Resenha - Sonhos com Deuses e Monstros

Resenha feita pela Luh!  
Título: Sonhos com Deuses e Monstros
Título Original: Dreams of Gods and Monsters
Série: Feita de Fumaça e Osso
1- Feita de Fumaça e Osso (2012)
2- Dias de Sangue e Estrelas (2013)
3- Sonhos com Deuses e Monstros (2015)
Autor: Laini Taylor
Editora: Intrínseca
Páginas: 560
Saiba mais: Skoob
Comprar: Ponto Frio // Amazon // Submarino

Uma conclusão épica para uma das minhas séries favoritas.
Atenção: Essa resenha NÃO contém spoilers dos livros anteriores (exceto na sinopse).

Sinopse: Dois mundos se equilibram na iminência de uma terrível guerra. Na Terra, os humanos recebem com êxtase os anjos e seu imperador, que pretendem angariar armas para um combate maligno. Jael nem desconfia de que, em Eretz, quimeras e Ilegítimos ensaiam unir forças na tentativa de alcançar a paz.
Karou assumiu o controle da rebelião quimera e, ao menos na batalha contra o inimigo em comum, está, finalmente, ao lado de Akiva. É uma versão distorcida do tão antigo sonho dos dois, uma esperança de futuro para seus povos. E, talvez, para o amor que eles sentem renascer.

O Conto: Antes de falar sobre o último livro da série, li Noite de Bolo e Marionetes, um conto da série que narra o primeiro encontro de Zuzana e Mik. Como amo os dois personagens, o conto foi muito fofo, só fiquei triste por ser tão curto. A história é fofíssima e, apesar de absolutamente não ser necessária para entender os livros, recomendo porque é bem divertida.

A Trama: Como li Dias de Sangue e Estrelas há dois anos, eu estava bem perdida no início e tive que dar uma olhada nos livros anteriores da série, porque Laini não faz nenhum tipo de resumo. Entretanto, assim que lembrei da trama anterior, me vi imersa no mundo de guerras e romances que a autora soube criar tão bem.
Eu esperava muito desse livro e tive uma fantasia maravilhosa, com um desfecho que satisfez à maioria das minhas perguntas. Porém, de toda a trilogia, esse é o livro de que menos gostei, simplesmente porque ele parecia se arrastar em alguns trechos (o que não aconteceu antes). Uma nova personagem é introduzida na série, Eliza, e pelos primeiros dois terços do livro, eu tive que me empurrar a ler os capítulos do ponto de vista dela. Mas isso é só um detalhe no meio de um livro enorme e ótimo!

Resenha - Revival

Resenha feita pela Tay!
Título: Revival
Título Original: Revival
Livro Único.
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 376
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva

SinopseEm uma cidadezinha na Nova Inglaterra, mais de meio século atrás, uma sombra recai sobre um menino que brinca com seus soldadinhos de plástico no quintal. Jamie Morton olha para o alto e vê a figura impressionante do novo pastor. O reverendo Charles Jacobs, junto com a bela esposa e o filho, chegam para reacender a fé local. Homens e meninos, mulheres e garotas, todos ficam encantados pela família perfeita e os sermões contagiantes.
Jamie e o reverendo passam a compartilhar um elo ainda mais forte, baseado em uma obsessão secreta. Até que uma desgraça atinge Jacobs e o faz ser banido da cidade.
Décadas depois, Jamie carrega seus próprios demônios. Integrante de uma banda que vive na estrada, ele leva uma vida nômade no mais puro estilo sexo, drogas e rock and roll, fugindo da própria tragédia familiar. Agora, com trinta e poucos anos, viciado em heroína, perdido, desesperado, Jamie reencontra o antigo pastor. O elo que os unia se transforma em um pacto que assustaria até o diabo, com sérias consequências para os dois, e Jamie percebe que “reviver” pode adquirir vários significados.

A TramaAcompanhamos a trajetória de Jamie Morton da infância à vida adulta, de alguma forma sempre sob a sombra do ex-reverendo Charles Jacobs, seu quinto personagem (aquele personagem que aparece no meio de uma história para mudar o rumo de tudo). Por uma boa parte do livro, eu não sabia muito bem até onde o autor queria levar a história, mas gostei bastante de acompanhar o crescimento de Jamie e seus reencontros com Jacobs. A trama mescla fanatismo religioso com o sobrenatural, o desconhecido, o que cria uma grande expectativa sobre o final. Quanto a isso, vi em muitos lugares pessoas se rasgando de elogios para o final desse livro, dizendo que é o mais assustador e terrível que Stephen King já escreveu. Sinceramente? Quando cheguei lá, esperando uma coisa incrível acontecer, minha reação foi: "é... isso?". Não que tenha sido ruim, mas sabe quando você espera por uma coisa excepcional e aquilo acaba não chegando lá? Realmente não consigo entender como alguém consegue achar aquele o melhor final escrito por ele.

Resenha - O Substituto

Resenha feita pela Luh!  
Título: O Substituto
Título Original: Changeling
Série: Ordem da Escuridão
1- O Substituto (2015)
2- Stormbringers (2013 US)
3 - Fool's Gold (2014 US)

Autora: Philippa Gregory
Editora: Galera Record
Páginas: 272
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Ponto Frio // Submarino

Bem diferente do que eu esperava.

Sinopse: Dotado de beleza e inteligência fora do comum, Luca Vero foi visto com desconfiança durante toda a vida... até que o jovem é acusado de heresia. Para escapar da fogueira, aceita se tornar membro de uma Ordem misteriosa cujo objetivo é investigar estranhos relatos que assombram o mundo cristão. Para vencer seus inimigos, Luca se une a uma aliada improvável – Isolde, de 17 anos, fora aprisionada como abadessa de um convento cujas freiras sofrem constantes ataques de histeria. Além disso, os dois precisam combater a crescente atração que sentem um pelo outro. Ou podem acabar num inferno jamais imaginado.

A Trama: Luca é recrutado para uma Ordem secreta e acaba sendo enviado para comandar uma inquisição em um convento. Isolde é uma jovem que é forçadamente enviada para esse mesmo convento e tenta entender o que está acontecendo com as freiras, que parecem ter enlouquecido.
É uma história que tinha muito potencial, mas não conseguiu me cativar da maneira como eu gostaria. A trama é totalmente previsível, eu conseguia "adivinhar" o que aconteceria 50 páginas antes e tinha que ficar empurrando esse trecho da trama até voltar a outra parte interessante. Além disso, o livro é descrito como uma fantasia, porém ele é muito mais semelhante à uma ficção histórica. Eu gostei do livro, porém ele precisa melhorar bastante para chegar à altura das obras anteriores da autora.

Saciando a Fome #142

Um Saciando muito especial. Fizemos um amigo secreto de Natal aqui no blog, entre as meninas da equipe, e hoje viemos mostrar o que recebemos!

Começando por mim (Luh), quem me tirou foi a May e recebi dois livros que estava louca para ler (e já abri um espaço para um deles na pilha desse mês), A Vingança dos Sete, que faz parte da série Os Legados de Lorien, e Para Todos os Garotos Que Já Amei, um contemporâneo. Além disso, recebi uma cartinha muito fofa!!

Agora nos presentes da May, quem tirou ela foi a Ná e ela também recebeu dois livros, Difamação, um suspense, e A Menina Que Roubava Livros, que todos devem conhecer, já que é bem famoso. Veio também com uma cartinha e até balas!


O próximo presente foi o da Ná e quem tirou ela foi a Tay! Mar da Tranquilidade é um livro que todas queremos ler, depois de a May ter amado ele, mas pra mim o presente mais especial foi o marcador do blog, edição limitada. Além disso, a Ná recebeu vários outros marcadores, flags, cartinhas e até um desenho pintado à mão!

Ok, agora a Tay. Quem tirou ela foi a Lary, que enviou muitos mimos. Além do livro, O Sangue do Olimpo, a Tay recebeu um pôster de Psicose com direito a sangue falso e tudo, uma capinha para Kindle e um marcador de páginas super fofo feito à mão!

Por fim, a Lary foi a pessoa que eu tirei, e além de um livro (O Vitral Encantado) de uma das autoras prediletas dela, enviei vários marcadores, flags, bottoms da Marvel, um mapa lindo e sacolinhas especiais para guardar HQs.

Posso afirmar que todas saíram muito felizes com seus presentes!

Pilha de Leitura da Luh #28

Antes que vocês me crucifiquem por ter levado quase dois meses pra postar a pilha nova, queria falar que já li a metade dela.
Se você não conhece a Pilha de Leitura, é uma coluna em que nós vamos falar um pouquinho sobre os próximos livros que pretendemos ler, como está indo nosso ritmo, quais livros gostamos, e quais não, e muito mais. Ao clicar nos títulos da primeira seção, você vai para as resenhas, e da segunda, para a página do livro no Skoob.

A Última Pilha:

Ok, essa imagem é a mesma da pilha anterior e realmente consegui ler tudo o que planejava, então vamos aos livros. Não tive nenhuma decepção, mas já não esperava muito de Descendente e Alma Negra, por ter achado os livros anteriores dessas séries bem "normais".  Não foram livros ruins de maneira alguma, mas em comparação com os outros...
Voltando ao assunto de continuações de séries, eu estava torcendo pra amar Incendeia-me e Cress e foi exatamente isso que aconteceu, eles eram tão bons quanto eu queria que fossem. E, como foi um mês de leituras ótimas, fiquei triste por A Matemática do Amor, Meu Passado Me Condena e A Revolução dos Bichos não terem continuação, porque foram livros que me surpreenderam bastante e gostei, especialmente Meu Passado Me Condena, que rendeu muitas risadas, mas ainda bem que Sob o Céu do Nunca tem mais dois livros, porque adorei o primeiro.
Agora, para o favorito do mês (e até do ano), Corte de Espinhos e Rosas era tudo o que eu esperava e mais, se tornou um dos meus favoritos da vida e não sei como vou esperar pela continuação. (Estou vendendo meu primeiro filho para quem me arrumar os próximos livros!!)
O Pior da Pilha: Descendente, mas eu gostei, é só porque os outros foram muito muito bons.
O Melhor da Pilha: Não há dúvida: Corte de Espinhos e Rosas.

Pensaram que tinha acabado? Mas em dezembro eu foquei em ler os contos de séries que acompanho, e consegui ler uma quantidade considerável:

Esses contos, conhecidos nos EUA como novellas, são histórias curtinhas (entre 30 e 100 páginas) que complementam as séries de que fazem parte. Em alguns casos, como Roar and Liv (de Sob o Céu do Nunca), The Little Android (de Cinder) e Finding Cinderella (de Hopeless), eles não são necessários para a compreensão da trama, porém eu acredito que outros como Fragmenta-me, Winter's Passage (The Iron King) e Felizes Para Sempre (vários contos de A Seleção), apesar de não serem vistos como necessários, mudam a perspectiva do leitor à respeito de alguns fatos e a experiência não é a mesma sem ler os contos. Independente disso, de todos os contos que li, meu favorito foi Em Busca de Cinderela, que serve muito bem como uma história única e é absolutamente lindo!

Resenha - Gigantes

Resenha feita pela Maay!
Título: Gigantes
Livro Único.
Autor: Pedro Henrique Neschling
Editora: Paralela
Páginas: 232
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Loja Cia das Letras


Sinopse: Tudo começa numa festa de formatura de ensino médio. Cinco amigos comemoram juntos o tão aguardado fim da vida escolar. Apesar de bem diferentes entre si, têm algo em comum: enxergam o futuro como um mar de possibilidades a ser descoberto e explorado. Sonham em ser gigantes, tão grandes quanto suas ambições.
Mas para nenhum deles o futuro será conforme o previsto. À medida que os anos passam, os jovens deparam com as complexidades trazidas pelo chamado da vida adulta. Desilusões amorosas, questões familiares, conflitos na carreira, dúvidas e mais dúvidas… É inevitável: ao chegar perto dos trinta, todos nos tornamos um pouco mais desencantados e - por que não? - sábios. Mas e os sonhos da juventude, onde vão parar?


A Trama: Gigantes acompanha a trajetória de cinco amigos durante a década seguinte a sua formatura no ensino médio. Ao decorrer das poucas páginas, são retratadas diversas mudanças na vida dos protagonistas - desde a escolha de uma faculdade até mudanças de país. 
A história é muito realista e envolvente, realmente envolvente. Me surpreendi gostando da obra muito mais do que eu esperava. 

Conclusão da Maratona de Férias





Para quem perdeu, fizemos uma maratona rápida aqui no blog de 20 dias, entre 05 e 25 de dezembro. Hoje viemos mostrar para vocês nosso sucesso (ou a falta dele)!
Eu não estava tão otimista no início da maratona porque meu ritmo de leitura estava meio parado, mas me animei bastante para ler o máximo possível antes do final do ano e consegui ultrapassar a minha meta, lendo aproximadamente 3.292 páginas!

Além dos livros que eu tinha escolhido para a pilha, consegui ler 4 contos que acompanham as séries que eu estava lendo e uma coletânea de contos de A Seleção, Felizes Para Sempre. Meus livros prediletos foram Cress e Incendeia-me, ambos com personagens ótimos. Além disso, consegui fazer um ótimo progresso nas minhas séries e fiquei super feliz com as leituras! Para quem quiser saber mais sobre os livros, já tem resenha de Descendente, Eve e Adam, Alma Negra, Cress, Sob O Céu do Nunca, A Revolução dos Bichos e Felizes Para Sempre, e falarei sobre os outros livros na minha pilha de leitura (que vai ao ar essa semana).

Resenha - Dentiana: Rainha do Exército das Fadas dos Dentes

Resenha feita pela Lary!
Título: Dentiana: Rainha do Exército das Fadas dos Dentes
Título Original: Toothiana: Queen of the Tooth Fairy Armies
Série: Os Guardiões da Infância #3
1-  Nicolau São Norte e a Batalha contra o Rei dos Pesadelos (2012)
2- Coelhoberto Pascoal e os ovos guerreiros no centro da Terra! (2013)
3- Dentiana: Rainha do Exército das Fadas dos Dentes (2015)
4- The Sandman and the War of Dreams (2013 US)
Autor:
Editora: Rocco
Ano: 2015
Páginas: 240
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva

Essa resenha não contém spoilers do livro anterior, exceto em trama e personagens secundários.

Sinopse: Depois de Nicolau São Norte e Coelhoberto Pascoal, um novo Guardião – ou melhor, Guardiã – surge para ajudar os protetores dos sonhos das crianças a enfrentar o terrível Breu, o rei dos pesadelos. No terceiro livro da série Os Guardiões, que inspirou o filme A origem dos Guardiões, ninguém menos que Dentiana, a fada dos dentes em pessoa, entra em ação para desvendar o novo plano de Breu. Durona e veloz, ela terá que enfrentar ainda um antigo inimigo que está atrás dos dentes que contém as memórias das crianças. Dentiana é mais uma aventura cheia de magia e surpresas criada pelo renomado escritor e ilustrador William Joyce.

A Trama: Muitos meses depois da batalha no centro da terra, os moradores de Papouff Noelen comemoram a paz voltando ao cotidiano de invenções e felicidade. Todos acreditam que Breu foi destruído pois as crianças nunca mais tiveram sonhos ruins, e os Guardiões não acharam vestígios do vilão e seus comparsas em suas rondas pelo mundo. Em recorrência a todos esses fatos, todos - e quando digo isso é todo mundo mesmo, moradores, crianças, seres mágicos, guardiões e etc. - vão as alpes gelados do himalaia para avisar ao "Homem na Lua" que obtiveram sucesso em sua empreitada, é lá que coisas estranhas começam a acontecer com Khaterine e NoiteLuz e uma nova personagem é introduzida na história. Neste livro temos uma trama  mais adulta e com elementos muitos criativos, deixou a história em si muito mais envolvente.

Resenha - A Bela e a Adormecida

Resenha feita pela Lary!
Título: A Bela e a Adormecida
Livro Único.
Autor: Neil Gaiman
Ilustrador: Chris Riddell
Editora: Rocco Jovens Leitores
Páginas: 72
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar:  Saraiva // Livraria da Folha


Sinopse: Em uma sombria e fascinante história, as mais queridas princesas dos contos de fadas são reinventadas de maneira brilhante pelo inglês Neil Gaiman e o ilustrador Chris Riddell. Em A Bela e a Adormecida, uma jovem rainha é informada, na véspera de seu casamento, sobre uma estranha praga que assola as fronteiras do seu reino, um sono mágico que se espalha pelo território vizinho e ameaça os seus domínios. Na companhia de três anões, a rainha abandona o fino vestido da festa, pega sua espada e armadura e parte pelos túneis dos anões para o reino adormecido. Uma viagem repleta de ação e suspense que leva a uma surpreendente descoberta. Misturando o conhecido e o novo com perfeita sintonia, Gaiman cria mais uma obra repleta de magia e aventura capaz de hipnotizar o mais exigente dos leitores.
 
A Trama: 
Nessa história sem nomes, três anões saem em busca de um presente para sua rainha que irá se casar, seu reino fica separado de outro por uma imensa cordilheira, por isso eles cavam por baixo dela para chegar ao seu destino. Lá encontram diversas pessoas abrigadas em uma antiga taberna local, com medo da nova praga que têm se alastrado pelo reino, confusos eles voltam para o castelo da rainha e contam o que aconteceu, ela preocupada com seu reino resolve adiar seu casamento e partir para o reino vizinho em busca de respostas. A trama me chamou muito atenção por ter como "o cavaleiro", o "Herói" uma mulher, agora rainha e que já foi uma princesa. Apesar de o tema "mulher independente, e forte" não ser mais novidade ele é na minha opinião ainda pouco explorado, principalmente em contos de fada.

Resenha - Antes que Aconteça

Resenha feita pela 
Título: Antes que Aconteça
Série: Depois do que Aconteceu
1 - Depois do que Aconteceu (2015)
2 - Antes que Aconteça
Autora: Juliana Parrini
Editora: Suma de Letras
Páginas: 237
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon // Submarino

Atenção: Essa resenha CONTÉM spoilers do livro anterior.

Sinopse"Cumpri o que ele havia me pedido, segui em frente. Sou feliz e pretendo ter os filhos mais lindos do mundo, como sempre sonhei, com o homem que me deu a chance de amar novamente. Depois de todo o sofrimento, finalmente, colei os cacos do meu coração partido, pedaço por pedaço."
Isabel passou um ano fugindo. Depois de uma grande desilusão, ela não acreditava que conseguiria ser feliz novamente. Até que conhece Daniel e decide recomeçar. Quando Isabel finalmente dá uma segunda chance ao amor, o destino a surpreende com uma notícia que poderá mudar sua vida para sempre.
Em “Antes Que Aconteça”, o desfecho de Depois do que aconteceu, Isabel terá a chance de reencontrar o passado e lutar pela sua felicidade.

A Trama: Depois do sofrimento do primeiro livro e de ter aparentemente tê-lo superado, Isabel passa pela prova final ao rever seu passado e ter que lidar com ele bagunçando sua vida nova. E eu, tive que lidar com esse livro me bagunçando, pois ele bagunçou meus sentimentos de verdade, mas de uma forma boa.
Achei esse livro bem melhor que o primeiro pelo andamento da trama, carga emocional, todos altos e baixos e o final capaz de deixar o leitor em lágrimas. Não tinha muitas expectativas para essa continuação e isso foi ótimo já que o livro é melhor do que eu esperava.

Resenha - Kitsune

Resenha feita pela 
Título: Kitsune
Série: Kitsune
1 - Kitsune
Autora: Fernanda Wolf
Editora: Novo Século
Páginas: 190
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon 

Sinopse: Um novo mundo sempre foi cogitado, as pessoas sempre querem ver algo diferente, mas nunca chegam a pensar que elas podem ser esse “diferente”. É o que acontece com a aluna Mary Knight Walker, até que é confrontada por um lado desconhecido de sua vida. Ela é levada a conhecer um novo mundo e rever suas prioridades para o futuro, sendo constantemente testada durante a jornada. Kitsune é uma mistura de narrativas de diversos personagens em constante evolução, que lutam para atingir objetivos distintos – na verdade, um único propósito –, revelando uma visão interessante das criaturas de um novo mundo fantasioso.

A Trama: Que o livro se tratava de fantasia eu já sabia, mas esperava algo diferente da história contada pela autora. Sua escrita se encaixaria de forma mais apropriada se o livro fosse uma HQ ou mangá. A trama toda se passa de forma rápida, e assim é a transação da vida dos personagens principais na escola, para a revelação de suas identidades de seres que se transformam e vivem como humanos e como animais. A partir daí aparecem os problemas e inimigos com os quais eles precisam lutar.

Bingo Literário do Fome de Livros 2016

Olá, pessoas maravilhosas! Hoje vim anunciar para vocês o primeiro Bingo Literário do Fome de Livros!


O Bingo é um desafio literário que tem a intenção de fazer você ler mais durante o ano e também tentar variar as suas leituras. Vai que você acha um máximo um livro daquele gênero que você até revirava os olhos? E, o melhor de tudo, teremos prêmios!

Resenha - E Não Sobrou Nenhum

Resenha feita pela Tay!
Título: E Não Sobrou Nenhum
Título Original: And Then There Were None
Livro Único.
Autor: Agatha Christie
Editora: Globo Livros
Páginas: 400
Ano: Ed.: 2014 - Original: 1939
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva

SinopseUma ilha misteriosa, um poema infantil, dez soldadinhos de porcelana e muito suspense são os ingredientes com que Agatha Christie constrói seu romance mais importante. Na ilha do Soldado, antiga propriedade de um milionário norte-americano, dez pessoas sem nenhuma ligação aparente são confrontadas por uma voz misteriosa com fatos marcantes de seus passados.
Convidados pelo misterioso mr. Owen, nenhum dos presentes tem muita certeza de por que estão ali, a despeito de conjecturas pouco convincentes que os leva a crer que passariam um agradável período de descanso em mordomia. Entretanto, já na primeira noite, o mistério e o suspense se abatem sobre eles e, num instante, todos são suspeitos, todos são vítimas e todos são culpados.
É neste clima de tensão e desconforto que as mortes inexplicáveis começam e, sem comunicação com o continente devido a uma forte tempestade, a estadia transforma-se em um pesadelo. Todos se perguntam: quem é o misterioso anfitrião, mr. Owen? Existe mais alguém na ilha? O assassino pode ser um dos convidados? Que mente ardilosa teria preparado um crime tão complexo? E, sobretudo, por quê?
São essas e outras perguntas que o leitor será desafiado a resolver neste fabuloso romance de Agatha Christie, que envolve os espíritos mais perspicazes num complexo emaranhado de situações, lembranças e acusações na busca deste sagaz assassino. Medo, confinamento e angústia: que o leitor descubra por si mesmo porque. E não sobrou nenhum foi eleito o melhor romance policial de todos os tempos.

A TramaA trama começa com nossos personagens indo para a Ilha do Soldado, convidados por um misterioso Sr. Owen e sem nenhuma relação entre si. Na ilha, a primeira noite trás um certo desconforto, já que seu anfitrião não está lá para recebê-los. É então que surge a voz na gravação, dizendo coisas que aquelas pessoas não poderiam ter feito. Ou poderiam?
O livro todo trás uma aura sombria bem marcante, principalmente depois de lermos a rima infantil dos dez soldadinhos e percebermos que ela tem muito a ver com a forma como as mortes vão acontecendo. A autora não entrega o mistério de bandeja e, quando ela te leva a acreditar em algo, depois muda completamente o rumo das coisas e continua dando pistas falsas até você querer chegar logo no final para desvendar aquela mistério. Para mim, ali pelo meio do livro, eu já tinha minhas suspeitas do que poderia estar acontecendo, mas não acertei no autor de tudo. E admito que foi bem surpreendente a forma como a autora encerra a história.

Resenha - Infinito + Um

Resenha feita pela Maay!
Título: Infinito + Um
Título Original: Infinity + One
Livro Único.
Autora: Amy Harmon
Editora: Verus
Páginas: 336
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Extra


Sinopse: Quando duas pessoas se tornam aliadas improváveis e foras da lei quase sem querer, como podem vencer todos os desafios?
Bonnie Rae Shelby é uma estrela da música. Ela é rica, linda e incrivelmente famosa. E quer morrer. Finn Clyde é um zé-ninguém. Ele é sensível, brilhante e absurdamente cínico. E tudo o que ele quer é uma chance na vida.
Estranhas circunstâncias juntam o garoto que quer esquecer o passado e a garota que não consegue enfrentar o futuro. Tendo o mundo contra eles, esses dois jovens, tão diferentes um do outro, embarcam numa viagem alucinante que não só vai mudar a vida de ambos, como pode até lhes custar a vida.
Infinito + um é uma história sobre fama e fortuna, sobre privilégios e injustiças, sobre encontrar um amigo por trás da máscara de um estranho — e sobre descobrir o amor nos lugares mais inusitados.


A Trama: Em Infinito + Um acompanhamos a improvável jornada de Bonnie e Clyde. Mas esse é um casal diferente daquele que deixou os Estados Unidos de pernas para o ar na década de 1930. E talvez essa "semelhança" tenha sido um de meus pontos favoritos mo livro. 
Fiquei fascinada pela história de Bonnie e Clyde originais quando assisti a uma minissérie sobre eles, há uns dois anos, e ainda que a história do livro não seja realmente muito parecida com a do casal criminoso, é uma releitura bem interessante (e original né, temos que admitir). 
Porém - tinha que ter um porém -, a trama não me convenceu completamente. Talvez por eu não ter conseguido me envolver tanto com os personagens, não sei, mas faltou algo para que eu acreditasse na história que estava sendo contada. 

Resenha - O Aprendiz

Resenha feita pela Tay!
Título: O Aprendiz
Título Original: The Novice
Série: Conjurador
1- O Aprendiz
2- The Inquisition (2016)
Autor: Taran Matharu
Editora: Galera Record
Páginas: 350
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Saraiva

SinopseEm O aprendiz, primeiro volume da série Conjurador, Fletcher é um órfão de 15 anos e, para sua surpresa, conseguiu invocar um demônio do quinto nível. O problema é que apenas os nobres deveriam ser capazes de conjurar criaturas e usá-las na guerra contra os orcs. Mas plebeus como Fletcher também podem ser conjuradores, e o garoto consegue uma vaga na Academia Vocans, uma escola de magos que prepara seus alunos para os campos de batalha. Lá, ele irá enfrentar o bullying dos nobres, mas também aprenderá feitiços e fará amigos incomuns, como anões e elfos. Além de se provar digno de uma boa patente na guerra, Fletcher e seu grupo de segregados precisam se unir e vencer o preconceito que sofrem na desigual sociedade de Hominum.

A TramaA trama muitas vezes me lembrou Harry Potter, principalmente quando Fletcher chega na Academia Vocans, onde vai treinar suas habilidades de conjurador. Os demônios da história foram inspirados em uma mistura de Pokémon com Digimon, segundo o próprio autor, e eu gostei bastante da mitologia que isso resultou na história. Outro ponto que eu gostei é a forma como o autor inseriu temas como bullying e preconceito racial na história de uma forma que não fugisse do mundo fantástico criado.

Quinta das Capas #93

Capas de Livros da DarkSide

 

Olá, Olá!! Já fazia tempo que eu queria fazer uma Quinta das Capas com essa temática, já que, convenhamos, o que são esses livros da Darkside? Não só as capas como as edições em si, tanto em capa dura ou brochura são um espetáculo! Me perdoem apenas por algumas imagens que não estão em ângulo frontal, não sei qual é o problema da editora com essa forma de propagar a imagem de seus livros, é sempre muito difícil achar as imagens das capas neste ângulo e com uma boa qualidade.


Golem e o Gênio têm uma capa linda, bem mística - quando a vi pela primeira vez, já queria ler o livro antes mesmo de saber a sinopse - apesar de haver algumas diferenças é inegável a semelhança da estrutura na capa com o Arco do Triunfo - famoso monumento francês, a atmosfera esfumaçada e as chamas treme-luzentes dão todo um efeito fantasioso. A capa de Tubarão é simples de certo modo, mas também é muito impactante - resume perfeitamente a sensação e o pânico que o autor quis passar na própria história. Coloquei as duas capas de Os Goonies aqui por que não consegui escolher entre elas - me perdoem mas nunca assisti a esse clássico - quero muito ler e não imagino o que vou encontrar, mas a capa inspira muita curiosidade não? Parece uma aventura pirata ao alcance da mão.


Sinceramente A guerra da Rainha Vermelha me confunde, a rainha em si não parece nem de longe uma mulher, o trono me lembra um altar de sacrifício Maia, e a máscara dependurada me lembra da máscara inspirada em Guy Fawkes feita para a HQ V de Vingança. O Senhor dos Dinossauros tem uma capa mega atrativa (pelo menos para mim) fico imaginando um Jurassic Park futurista! (me perdoem se estiver falando besteira, ainda não li esse livro) ou um Avatar jurássico. A biografia de Zé do Caixão parece um retrato fúnebre, combina perfeitamente com o assunto não é?

 
Quem não conhece essa edição? Talvez a mais famosa A menina Submersa é uma obra de arte, apesar de a capa ser lisa, ela passa a aparência de metal fundido em alto relevo, parece um daqueles livros enormes e misteriosos que se encontraria no no fundo de uma livraria de ocultismo. A imagem de A Noiva Fantasma não faz jus a sua capa de verdade, ela parece aveludada e tem pequenos brilhos e relevos delicados, as sakuras aparentam balançar e da quase pra ouvir o roçar do papel no voo dos tsurus, porém essa capa na minha opinião tem um defeito gravíssimo - não sei se o problema foi a modelo, o ângulo ou o Photoshop, mas o perfil direito da modelo parece torto (como se ela tivesse tido um derrame), dependendo da forma que se olha parece até que ela é vesga, o cabelo têm vida própria e se materializa em locais absurdos, ele está todo ao vento, mas mesmo assim tem uma trança pendendo em seu ombro direito, o cabelo do topo da cabeça está lambido como se estivesse molhado ou como se o vento viesse debaixo para cima, enquanto o restante do cabelo se esvoaça pelas costas como uma brisa suave que viria da frente da modelo, como se não fosse o suficiente, de onde está brotando aquele cabelo debaixo do antebraço esquerdo? Não há cabelo na parte de cima e ele parece sair de dentro da costura da roupa. Onde Cantam os pássaros é chamativo e bagunçado, mas é gostoso estudar o que foi colocado na capa, quase um Procurando Wally!



Para finalizar.... gosto muito da capa de brochura de Sexta - Feira 13, mas entendo que a de capa dura seja mais fidedigna, afinal essa máscara é o símbolo dessa história, mas nada como sangue jorrando e intestinos aparecendo certo? Mas como boa veterinária e relembrando minhas aulas de anatomia, não conheço nenhum ser vivo que tenha os intestinos logo em contado direto com a pele....mas...paciência, nem tudo são flores. A capa de Star Wars - A Trilogia é linda por que o Darth Vader é perfeito (<3), mas o que eu mais gosto são as cores e a forma que foram dispostas, parece que ele foi pintado a mão, com respingos...acho que foi a Força.. (tudo bem, piada infame, vou parar).

Resenha - Coelhoberto Pascoal e os ovos guerreiros no centro da Terra!

Resenha feita pela Lary!
Título: Coelhoberto Pascoal e os ovos guerreiros no centro da Terra!
Título Original: E. Aster Bunnymund and the Warrior Eggs at the Earth's Core
Série: Os Guardiões da Infância # 1
1-  Nicolau São Norte e a Batalha contra o Rei dos Pesadelos (2012)
2- Coelhoberto Pascoal e os ovos guerreiros no centro da Terra! (2013)
3- Dentiana: Rainha do Exército das Fadas dos Dentes (2015)
4- The Sandman and the War of Dreams (2013 US)
Autor:
Editora: Rocco
Ano: 2013
Páginas: 256
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Extra

Essa resenha não contém spoilers do livro anterior, apenas na trama.

Sinopse: Joyce transforma o bom e velho coelho da Páscoa num Guardião muito especial dos sonhos das crianças. Afinal, além de fazer os mais deliciosos chocolates, Coelhoberto Pascoal é capaz de cruzar a galáxia num segundo, e com seus ovos guerreiros, ele pode finalmente pôr um fim na batalha contra o Rei dos Pesadelos.

A Trama: A trama segue diretamente o final do primeiro livro. Norte, Ombric e Kate estão no castelo dos Lamas Lunares, aprendendo sobre sua cultura e seus mistérios e a como manejar a arma que Norte ganhou do Homem da Lua. Enquanto Ombric estuda a história da Era de Ouro, Katherine se vê cuidando de uma gansa gigante das neves que acha que ela é sua mãe, tudo corre bem até que NoiteLuz que estava a vigiar o trio, desaparece depois de uma de suas rondas. Apesar da linha do tempo estar correlacionada com o primeiro livro, só há eventos evolutivos na história bem para o final, e a trama foi principalmente de transição, sem que houvesse muitas mudanças, este livro bem que poderia ser um adendo ao último ou um conto que introduzisse um novo personagem. 

Terça do Top #105

Metas Literárias Para 2016 


Ok, mais um clássico de fim de ano, eu faço minhas metas literárias todos os anos e, na maior parte, funciona muito bem. Então vamos ao meu desempenho em 2015:


- Ler ao menos 80 livros.
Funcionou super bem e ultrapassei a minha meta. Nos últimos 3 anos eu li consistentemente entre 80 e 90 livros, então sei que é um número que eu consigo se me esforçar um pouco.

- Não comprar mais livros para mim.
Nem vou repetir essa meta em 2016 porque simplesmente perdi o hábito de comprar livros. Em 2015 eu devo ter comprado menos de 10, e só comprei esses poucos porque estavam realmente muito baratos. Já consigo entrar em uma livraria sem levar nada tranquilamente, então considero essa meta uma vitória!

- Diminuir minha "Pilha de Leitura" em 15 livros.
Mais uma meta que foi fácil, já que li mais de 20 livros da Pilha de Leitura. Acho que em 2015 eu pensei que teria menos tempo?

- Agendar as postagens com 5 dias de antecedência.
Ok, não adianta, essa funciona por alguns meses e depois sempre falha. Não consigo programar as postagens, mas como o objetivo real aqui era não deixar o blog ficar parado sem postagem nenhuma, na verdade esse objetivo foi meio que um sucesso graças à equipe linda do blog que movimenta as coisas sempre que eu não posso. <3 Trabalho em equipe!

- Terminar 12 séries literárias.
Foi apertado, mas consegui. Ufa! Para quem quiser saber mais sobre essa meta em particular, é só conferir o balanço de séries desse ano.

- Participar de 3 maratonas.
Eu AMO maratonas e consigo ler muito mais que no meu ritmo normal, porque me forço a não entrar no Netflix e tento dedicar mais tempo à leitura.  Acredito que em 2015 eu tenha participado de 5, apesar de não lembrar qual foi a quinta. O importante é que esse objetivo foi absolutamente cumprido.

Retrospectiva 2015 - Parte 4

Olá pessoal! Infelizmente não consegui ler tantos livros quanto eu queria em 2015, que foi um ano de leituras bem medianas para mim, mas resolvi falar das 5 melhores com vocês na minha primeira retrospectiva para o blog. Os livros não estão numa ordem exata de preferência, mas como fui escrevendo sobre os que mais lembrava primeiro, fica subentendido que os primeiros são os que eu mais gostei e mais me fizeram feliz, hehe.

Já conhecia outros dois livros da autora, mas me surpreendi pelos personagens incríveis e por sua escrita diferente aqui. A Morte de Sarai me manteve ligada a trama do começo ao fim, desesperada pela continuação e na esperança de que Na Companhia de Assassinos se torne uma de minhas séries literárias preferidas.





É engraçado que eu não me lembre como exatamente conheci o trabalho do Pedro Gabriel, mas desde
que isso aconteceu, o acompanho e amo seus guardanapos. Seu segundo livro conseguiu me agradar ainda mais que o primeiro e é uma obra linda pra quem gosta de criatividade e poesia.

Não preciso nem elogiar demais esse livro que já é super conhecido e só me fez querer ler todos os livros da autora, coisa que não consegui realizar ainda, mas um dia ei de conseguir. Colleen Hoover tem o dom pra escrever New Adults de qualidade e que continue assim.

Sabe quando sua série favorita acaba e você fica de coração partido sem saber o que fazer? Foi o que eu senti ao terminar uma das minhas trilogias favoritas, mas também me senti feliz por ter chegado ao final sem ter vontade de matar a autora.





A Promessa da Rosa
Esse romance nacional mexeu muito comigo. Desde a escrita, até o clima de época e as reviravoltas da trama, fiquei com gosto de quero mais e admirada com a leitura.




Bom, é isso. Alguém aí já leu ou se interessou por algum dos livros?

Desejo para todos um ótimo 2016, recheado de boas leituras! Até mais!

Resenha - Perdidos Por Aí

Resenha feita pela Luh!  
Título: Perdidos Por Aí
Título Original: Let's Get Lost
Livro Único
Autor: Adi Alsaid
Editora: Verus
Páginas: 294
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Extra

No geral, poderia ser melhor.

Sinopse: Quatro jovens ao redor do país têm apenas uma coisa em comum: uma garota chamada Leila. Ela entra na vida de cada um com seu carro absurdamente vermelho no momento em que eles mais precisam de alguém.
Entre eles está Hudson, mecânico em uma cidadezinha, que está disposto a jogar fora seus sonhos de amor verdadeiro. E Bree, uma garota que fugiu de casa e curte todas as terças-feiras — além de algumas transgressões ao longo do caminho. Elliot acredita em finais felizes... até sua vida sair totalmente do script. Enquanto isso, Sonia pensa que, quando perdeu o namorado, também perdeu a capacidade de amar.
Hudson, Bree, Elliot e Sonia encontram uma amiga em Leila. E, quando ela vai embora, a vida de cada um deles está transformada para sempre. Mas é durante sua própria jornada de quase sete mil quilômetros através do país que Leila descobre a verdade mais importante: às vezes, aquilo de que você mais precisa está exatamente no ponto onde começou. E talvez a única maneira de encontrar o que você está procurando seja se perder ao longo do caminho.

A Trama: Perdidos Por Aí é dividido em cinco partes, as quatro primeiras tratam das 4 diferentes pessoas que Leila conhece e a última é sobre a própria Leila. A "protagonista" está viajando pelos Estados Unidos, sentido norte, para ver as luzes da aurora boreal e vai parando pelo caminho e conhecendo essas diferentes pessoas.
Meu grande problema com esse livro está logo no início: Hudson. Na primeira página do livro, Hudson vê "uma mulher capaz de nos fazer pensar que a vida não está completa a menos que faça parte dela" e em menos de 10 páginas Hudson já está completamente apaixonado, sendo que dentro da trama mal se passou uma hora. Boa parte da trama gira em torno do instalove e eu não consegui engolir.
Agora, por outro lado, adorei as partes sobre Elliot e Sonia. Elliot era extremamente fofo, apesar de um pouquinho clichê, e Sonia foi minha favorita, eu poderia facilmente ter lido um livro todinho sobre ela.

Resenha - Sweet

Resenha feita pela 
Título: Sweet
Título Original: Sweet
Série: Contornos do Coração
1- Easy (2013)
2- Breakable (2014)
3- Sweet 

Autora: Tammara Webber
Editora: Verus
Páginas: 322
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon // Extra 

Atenção: Essa resenha NÃO contém spoilers dos livros anteriores.

Sinopse: Boyce Wynn é um cara ferido e selvagem, mas resiliente. Pearl Frank sempre foi uma garota obediente, mas agora está inquieta. Quando volta para sua cidadezinha, em crise com sua escolha profissional, Pearl tem duas certezas: Boyce é exatamente aquilo que ela deveria evitar — e tudo o que ela mais quer. Ele é rebelde e barulhento. Indiferente ao que as pessoas pensam dele. Intenso. Forte. Perigoso. Mas Boyce tem mais uma característica — algo que ele esconde de todos, exceto de Pearl: ele é doce. Neste volume da série Contornos do Coração, você vai conhecer a história de dois amigos conforme eles descobrem que sempre foram mais que isso — além de rever personagens conhecidos, como Lucas e Jacqueline.

A Trama: Quase havia esquecido da sensação de pegar um livro viciante e não conseguir fechá-lo até terminar, mas Sweet me fez reviver essa delícia de experiência. Não cheguei a ler o livro todo de uma vez só, mas tive que ler 200 páginas até o final numa tarde pra ter paz e finalmente saber o que aconteceria com Pearl e Boyce.
Boyce viu a mãe fugir de casa e das agressões do pai com outro homem e deixá-lo a própria sorte com seu irmão mais velho Brent, aos 8 anos. Pearl foi criada por sua mãe até que ela se casasse com Thomas, e perdeu seu pai antes mesmo de nascer, na travessia do México para os EUA e pelo sacrifício de seu pai biológico para lhe dar uma vida melhor, sua mãe lhe cobra muito.
É perfeitamente possível ler e compreender a trama desse livro sem ler os anteriores, mas mesmo assim recomendo a leitura deles por serem tão bons quanto esse.