Promoção - Catacomb

Olá!!! 
Olha eu de novo aqui!!
O livro de hoje, Catacomb, terceiro volume da série Asylum, é um young adult cheio de suspense (e até um pouquinho de terror)! Quem gosta do gênero vai adorar!
Não percam essa chance e se inscrevam!


Resenha - No Limite da Loucura

Resenha feita pela Tay!
Título: No Limite da Loucura
Título Original: The Madness Underneath
Série: Sombras de Londres
2- No Limite da Loucura
3- The Shadow Cabinet (2015 US)
4- Sem título
Autor: Maureen Johnson
Editora: Fantástica (Rocco)
Páginas: 304
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Submarino 

Também conhecido como No Limite de Vários Nadas.

Essa resenha não contém spoilers de O Nome da Estrela.

SinopseUma das autoras mais queridas do público jovem na Inglaterra e nos EUA, e celebridade no Twitter, Maureen Johnson deixa sua protagonista Rory Devereaux No limite da loucura na eletrizante sequência de O nome da estrela. Depois de se envolver no misterioso caso do assassino em série que se fazia passar pelo lendário Jack, o Estripador, espalhando o medo pela capital britânica, a garota é enviada para a casa dos pais em Bristol. Mas ela não pensa duas vezes quando tem uma chance de retornar a Wexford e reencontrar os amigos. Sua volta a Londres, no entanto, revela mais sobre seus próprios poderes do que ela poderia supor e a põe no centro de uma nova – e sinistra – onda de crimes que vêm desafiando até mesmo a polícia secreta que combate os fantasmas na cidade. No segundo livro da trilogia Sombras de Londres, Rory Devereaux precisa enfrentar seus próprios medos e agir antes que seja tarde.

A Trama: Depois de todos os acontecimentos de O Nome da Estrela, Rory está em Bristol com os pais e tendo de aprender a lidar com sua nova condição (spoiler: de ser um terminal humano). O grande problema do livro é a enrolação criada pela autora. Você consegue perceber claramente que tudo o que ela escreveu em mais de metade da história é pura encheção de linguiça, porque não era necessário todo um livro para ela contar como Rory estava se sentindo em relação aos acontecimentos do primeiro volume. Em relação ao plot, não há exatamente um. O novo assassino aparece praticamente só no prólogo, e quase 200 páginas depois a autora vai inserir essa parte da história novamente. Também há outro plot que é apenas iniciado, mas que, honestamente, não foi interessante, principalmente por ser bem previsível. Nenhuma dessas duas tramas é concluída ou tem um bom desenvolvimento, mostrando que esse segundo livro existe apenas para dar volume à série (acredito que existirá um quarto livro). Todo ele poderia ser muito bem enxugado e juntado com o livro três, mais da metade das voltas e mais voltas que a autora dá não faria falta nenhuma.

Resenha - The 42nd St. Band


Resenha feita pela Maay!  
Título: The 42nd Street Band - Romance de Uma Banda Imaginária
Livro Único.
Autor: Renato Russo 
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 216
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Americanas // Submarino // Saraiva

A genialidade de Renato Russo me assusta. 

Sinopse: Entre os quinze e os dezesseis anos, enquanto convalescia de epifisiólise (rara doença óssea), Renato Russo — à época, ainda chamado Renato Manfredini Jr., em Brasília — criou a história de um grupo de rock formado em 1974, em Londres, a partir do encontro de ícones como Mick Taylor, dos Rolling Stones, e outros roqueiros imaginados pelo futuro líder da Legião Urbana. Da origem à separação da banda, passando por momentos de sucesso astronômico, Renato pensou em cada detalhe. A partir do personagem Eric Russell, figura central da 42nd St. Band, nasceria Renato Russo, um dos maiores artistas brasileiros de todos os tempos, que tem, portanto, sua gênese revelada neste estrondoso romance inédito.

A Trama: Que Renato Russo foi um gênio à sua maneira, eu nunca tive dúvidas. O que eu não tinha a menor noção era do grau de genialidade desse homem.
Escrito (todo em inglês) por um Renato de somente 15 anos, The 42nd Street Band conta a história da banda homônima, desde sua criação até a separação do grupo. É um romance assustadoramente crível, que vai muito além da biografia da banda, ele traz linhas do tempo, árvores genealógicas, entrevistas, capas de discos, letras de músicas, a duração das músicas (!!!)... É genial.

Resenha - Filha das Trevas

Resenha feita pela Lary!  
Título: A Filha das Trevas
Título Original: Darkness Becomes Her
Série: Deuses e Monstros
1 - Filha das Trevas (2016)
2 - A Beautiful Evil  (2012 US)
3 - The Wicked Within (2013 US)
4 - Heart of Stone (2015 US)
Autora: Kelly Keaton
Editora: Galera Record
Páginas:288
Saiba mais: Skoob
Comprar: Casas Bahia // Submarino

Sinopse: Ari se sente perdida e solitária. Com olhos azul-esverdeados e cabelos prateados esquisitos, que não podem ser modificados nem destruídos, sempre chamou a atenção por onde passava. Depois de crescer em casas adotivas, tudo o que quer é descobrir de onde veio e quem ela é. Em sua busca por respostas, encontra uma mensagem escrita pela mãe morta há muito tempo: fuja. A garota percebe que precisa voltar para o local de seu nascimento, Nova 2 — a cidade luxuosa, que foi inteiramente remodelada —, em Nova Orleans. Lá, ela é aparentemente normal. Mas cada criatura que encontra, por mais mortal ou horrível que seja, sente medo dela. Ari não vai parar até desvendar os mistérios de sua existência. No entanto, algumas verdades são terríveis e assustadoras demais para serem reveladas.

A Trama: Aristanae selkirk não sabe o que aconteceu com seus pais, abandonada no serviço social de Louisiana quando tinha apenas quatro anos, ela procura por suas origens; Sua pesquisa a leva até Rocquemore House, um sanatório da cidade de Covington, que fica as margens do limite da borda. Após explicações chocantes do médico residente, ela descobre uma pista que leva a Nova 2, antiga Cidade do Crescente, agora decadente mas ainda majestosa que sobreviveu a dois furacões seguidos de categoria quatro, que destruíram Nova Orleans e toda a metade sul do estado. Contrariando a vontade de seus pais adotivos, os únicos em seus dezessete anos que mostraram cuidado e gentileza, ela decide cruzar a fronteira em busca de autoconhecimento e talvez até de sua família. Descobri que tenho uma "tara" por histórias de Nova Orleans, toda a religião, a história, as paisagens pantanosas e as antigas mansões sulistas me exercem muita fascinação.

Resenha - Depois da Última Dança

Título: Depois da Última Dança 
Título Original: After the Last Dance
Autora: Sarra Manning
Editora: Suma de Letras
Páginas: 336
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra 

Um livro mágico e encantador.


Sinopse: Estação de King´s Cross, 1943. Rose chega a Londres querendo se entregar a uma vida de romance, glamour e dança, e para isso ela escolhe o Rainbow Corner, o mais famoso salão de dança da cidade. Enquanto a Segunda Guerra Mundial entra em seu momento final, Rose se apaixona perdidamente por um piloto, mas terá que lidar com as reviravoltas do destino antes que a guerra chegue ao fim. 
Las Vegas, dias atuais. Uma linda mulher vestida de noiva entra em um bar procurando alguém para se casar com ela. Quando Leo assume o papel e diz “sim”, ele não tem nenhuma ideia da situação em que está se metendo. Quem será Jane, a mulher misteriosa? Quando Jane e Rose, agora uma senhora de idade, se conhecem, a fagulha da discórdia se acende. Mas acontecimentos que elas não podem controlar fazem com que o tempo se torne um bem muito precioso. Depois da última dança conta a extraordinária história dessas duas mulheres, separadas pelo tempo mas ligadas pelo destino. Um romance que fará com que você acredite no poder do amor.

A Trama: Comecei a leitura esperando mais um livro sobre a Segunda Guerra, mas jamais imaginei que encontraria uma história tão única e original.
Aqui, somos apresentados a Rose - uma jovem aventureira, que foge de casa durante a Guerra, buscando se reinventar na glamourosa Londres da época - e Jane - uma jovem golpista, que no início não desperta muita empatia, mas vai ganhando o leitor com o passar das páginas.
O presente e passado se alternam e, preciso admitir, no início eu dispensaria facilmente os capítulos sobre Jane, pois queria mais e mais da jovem Rose. Porém, aos poucos as histórias vão se completando, se encaixando, e aí fica impossível parar a leitura. 

Promoção - Maré Congelada

Olá!!! 
Faz tempo que não apareço aqui, né? 
O livro de hoje, Maré Congelada, é o quarto volume da série A Queda dos Reinos. O livro é repleto de ação, magia e reviravoltas, e aposto que está entre os desejados de muitos de vocês! 
Então, não percam essa chance e se inscrevam já!


Resenha - Depois Daquela Montanha


Título: Depois Daquela Montanha
Título Original: The Mountain Between Us
Livro Único.
Autor: Charles Martin
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon

SinopseO Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo. Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida. Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada. Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.

A Trama: Ben e Ashley se conhecem no aeroporto num dia de tempestade em que os aviões encontram dificuldade de partir. O voo deles acaba sendo cancelado e Ben decide fretar um avião com Groover Roosevelt, que trabalha em outro aeroporto particular em frente ao que estava, e chama Ashley para acompanhá-lo, já que ela também tem pressa para chegar a seu destino. Infelizmente Groover passa mal durante o voo, mas consegue fazer um pouso forçado antes que o avião caísse, no meio de uma montanha coberta de neve e longe da civilização. Pra piorar, nenhuma autoridade foi informada sobre o voo, e esperar pacientemente pelo resgate não é uma opção. A partir daí, os sobreviventes tem que formar uma estratégia de se salvar e encontrar a saída antes que acabem suas energias.

Resenha - As Mentiras Que As Mulheres Contam

Resenha feita pela Luh!  
Título: As Mentiras Que As Mulheres Contam
Livro Único;
Autor:Luis Fernando Veríssimo
Editora: Objetiva
Páginas: 174
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Amazon // Submarino

Um autor clássico.

Sinopse: Tudo começa com a mãe, com o “Olha o aviãozinho!” à mesa do almoço. É a mentira inaugural, que vai se desdobrando em outras ao longo da vida. Mas calma lá. Nem sempre a ideia é disfarçar um caso ou ocultar um segredo. Por vezes são apenas eufemismos, ambiguidades, desculpas educadas — tudo com o objetivo um pouco mais nobre de preservar a harmonia social. 
Nesta coletânea de crônicas aparecem, por exemplo, a senhora que tenta enganar a si mesma fazendo uma plástica atrás da outra e a moça que mente a idade — para mais! — apenas para ouvir que ainda está nova. Há dramas, comédias, tragicomédias — e até histórias que terminam em tragédia. Mas tudo permeado pelo humor irresistível de Veríssimo.

O Livro: Eu já tinha lido As Mentiras Que os Homens Contam, há uns 10 anos, e adorei, então resolvi dar uma chance à sua "continuação".
Esse livro é composto por pequenas crônicas, de duas a quatro páginas cada, histórias curtinhas envolvendo mentiras ou algum outro tipo de enganação. Eu gostei de algumas, mas a maioria foi um pouco irrealista demais para mim. Além disso, vou confessar que uma ou duas ali foram até um pouquinho ofensivas para mulheres. Mas, ainda assim, várias das crônicas são divertidas, especialmente para quem é fã do autor.

Resenha - Corte de Névoa e Fúria

Resenha feita pela Luh!  
Título: Corte de Névoa e Fúria
Título Original: A Court of Myst and Fury
Série: Corte de Espinhos e Rosas
1 - Corte de Espinhos e Rosas (2015)
2 - Corte de Névoa e Fúria (2016)
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 658
Saiba mais: Skoob
Comprar: Casas Bahia // Amazon

Mais uma vez, meu drama é como aguardar até o próximo livro.
Atenção: Essa resenha não contém spoilers de nenhum dos livros da série, exceto na sinopse.

Sinopse: O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.

A Trama: Para quem não leu a resenha do livro anterior da série, dei nota máxima a ele. Pensei que não poderia ser melhor. Mas foi. Enquanto a trama de Corte de Espinhos e Rosas é levemente previsível, por ser baseada em A Bela e a Fera, Corte de Névoa e Fúria foi uma maravilhosa surpresa do início ao fim.
O livro é enorme (650 páginas), porém a autora foca em mostrar a vida dos personagens principais, inclusive contando um pouquinho mais de seu passado, e me deu aquela sensação de que os personagens são reais, o que é muito raro.  É claro, temos muita ação, mas também tem capítulos que focam apenas em mostrar a dinâmica entre Feyre e seus novos amigos, e como funciona a rotina deles. Fez com que eu realmente me importasse com cada um dos personagens e, é claro, poderia facilmente ter lido mais 200 páginas só de brincadeiras deles, porque fiquei encantada.
A trama é totalmente diferente daquela no livro anterior, com novos personagens, novos cenários, perigos ainda maiores e, é claro, muito romance lento e maravilhoso. O final, como era de se esperar, me deixou a sensação de que algo na minha vida estava faltando e já estou em crise por ter terminado o livro. (É muito cedo para começá-lo de novo?)

Resenha - Herdeira da Morte

Resenha feita pela Lary!  
Título: A herdeira da Morte
Série: A Herdeira da Morte
0,5 - The King of Rats ( 2016 US)
1 - A Herdeira da Morte (2016)
2 - The Sleeping Prince (2016 US)
3 - The ScareCrow (2017 US)
Autor: Melinda Salisbury
Editora: Fantástica Rocco
Páginas: 320
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino

Poderia ter sido melhor...

Sinopse: Twylla tem 17 anos, vive num castelo e, embora seja noiva do príncipe, não é exatamente um membro da corte. Ela é o carrasco. Primeiro de uma surpreendente série de fantasia, Herdeira da Morte conta a história de uma garota capaz de matar instantaneamente qualquer pessoa que ela toca. Até mesmo seu noivo, cujo sangue real supostamente o torna imune ao toque fatal de Twylla, evita sua companhia. Porém, quando um novo guarda chega ao castelo, ele enxerga a garota por trás da Deusa mortal que ela encarna, e um amor proibido nasce entre os dois. Mas a rainha tem um plano para acabar com seus inimigos, e eles incluem os dons de Twylla. Será que a jovem se manterá fiel a seu reino ou abandonará tudo em nome de um amor condenado?

A Trama: Twilla é a filha da Devoradora de Pecados, costuma assistir sua mãe quando esta participa das cerimônias fúnebres, pois precisa aprender o ofício que irá herdar; Apesar de ser seu destino ela o detesta, é por isso que quando a Rainha aparece no pobre chalé que divide com as mãe e os irmãos ofertando uma vida de luxo e a mão de seu filho para uma simples plebeia como ela, Twilla se entrega de bom grado. Ela passa duas colheitas no castelo, tentando agradar a corte e deslumbrada com tudo a sua volta... Mas tudo muda em sua décima quinta colheita, quando a Rainha lhe explica quais são todos os seus deveres como A Daunen Encarnada - A Filha dos Deuses. Para provar sua divindade ela tem de tomar o veneno mais mortal que existe, a Praga-da-Manhã, assim se tornando venenosa e assumindo o posto de carrasca do reino de Lomerne. Não vou negar que esperava um pouco mais desse livro, não sei nem bem porque, e acabei me decepcionando um pouco.

Resenha - Maré Congelada

Resenha feita pela Luh!
Título: Maré Congelada
Título Original: Frozen Tides
Série: A Queda dos Reinos
1- A Queda dos Reinos (2013)
2- A Primavera Rebelde (2013)
3- A Ascensão das Trevas (2014)
4- Maré Congelada (2016)
5 - Crystal Storm (2016 US)
Autor: Morgan Rhodes (pseudônimo de Michelle Rowen)
Editora: Seguinte (Companhia das Letras)
Páginas: 440
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon

Atenção: Essa resenha não contém spoilers de nenhum livro da série (exceto na sinopse).

Sinopse: As disputas pela Tétrade, quatro cristais mágicos capazes de conferir poderes inimagináveis a quem os encontrar, continuam. Amara roubou o cristal da água, Jonas conseguiu o da terra, Felix enganou os rebeldes para ficar com o cristal do ar, e Lucia está com o do fogo. Mas nem todos sabem como ativar a magia da Tétrade, e apenas a princesa feiticeira conquistou poder até agora, aliando-se ao deus do fogo que libertou de seu cristal.
Gaius, o Rei Sanguinário, também não desistiu de encontrar os cristais. Ele está mais sedento por poder do que nunca, especialmente agora que não conta mais com a ajuda da imortal Melenia nem com o apoio de Magnus, o herdeiro que o traiu para poupar a vida da princesa Cleo. Para conquistar todo o mundo conhecido, Gaius resolve atravessar o mar gelado até Kraeshia, e tentar um acordo com o imperador perverso de lá. No caminho, o rei vai encontrar muitas dificuldades e inimigos, como Amara, princesa de Kraeshia, que tem seus próprios planos para conquistar o poder.

A Trama: Minha dica principal para quem pretende ler essa série é aguardar que alguns dos livros tenham sido lançados, e então ler um atrás do outro. Como eu não fiz isso, estava bem perdida no início e demorou para conseguir me situar na trama e lembrar quem eram alguns dos personagens. Maré Congelada não é uma continuação ruim. O livro traz todos os elementos necessários para uma boa fantasia: lutas, reviravoltas que eu honestamente não esperava, romances proibidos e, claro, muita magia. Porém, eu acredito que a trama pecou por ser um pouco "demais". Eu sentia que era muita informação de uma vez só, tanta tramas paralelas que era impossível se importar com todas, e foi exatamente o que aconteceu. Eu gostei muito das partes envolvendo Cleo, Magnus e Amara. Entretanto, os outros personagens são bem descartáveis e não acrescentam muito à trama. O ponto de vista muda a cada capítulo e seguimos seis diferentes personagens, o que sempre acaba em certa confusão. O final, entretanto, é surpreendente e muito interessante.

Resenha - Tudo e Todas as Coisas

Título: Tudo e Todas as Coisas
Título Original: Everything, Everything
Autora: Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Americanas 

Que livro mais amorzinho!


Sinopse: "Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."

A Trama: Eu não tinha expectativas para esse livro. Sabia que seria a história de uma menina que tem "a doença da bolha" e se apaixona pelo vizinho, e nada além disso. Comecei a leitura porque uma amiga me disse que seria rápida, e era isso o que eu queria - um livro rápido para quebrar o clima mais pesado de minhas leituras atuais.
Talvez essa minha falta de expectativas tenha contribuído muito, mas acredito que essa história iria ganhar meu coração de qualquer forma. Gosto de tramas simples. Histórias fofas que parecem não ter nada de tão especial, e ainda assim te deixam mais leve e  te fazem ter mais esperança no mundo. 

Top Comentarista - Resultado

Boa noite meu povo!!! 
Fiquei feliz por termos mais participações esse mês, mas ainda não foi o suficiente... Eu sei que temos mais leitores do que isso! Ou será que minhas/meus leitoras/leitores fiéis realmente me abandonaram?!?! #chateada
Como em outubro tivemos menos posts no blog, o esquema de pontos ficou um pouco diferente: quem comentou em pelo menos 5 postagens recebeu 1 ponto, quem comentou em mais de 15 recebeu 2, e quem comentou em todas (esquecendo no máximo 1 post) recebeu os 3 pontos.
Agora sim, vamos ao Top do Mês. Lembrem-se que os comentários são contados desde o primeiro post do mês
Qualquer dúvida, estou sempre à disposição no e-mail promosfomedelivros@gmail.com - assim que eu ler, respondo vocês




O esquema é o mesmo de sempre, viu? Se vocês clicarem na imagem ela fica melhor. 
Agora, vamos ao resultado!



Leidyane!!! Parabéns!!!
O e-mail já foi enviado e você pode escolher seu prêmio!

Agora, tenho uma notícia triste. Depois de analisarmos o número de inscrições e participações dos últimos meses, decidimos fazer uma pausa. Vamos dar a vocês umas férias e, em Janeiro, decidiremos se o Top Comentarista volta ou não - tudo vai depender da quantidade de comentários durante esse tempo que estamos dando. 
Podem me chamar de sentimental, mas vou sentir muita falta desse nosso contato mensal - e acho bom vocês continuarem comentando nas resenhas para pelo menos matar um pouco da saudade. 


Muito estranho não desejar boa sorte, mas... Até uma promoção ou resenha por aí! 

Resenha - Apenas Um Garoto

Resenha feita pela Tay!
Título: Apenas Um Garoto

Título Original: Openly Straight
Série: Apenas Um Garoto
1- Apenas Um Garoto
2- Honestly Ben
Autor: Bill Konigsberg
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: 
Amazon // Submarino // Saraiva

SinopseRafe saiu do armário aos 13 anos e nunca sofreu bullying. Mas está cansado de ser rotulado como o garoto gay, o porta-voz de uma causa.
Por isso ele decide entrar numa escola só para meninos em outro estado e manter sua orientação sexual em segredo: não com o objetivo de voltar para o armário e sim para nascer de novo, como uma folha em branco.
O plano funciona no início, e ele chega até a fazer parte do grupo dos atletas e do time de futebol. Mas as coisas se complicam quando ele percebe que está se apaixonando por um de seus novos amigos héteros.

A Trama: A sinopse já é bem explicativa: Rafe está cansado de ser rotulado como o "garoto gay", por isso muda de colégio e lá decide não revelar sua orientação sexual para ninguém (não exatamente uma mentira, mas uma omissão). Mas algumas coisas não saem exatamente como ele esperava, e logo se vê preso a algumas não-verdades que não deveriam existir. Esse é basicamente um livro sobre crescimento, sobre realmente descobrir a si mesmo e aprender que ignorar uma parte de si não faz bem a ninguém. Mesmo assim, não tem como não torcer o nariz muitas vezes pelas atitudes do Rafe e tentar avisar que aquele rodeio todo é uma péssima ideia e que ele deveria abraçar seu verdadeiro eu. De todo modo, o livro consegue ser honesto em relação aos sentimentos, e eu gostei bastante desse aspecto dele. Como, mesmo não concordando com as decisões do protagonista, conseguimos até entender o motivo dele querer fazer isso. Além de tudo, você ainda fica curioso para saber como tudo isso terminará.

Resenha - Ninguém Vira Adulto de Verdade

Resenha feita pela Luh!  
Título: Ninguém Vira Adulto de Verdade
Título Original: Adulthood is a Myth
Livro Único
Autora: Sarah Andersen
Editora: Seguinte
Páginas: 120
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Americanas

Li e li de novo. E então mais uma vez.

Sinopse: As tirinhas certeiras de Sarah Andersen, que já contam com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, registram lindos fins de semana passados de pernas pro ar na internet, a agonia de andar de mãos dadas com alguém de quem estamos a fim (e se os dedos ficarem suados?!), a longa espera diária para chegar em casa e vestir o pijama, e a eterna dúvida de quando, exatamente, a vida adulta começa.
Em outras palavras, este livro é sobre as estranhezas e peculiaridades de ser um jovem adulto na vida moderna. A sinceridade com que Sarah Andersen lida com temas como autoestima, timidez, relacionamentos e a frequência com que lavamos o sutiã torna impossível não se identificar com esses quadrinhos hilários e carismáticos.

As tirinhas: Assim que o livro chegou, eu peguei para dar uma olhada. Eu já tinha ouvido falar da Sarah, a autora, mas não a acompanho.
Minha intenção foi ler só uma ou duas e, quando vi, já tinha devorado o livro todo. É engraçado demais, algumas tirinhas realmente me fizeram rir alto, e amei a maneira como a Sarah ilustra situações comuns de uma maneira diferente e ao mesmo tempo tão parecida com a realidade. O livro conta com tirinhas de todos os tipos, ilustradas pela Sarah, e sempre que tenho um tempinho livre, dou uma lida em algumas para alegrar meu dia.

Resenha - Uma Garota de Muita Sorte

Resenha feita pela Maay!  
Título: Uma Garota de Muita Sorte
Título Original: Luckiest Girl Alive
Autora: Jessica Knoll
Editora: Rocco
Páginas: 336
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Livraria Cultura // Saraiva


Sinopse: Ani FaNelli passou por uma terrível humilhação na adolescência, que a deixou desesperada para se reinventar. Agora uma profissional bem-sucedida, com um armário invejável e um noivo atraente e bem-nascido para chamar de seu, Ani está prestes a viver a vida perfeita que tanto almejou. Mas ela guarda um terrível segredo. E sua vida perfeita é uma perfeita mentira. Bestseller do The New York Times chancelado pela crítica, Uma garota de muita sorte rendeu à estreante Jessica Knoll comparações com sucessos do thriller contemporâneo como Garota Exemplar, de Gillian Flynn, e A garota do trem, de Paula Hawkin, e será adaptado para o cinema por Reese Witherspoon. O livro abre a coleção Luz Negra, que reúne o que há de melhor no suspense contemporâneo, revelando o lado sombrio da alma humana. 

A Trama: Antes de mais nada vamos esclarecer uma coisa aqui: nem de longe esse livro me convenceu como thriller psicológico. Ele é definitivamente um drama e, se fosse vendido como tal, provavelmente agradaria muito mais aos leitores.
Ani FaNelli passou por um trauma muito grande e agora busca vingança, essa é a premissa e basicamente o que consegui absorver da trama. Que ok, tinha potencial, mas para mim não funcionou. Pode ser que agrade a vocês, só lendo para saber.

Resenha - Criaturas Estranhas

Resenha feita pela Lary!
Título: Criaturas Estranhas
Livro único.
Autora: Neil Gaiman et al.
Editora: Fantástica Rocco
Páginas: 400
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva \\ Submarino\\ Amazon 

Meu preconceito com contos... sumiu!


Sinopse: Dezesseis histórias fantásticas, algumas escritas há mais de cem anos, outras inéditas, selecionadas por ninguém menos que o aclamado autor de Coraline e outros tantos sucessos, Neil Gaiman. Como o título sugere, Criaturas estranhas é uma coletânea de contos povoada por seres fantásticos, magníficos e às vezes assustadores. Assinadas por autores clássicos de ficção científica e fantasia, como Anthony Boucher e Diana Wynne Jones, a escritores contemporâneos, como Nnedi Okorafor e o próprio Gaiman, as histórias, que parecem ter saído de um sonho, ou talvez de um pesadelo, têm em comum o olhar atento e único de Neil Gaiman para o insólito. Cada conto é precedido de um comentário do escritor, que visa a provocar ainda mais a imaginação do leitor.

A Trama: Criaturas estranhas contém vários contos que tem como trama central, é claro, diversas criaturas comuns ou nem tanto. Eu gostei de oito contos, achei cinco medianos (de acordo neh, bons - mas sem impressionar), e não gostei de três, por isso no geral estou muito satisfeita. Não sei escolher muito bem qual seria meu preferido, pois dentre os que gostei há abordagens, morais e temáticas de certa forma muito diferentes entre si; Mas se tivesse que escolher o de Diane - só por que é uma das minhas autoras favoritas. Seria o primeiro, o de nome impronunciável; Por que foi inusitado, criativo, misterioso e quem sabe teoricamente assustador.

Desafio de Halloween - Conclusão!

E mais um dos nossos desafios chega ao fim!

Eu gostei da participação de vocês (mesmo que algumas pessoas que se inscreveram se esqueceram de mandar seus palpites), espero que tenham gostado de participar também! Acho muito divertido criar desafios para um grupo de pessoas e ver o empenho de todo mundo, isso sempre acaba me permitindo ter mais ideias e mais vontade de executá-las. Para vocês terem noção, já estou pensando nos desafios que faremos ano que vem.

Voltando ao nosso Desafio de Halloween, vamos então ao hall de ganhadores!

O livro Carta de Amor aos Mortos e o outro kit de marcadores ficaram sem ser encontrados, então os dois foram sorteados, respectivamente, entre todos os participantes (que não encontraram nenhum prêmio) que enviaram pelo menos um palpite durante o desafio, por ordem de inscrição (como eu disse, alguns dos inscritos não participaram realmente, então não seria justo sortear entre eles também).


E os números sorteados foram...


Parabéns a todos os ganhadores! Um e-mail será enviado a vocês pedindo por seus dados e vocês têm até 48h para respondê-lo (contando a partir do envio do e-mail).

Muito obrigada a todos os que participaram! Não se esqueçam de dizer o que acharam do desafio, opinar sobre o que podemos melhorar, ou até mesmo dar ideias para desafios novos. A participação de vocês é sempre muito bem-vinda!

Até a próxima!

Resenha - Nove Regras A Ignorar Antes De Se Apaixonar

Resenha feita pela Luh!  
Título: Nove Regras A Ignorar Antes De Se Apaixonar
Título Original: Nine Rules To Break When Romancing a Rake
Série: Os Números do Amor
1- Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar (2016)
2- Dez Formas de Fazer um Coração Se Derreter (2016)
3- Onze Leis a Cumprir Na Hora de Seduzir (Em breve/2017)
Autora: Sarah MacLean
Editora: Arqueiro
Páginas: 384
Comprar: Amazon // Submarino // Extra

Dei uma chance ao livro e não me arrependi.

Sinopse: A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres.
E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato.
Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres.
Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.

A Trama: Eu não costumo dar muita sorte com romances históricos por causa de todos os clichês, mas, sendo uma grande fã de Candace Camp, resolvi apostar nessa série.
Calpúrnia - ou Callie - não é uma garota absolutamente linda, ela é simplinha mesmo, mas se recusa a aceitar qualquer coisa, motivo pelo qual ainda é solteira aos 28 anos - praticamente um pecado mortal nessa época. Portanto, Calpúrnia cria uma lista de coisas que gostaria de fazer, coisas que a sociedade não aceitaria muito bem se descobrisse. A primeira delas? Beijar Gabriel St. John, mulherengo notório e o cara por quem Callie tem uma quedinha (ou um tombo mesmo) desde que era mais nova.
O romance é quente e rápido, absolutamente vale a pena, mas minha parte favorita do livro é que a trama vai muito além disso e mostra a jornada de Calpúrnia para fazer todas as coisas de sua lista e conhecer a liberdade. A trama é daquelas que te prende do início ao fim e as cenas entre a protagonista e Gabriel são inesquecíveis!