Resenha - Nunca Jamais

Resenha feita pela Maay!
Título: Nunca Jamais
Título Original: Never, Never
Série: Never, Never
1- Nunca Jamais (2016)
2- Never, Never - Part Two (2015 US)
3- Never, Never - Part Three (2016 US)
Autoras: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Editora: Galera
Páginas: 192
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Extra

Pelo amor de Deus, eu preciso da continuação!!!

Sinopse: Charlie Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.
Charlie e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo pelo qual se juntaram no passado.

A Trama: Falar sobre a trama de Nunca Jamais é complicado demais, afinal o livro é curto e qualquer pequeno detalhe é um grande spoiller. Vou me limitar a dizer que esse é um livro que você simplesmente não vai conseguir parar de ler antes de chegar à última página, e quando chegar nela vai ser terrível, porque você simplesmente vai precisar da continuação naquele minuto.

Os Protagonistas: Charlie tem algumas manias que me irritaram um pouco, mas isso foi pura implicância, admito. A personagem é ótima, forte e cheia de personalidade - apesar de não se lembrar sequer de quem ela própria é.
Agora, Silas... Gente do céu! Silas! Me apaixonei. Ele é lindo, carinhoso, protetor, bondoso, lindo de novo, sexy, fofo... Posso escrever uma resenha inteira só de elogios. Silas é o tipo de homem que estraga a vida das mulheres, porque você fica procurando ele na vida real, e... Ele não existe. Valeu Colleen, valeu Tarryn.

Os Personagens Secundários: Gostei muito de Landon, o irmão de Silas. E não apenas porque ele é absurdamente parecido com o irmão, mas também porque ele é um menino bom, doce, coisa bem rara para garotos da sua idade.
Como conhecemos pouco os personagens secundários, uma vez que os protagonistas não fazem ideia de quem eles são, foi difícil formar opiniões. Quem sabe nos próximos volumes. 

Capa, Diagramação e EscritaA capa é linda, combina com a história e tem um efeito de mar bem legal.
O livro é narrado alternadamente por Silas e Charlie e, apesar de os personagens terem vozes bem distintas, os capítulos se encaixam e se completam perfeitamente.
Colleen e Tarryn fizeram um trabalho excepcional. Li toda a história de uma vez, sem sequer me dar conta disso. Simplesmente queria mais ao final de cada capítulo, e quando vi, acabou - e eu continuei querendo mais, triste.


Concluindo: Eu indico muito essa leitura. É uma história leve, mas ao mesmo tempo prende absurdamente o leitor. Só que preciso fazer uma ressalva: se você é uma pessoa tão ansiosa quanto eu, já inicie a leitura preparado para sofrer. Porque, sério, eu passei mal de tanta agonia quando acabei, e estou passando mal até agora. Preciso dessa continuação para ontem!!!

Quotes:
Se eu a conhecesse melhor, daria um abraço nela. Seguraria sua mão. Faria alguma coisa. Mas não sei como agir. Não existe nenhum protocolo a ser seguido quando alguém quer consolar a namorada de quatro anos que conheceu pela manhã.

Eu posso até não me lembrar de nada sobre Charlie, mas aposto que seu sorriso sempre foi o que mais gosto nela.

Classificação: