Resenha - O Circo da Noite

Resenha feita pela Luh!  
Título: O Circo da Noite
Título Original: The Night Circus
Livro Único
Autora: Erin Morgenstern
Editora: Intrínseca
Páginas: 368
Ano: 2012
Saiba mais: Skoob

Uma resenha especial para um livro especial.

O Circo da Noite é história de duas pessoas com magia, capazes de fazer coisas inacreditáveis.
Celia é uma garota linda, fofa e gentil, torturada por seu pai cruel.
Marco foi resgatado de um orfanato para um futuro grandioso.
Os protagonistas começam a trama com menos de dez anos.
Ao final, eles já são adultos completos.

Celia e Marco são os protagonistas de um grande jogo, mas ninguém sabe o que esse jogo é.
Os riscos são altos, muitas pessoas estão envolvidas e o mistério é incomparável.
Ninguém sabe como o jogo termina, mas o Circo da Noite é o palco.
E esse não é um circo comum.

Prepare-se para um livro completamente original, enquanto você acompanha o circo e seus encantos, desde a criação e noite de estréia, e o impacto que ele tem na vida das pessoas.
Celia tem uma qualidade rara de conseguir encantar desde o primeiro momento.
Os leitores vão se apaixonar pela garota e por sua coragem.
O amadurecimento e evolução da personagem é incrível.

Marco é um garoto que estuda muito, se esforça ao máximo.
Celia pode brilhar mais, mas Marco é o personagem estável.
Ele é do tipo que arrisca tudo por aqueles com quem se importa.

A melhor parte do livro é acompanhar a jornada dos protagonistas.
Cada artista do circo tem seu próprio encantamento, assim como seus criadores.
Tsukiko, a contorcionista, é a minha predileta, apesar de eu não saber porque.
Poppet e Widget são gêmeos lindos e ruivos que nasceram no circo.
Crianças tão brilhantes que mereciam seu próprio livro.
Cada personagem nessa trama é um presente.
A escrita da Erin é a cereja do bolo, poética e muito original.
Não poderia escolher escrita melhor para esse livro.
A diagramação é um deleite aos olhos, cada capítulo contém pequenos detalhes especiais.
Mas a verdadeira jóia é a capa, que só pode ser compreendida por quem já leu.
Não é um livro perfeito, mas é um livro que não se esquece.
É mais que um livro. É uma experiência surreal.

Recomendo experimentar a magia do circo.