Resenha - De Volta

Resenha feita pela Tay!
Título: De Volta
Título Original: Homecoming
Série: The 100
1- The 100: Os Escolhidos (2014)
2- Dia 21 (2015)
3- De Volta
Autor: Kass Morgan
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva 

Essa resenha não contém spoilers dos livros anteriores, exceto em Sinopse e A Trama (só a primeira frase).


SinopseQuando naves riscam o céu da Terra, os 100 sabem que mais pessoas estão deixando a colônia espacial. E esse pode ser o retorno definitivo da humanidade ao planeta.
Glass sobreviveu à queda dos módulos de transporte. Ela experimenta as novas sensações de estar na Terra.
Clarke, por sua vez, está comandando o resgate aos sobreviventes da colisão, mas não consegue parar de pensar em seus pais, que ainda podem estar vivos.
Já Wells precisa encontrar uma forma de lidar com a nova ameaça à sua liderança. Os homens que detinham o poder na colônia estão decididos a manter a ordem na Terra segundo suas regras. Mas essa nova lei está longe de ser justa.
Chegou a hora de os 100 lutarem por liberdade, em seu novo lar.

A Trama: Agora que os adultos estão na Terra, as coisas começam a mudar um pouco na rotina que os 100 tinham estabelecido. Infelizmente, essa mudança não é para o bem. Eu esperava, após ficar bem empolgada com o segundo livro, que a autora nos desse uma conclusão incrível e de tirar o fôlego. Ao contrário, senti como se estivesse lendo Os Escolhidos novamente - e isso não é uma coisa boa. O livro todo parece seguir a passo de tartaruga e nada realmente acontece. Ao invés de explorar o potencial que a história tem, a autora se preocupa mais em escrever o romance do que expandir seu universo.

Os Protagonistas: Os personagens tomam atitudes estúpidas e não de acordo com o que nos fizeram acreditar que seriam suas personalidades. Achei todos incrivelmente irritantes nesse livro, salvo um momento ou outro. Não vele nem a pena falar sobre eles separadamente, todos pareciam os mesmos!

Personagens SecundáriosRhodes é cruel e incapaz se aceitar que ele não é apto para dar ordens na situação que se encontra. Ele é o vilão e realmente é escrito para fazer o leitor detestá-lo, mas ele não foi um vilão bom. Sim, eu o odiei, mas por ser incrivelmente irritante! Senti que faltou desenvolvimento nos outros personagens secundários (até nos principais, mas enfim), então não tenho muito o que falar sobre eles.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu gosto das capas da trilogia, as imagens dentro das letras são sempre bem legais. A diagramação é simples, usual da editora. A escrita da autora não é ruim, mas parece que ela tem medo de escrever algumas coisas. Suas cenas de luta são monótonas e rápidas, sempre que dá a entender que algo mais interessante e gráfico vai acontecer, ela muda para a perspectiva de outro personagem para não precisar descrever aquela cena. Sabe a sensação que eu tenho depois de ler os três livros? Que ela não queria escrever essa história e deixou tudo acontecer de qualquer jeito, sem nem ao menos se esforçar para alcançar todo o potencial.


Concluindo: Eu poderia até relevar algumas coisas e dar uma nota diferente se essa não fosse a conclusão, mas é a conclusão - e uma bem ruimNada acontece no livro e nada é esclarecido. Se você já começou a ler a trilogia e espera algumas respostas no último volume, sinto lhe informar que você sairá dessa leitura completamente frustrado. Pretendo assistir a série em algum momento - dizem que é mil vezes melhor, e não duvido muito -, mas, sinceramente, não recomendo os livros.

Classificação: