Resenha - E o que Vem Depois?

Resenha feita pela Tay!
Título: E o que Vem Depois?
Título Original: What Comes Next
Livro Único.
Autor: John Katzenbach
Editora: Novo Século
Páginas: 448
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon 

SinopseBest-seller internacional, E o que vem depois? perscruta as entranhas dos aspectos mais ocultos e sórdidos da sociedade, trazendo à tona um tema ousado e extremamente perturbador. Para Adrian Thomas, a ideia de passar seus últimos anos sucumbindo a uma doença degenerativa era mais desesperadora do que a morte em si. A caminho de casa, refletindo sobre seu fim iminente, presencia um sequestro. Uma jovem é posta num furgão e levada embora às pressas. Desacreditado pela polícia ao relatar o caso, Adrian resolve agir por conta própria… e ele precisa ser rápido, antes que não reste mais tempo. Em algum lugar obscuro, Jennifer Riggins é mantida prisioneira por um casal que mantém o site “E o que vem depois?”, no qual os usuários podem decidir sobre o destino das vítimas. Jennifer é submetida ao sadismo deles, e sua angústia é transmitida ao vivo para o deleite de milhares de mórbidos espectadores.A única esperança para esta jovem que apenas começou a viver reside nesse homem cuja vida se aproxima do fim.

A TramaAcompanhamos três personagens nesse livro: uma garota sequestrada por um casal para ser torturada em frente às câmeras, fazendo parte da web série "E o que vem depois?"; um homem que descobre ter uma doença que o consumirá aos poucos e que testemunha o sequestro da menina; e uma policial que já levou Jennifer duas outras vezes para casa quando ela tentou fugir. A trama é bem interessante e a sinopse me instigou de cara, mas a maior parte do livro é bem enrolada, principalmente nas partes da investigação. Eu esperava algo com uma sensação maior de suspense, mas o livro não conseguiu chegar às minhas expectativas

Lançamentos de Agosto #4

Oi, gente! Terminamos hoje com os lançamentos desse mês, que foram muuuito bons (na minha humilde opinião). Deixei por último as editoras Companhia das Letras (+ Seguinte e Paralela) e Record (+ Verus). Fiquei com vontade de ler Os Bons Segredos, Encruzilhada, A Garota na Teia de Aranha (quando eu terminar a trilogia principal) e Perdidos Por Aí.

Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho.

A vida de Addison Coleman é um grande “e se…?”, graças à sua habilidade especial: Investigar Destinos. Addie é capaz de prever duas possibilidades de seu futuro toda vez que precisa tomar uma decisão. Quando os pais dela anunciam o divórcio, a garota deve escolher se vai morar com o pai entre os Normais ou se prefere ficar com a mãe no Complexo Paranormal. Para ter certeza do que a espera, Addie resolve Investigar. Em uma alternativa, ela conhece Trevor, um Normal sensível com quem logo sente uma conexão. Na outra, se envolve com Duke, o garoto mais popular da escola Paranormal. E agora, em qual futuro Addison estará disposta a viver?


Capitolina - Vários autores - Seguinte
Textos escritos e ilustrados por garotas que buscam representar todas as jovens, inclusive as que não se encaixam nos moldes tradicionais da adolescência A revista on-line Capitolina surgiu em 2014 como uma alternativa à mídia tradicional voltada ao público feminino adolescente. Sua proposta é criar um conteúdo colaborativo, inclusivo e livre de preconceitos, abordando temas como relacionamentos, feminismo, cinema, moda, games, viagens e muito mais. Esta edição reúne os melhores textos publicados em um ano de revista, além de vários artigos inéditos e atividades interativas, para que cada leitora também ajude a construir o livro. As jovens vão encontrar conselhos, dicas, reflexões, muito apoio e, principalmente, a sensação de que não estão sozinhas.

Resenha - Feliz Ano Velho

Resenha feita pela Maay!  
Título: Feliz Ano Velho
Autor: Marcelo Rubens Paiva
Editora: Alfaguara
Páginas: 272
Ano: 2015 (primeira edição em 1982)
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino 

Um clássico nacional.


Sinopse: Feliz ano velho é o primeiro livro de Marcelo Rubens Paiva. Aos vinte anos, ele sobe em uma pedra e mergulha numa lagoa imitando o Tio Patinhas. A lagoa é rasa, ele esmigalha uma vértebra e perde os movimentos do corpo. Escrito com sentido de urgência, o livro relata as mudanças irreversíveis na vida do garoto a partir do acidente. Ele é transferido de um hospital a outro, enfrenta médicos reticentes, luta para conquistar pequenas reações do corpo. Aos poucos, se dá conta de sua nova realidade, irreversível. E entende que é preciso lutar. O texto expressa a irreverência e a determinação da juventude, mesmo na adversidade, e a compreensão precoce “de que o futuro é uma quantidade infinita de incertezas.

A Trama: Feliz Ano Velho retrata o primeiro ano de Marcelo Rubens Paiva após o acidente que o deixou paraplégico e mudou toda sua vida. O livro é uma espécie de diário e, com o passar das páginas, vemos não somente a difícil recuperação do autor, mas também um amadurecimento imenso. O rapaz irresponsável que tinha um milhão de possibilidades pela frente agora tem algumas limitações - porém, Marcelo deixa muito claro ao leitor que as possibilidades ainda são infinitas. 

Quinta das Capas #83

Capas Premiadas 1


Olá, Olá! Hoje nossa coluna será refinada! As seguintes capas são vencedoras da famosa 50 Books\50 covers Competition, feita pela AIGA (American Institute of Graphic Arts). O concurso consagrado é antigo como o próprio instituto, fundado em 1914. Em 1923 foi desenvolvida a competição de design chamada "50 livros de 1923" que fez tanto sucesso que virou uma tradição.
Escolhi as vencedoras dos últimos três anos para mostrar a vocês, eu particularmente fiquei encantada.

 The Sardinians é tão expressiva e criativa, e aparentemente tem tudo a ver com a história, que trata de assassinatos, criminalidade e se passa em Sardenha! A capa então faz um trocadilho com uma lata de sardinha, além do próprio fundo ter escamas, não li o livro mas também pode ser que haja uma outra insinuação na lata de sardinha, do lado de fora parece uma coisa simples, como uma lata de conserva, mas aberta vemos a justiça segurando um rifle (ou seria um arpão?), e mimetizando uma sereia. Fiquei até brava quando vi a capa de Brave New World por que a minha edição é horrível!!! Não dá uma certa vertigem olhar essa capa? Ela parece estar vibrando e me lembra a atmosfera futurista característica do livro, como se o planeta estivesse em um mix, um vórtice de buraco de minhoca! A capa americana de Doutor Sono é igualzinha a brasileira, (na verdade é a versão brasileira que é igual a americana neh :p) e eu nunca tinha olhado direito pra ela, apesar de já a ter visto várias vezes. Eu acabei de descobrir que tem o rosto de uma mulher ao fundo, bem sexy, que parece se esvair na fumaça, como se sentisse prazer em mergulhar na névoa, as letras esfumaçadas estão absolutamente bem feitas, parecem que vão desaparecer com um sopro.

Resenha - Brilhantes

Resenha feita pela Maay!  
Título: Brilhantes
Título Original: Brilliance
Série: Brilhantes
1- Brilhantes (2015)
2- A Better World (2014 US) 
Autor: Marcus Sakey
Editora: Galera
Páginas: 476
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva 

Perdão pelo trocadilho, mas esse é um livro... Brilhante!


Sinopse: A partir de 1980, um por cento das crianças começou a apresentar sinais de inteligência avançada. Essa parcela da população, chamada de “brilhantes”, é vista com muita desconfiança pelo restante da humanidade, que teme a forma como esse dom será usado. Nick Cooper é um deles, um agente brilhante, treinado para identificar e capturar terroristas superdotados e levá-los para a custódia do governo. Seu último alvo está entre os mais perigosos que já enfrentou, um líder responsável pelo maior ataque terrorista dos últimos tempos e que pretende começar uma guerra civil. Mas para capturá-lo, Cooper precisa se infiltrar em seu mundo e ir contra a tudo o que acredita. Denominado pelo Chicago Sun-Times como o mestre do suspense moderno, Markus Sakey criou um universo ao mesmo tempo perturbador e incrivelmente semelhante ao nosso, onde um dom pode se tornar uma maldição. 

A Trama: O início do livro é um pouco confuso e até mesmo morno, por muitas páginas eu tive a sensação de que faltava alguma coisa, mesmo sem saber exatamente o que. Mas persistam, porque então... Shannon. A entrada dessa personagem muda completamente o rumo das coisas e o ritmo da história. Mas sobre ela eu falo mais tarde. 
Depois que Shannon surge, acontecem inúmeras reviravoltas imprevisíveis. E um livro com o qual eu não estava conseguindo me envolver se tornou um dos livros mais críticos sobre o preconceito que já li, um dos mais bem escritos e, com toda a certeza, um novo favorito. 

Lançamentos de Agosto #3

Oi, gente! Eu nunca sei o que dizer aqui pra ficar diferente das outras postagens, então vamos logo pros lançamentos. Hoje veremos as editoras Rocco, Única, Gente e Bertrand Brasil. Fiquei com vontade de ler A Arte de Ser Normal, Não Olhe Para Trás e A Casa das Marés.

Considerada pela crítica nos Estados Unidos “uma ponte entre Harry Potter, Crepúsculo e a série Outlander”, a Trilogia das Almas, de Deborah Harkness, chega ao fim com O livro da vida, uma perfeita fantasia para adultos, que alcançou o topo da lista dos mais vendidos do The New York Times em seu lançamento. Depois de A descoberta das bruxas e Sombras da noite, a autora entrega aos leitores informações surpreendentes sobre o manuscrito Ashmole 782 e sua conexão com bruxas, vampiros e demônios que vivem entre os humanos, além de selar o destino da cientista e bruxa Diana Bishop e do geneticista e vampiro Matthew Clairmontt, com sua bem-sucedida combinação de magia, história, amor e ciência.

Fenômeno da literatura juvenil nacional com mais de 1,5 milhão de livros vendidos, Thalita Rebouças volta a sua série de maior sucesso com Fala sério, irmão! e Fala sério, irmã!, em que aborda a relação da protagonista Malu com seus dois irmãos mais novos. Em edição especial, o livro duplo pode ser lido de ponta-cabeça: de um lado estão as crônicas que mostram a convivência de Malu com o irmão do meio, Mamá; do outro, as histórias centradas na relação com a caçula Malena. Em todas elas, Thalita mostra, com seu bom humor habitual, as delícias e as agruras da vida em família, com direito a momentos hilários e outros emocionantes, brigas e confidências com os quais leitores de várias idades vão se identificar.

“Tudo aqui é verdade, exceto o que não invento”, adverte Jacques Fux, em forma de epígrafe, em Brochadas. Em sua estreia na Rocco, o autor mineiro, ganhador do Prêmio São Paulo por seu primeiro romance, Antiterapias, mistura as fronteiras entre ficção e realidade para narrar uma “Ilíada da impotência”, remontando ao passado da humanidade e a suas próprias origens em busca de respostas culturais, biológicas, místicas, artísticas e etimológicas para o funcionamento ilógico do pênis. Ao lado da erudição, caminha um humor judaico surpreendente, que perpassa toda a narrativa, costurada pelas lembranças dos amores passados do protagonista e pelos e-mails trocados com suas ex-namoradas. Um romance original que joga com os conceitos de metalinguagem e autoficção e tece uma análise irônica do “eu” na literatura.

Resenha - A Festa da Insignificância

Resenha feita pela Maay!  
Título: A Festa da Insignificância
Título Original: La Fête de I'nsignifiance
Autor: Milan Kundera
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 136
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon // Extra

Uma história muito louca com mensagens realmente relevantes.

SinopseLembrando A grande beleza, filme de Paolo Sorrentino acolhido com entusiasmo pelo público brasileiro no mesmo ano, o novo romance de Milan Kundera coloca em cena quatro amigos parisienses que vivem numa deriva inócua, característica de uma existência contemporânea esvaziada de sentido. Eles passeiam pelos jardins de Luxemburgo, se encontram numa festa sinistra, constatam que as novas gerações já se esqueceram de quem era Stálin, perguntam-se o que está por trás de uma sociedade que, ao invés dos seios ou das pernas, coloca o umbigo no centro do erotismo.
Na forma de uma fuga com variações sobre um mesmo tema, Kundera transita com naturalidade entre a Paris de hoje em dia e a União Soviética de ontem, propondo um paralelo entre essas duas épocas. Assim o romance tematiza o pior da civilização e lança luz sobre os problemas mais sérios com muito bom humor e ironia, abraçando a insignificância da existência humana.

A Trama: Honestamente, eu não enxerguei uma linha narrativa nessa livro. Não vi um início, meio e fim na história - mas não vejam isso de forma negativa. Digamos que é... Diferente.
O autor retrata o cotidiano de quatro amigos de forma leve e até divertida, agora, se você olhar com um pouco mais de atenção, perceberá, nas entrelinhas, uma forte crítica à sociedade atual. 

Resenha - Encruzilhada

Resenha feita pela Luh!  
Título: Encruzilhada
Título Original: Pivot Point
Série: Encruzilhada
1- Encruzilhada (2015)
2- Split Second (2014 US)
Autor: Kasie West
Editora: Seguinte
Páginas: 304
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Cia dos Livros

Muito original.

Sinopse: A vida de Addison Coleman é um grande “e se…?”, graças à sua habilidade especial: Investigar Destinos. Addie é capaz de prever duas possibilidades de seu futuro toda vez que precisa tomar uma decisão. Quando os pais dela anunciam o divórcio, a garota deve escolher se vai morar com o pai entre os Normais ou se prefere ficar com a mãe no Complexo Paranormal. Para ter certeza do que a espera, Addie resolve Investigar. Em uma alternativa, ela conhece Trevor, um Normal sensível com quem logo sente uma conexão. Na outra, se envolve com Duke, o garoto mais popular da escola Paranormal. E agora, em qual futuro Addison estará disposta a viver?

A Trama: O livro me conquistou desde o primeiro capítulo, porém o conceito pode ser confuso no início. O mundo de Addison praticamente só existe dentro dos muros do Complexo, um local secreto onde pessoas com poderes mentais vivem. Addie é uma Investigadora, o que significa que quando encontra uma "pergunta" em sua vida, consegue investigar os possíveis caminhos para decidir qual seria o melhor. E é exatamente o que Addie faz quando os pais se divorciam: investiga seis semanas no futuro para decidir com quem morar.
A maior parte da trama se passa em capítulos alternados entre o futuro em que Addie mora com a mãe e o futuro em que escolhe o pai. Gostei dos dois futuros e da maneira como muitas questões séries são apresentadas de maneira sutil, porém a melhor parte do livro foi o final e a escolha de Addie, que me deixou muito ansiosa pela continuação!

Resenha - Só Por Hoje e Para Sempre

Resenha feita pela Maay!  
Título: Só Por Hoje e Para Sempre: Diário do Recomeço
Livro Único.
Autor: Renato Russo 
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 168
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Extra

Um livro para quem realmente é fã.


Sinopse: Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante esse período, o músico seguiu com total dedicação os Doze Passos, programa criado pelos fundadores dos Alcoólicos Anônimos, que incluía um diário e outros exercícios de escrita. É este material inédito que vem à tona depois de mais de vinte anos em Só por hoje e para sempre, graças ao desejo de Renato de ter sua obra publicada postumamente. Entremeando as memórias do líder da Legião Urbana com passagens de autoanálise e um olhar esperançoso para o futuro, este relato oferece a seus fãs, além de valioso documento histórico, um contato íntimo com o artista e um exemplo decisivo de superação.

A Trama: Eu não sou a maior fã de música do mundo, mas se você perguntar quem são meus músicos favoritos, Legião Urbana está em terceiro lugar (Cazuza é o primeiro e John "Hot" Mayer, o segundo). Sendo assim, é óbvio que quando vi esse livro entre os lançamentos da editora, ele imediatamente entrou nos meus super desejados.
Acontece que, apesar de ser apaixonada pelas músicas do Legião, conhecia muito pouco da vida dos integrantes da banda. Sabia que Renato tinha pertencido àquela geração "rebelde" da época, tinha escrito algumas das músicas mais lindas que já ouvi, morrido de AIDS e tal, mas era basicamente apenas isso.
Em Só Por Hoje e Para Sempre pude conhecer um pouco do Renato homem - não tanto quanto gostaria, confesso. O livro, na verdade, não é um diário, ele reúne as atividades que o autor tinha de realizar na clínica. Mas pelas experiências descritas por ele nessas atividades, pude conhecer uma pessoa real, com problemas psicológicos sérios, que os reconheceu e teve coragem para pedir ajuda. 
Os textos que encontramos no livro não seguem um roteiro e às vezes até mesmo faltam algumas informações. E por isso não sei se quem não é fã do autor vai se identificar com a leitura. Agora, se você for fã, ainda que esse não seja o melhor livro da sua vida, ele com certeza será bem aproveitado.

Resenha - O Retorno de Izabel

Resenha feita pela
Título: O Retorno de Izabel
Título Original: Reviving Izabel
Série: Na Companhia de Assassinos
1- A Morte de Sarai (2015)
2- O Retorno de Izabel (2015)
3- O Cisne e o Chacal (2014 US)
4- Seeds of Iniquity (2004 US)
5- The Black Wolf (2015 US)
Autora: J. A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Páginas: 232
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Americanas // Submarino 

Sinopse: Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem.

A Trama: Amei A Morte de Sarai e não me decepcionei com a continuação. Esse livro é mais curto que o primeiro, mas acontece tanta coisa! Sarai não consegue voltar a ter uma vida normal depois de tudo o que passou - seria estranho mesmo se conseguisse - e resolve fazer uma loucura. Quase arranquei meus cabelos vendo ela colocando a vida em risco de forma precipitada, até Victor aparecer mais uma vez para salvá-la.
O plot twist que acontece nesse livro é fantástico e me deu vontade de devorar a série inteira de uma vez só.

Lançamentos de Agosto #2

Oi, gente! Hoje começa a lista dos lançamentos nacionais e tem muita coisa legal vindo por aí. Veremos agora as editoras Galera Record, Novo Conceito, Suma de Letras e Geração. Eu quero ler O Lado Feio do Amor, À Procura de Audrey, 172 Horas na Lua, O Vilarejo e Difamação.

Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Audrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.





Celaena ressurge das cinzas ainda mais forte e letal. E parte em uma jornada em busca de uma obscura verdade: uma informação sobre sua herança e seus antepassados que pode mudar sua vida e o futuro de dois reinos para sempre. Enquanto isso, forças sinistras começam a despontar no horizonte e têm planos malignos para dominar o seu mundo. Agora, depende de Celaena encontrar coragem para enfrentar tais perigos, além de seus próprios demônios, e fazer a escolha mais difícil da sua vida.





Resenha - Scanner

Resenha feita pela Luh!  
Título: Scanner
Título Original: Scan
Série: Scanner
1- Scanner (2015)
2- Burn (2015 US)
Autor: Sarah Fine, Walter Jury
Editora: Jangada
Páginas: 328
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino

Alienígenas entre nós definitivamente é uma boa descrição.
Nota: Não recomendo a leitura da sinopse, pois ela é cheia de spoilers!! Se você quiser saber mais sobre o livro, pode ler a seção Trama.

Sinopse: Tate não se dá bem com o pai. Ele não compreende por que é tão pressionado para ser o melhor em tudo. Ele só começa a entender para o que o pai o preparava quando furta uma de suas estranhas invenções - um misterioso dispositivo tecnológico com o poder de identificar, pela luz, quem são os alienígenas entre nós - e mercenários armam uma emboscada em sua escola, matando o pai e obrigando Tate a fugir de aliens com aparência humana. Tate só pode contar com seus próprios conhecimentos e habilidades e isso pode não ser suficiente para salvá-lo quando ele é lançado numa guerra secreta entre espécies. Ajudado apenas pela namorada e a mãe, com inimigos poderosos fechando o cerco em torno dele, Tate inicia uma corrida frenética para desvendar o segredo por trás da invenção do pai e impedir que ela caia em mãos erradas, colocando em risco a existência da espécie humana.

A Trama: Desde o início nada parecia muito normal. Tate era um adolescente que realmente parecia estar sendo treinado para seguir a carreira de espião, o garoto falava uma dúzia de línguas diferentes, sabia lutar artes marciais e era extremamente inteligente, tudo fruto do treinamento rigoroso a que era submetido. Ao descobrir que existiam alienígenas em seu mundo, alienígenas que tinham a aparência normal de humanos, a trama começa a entrar em um ritmo frenético que conseguiu me prender com explosões, tiros, muitas cenas de luta e até algumas mortes que me deixaram perplexa.
Gostei muito da abordagem do autor, porém os aliens eram tão iguais aos humanos que muitos dos próprios aliens não sabiam o que eram. Isso foi bem confuso e espero que seja abordado mais profundamente no próximo livro.

Resenha - A Canção de Alanna

Resenha feita pela Luh!  
Título: A Canção de Alanna
Título Original: Alanna: The First Adventure
Série: A Canção de Alanna
1- A Canção de Alanna (2014)
2- In the Hand of the Goddess (1984 US)
3- The Woman Who Rides Like a Man (1986 US)
4- Lioness Rampant (1988 US)
Autora: Tamora Pierce
Editora: Única
Páginas: 256
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon

Um livro com altos e baixos.

Sinopse: A coisa que Alanna mais quer no mundo é ser uma guerreira extraordinária, que vença batalhas e consiga ajudar as pessoas. Ela só tem um problema: no reino de Tortall, meninas não lutam, ou melhor, não fazem quase nada. Então, para realizar seu sonho, ela deve arriscar a própria vida tornando-se Alan de Trebond. Esta é sua primeira aventura, e pode ser a última caso ela não seja forte o bastante para superar as próprias limitações e controlar sua magia, que é mais poderosa do que a maioria das pessoas pode suportar. Para piorar, Alanna é a única capaz de combater o mal que se abateu sobre o reino de Tortall. Está em suas mãos salvar o herdeiro do trono e derrotar os seres milenares que habitam a terrível e amaldiçoada Cidade Negra. O fracasso não é uma opção. Sua grande batalha já começou. Ela pode morrer, ou pior: perder a própria alma para sempre!

A Trama: Eu tinha expectativas muito altas com esse livro, por ser de uma autora consagrada e muito conhecida por suas fantasias. Gostei bastante de A Canção de Alanna e pretendo continuar a série, porém também tive meus problemas.
Alanna é uma jovem garota que resolve se passar por homem para treinar como guerreira, profissão proibida para mulheres. A jornada da garota no palácio é muito interessante, adorei todo o treinamento e a maneira como até mesmo o príncipe passava por horas e horas de lutas, sem falar que Alanna chega até a levar uma surra. Entretanto, me irritou um pouco que tudo parecia fácil demais, do início ao fim da trama, a protagonista simplesmente era a salvadora do universo.

Quinta das Capas #82

Games


Olá, Olá! Para quem não sabe, eu sou viciada em vídeo games, dês dos clássicos aos mais modernos, tenho três consoles e um portátil, e jogo tanto quanto leio xD. Os livros sobre ou baseados em games tem ganhado muito popularidade nos últimos anos, com certeza no mínimo de Assasin's Creed vocês já devem ter ouvido falar, por exemplo. Por isso nada melhor (pelo menos pra mim) juntar duas coisas tão lindas!

 Bioshock - Rapture é ótimo jogo,um dos meus preferidos, com design Steam punk conta a história de uma cidade feita debaixo d´agua, eu amo a capa, mostra muito bem a vista da cidade submersa, ainda mostrando com detalhes o interior do salão e seus convidados, o título do livro, com mesma fonte e brasão do jogo, ficou muito adequado. Já O grande fora da lei fala sobre a indústria dos video-games e a trajetória do próprio GTA e seus criadores. Essa capa é quase o jogo em si, des da temática tropical com ênfase nos carros, até a fonte e separação em quadros, é a vertente principal de cada capa do jogo até hoje. Esse livro, The Legend of Zelda - Hyrule Historia é um dos meus sonhos de consumo, a capa é simples, capa dura, com inscrições em dourado, mas é tão solene, um exemplo de clássico!

Pilha de Leitura da Tay #16

Oi, gente! Tá na hora de mostrar pra vocês minhas próximas leituras! :D Não terá neste post a seção "a última pilha", porque como tivemos a Maratona Literária de Inverno em Julho, tudo o que eu li no mês está no post da conclusão da maratona, então é só você clicar aqui pra ver o que li no mês.

A Nova Pilha: 


Resenha - Para Onde Vai o Amor?

Resenha feita pela Maay!  
Título: Para Onde Vai o Amor?
Livro Único.
Autor: Fabrício Carpinejar
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 176
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon // Extra

Um livro para quem gosta de textos, parágrafos e frases curtas.

Sinopse: O amor não é uma propriedade de quem sente, é uma transferência total para quem é amado Você que está vendo este livro com dúvida se precisa dele, você não precisa dele, precisa de si, vive caçando uma palavra que confirme o que deseja, está atrás de um escritor que possa lhe recomendar de volta para quem brigou, com capacidade de explicar o que sente e traduzir seus tormentos. Mas já sabe o que deseja, não há como convencer do contrário, os amigos mostraram que seu relacionamento não tem futuro. Não acredita neles, acredita somente no milagre. E como justificar um milagre, ainda mais para quem não tem mais fé? Eu entendo o que está passando: sua raiva, sua amargura, seu cinismo, seu desencanto. Percebeu que a razão não conforta, que a vingança ou o perdão não ressuscita a tranquilidade, que o fundo do poço nunca se equivale ao nosso fundo. Você parece normal, mas todo mundo deixa de ser normal quando se apaixona e se separa. Se sua expectativa é por uma solução, eu guardo apenas uma certeza que trará alívio mais adiante: você não vai desistir. Quando diz que acabou a relação, é que está procurando um outro jeito de recomeçar.

A Trama: O livro traz uma coletânea de crônicas sobre fossa - os textos são curtos e um pouco poéticos. Em alguns momentos o ponto de vista do autor me incomodou e não concordei muito com ele, mas a escrita tem aquela fluidez deliciosa característica das crônicas, então relevei esse detalhe e me deixei levar pela leitura.

Terça do Top #98

Top Mapas de Livros


Eu sou apaixonada por livros com mapas, por tornar mais fácil a visualização do cenário e do mundo onde os personagens interagem, então escolhi alguns mapas lindos pra mostrar.
Aproveitando a tecnologia atual, ao invés de tirar fotos dos mapas nos meus livros, peguei as versões originais na internet (em inglês). Todos são os mapas oficiais, porém alguns não aparecem exatamente daquela maneira no livro, geralmente eles são preto e branco.


Dias de Sangue e Estrelas - Laini Taylor
Apesar de eu não ter utilizado muito o mapa durante a leitura, amei as cores e principalmente o símbolo gigantesco representando os anjos e demônios.

Resenha - A Garota no Trem

Resenha feita pela Maay!  
Título: A Garota no Trem
Título Original: The Girl on the Train
Autora: Paula Hawkins 
Editora: Record
Páginas: 378
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Extra

Superou minhas expectativas.


Sinopse: Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor.
Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas.
Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Janson –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. 
Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

A Trama: A estrutura da trama me lembrou muito Garota Exemplar. E isso é um elogio, só para que fique claro - a estrutura é semelhante, mas a história criada por Hawkins é completamente original e viciante
A trama se desenvolve aos poucos e apenas no final é completamente esclarecida, mas a cada página uma informação nova é entregue ao leitor, a isso torna praticamente impossível uma pausa na leitura. 

Resenha - Joyland

Resenha feita pela Tay!
Título: Joyland
Título Original: Joyland
Livro Único.
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 240
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Saraiva // Casas Bahia

SinopseUm pequeno conselho: não se aventure na roda-gigante em uma noite chuvosa.
Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer.
Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria.
O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.

A Trama: Como o livro é bem curtinho, se eu falar algo além do que está na sinopse entregaria de mais da história, então vou focar apenas na minha opinião. Como a maioria dos livros do King que li até hoje, a trama prende e faz com que o leitor queira saber o que está por vir, mas eu senti uma falta de desenvolvimento da parte do suspense da história. Ele deu um foco muito grande a outros acontecimentos do livro e a tensão ficou mesmo só lá no final, o que, para um livro tão curto, me decepcionou um pouco. Senti que o autor, dando valor ao seu nome, pensou que poderia escrever uma história com uma trama qualquer que todo mundo iria adorar, mesmo jogando as soluções de paraquedas nas últimas 30 páginas. Apesar de ter curtido a história, não consigo ignorar que ele poderia ter feito uma coisa incrível com esse livro, o que não aconteceu.

Maratona Literária de Inverno - Conclusão


Para quem não conhece a maratona, fizemos uma postagem no início de julho com nossas metas e uma explicação básica. Hoje, veremos o que aconteceu e como cada uma foi durante a maratona.

Lançamentos de Agosto #1

Oi, gente! Eu sei que vocês não veem os lançamentos por aqui há algumas semanas e não vou prometer de novo que não vou mais esquecer, mas vou tentar. Pra tornar a vida de vocês um pouco mais fácil, resolvi traduzir as sinopses dos lançamentos internacionais que achei mais legais - e será assim a partir de agora :D Como nos lançamentos nacionais, é só clicar no título para ir à página do livro (no Goodreads).

Beneath The Earth - John Boyne
Nesta coleção de doze contos sombrios, infalíveis e surpreendentes, John Boyne explora as extremidades da condição humana em todo o seu esplendor e brutalidade. Os segredos que guardamos e as formas em que eles nos moldam, a impossibilidade da perda compartilhada, as extensões que iremos a fim de proteger nossas famílias e a distância que percorremos para nos proteger.
Baseando-se em uma série de personagens apaixonantes - um fazendeiro, um marido traído e um adolescente explorando sua sexualidade; bons pais, maus pais, escritores e soldados; um estudante, um garoto de aluguel e um assassino - Boyne examina o esperançoso e o danificado sem preconceito ou julgamento.
Esta sua primeira coleção de contos contém algumas das melhores histórias de John Boyne até agora. Ela inclui "Rest Day (Dia de Descanso)", que ganhou o prêmio Writing Short Story of the Year na Irlanda.

Uma saga brilhantemente trabalhada sobre três gerações de mulheres e seus segredos, incluindo a descoberta do último livro não publicado da matriarca da família, uma reclusa e reverenciada autora.
Harriet Wolf tem uma confissão final. Ela pode ser encontrada apenas no último livro da série que a fez famosa. Mas esse livro existe?
Esse romance absorvente abrange todo o século XX, contando a comovente história de uma mãe, sua filha e duas netas, uma delas sendo a única pessoa viva que sabe o paradeiro do último livro de Harriet. Quando uma hospitalização reúne a família novamente, o mistério não só do último livro de Harriet, mas também de sua vida, está na balança. A verdade será algum dia conhecida, ou a história de Harriet se foi para sempre?
Um conto multi-geracional de amor há muito perdido, maternidade e segredos de família, esse é o romance mais arrebatador e hipnotizante de Baggott até o momento. 

Você pode seguir as regras ou você pode seguir seu coração...
Sienna Murphy nunca faz nada sem um plano. E, até agora, seus planos têm funcionado. Logo após a faculdade, ela conseguiu um emprego de prestígio e ganhou a estabilidade que sempre almejou. Até que o trabalho a leva para as praias ensolaradas de Oahu e a coloca no caminho do sexy surfista Luke Everett. Pela primeira vez ela deixa o coração tomar o controle. Atraída por seu charme descontraído, ela toma uma decisão espontânea e muito não-Sienna de largar tudo e ficar no Havaí por mais duas semanas. 
Luke vive seguro e feroz. Quando ele conhece Sienna, ele está convencido de que uma diversão sem condições é do que ela precisa. Enquanto suas noites rapidamente se transformam de divertidas em apaixonadas, Luke não pode negar a conexão profunda que sente. Mas há uma razão para Luke não ter relações a longo prazo. Ele não pode prometer o para sempre à Sienna quando a enormidade de seu passado lhe mostrou o quão frágil o futuro pode ser...

Pilha de Leitura da Luh #25

Yay, é hora de uma nova pilha!
Se você não conhece a Pilha de Leitura, é uma coluna em que nós vamos falar um pouquinho sobre os próximos livros que pretendemos ler, como está indo nosso ritmo, quais livros gostamos, e quais não, e muito mais. Ao clicar nos títulos da primeira seção, você vai para as resenhas, e da segunda, para a página do livro no Skoob.

A Última Pilha:


Sim, eu estou impressionada. Eu li treze livros em 33 dias. Isso aí.
Então, o primeiro livro na verdade não está na foto porque aconteceu antes da maratona literária e eu esqueci dele (ops), mas foi um dos melhores do ano, O Trono Lobo Gris, o terceiro de uma série de fantasia que já me conquistou completamente.
Em seguida começou a Maratona Literária de Inverno 2015, se você perdeu fizemos uma postagem especial com nossas metas. Dentro da maratona li doze livros e um conto, começando na primeira semana por Um Mundo Sem Príncipes, que foi fofo, porém mediano, Os Legados da Número Seis, conto da série Os Legados de Lorien que totalmente vale a pena, O Poder dos Seis, que já tinha sido resenhado pela Mari e eu amei - estou louca pra continuar a série! - e, por fim, Duelo ao Luar (ou Bloodrose), que absolutamente amei e só não foi perfeito por causa do final.
Na segunda semana li Princess of Glass que eu não curti muito e acabei não recomendando, Pode Beijar a Noiva, que me surpreendeu por ser bem envolvente, porém sem muita novidade e Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer, que também não gostei por ser estranho demais.
Comecei a terceira semana decidida a pegar livros melhores e dei muita sorte com A Rainha Vermelha, que eu absolutamente amei, A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, um livro super fofo, e Pausa, que me deixou em lágrimas.
Para finalizar, fechei a maratona com Outside In, que foi meio apressado, porém divertido, Apenas Um Dia, com o qual tive vários problemas, e No Limite do Perigo, que foi o melhor do ano!!
O Pior da Pilha: Li vários livros ruins, mas acho que Princess of Glass foi o pior.
O Melhor da Pilha: Outra decisão difícil, mas preciso dizer No Limite do Perigo. A Rainha Vermelha quase ganhou!

Top Comentarista - Agosto

Boa noite!!! 
Antes de mais nada quero dar dois avisos para vocês. Primeiro, o Fome agora tem instagram!!! Sigam a gente lá, é @blogfomedelivros! E segundo, em setembro eu e a Luh vamos para a Bienal (UHUL!!!!). E eu, como a pessoa desocupada que sou, volto do Rio de Janeiro só no dia 16/09 - então, a não ser que uma das meninas assuma o Top do mês, se preparem para um super atraso no resultado, ok? Só não se esqueçam que os comentários são contados desde o primeiro post do mês.
Qualquer dúvida, estou sempre à disposição no email promosfomedelivros@gmail.com - assim que eu ler, respondo vocês
Agora, o resultado do Top Comentarista de Julho!!! 


O esquema é o mesmo de sempre, viu? Se vocês clicarem na imagem ela fica melhor. 
Parabéns aos que se classificaram! Continuamos com poucas inscrições, mas fazer o que né, estou quase desistindo de vocês!!! 
Agora... Tcharãn!!!




Manoel Alves!!! Parabéns!!! Finalmente hein, menino?!
O e-mail já foi enviado e você pode escolher seu prêmio!

Agora para agosto, faremos uma listinha com muitos livros legais para vocês escolherem como prêmio, ok? São livros suficientes para agradar a todos os gostos, de editoras e gêneros variados. 

REGRAS:


1. Serão válidos apenas:
- Um comentário por post;
- Comentários feitos nas postagens de agosto, exceto as promoções! (Cuidado, isso conta desde o 1º dia do mês e não a partir dessa postagem);
- Comentários com conteúdo. "Adorei a resenha", "Que legal" e etc. serão ignorados. REALMENTE VAMOS DESCLASSIFICAR AS PESSOAS. No mínimo, leia parte do post e, por favor, comente algo condizente com a resenha!

2. Você pode usar o Intense Debate, o Facebook ou ambos. Caso pretenda usar ambos (ou troque no meio do mês) e eles tenham nomes diferentes, não se esqueça de avisar.

3. Para participar você só precisa deixar um comentário nesse post com uma forma de contato (pode ser e-mail, twitter, etc.). A contagem final será feita por mim e só é necessário inscrever-se uma vez.

4. Os vencedores receberão pontos, baseado na quantidade de posts em que comentaram. Quem comentar em mais de 5 postagens receberá 1 ponto, quem comentar em mais de 20 receberá 2 e quem comentar em tudo (esquecendo, no máximo, 1 post), recebe 3. Sendo assim, quando formos sortear, se você recebeu 3 pontos, seu nome estará na lista 3 vezes. 

5. Será um vencedor, o qual terá direito a um livro da lista que será enviada por e-mail. Essa lista tem lançamentos bem recentes e livros mais antigos de diversas editoras. Caso nenhum livro interesse ao vencedor, pode ser oferecido outro prêmio.

6. Os inscritos tem até 02 de setembro para comentar. O resultado sairá no post do Top Comentarista do mês e na página de vencedores.

Boa sorte! Até mês que vem!

Resenha - Em Busca de Cinderela

Resenha feita pela
Título: Em Busca de Cinderela
Título Original: Finding Cinderella
Série: Hopeless

1 - Um Caso Perdido (2014)
2 - Sem Esperança (2015)
2.5 - Em Busca de Cinderela (2015)
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera
Páginas: 160
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon 

Atenção: Essa resenha NÃO contém spoilers dos livros anteriores.

Sinopse: Neste conto da bem-sucedida e adorada série Hopeless, o leitor conhecerá melhor dois personagens secundários de "Um caso perdido". Daniel está no breu do armário de vassouras da escola – o perfeito esconderijo para quem quer fugir do mundo real –, quando uma garota literalmente cai em cima dele. Às cegas, os dois vivem um curto romance, mesmo sem acreditar muito no amor. No fim a garota foge, como se realmente fosse a Cinderela e tivesse uma carruagem prestes a virar abóbora. Um ano depois, Daniel e sua princesa se reencontram, e percebem que é possível nutrir um amor de conto de fadas por alguém completamente real. Juntos, os dois irão perceber que fora do faz de conta, ficar juntos é bem mais difícil e os problemas de um casal são muito reais.

A Trama: O conto fala sobre Six e Daniel, melhores amigos de Sky e Holder, respectivamente, que foram o casal principal de Um Caso Perdido e Sem Esperança. A trama é rápida, para ler em um dia só, e mostra como começou a história desse casal fofo, o primeiro encontro e o reencontro um ano depois.
Quando Six e Daniel se veem pela primeira vez eles não se veem realmente. Por medo de perderem o encanto que acontece entre os dois, eles decidem não acender a luz do armário do zelador da escola, onde se encontram algumas vezes antes de Six sair do país para fazer um intercâmbio. Portanto, quando ela volta e os dois se reencontram por meio dos amigos, eles não sabem que já se conheciam e já haviam se relacionado. O romance entre eles se desenvolve de forma muito rápida e a revelação do passado em que eles se envolveram trás outra revelação inesperada. Fiquei um bom tempo processando essa segunda revelação, pois apesar de não ser uma coisa impossível eu ainda achei bem improvável e a autora poderia ter feito de outra forma.