido e chega até a ofender a obra. Mas foi o contrário disso o que aconteceu aqui. Os redatores souberam usar a trama que a Jane Austen escreveu e transformaram na vida dessa Lizzie Bennet, de um jeito perfeito (o fato dos atores usados serem desconhecidos foi igualmente perfeito, fora a sintonia entre o elenco, mas esse é outro assunto).

Resenha - Luva Vermelha

Resenha feita pela Luh!
Título: Luva Vermelha
Título Original: Red Glove
Série: Mestres da Maldição
1- Gata Branca (2012)
2- Luva Vermelha (2014)

3- Black Heart (2013 US)
Autor: Holly Black
Editora: Rocco
Páginas: 368
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Fnac

Bem diferente do anterior.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers de Gata Branca.

Sinopse: Cassel Sharpe nasceu em um clã de golpistas de primeiro time. O que os difere de outros vigaristas, no entanto, é que eles são capazes de operar maldições apenas com o toque dos dedos. Na continuação de Gata Branca, primeiro volume da bem-sucedida série Mestres da Maldição, o jovem Cassel já sabe que ele é um mestre da maldição muito poderoso. Recrutado pelos federais para ajudar a desvendar o assassinato de seu irmão mais velho, Cassel se vê entre a lei e a máfia, que sabe o quão valioso ele pode ser. Mas a quem ele deve recorrer se não pode confiar em ninguém – menos ainda em si mesmo? 

A Trama: Cassel, o protagonista, vem de uma família de Mestres da Maldição - pessoas com poderes especiais. Também é uma família de criminosos, o que significa que Cassel não é nenhum anjo. Embora algumas de suas decisões sejam levemente egoístas, ele tem uma relação conturbada com os familiares, porém realmente tenta colocá-los em primeiro lugar - na maioria das vezes.
Enquanto o primeiro livro trouxe algumas surpresas muito especiais que o tornaram ainda melhor, no segundo temos certas reviravoltas, porém nada que já não seja esperado em uma trama do tipo. Depois da qualidade de Gata Branca, eu esperava que o mistério da mulher de luvas vermelhas - de onde o segundo livro tira seu título - fosse mais interessante. O final, é claro, ainda dá muita vontade de ler o último volume da trilogia o mais rápido possível.

Resenha - Amaldiçoadas

Resenha feita pela Luh!  
Título: Amaldiçoadas
Título Original: Star Cursed
Série: As Crônicas das Irmãs Bruxas
1- Enfeitiçadas (2013)
2- Amaldiçoadas (2014)
3- Predestinadas (2015)
Autor: Jessica Spotswood
Editora: Arqueiro
Páginas: 287
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Fnac // Extra // Amazon

Ainda melhor que o primeiro.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers de Amaldiçoadas.

Sinopse: Cate Cahill tomou a decisão mais difícil de sua vida e resolveu largar tudo para proteger aqueles a quem amava, mas não poderia imaginar os obstáculos que ainda teria pela frente. Agora, vivendo disfarçada entre as outras moças da Irmandade, ela precisa se manter a salvo dos implacáveis caçadores de bruxas e lidar com grandes dilemas pessoais, como a distância de seu grande amor e os conflitos que envolvem suas irmãs Tess, uma menina doce e ingênua que guarda um grande segredo, e Maura, a jovem bela e ambiciosa que pretende fazer de tudo para se tornar o centro das atenções.
Será que Cate está pronta para liderar as bruxas de sua geração e ganhar o respeito de uma sociedade que condena a feitiçaria? E seria ela a bruxa da profecia, a mulher mais poderosa já nascida em muitos séculos e capaz de revolucionar a história do mundo?

A Trama: A série das irmãs Cahill se passa no final do século XIX, porém no mundo criado pela autora, as pessoas conhecem a existência das bruxas e as temem. Cate, Maura e Tess são três irmãos que tiveram a felicidade e a maldição de nascer com poderes, o que significa que tem que se esconder e fazer o possível para não revelar quem são. Entretanto, as bruxas têm planos para as garotas.
Enquanto o primeiro livro era mais introdutório, esse é repleto de ação, traições e romance. Adorei a maneira como a autora conseguiu explorar o mundo das bruxas e da magia, porém ainda assim focando nas três irmãs e em seu relacionamento conturbado. No início do primeiro livro, as três eram quase inseparáveis, porém com o tempo é possível ver como o mundo exterior altera os laços entre elas. Eu achei o segundo livro muito mais forte que o primeiro, e agora considero essa uma série maravilhosa, especialmente para quem gosta de magia.

Resenha - Despedaçada

Resenha feita pela Luh!  
Título: Despedaçada
Título Original: Shattered
Série: Reiniciados
1- Reiniciados (2013)
2- Fragmentada (2013)
3- Despedaçada (2014)
Autor: Teri Terry
Editora: Farol Literário
Páginas: 400
Saiba mais: Skoob
Comprar: Cultura // Amazom

Emocionante.
Atenção: Essa resenha NÃO contém spoilers de Reiniciados ou Fragmentada (exceto na sinopse).

Sinopse: Kyla foi Reiniciada: sua memória foi apagada pelo Opressivo governo dos Lordeiros. Mas, quando lembranças proibidas de um passado violento começam a aparecer, surgem também dúvidas: ela pode confiar naqueles que passou a amar, como Ben? As autoridades querem a morte de Kyla. Com a ajuda de amigos no DEA, ela vai a fundo, sondando seu passado e fugindo. A verdade que ela busca desesperadamente, no entanto, é mais surpreendente do que ela poderia imaginar. Ao final do terceiro volume desta aclamada série, os mais profundos e imprevisíveis segredos serão revelados.

A Trama: Despedaçada é tão bom quanto o primeiro livro e muito melhor que o segundo. As reviravoltas realmente são imprevisíveis, amei demais aquelas envolvendo a família da protagonista, sempre que eu pensava ter compreendido tudo, a autora ia lá e acrescentava novos mistérios.
Esse livro foi uma ótima conclusão. Muitas perguntas são respondidas, o desfecho foi ótimo, principalmente por explorar melhor o mundo criado pela autora. Desde o início há um clima de perigo iminente que se mantém ao longo da trama e faz com que cada uma das cenas deixe o leitor muito ansioso para saber como tudo vai terminar.

Lançamentos de Janeiro #2

Oi, gente! Hoje começaremos a ver os lançamentos nacionais desse início de ano. Veremos das editoras Arqueiro, Novo Conceito e Novo Século. Desses, eu quero ler A Linguagem das Flores - essa capa nova tá tão lindinha *-*

Victoria Jones sempre foi uma menina arredia, temperamental e carrancuda. Por causa de sua personalidade difícil, passou a vida sendo jogada de um abrigo para outro, de uma família para outra, até ser considerada inapta para adoção. Ainda criança, se apaixonou pelas flores e por suas mensagens secretas. Quem lhe ensinou tudo sobre o assunto foi Elizabeth, uma de suas mães adotivas, a única que a menina amou e com quem quis ficar... até pôr tudo a perder. Agora, aos 18 anos e emancipada, ela não tem para onde ir nem com quem contar. Sozinha, passa as noites numa praça pública, onde cultiva um pequeno jardim particular. Quando uma florista local lhe dá um emprego e descobre seu talento, a vida de Victoria parece prestes a entrar nos eixos. Mas então ela conhece um misterioso vendedor do mercado de flores e esse encontro a obriga a enfrentar os fantasmas que a assombram. Em seu livro de estreia, Vanessa Diffenbaugh cria uma heroína intensa e inesquecível. Misturando passado e presente num intricado quebra-cabeça, A linguagem das flores é essencialmente uma história de amor – entre mãe e filha, entre homem e mulher e, sobretudo, de amor-próprio.

Ignatius Perrish sempre foi um homem bom. Tinha uma família unida e privilegiada, um irmão que era seu grande companheiro, um amigo inseparável e, muito cedo, conheceu Merrin, o amor de sua vida. Até que uma tragédia põe fim a toda essa felicidade: Merrin é estuprada e morta e ele passa a ser o principal suspeito. Embora não haja evidências que o incriminem, também não há nada que prove sua inocência. Todos na cidade acreditam que ele é um monstro. Um ano depois, Ig acorda de uma bebedeira com uma dor de cabeça infernal e chifres crescendo em suas têmporas. Além disso, descobre algo assustador: ao vê-lo, as pessoas não reagem com espanto e horror, como seria de esperar. Em vez disso, entram numa espécie de transe e revelam seus pecados mais inconfessáveis. Um médico, o padre, seus pais e até sua querida avó, ninguém está imune a Ig. E todos estão contra ele. Porém, a mais dolorosa das confissões é a de seu irmão, que sempre soube quem era o assassino de Merrin, mas não podia contar a verdade. Até agora.
Sozinho, sem ter aonde ir ou a quem recorrer, Ig vai descobrir que, quando as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno, ser o diabo não é tão mau assim. Joe Hill, autor de A estrada da noite e Nosferatu, já foi aclamado como um dos principais novos nomes da ficção fantástica. Em Amaldiçoado, o sobrenatural é pano de fundo para uma história de amor e tragédia, de traição e vingança. Um livro envolvente, emocionante e cheio de suspense que nos leva a refletir: em matéria de maldade, quem é pior, o homem ou o diabo?

Em meio às ruínas de um hospital militar soviético no norte da Hungria, Pitkin e Tamás procuram antigos suprimentos e armas que possam vender no mercado negro, até que acabam encontrando algo mais valioso do que poderiam imaginar.
Ali está a esperança dos meninos ciganos de deixar a pobreza, de quitar as dívidas da família, quem sabe de se livrar um pouco do preconceito que sofre o seu povo. Porém, suas boas intenções podem provocar a morte de um número alarmante de pessoas.



Woods teve sua vida traçada desde o berço. Cuidar dos negócios da família, casar com a mulher que os pais escolheram, fingir que riqueza e privilégios eram tudo de que ele necessitava. Então a doce e sensual Della apareceu e conquistou seu coração, abrindo seus olhos para um novo futuro. A vida do casal seguia para um final feliz, até acontecer um imprevisto: a morte do pai de Woods. Da noite para o dia, o rapaz herda o império Kerrington e, embora sempre tenha almejado essa posição, precisará de toda ajuda possível para provar que está à altura de tanta responsabilidade. Della está determinada a ser o apoio de que Woods necessita, mas os fantasmas do passado ainda estão presentes e mais intensos do que nunca. Pressionada pela ex-noiva e pela mãe de Woods, ela toma a decisão mais difícil de sua vida: abdicar da própria felicidade pelo homem que ama. Mas os dois terão a força necessária para seguir em frente um sem o outro? Concluindo a sedutora história de Woods e Della,
Simples perfeição é o romance mais surpreendente de Abbi Glines e mostra que encontrar alguém pode ser um golpe do destino, mas descobrir a perfeição ao lado dessa pessoa requer aceitar a si mesmo e superar os piores obstáculos a dois.

Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram, até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança.
Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles.
Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga.
A superficial Prudence recebe uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está na frente de batalha. Mas parece que a guerra teve um forte efeito sobre ele, e seu espírito, antes muito vivaz, se tornou bastante denso e sombrio.
Prudence não tem a menor intenção de responder, mas Beatrix acha que ele merece uma palavra de apoio – mesmo depois de tê-la chamado de estranha e dito que a jovem é mais adequada aos estábulos do que aos salões. Então começa a escrever para ele e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles.
De volta como um aclamado herói de guerra, Phelan está determinado a se casar com a mulher que ama. Mas antes disso vai ter que descobrir quem ela é.

Considerada a meca do conhecimento, a Universidade atrai as mentes mais brilhantes que buscam desmistificar os mistérios das ciências iluminadas, como feitiçaria e alquimia. Porém, bem abaixo de seus lotados corredores existe um complexo de quartos abandonados e passagens antigas. No coração desse labirinto cavernoso encontra-se uma jovem mulher chamara Auri, que chama este local de lar.
Ex-estudante da Universidade, Auri agora gasta seu tempo cuidando do mundo ao seu redor. Ela sabe que alguns mistérios devem permanecer selados. Agora que não se deixa enganar pela racionalidade cega que àqueles que vivem acima dela confiam, Auri vê além da superficialidade das coisas e enxerga os perigos sutis e os nomes escondidos das coisas.

Para Kate Klein, que, meio por acaso, se tornou mãe de três filhos, o subúrbio trouxe algumas surpresas desagradáveis. Seu marido, antes carinhoso e apaixonado, agora raramente está em casa. As supermães do play-ground insistem em esnobá-la. Os dias se passam entre caronas solidárias e intermináveis jogos de montar. À noite, os melhores orgasmos são do tipo faça você mesma.
Quando uma das mães do bairro é assassinada, Kate chega à conclusão de que esse mistério é uma das coisas mais interessantes que já aconteceram em Upchurch, Connecticut, nos últimos tempos. Embora o delegado tenha advertido que a investigação criminal é trabalho para profissionais, Kate se lança em uma apuração paralela dos fatos das 8h45 às 11h30 às segundas, quartas e sextas, enquanto as crianças estão na creche.
À medida que Kate mergulha mais e mais fundo no passado da vítima, ela descobre os segredos e mentiras por trás das cercas brancas de Upchurch e começa a repensar as escolhas e compromissos de toda mulher moderna ao oscilar entre obrigações e independência, cidades pequenas e metrópoles, ser mãe e não ser.

A sonhadora Isabelle e o determinado Robert desejavam, com todas as suas forças, se entregar à paixão que os unia. Mas uma jovem branca e um rapaz negro não poderiam cometer tamanha ousadia em plena década de 30, em uma das regiões mais intolerantes dos Estados Unidos, sem pagar um preço muito alto.
Diante dos ouvidos atentos da cabeleireira Dorrie, a história do amor trágico e proibido se desdobra, enquanto mudanças profundas se instalam em sua própria vida.
Com personagens humanos e, por isso mesmo, memoráveis, As Cores do Entardecer mostra que as relações afetivas muitas vezes são mais profundas que os laços de sangue. A cada etapa da viagem de Isabelle e Dorrie, as lições sobre otimismo e fé se multiplicam.

O guarda-noturno Larry Daley se estabeleceu em seu papel como zelador dos habitantes mágicos do Museu de História Natural de Nova York. Contudo, ele está prestes a enfrentar o maior desafio de todos os tempos quando, na companhia de seus amigos, descobre que a fonte misteriosa que os traz à vida todas as noites está desaparecendo rapidamente.
A busca de Larry por respostas desta vez leva-o para o Museu Britânico, em Londres, onde irá começar um verdadeiro caos da magia. Será que ele vai ser capaz de salvar seus amigos a tempo? Ou eles estarão fadados a desaparecer para sempre?
Prepare-se para se encantar por esta mais nova e eletrizante aventura repleta de figuras históricas, heróis improváveis e surpresas emocionantes!

Resenha - Aura Negra

Resenha feita pela Tay!
Título: Aura Negra
Título Original: Frostbite
Série: Academia de Vampiros
1- O Beijo das Sombras (2010)
2- Aura Negra (2010)
3- Tocada Pelas Sombras (2010)

4- Promessa de Sangue (2010)
5- Laços do Espírito (2012)
6- O Último Sacrifício (2013)
Autor: Richelle Mead
Editora: Agir
Páginas: 304
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Fnac // Extra
Essa resenha não contém spoilers de O Beijo das Sombras.

SinopseA Escola São Vladimir está em alerta após um ataque dos sanguináreos Strigoi. Os Guardiões admirados por suas habilidades e seus grandes feitos, se preparam para entrar em ação. A escola envia seus alunos para um hotel de luxo e bem protegido, porém um imprevisto obriga Rose a deixar a segurança de seu lar e impedir que o pior aconteça. Apenas quando a vida de seus amigos está por um fio é que a heroína descobrirá força dentro de si.

A Trama: A trama foi bem mais fraca que a do livro anterior, principalmente porque não pareceu ter exatamente uma trama. No início é nos apresentado um plot - os Strigoi que estão atacando as famílias reais -, só que depois isso é deixado apenas como pano de fundo e parecia que tudo o que eu lia era Rose falando sobre homens - Dimitri, Mason, Adrian... O livro todo pareceu mais um drama adolescente por parte de Rose, o que me cansou um pouco. Mas chegando no final, os acontecimentos me surpreenderam e eu fiquei bem curiosa para continuar lendo a série.

Pilha de Leitura da Luh #20

Oi gente! Fazem quase dois meses desde que saiu minha última pilha, porém ultimamente são muitos livros para pouco tempo mesmo.
Se você não conhece a Pilha de Leitura, é uma coluna em que nós vamos falar um pouquinho sobre os próximos livros que pretendemos ler, como está indo nosso ritmo, quais livros gostamos, e quais não, e muito mais. Ao clicar nos títulos da primeira seção, você vai para as resenhas, e da segunda e terceira para a página do livro no Skoob.

A Última Pilha:

Apesar de eu ter demorado um pouco para ler essa quantidade de livros, eram quase todos acima de 400 páginas, então livros bem grandinhos mesmo. As resenhas de Luva Vermelha, Amaldiçoadas, Fangirl e Americanah vão sair semana que vem, já estão prontas e programadas.
Vamos começar na ordem. Garoto Encontra Garoto foi divertido, mas não alcançou minhas expectativas, Champion pode ter sido o melhor da trilogia, uma conclusão perfeita, Luva Vermelha não foi tão bom quanto o primeiro, mas ainda se passa em um mundo interessante, Eu Sou Malala foi bem mais ou menos, eu esperava muito mais.
Scarlet foi ótimo, talvez não tanto quanto Cinder, mais ainda me deixou muito curiosa pelo próximo livro, Gata Branca (White Cat) eu já tinha resenhado há tempos, tive que reler pra conseguir ler Luva Vermelha. Amaldiçoadas foi bem melhor que o primeiro livro e, dependendo do final da trilogia, pode ser uma série realmente ótima. Fangirl foi fofo e divertido, porém eu tinha expectativas muito altas, A Escola do Bem e do Mal tinha uma premissa ótima, porém um desenvolvimento medíocre.
Coração Ardente foi simplesmente ótimo, adoro essa série e nenhum livro me decepciona. Americanah... não recomendo, infelizmente. Sob a Redoma eu ainda estou no início, é um livro muito grande, então vou precisar de mais tempo antes de formar uma opinião. Por fim, A Viajante do Tempo é lindo, maravilhoso e tem momentos muito fofos.
O Pior da Pilha: Americanah. Simplesmente não consegui gostar de quase nada no livro.
O Melhor da Pilha: Champion, porque adorei o desfecho da trilogia. Porém tenho a impressão de que a série Outlander se tornará uma das favoritas em breve.

A Nova Pilha:
A pilha está ainda maior do que parece, vocês vão entender em breve.
Estou super feliz porque consegui colocar vários livros nessa pilha que não são de parceria! Estou diminuindo a quantidade gigante de livros de parceria que tenho que ler, então deu tempo de incluir alguns outros.
Essa pilha está toda errada porque na verdade são duas. Até O Menino da Lista de Schindler, é a minha pilha especial para a Maratube, uma maratona literária que começa dia 18! Escolhi Mentirosos, um contemporâneo com suspense, Everneath, uma fantasia, Outside In e Inside Out, que estão juntos naquele livro preto (Inside), Minha Vez de Brilhar, um contemporâneo, Black Heart, que é a continuação de Gata Branca e Luva Vermelha e não está fisicamente na pilha porque é ebook e O Menino da Lista de Schindler, que descobri agorinha que é uma biografia.
Agora, da pilha "normal", me empolguei e já li dois livros. Timestorm foi interessante, apesar de não ter atingido minhas expectativas, e Despedaçada foi super legal, gostei bastante. Além disso, tem dois livros pequenos que devo ler essa semana, Se Vivêssemos Em Um Lugar Normal, sobre um adolescente de uma família mexicana, e A Escolhida, continuação de O Doador de Memórias. Aproveitei o tempo livro para pegar dois livros que recebi de parceria, mas não estavam na fila, O Gladiador e O Desafio de Ferro, um histórico com muitas lutas e uma fantasia com bruxas. Por fim, Sob a Redoma voltou e Mentes Sombrias entrou por ter sido o vencedor da última votação!

A Votação:

Pra essa votação, escolhi livros de gêneros bem diferentes. A Lista Negra é um drama sobre um tiroteiro em uma escola, Mermaid é uma releitura de A Pequena Sereia, Pausa é um new adult, continuação de Métrica, O Aprendiz é o primeiro de uma série sobre magos, e terá um filme estreiando em breve, e Pode Beijar a Noiva é um romance histórico!



Resenha - Indo Longe Demais

Resenha feita pela Maay!
Título: Indo Longe Demais
Título Original: One Step Too Far
Livro Único.
Autora: Tina Seskis
Editora: Record
Páginas: 308
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Fnac // Submarino

Sinopse: Emily Coleman tem uma vida aparentemente feliz, um filho adorável e um marido perfeito, mas, numa certa manhã, decide deixar tudo para trás... Para onde ir agora? O que fazer? Emily está perdida, sozinha no mundo e, por mais que ela tente, não consegue fugir de um passado perturbador.
Com uma narrativa ágil e instigante, Tina Seskis conduz o leitor por frustrações, medos e traumas da protagonista que, depois de uma reviravolta em sua vida perfeita, decidiu que o melhor a fazer seria fugir do próprio destino. Com um final surpreendente e uma trama de tirar o fôlego, Indo longe demais é um suspense fascinante, que prende o leitor do início até a última página.

A Trama: A trama é satisfatória, nada de extraordinário, mas também não deixa a desejar.
O maior porém, sobre ela, é a falta de elementos secundários. A história não desfoca muito da fuga de Emily e o suspense sobre as razões que a levaram a fazer isso. Mas, admito que isso é um pouco de capricho meu, afinal, a autora cumpre ao que se propõe.
Agora, segundo a capa esse é um thriller perturbador - esqueçam isso. É um suspense, é envolvente, impressionante e tal. Mas não tem nada de perturbador.

Resenha - O Terror das Terras do Sul

 Resenha feita pela
Título: O Terror das Terras do Sul
Título Original: The Terror Of The Southlands
Série: A Quase Honrosa Liga de Piratas
1- O Tesouro da Encantadora (2014)
2- O Terror das Terras do Sul (2014)
3- The Buccaneers' Code (2015 US)
Autora: Caroline Carlson
Editora: Seguinte
Páginas: 364
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino

Atenção: Essa resenha pode conter spoilers do livro anterior.

Sinopse: Em 'O tesouro da Encantadora', Hilary viveu grandes peripécias em alto - mar até encontrar o maior tesouro do reino, desaparecido havia muito tempo, e sua dona, a Encantadora das Terras do Norte. Como recompensa, recebeu um certificado de filiação à 'Quase Honrosa Liga de Piratas' e o título de 'Terror das Terras do Sul'. Neste novo volume da série, a Encantadora voltou ao seu posto, e Hilary acompanha a redistribuição dos objetos mágicos pelo reino. Mas o presidente da QHLP não está satisfeito - Hilary precisa se envolver numa atividade verdadeiramente pirática logo, como matar um monstro marinho ou derrotar um líder pirata num duelo, senão perderá seu título - e sua filiação à Liga. Antes que consiga recuperar sua reputação, a garota fica chocada ao descobrir que a Encantadora foi sequestrada. Contrariando as ordens do presidente da Liga, Hilary se junta à gárgula e a seus amigos para investigar o caso, ainda que resgatar Encantadoras não esteja na lista de atividades próprias a um pirata.

A Trama: O Terror das Terras do Sul manteve o nível do livro anterior e me satisfez imensamente. Aqui, Hilary se opõe a Quase Honrosa Liga de Piratas, que ela tem tanto orgulho de fazer parte, pelo bem de seus amigos e por suas convicções pessoais. A narrativa é bem humorada do início ao fim e me tirou boas risadas enquanto eu tentava desvendar o mistério de quem tinha levado a Encantadora. Acertei as minhas suspeitas, mas ainda assim a trama me surpreendeu. O livro é bem conduzido e me sentir mais uma vez como uma pirata ao lado da Hilary, foi maravilhoso.

Saciando a Fome #115

Muitos livros!


Vamos ver tudo o que andou chegando, e posso dizer que esse início do ano foi bem recheado de presentes! Para mim chegaram 4 livros, Despedaçada (Teri Terry - Farol Literário), que é a conclusão de uma trilogia distópica, Se Vivêssemos em um Lugar Normal (Juan Pablo Villalobos - Companhia das Letras), que é uma leitura bem diferente das minhas comuns, O Menino da Lista de Schindler (Leon Leyson - Rocco), sobre o qual não sei nada, mas pareceu interessante e A Escolhida (Lois Lowry - Arqueiro), teoricamente a continuação de O Doador de Memórias.
Para as outras meninas também chegaram algumas coisas, Ícones (Margaret Sothl - Kami Garcia), de uma das autoras de Dezesseis Luas, Inquebrável (Kami Garcia - Galera Record), que eu também tenho aqui e estou ansiosa pela resenha, e O Que Restou de Mim (Kat Zhang - Galera Record), uma distopia com uma premissa bem original.