Resenha - Scott Pilgrim Contra o Mundo

Resenha feita pela Lary!  
Título: Scott Pilgrim Contra o Mundo
Título Original: Scott Pilgrim's Precious Little Life
Série: Scott Pilgrim Contra o Mundo
1- Scott Pilgrim Contra o Mundo vol. 01
2- Scott Pilgrim Contra o Mundo vol. 02
3- Scott Pilgrim Contra o Mundo vol. 03
Autor:
Editora: Quadrinhos na Cia. (Cia das Letras)
Páginas: 368
Comprar: Cultura // Amazon


Sinopse: Scott Pilgrim está feliz com sua preciosa vidinha. Aos vinte e poucos anos, esse canadense levemente excêntrico divide os dias entre o ócio do desemprego voluntário e os ensaios de sua banda de rock, a improvável Sex Bob-Omb. Sua namorada, uma chinesa de nome Knives Chau, tem dezessete anos, e o relacionamento casto gerando a preocupação dos amigos quanto às intenções de nosso herói para com uma garota tão nova, tudo vai bem. A rotina de videogames e indolência, no entanto, está prestes a sofrer um abalo sísmico. E o nome dela é Ramona Flowers, americana recém-chegada ao Canadá, única entregadora da Amazon na região. Esse é o universo de Scott Pilgrim contra o mundo, cultuada série em quadrinhos do canadense Bryan Lee O'Malley que a Quadrinhos na Cia. traz ao Brasil. 

A Trama: Scott é um canadense de 23 anos e está desempregado, mora com Wallace - seu colega de quarto Gay. Depois de um término traumático Scott começa a namorar uma garota de 17 anos, para a preocupação de todos que o conhecem, mesmo que até agora ele só tenha segurado na mão dela. Tudo muda quando Scott começa a sonhar com uma estranha de cabelos coloridas, e surta ao encontrá-la na biblioteca municipal de Toronto.

O Protagonista: Scott é preguiçoso e consideravelmente burro (ou absurdamente distraído), não sei como se formou na faculdade. Apesar de ser fofo ele mostra muitos sinais de egoísmo, dificuldade em se comprometer com pessoas, tarefas e objetivos, comportamento narcisista contradizendo uma grande falta de auto-estima. Scott passa seus dias ensaiando com sua banda, os Sex BoB-OMB, seus pais viajam pelo mundo e não parecem se preocupar com os filhos, ele e a irmã ficaram em Toronto, e são razoavelmente próximos.


Os Personagens Secundários: Essa HQ é cheia de personagens secundários interessantes, a banda de Scott é composta por uma baterista chamada Kim, que é antisocial, mau-humorada e muito irônica. Young Neal quase não fala e é facilmente influenciável, sua casa é usada para os ensaios. Stephen é o "Talento" da banda, toca violão e é o vacalista. Knives é inocente, frequenta uma escola católica e é muito dedicada aos estudos, não conhece muito sobre música e não costuma sair - isso até conhecer Scott, sua personalidade muda drásticamente ao decorrer da história. Ramona é uma incógnita, americana veio para o Canadá por motivos desconhecidos, trabalha como entregadora da Amazon e é a única da região por que têm "dotes" especias que a tornam uma "entregadora muito boa". Wallace é maduro, responsável, fofoqueiro e volúvel - parece ser o melhor amigo de Scott, achei engraçado que 99% do apartamento onde moram é composto por coisas do Wallace ou compradas para Scott pelo Wallace.
Capa, Arte e Finalização: A edição brasileira têm a capa do quarto volume canadense, ela me chama a atenção pelo título e por se identificar como HQ, mas fora isso ela é comum. A arte é inusitada como a história, misturando traços arredondados com influência dos mangás orientas com características únicas e bem expressivas do autor. O background é bem feito e completo, me impressionou por usar áreas reais e comuns a cidade de Toronto, inclusive o autor especifica a localização de pontos turísticos e históricos de Toronto, colocando até o horário de funcionamento. O autor ainda cita, filmes e livros famosos. Amei quando os personagens ao fazer uma torta vegana, especificaram os ingredientes e o preparo, de modo que o leitor possa seguir a receita; Todas as músicas tocadas na história contém as letras e as cifras descritas na HQ. A finalização da HQ é perfeita, muito detalhada, em todos os sentidos, storyboard inteligente, background autêntico e arte criativa.


Concluindo: Essa HQ é uma das melhores que já li, não só no sentido gráfico, a história é engraçada, inteligente, recorre a vários temas do universo popular e geek, e a história envolve romance, drama, ação, comédia e críticas atuais. Recomendo muito para todos os gostos!


Classificação: