Resenha - Nunca Jamais

Resenha feita pela Maay!
Título: Nunca Jamais
Título Original: Never, Never
Série: Never, Never
1- Nunca Jamais (2016)
2- Never, Never - Part Two (2015 US)
3- Never, Never - Part Three (2016 US)
Autoras: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Editora: Galera
Páginas: 192
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Extra

Pelo amor de Deus, eu preciso da continuação!!!

Sinopse: Charlie Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.
Charlie e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo pelo qual se juntaram no passado.

A Trama: Falar sobre a trama de Nunca Jamais é complicado demais, afinal o livro é curto e qualquer pequeno detalhe é um grande spoiller. Vou me limitar a dizer que esse é um livro que você simplesmente não vai conseguir parar de ler antes de chegar à última página, e quando chegar nela vai ser terrível, porque você simplesmente vai precisar da continuação naquele minuto.

Resenha - Outro Dia

Resenha feita pela Tay!
Título: Outro Dia

Título Original: Another Day
Série: Todo Dia
1- Todo Dia (2013)
2- Outro Dia
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 322
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon


Sinopse
Um dos mais inovadores autores de livros jovem adulto e o primeiro a emplacar uma trama gay na lista do New York Times, David Levithan retoma a sua mais emblemática trama em "Outro Dia". Aqui, a já celebrada — com várias resenhas elogiosas — história de "Todo Dia" é mostrada sob o ponto de vista de Rhiannon. A jovem, presa em um relacionamento abusivo, conhece A, por quem se apaixona. Só que A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Mas embarcar nessa paixão também traz desafios para Rhiannon. Todos eles mostrados aqui.

A TramaO livro conta a mesma história de Todo Dia, mas pelo ponto de vista de Rhiannon. Os únicos momentos "repetidos" na história são quando ela e A estão juntos (juntas?), mas todo o resto é inédito, digamos assim. Como já tem quase um ano que eu li o primeiro livro, eu não me lembrava de detalhes da história, então foi bem empolgante ver a perspectiva de Rhiannon sobre tudo. Mas acredito que se você tiver acabado de ler Todo Dia ou o tenha lido a pouco tempo, Outro Dia pode não ser tão empolgante assim, então recomendo que espere passar um tempinho antes de pegá-lo para ler, a não ser que você seja o tipo de pessoa que não ficaria entendiada em ler as cenas repetidas, mesmo sabendo como tudo acontece. No final, temos um capítulo contando um pouco além de onde termina Todo Dia e a última frase nos dá esperanças de que o autor, finalmente, lance uma continuação da história.

Pilha de Leitura da Luh #30

Chegou na hora de uma pilha nova!
Se você não conhece a Pilha de Leitura, é uma coluna em que nós vamos falar um pouquinho sobre os próximos livros que pretendemos ler, como está indo nosso ritmo, quais livros gostamos, e quais não, e muito mais. Ao clicar nos títulos da primeira seção, você vai para as resenhas, e da segunda, para a página do livro no Skoob.

A Última Pilha:


Essa pilha teve muitas surpresas. Começando pelas continuações de séries, À Espera de Romeu foi melhor que o livro anterior, mas ainda está longe de ser ótimo, Coroa Cruel teve contos bem interessantes, apesar de não ter acrescentado muito na trama geral.
A Ascensão dos Nove foi um livro repleto de ação, tão bom quanto os anteriores, e estou ansiosa para ler o próximo livro da série em breve. Agora, para os livros novos, amei os três, tiveram notas ótimas. O Circo da Noite é misterioso e complicado, um livro muito diferente do que estou acostumada. Perdão Mortal (Grave Mercy) não foi o que eu esperava, por focar bastante no romance, mas ainda adorei. Por fim, O Imperador das Lâminas é um livro longo e tem seus trechos lentos, mas a trama é muito interessante e pretendo acompanhar o resto da série.
Para completar a pilha, também li dois contos da série Os Legados de Lorien, e adorei saber mais sobre a Seis e o Nove, personagens que aparecem bastante no terceiro livro.
O Pior da Pilha: À Espera de Romeu, porque ainda precisa de muito desenvolvimento.
O Melhor da Pilha: Perdão Mortal, me deixou com vontade de dar pulinhos e gritinhos que nem uma criança.

Resenha - O Circo da Noite

Resenha feita pela Luh!  
Título: O Circo da Noite
Título Original: The Night Circus
Livro Único
Autora: Erin Morgenstern
Editora: Intrínseca
Páginas: 368
Ano: 2012
Saiba mais: Skoob

Uma resenha especial para um livro especial.

O Circo da Noite é história de duas pessoas com magia, capazes de fazer coisas inacreditáveis.
Celia é uma garota linda, fofa e gentil, torturada por seu pai cruel.
Marco foi resgatado de um orfanato para um futuro grandioso.
Os protagonistas começam a trama com menos de dez anos.
Ao final, eles já são adultos completos.

Celia e Marco são os protagonistas de um grande jogo, mas ninguém sabe o que esse jogo é.
Os riscos são altos, muitas pessoas estão envolvidas e o mistério é incomparável.
Ninguém sabe como o jogo termina, mas o Circo da Noite é o palco.
E esse não é um circo comum.

Prepare-se para um livro completamente original, enquanto você acompanha o circo e seus encantos, desde a criação e noite de estréia, e o impacto que ele tem na vida das pessoas.

Resenha - Vamos Juntas?

Resenha feita pela Tay!
Título: Vamos Juntas?

Livro Único.
Autor: Babi Souza
Editora: Galera Record
Páginas: 144
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon


Sinopse
Toda mulher já se sentiu insegura na hora de sair sozinha na rua. O risco de ser abordada, perseguida ou assediada é uma realidade. Mas, um dia, uma moça chamada Babi Souza teve uma ideia simples e revolucionária: da próxima vez em que você estiver sozinha, olhe para os lados. Pode ter outra mulher andando na mesma direção. Por que não vão juntas?Logo, o movimento Vamos Juntas? conquistou moças em todo o Brasil, se tornando um símbolo de união feminina e feminismo, na defesa por direitos iguais entre homens e mulheres. Aos poucos, muitas mulheres mudaram sua forma de enxergar o dia a dia e a moça ao lado.
Além de dados sobre o feminismo, que mostram como ainda há tanto a ser conquistado, este guia traz relatos de mulheres que aprenderam, junto ao Vamos Juntas?, a enxergar companheiras umas nas outras. A se unir, ao invés de rivalizar.

A TramaÉ um livro de não-ficção, então não tem exatamente uma trama, mas primeiro acompanhamos a autora nos contando em que situação ela pensou no projeto Vamos Juntas? e como sua vida mudou a partir daí. Depois, como o subtítulo do livro já diz, o livro se torna um guia completo sobre a sororidade, o ato de enxergar na mulher ao lado uma irmã e ajudá-la se necessário. O livro também conta com relatos de mulheres que passaram por alguma situação e conseguiram tirar força e coragem no apoio do movimento, além de listas, tópicos, mensagens inspiradoras e mais. Em um primeiro momento, antes de começar o livro, pode parecer uma leitura chatinha, mas assim que começa o texto flui muito e você quer sempre saber mais e mais sobre o que a autora está nos contando e acaba terminando o livro em apenas uma sentada - foi o meu caso, pelo menos. Duvido você terminar o livro sem querer se juntar a elas.

Resenha - O Diário de Anne Frank

Resenha feita pela Maay!
Título: O Diário de Anne Frank
Título Original: Het Achterhuis - Dagboekbrieven 12 juni 1942 - 1 augustus 1944
Livro Único.
Autora: Anne Frank
Editora: Record
Páginas: 416
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Livraria Cultura

É muito amor envolvido.

Sinopse: Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de longos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente foi para Auschwitz, e mais tarde para Bergen-Belsen. Seu diário destaca sentimentos, aflições e pequenas alegrias de uma vida incomum, problemas da transformação da menina em mulher, o despertar do amor, a fé inabalável na religião e, principalmente, revela a rara nobreza de um espírito amadurecido no sofrimento.

A Trama: Acho que todo mundo já ouviu falar de Anne Frank, né? A história da menina judia, que passou pouco mais de 2 anos escondida dos nazistas, ganhou o mundo há muito tempo.
Eu devo ter lido esse livro pela primeira vez há mais ou menos dez anos. Relendo, percebi que lembrava muito pouco da história. Mas entendi perfeitamente porque, mesmo depois de tanto tempo, ele continuava tendo um espaço tão especial no meu coração.
As livrarias estão cheias de livros sobre a Segunda Guerra Mundial, mas os relatos verdadeiros não são tantos assim. Não estou desmerecendo a ficção, longe de mim! Mas às vezes é bom se dar a oportunidade de conhecer a realidade sem floreios - ela pode ser muito mais interessante do que você imagina.

Resenha - Perdão Mortal

Resenha feita pela Luh!  
Título: Perdão Mortal
Título Original: Grave Mercy
Série: O Clã das Freiras Assassinas
1- Perdão Mortal (2015)
2- Divina Vingança (2016)
3- Mortal Heart (2014 US)
Autora: Robin LaFevers
Editora: V&R Brasil
Páginas: 408
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Extra

Trono de Vidro encontra A Guerra dos Tronos em um livro impressionante.

Sinopse: Tudo o que Ismae Rienne conhecia era pobreza e violência vinda dos homens. Até que é levada para o convento de Saint Mortain, o misterioso Deus da Morte. Lá, Ismae é treinada para se tornar uma habilidosa assassina. A garota vai aprender que a independência é conquistada com duras consequências, e que o destino de um país inteiro – e do único homem que ela seria capaz de amar – estão em suas mãos.

A Trama: Um dos detalhes mais importantes a saber sobre essa trilogia é que cada livro é narrado por uma protagonista diferente. Ou seja: qualquer um pode morrer, até a protagonista.
A trama começa com o passado de Ismae e a história de como ela chegou no convento, os testes em que ela precisou passar e o início de seu treinamento. Porém logo somos transportados três anos à frente, para as primeiras missões da garota, onde seu caminho cruza com o encantador Duval, um nobre da corte. Por meio das artimanhas do convento, Ismae acaba sendo forçada a se passar por amante de Duval e infiltrar a corte, e é aí que a trama realmente começa, com assassinatos constantes, traições e um romance quente e lento que é capaz de deixar qualquer leitor ávido por mais. O único porém, na minha opinião, é que o livro se prolonga um pouco demais, tornando alguns trechos mais lentos.

Terça de Top #107

Top 8 Personagens Que Todo Mundo Adora (menos eu)


Sim, vou aproveitar essa terça do top para falar mal dos personagens um pouquinho. Mas ainda gostei de vários dos livros listados abaixo, fica o aviso.

Adam - Estilhaça-me
Uma palavra: entediante. Adam é o cara bonzinho que depois vira menos bonzinho mas não consegue deixar de ser absolutamente desinteressante. Ele é simplesmente tão previsível!

Barbie (e todos os outros) - Sob a Redoma
Em certas partes do livro eu não sabia mais se Barbie era uma pessoa real ou um boneco de cera, porque ele simplesmente não fazia nada. No máximo, de vez em quando Barbie reagia a algo que acontecia com ele, mas no geral ele realmente poderia ser um boneco, sem prejuízo algum para a trama.

Ifemelu - Americanah
Oh meu deus, como eu odiei essa mulher. Ifemelu não gostava de ninguém e parecia viver para criticar tudo a sua volta. É difícil gostar de alguém tão negativa.

Ella - O Segredo de Ella e Micha
Porque, oh deus dos livros new adult, porque todas as protagonistas de romance tem que ser indecisas, instáveis e meio loucas quando o assunto é homem?

Cal - A Rainha Vermelha
Vou citar a mesma coisa que falei sobre Adam: desinteressante. Cal era muito "bom moço" e eu não tenho paciência para esses persoangens superficiais que só sabem ser uma coisa.

Blaire e Rush - Paixão Sem Limites
Livro de romance new adult, preciso falar mais? Blaire, quando estava sozinha, até que não era tão ruim. Blaire perto de Rush, entretanto, era motivo de sofrimento real para mim por ter que aguentar aquela ladainha. E nem me permita começar a falar sobre Rush.

Ruth - A Terra Inteira e o Céu Infinito
Ruth foi uma personagem que, para mim, não acrescentou a história em absolutamente nada. Entendo o propósito da personagem, mas acho que a autora poderia ter se esforçado mais para que ela não fosse tão superficial.

Matthew - A Descoberta das Bruxas
Vou confessar que tive muitos problemas com esse livro, mas Matthew foi um dos piores personagens que já vi e não sei como tanta gente gosta dele. Ele é um personagem que não faz sentido, em um minuto ele é todo bonzinho e no seguinte, parece o vilão. Não entendo.

Ok, chega de reclamar por hoje! Se você ama algum desses personagens, não se sinta ofendido, não é porque eu não gosto que ninguém pode gostar deles.

Resenha - O Papel de Parede Amarelo

Resenha feita pela Tay!
Título: O Papel de Parede Amarelo

Título Original: The Yellow Wallpaper
Livro Único.
Autor: Charlotte Perkins Gilman
Editora: José Olympio
Páginas: 112
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon


Sinopse
Este clássico da literatura feminista foi publicado originalmente em 1892, mas continua atual em suas questões. Escrito pela norte-americana Charlotte Perkins Gilman, ele narra, em primeira pessoa, a história de uma mulher forçada ao confinamento por seu marido e médico, que pretende curá-la de uma depressão nervosa passageira. Proibida de fazer qualquer esforço físico e mental, a protagonista fica obcecada pela estampa do papel de parede do seu quarto e acaba enlouquecendo de vez. Charlotte Perkins Gilman participou ativamente da luta pelos direitos das mulheres em sua época e é a autora do clássico tratado ”Women and Economics”, uma das bíblias no movimento feminista. Esta edição de O papel de parede amarelo, que chega às livrarias pela José Olympio, traz prefácio da filósofa Marcia Tiburi.

A Trama: Na história, nossa protagonista é levada pelo marido médico para uma casa alugada, com a intenção de que ela melhore de alguma doença. No quarto em que ficam se encontra o papel de parede amarelo do título, que ela odeia de cara e pede ao marido para que mudem de quarto, o que ele diz ser uma bobagem e ignora seu pedido. Então, com o passar do tempo, ela fica cada vez mais obcecada pelo papel de parede e por desvendar os segredos dos padrões encontrados nele. Esse é um conto classificado por muitos como uma narrativa de horror, mas a intensão por trás dele vai muito além disso. É uma crítica da autora a como a mulher era tratada naquela época, sem ser levada a sério e dependendo sempre do marido. É daquele tipo de história que quanto mais você pensa a respeito, mais consegue compreender o que a autora quis nos dizer e suas metáforas.

Resenha - À Espera de Romeu

Resenha feita pela Luh!
Título: À Espera de Romeu
Título Original: Darklight
Série: Nove Noites
1- Nove Noites e um Sonho de Outono (2014)
2- À Espera de Romeu (2016)
3- Tempestuous (2010 US)
Autora: Lesley Livingston
Editora: Gutenberg
Páginas: 304
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon // Americanas

Atenção: Essa resenha não contém spoilers dos livros anteriores, exceto na sinopse.

Sinopse: Kelley ainda está aprendendo a lidar com o fato de que é a Princesa das Fadas e que possui magia em seu sangue. Ela só não esperava descobrir que, na verdade, o poder mais intenso e perigoso para qualquer ser, mortal ou imortal, é o amor. Depois de salvar o Reino Encantado da Caçada Selvagem, Kelley se vê novamente presa em Nova York, ensaiando a sua nova apresentação no teatro, a peça Romeu e Julieta, e sentindo a falta de Sonny. Sonny faz parte de uma força do reino mágico conhecida como Guardiões Janos, mortais que tinham sido raptados ainda bebês, em várias épocas e locais, e levados para viver no Reino encantado. Agora Sonny estava lá cumprindo seu papel, enfrentando o que restou da Caçada Selvagem e tentando controlar a temível Rainha Mabh. 
Até que, por acidente, Kelley retorna para o Outro Mundo e revê magia oculta retorna ao reino, e um novo inimigo, extremamente perigoso, está disposto a arriscar tudo para reivindicar o poder que acredita ter direito.

A Trama: Esse livro começa vários meses após o fim do primeiro volume, porém é fácil lembrar o que aconteceu e se situar na trama atual. Apesar de não ter prendido a minha atenção da maneira como eu gostaria, foi um livro bom. As cenas de luta foram criativas e interessantes, surgiram diversos mistérios que me deixaram curiosa e acontece tanta coisa nesse livro que ele parece ser muito maior.
A única parte do livro que não gostei foi o final. Há um drama totalmente desnecessário que não combinou com o ar leve e descontraído do resto da trama.

Saciando a Fome #144

Vamos conferir o que chegou!


Recebemos alguns presentes da editora para comemorar o Dia da Mulher. Vamos Juntas? (Babi Souza - Galera Record) é um livro sobre sororidade feminina e apoiar as mulheres. O Papel de Parede Amarelo (Charlotte Perkins Gilman - José Olympio) é um livro que já foi publicado há tempo, mas ganhou uma nova edição esse ano, muito bonita.
De parceria, recebemos três livros que os leitores estão desejando muito! Nunca Jamais (Colleen Hoover e Tarryn Fisher - Galera Record) é o novo livro de uma autora que já está famosa nacional e internacionalmente, a Colleen, que por sinal é uma fofa! Outro Dia (David Levithan - Galera Record), também de um autor conhecido, é uma continuação de Todo Dia, livro que já lemos a amamos. Para completar, A Queda dos Anjos (Susan EE - Verus) faz parte de uma nova série que promete ser ótima!

Resenha - A Desconhecida

Resenha feita pela Lary!
Título: A desconhecida

Título Original: The Girl with a Clock for a Heart
Livro Único.
Autor: Peter Swanson
Editora:
Novo Conceito
Páginas: 
288
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino


Sinopse: Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece. Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?

A Trama: George está entediado com sua vida há algum tempo, o trabalho com que tanto sonhou perdeu o brilho, e o relacionamento com Irene, agora esporádico, se tornou um incomodo prático. Enquanto sua vida passa, ele já esta com quase 40, não consegue deixar de pensar em Liana - sua namorada da época da faculdade, ele continua a vê-la e a procurá-la em todos os lugares. Por isso, quando ela aparece inesperadamente em um bar local,  ao qual George frequenta, pedindo que a ajude com um favor, no mínimo duvidoso, ele decide ajudá-la. A trama se desenvolve de forma que fiquemos muito curiosos, intercalando acontecimentos do passado e do presente narrados por George.

Resenha - As Virgens Suicidas

Resenha feita pela Tay!
Título: As Virgens Suicidas

Título Original: The Virgin Suicides
Livro Único.
Autor: Jeffrey Eugenides
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 232
Ano: Ed.: 2013 // Original: 1993
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon (e-book)


Sinopse
Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco irmãs adolescentes se matam em sequência e sem motivo plausível. A tragédia, ocorrido no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas, é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida. Adaptado ao cinema por Sofia Coppola, publicado em 34 idiomas e agora em nova tradução, o livro de estreia de Jeffrey Eugenides logo se tornou um cult da literatura norte-americana contemporânea. Não por acaso: essa obra de beleza estranha e arrebatadora, definida pela crítica Michiko Kakutani como "pequena e poderosa ópera no formato inesperado de romance", revela-se ainda hoje em toda a sua atualidade.

A Trama: Esse é um daqueles livros que começamos já sabendo o final da história: as cinco meninas Lisbon cometeram suicídio. Não sabemos exatamente quem é nosso narrador, mas é um dos garotos (ou todos eles) que, durante a breve vida das meninas, eram obcecados pelos segredos da sua existência e, depois, em tentar desvendar o motivo de todas terem se matado. Acredito que o livro é recheado de metáforas que, numa primeira leitura, não conseguimos traduzir todas, mas isso não impede que a leitura seja emersiva, nos mantendo sempre curiosos para desvendar os mistérios que rondam essas meninas.

Resenha - O Risco

Resenha feita pela 
Título: O Risco
Título Original: The Dare
Série: 
The Bet
1 - A Aposta (2014)
2 - O Desafio (2015)
3 - O Risco (2015)
Autora: Rachel Van Dyken
Editora: Suma de Letras
Páginas: 296
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon

Essa resenha não contém spoilers dos livros anteriores.

Sinopse: Beth nunca fez nada de arriscado. De inconsequente. De divertido. Isso é, até acordar em um quarto de hotel ao lado de Jace, um senador sexy, que ela reencontrou em uma festa de casamento na noite anterior. O problema é que sua última lembrança da noite é estar na cama, abraçada a uma caixa de biscoitos, chorando copiosamente. E Jace também não se recorda de muito mais. Outro problema? Eles foram fotografados entrando juntos no hotel, e agora a mídia está em polvorosa, especulando quem é a misteriosa acompanhante do senador. Uma amiga? Uma antiga namorada? Uma... prostituta? O que deveria ser um encontro casual transforma-se em uma aventura de seis dias: a fim de que escapem do assédio dos repórteres, vovó Nadine os envia para um resort no Havaí. Para Beth, são seis dias de conto de fadas junto ao homem por quem é apaixonada desde a adolescência. Para Jace, são seis dias para esquecer as mágoas do passado e aprender que, às vezes, o amor exige atos de coragem.

A Trama: Jace e Beth passaram a noite juntos após o casamento de Char e Jake Titus, mas na manhã seguinte nem se lembram do que ocorreu. O maior problema é que Beth pode ter perdido sua virgindade essa noite e Jace é um senador popular e solteirão que é logo acusado de ter dormido com uma prostituta, embora Beth não seja, e isso pode manchar sua carreira. Na tentativa de voltar a suas vidas e desfazer toda confusão e mal entendido, eles se deparam com os planos da temível Vovó Nadine, obcecada em formar casais que já escolheu-os como as vítimas da vez. Os dois vão parar em uma ilha, numa programação para casais em lua de mel. Beth deseja curtir suas férias numa boa, enquanto Jace quer ir embora o mais rápido possível e fugir da possibilidade de se apaixonar e ter o coração partido novamente. A trama tem momentos bem surreais, como a Vovó Nadine conhecendo gente importante em todos os lugares e aparecendo sempre do nada, mas isso caiu bem no livro e combina com o tom bem humorado que ele tem.

Top Comentarista - Março

Boa noite meus queridos!!! 
Top atrasado, como de regra, porque eu ainda não descobri como me dividir em duas, haha Semana passada foi uma correria só, mas fiquem tranquilos, porque mesmo que atrase, eu sempre apareço. 
Agora, vamos ao Top do Mês! Lembrem-se que os comentários são contados desde o primeiro post do mês.
Qualquer dúvida, estou sempre à disposição no email promosfomedelivros@gmail.com - assim que eu ler, respondo vocês



O esquema é o mesmo de sempre, viu? Se vocês clicarem na imagem ela fica melhor. 
Amei ver bastante inscrições e vários nomes novos! Continuem assim em março hein?! 
Agora antes de colocar o resultado, deixem eu explicar uma coisinha. Como em fevereiro tivemos menos posts no blog, o esquema de pontos ficou um pouco diferente (em março ele vai voltar ao normal): quem comentou em pelo menos 5 postagens recebeu 1 ponto, quem comentou em mais de 10 recebeu 2, e quem comentou em todas (esquecendo no máximo 1 post) recebeu os 3 pontos.
Agora sim, vamos ao resultado!



Paloma Monteiro!!! Parabéns!!!
O e-mail já foi enviado e você pode escolher seu prêmio!

Agora para março, faremos uma listinha com muitos livros legais para vocês escolherem como prêmio, ok? São livros suficientes para agradar a todos os gostos, de editoras e gêneros variados. 

REGRAS:


1. Serão válidos apenas:
- Um comentário por post;
- Comentários feitos nas postagens de março, exceto as promoções! (Cuidado, isso conta desde o 1º dia do mês e não a partir dessa postagem);
- Comentários com conteúdo. "Adorei a resenha", "Que legal" e etc. serão ignorados. REALMENTE VAMOS DESCLASSIFICAR AS PESSOAS. No mínimo, leia parte do post e, por favor, comente algo condizente com a resenha!

2. Você pode usar o Intense Debate, o Facebook ou ambos. Caso pretenda usar ambos (ou troque no meio do mês) e eles tenham nomes diferentes, não se esqueça de avisar.

3. Para participar você só precisa deixar um comentário nesse post com uma forma de contato (pode ser e-mail, twitter, etc.). A contagem final será feita por mim e só é necessário inscrever-se uma vez.

4. Os vencedores receberão pontos, baseado na quantidade de posts em que comentaram. Quem comentar em mais de 5 postagens receberá 1 ponto, quem comentar em mais de 20 receberá 2 e quem comentar em tudo (esquecendo, no máximo, 1 post), recebe 3. Sendo assim, quando formos sortear, se você recebeu 3 pontos, seu nome estará na lista 3 vezes. 

5. Será um vencedor, o qual terá direito a um livro da lista que será enviada por e-mail. Essa lista tem lançamentos bem recentes e livros mais antigos de diversas editoras. Caso nenhum livro interesse ao vencedor, pode ser oferecido outro prêmio.

6. Os inscritos tem até 02 de abril para comentar. O resultado sairá no post do Top Comentarista do mês e na página de vencedores.


Boa sorte! Até mês que vem!

Lançamentos de Março #1

Oi, gente! Eu sei que sou mais enrolada que fone de ouvido se tratando dos lançamentos, mas vou sempre tentar mudar isso, prometo. Hoje ficamos com os lançamentos da Rocco e da Suma de Letras. Desses, eu quero ler Jovens de Elite, Meu Coração e Outros Buracos Negros e Mr. Mercedes.

Jovens de Elite - Marie Lu - Rocco

Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade. Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração. Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men.


Um tema amargo, mas necessário. Em Meu coração e outros buracos negros, a estreante Jasmine Warga apresenta aos leitores um romance adolescente que aborda, de forma aberta, honesta e emocionante, o suicídio. Aysel, a protagonista, enfrenta problemas com a família e os colegas de escola, como tantos jovens por aí, e, aos 16 anos, planeja acabar com a própria vida. Mas quando ela conhece Roman num site de suicídio, em busca de um cúmplice que a ajude a planejar a própria morte, num pacto desesperado, a vida dos dois literalmente vira de cabeça para baixo. Aos poucos, Aysel percebe que seu coração ainda é capaz de bater alegremente. E ela precisará lutar por sua vida, pela vida de Roman e pelo amor que os une, antes que seja tarde.


O maior detetive da cidade, talvez do país, quem sabe do mundo, está de volta! Depois de se lançar no mercado de investigações em Timmy Fiasco – Errar é humano, o primeiro livro da divertida série do cartunista Stephan Pastis, agora, em Timmy Fiasco – Olha só ó que você fez, o fundador, presidente e diretor executivo da Fiasco Total está prestes a desvendar o caso mais importante de sua carreira e participar de um concurso que pode lhe render um prêmio milionário. Isso se ele conseguir entregar o formulário de inscrição dentro do prazo! Contando com a ajuda duvidosa de seu sócio Total, o urso-polar, e de uma nova e improvável aliada, sua excêntrica tia-avó Colander, Timmy mais uma vez terá que usar sua imaginação fértil e seu brilhante – e peculiar – raciocínio lógico nesta nova e hilariante aventura.

Resenha - O Imperador das Lâminas

Resenha feita pela Luh!  
Título: O Imperador das Lâminas
Título Original: The Emperor's Blades
Série: As Crônicas do Trono de Pedra Bruta
1- O Imperador das Lâminas (2015)
2- The Providence of Fire (2015 US)
3- The Last Mortal Bond (2016 US)
Autor: Brian Staveley
Editora: Novo Século
Páginas: 544
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino

Um dos melhores livros de fantasia que já vi.

Sinopse: O Império Annuriano está em crise. O Imperador foi misteriosamente assassinado, e o trono, assim como seus herdeiros, se encontra ameaçado por uma conspiração.
Kaden, herdeiro do trono, prossegue com sua vida de estudos num austero e rígido mosteiro. Ele testa os limites de seu corpo e de sua mente a cada castigo, a cada teste. O alcance do Vazio só é possível quando o abandono da dor se vai.
Adare, ministra das Finanças, está num covil, silenciosa como uma estátua; tem entre seus pares um assassino, um traidor sorrateiro que sangrou o bem mais precioso de sua vida: seu pai, o Imperador.
Valyn é um kettral, mercenário de um exército que habita uma ilha remota e possui um código de honra implacável. Treinado para matar sem hesitar, rápido e brutal como a lâmina que carrega em sua cintura, deve sobreviver ao mortal Julgamento de Hull.
Esses três irmãos, ainda que distantes uns dos outros, precisam unir forças para resgatar o Império e livrá-lo daqueles que o traíram.

A Trama: Nem sei como começar a explicar o prazer que foi conhecer essa trama. Ela começa um pouco lenta, é verdade, com a vida monótona de Kaden, o herdeiro do trono Annuriano que está em um mosteiro estudando coisas imaginárias com vários monges masoquistas. Vou confessar que das tramas dos três filhos do imperador, a dele foi a menos emocionante, mas ainda assim gostei. A melhor parte da trama? Não consigo decidir entre o destemido Valyn, que deveria ser um mercenário malvado, mas tinha um coração mole, e a calma Adare, a única que estava na corte no momento do assassinato do Imperador.
Resumindo, adorei tanto a parte política quanto as cenas simples dos garotos treinando com seus amigos. Preciso mencionar, é claro, que apesar de ter gostado dos primeiros 80% do livro, foi nos últimos 20 que ele realmente me ganhou, pela maneira como tudo se uniu em uma única trama complexa.

Os Protagonistas: Valyn parece uma explosão, queimando rápido e forte, com um temperamento um pouco difícil e um senso de honra inigualável. Amei sua lealdade feroz e os diálogos bem humorados. Kaden, ao mesmo tempo muito parecido e completamente diferente do irmão, é mais paciente e talvez mais disciplinado (ou tem medo de apanhar), mas também tem seus momentos de rebeldia e curiosidade.
Fiquei triste por Adare ter recebido tão pouco espaço nesse livro, apesar de ter um papel crucial. Adorei sua coragem oculta na fachada calma e contida.

Os Personagens Secundários: Talvez por eu ter gostado mais de Valyn, o mercenário, seus companheiros foram meus personagens prediletos, cada um rebelde à sua maneira. Os monges foram uma incógnita do início ao fim e não gostei muito de seus métodos, mas compreendo o papel deles.
Fiquei especialmente apegada aos personagens que apareceram perto do final do livro e espero muito que eles continuem nos próximos volumes.

Capa, Diagramação e Escrita: A capa me chamou a atenção desde que a vi, e é ainda mais bonita ao vivo. A tonalidade esverdeada, as ilustrações dos três irmãos, tudo está em perfeita harmonia. Por dentro, a revisão do livro está ótima e achei a fonte um pouquinho pequena, mas é algo comum em livros tão grandes.
A escrita do Brian tem seus altos e baixos, sendo que os altos são os diálogos, sempre muito envolventes, e os baixos são as descrições dos locais e coisas em geral, que podem ser monótonas às vezes.

Concluindo: Esse livro me surpreendeu bastante porque não esperava ficar tão ansiosa pelo próximo volume ou tão apegada aos personagens, mas amei a trama e realmente espero que melhore ainda mais.


Quotes:
Foi dos olhos dele que todos se lembraram, olhos que sempre tinham sido marrom-escuros como madeira queimada, mas que de alguma forma se transformaram em algo que ia além da cor de madeira queimada, além das cinzas, além do mais negro tom de breu ou alcatrão, até que fossem simplesmente buracos na escuridão, círculos perfeitos escavados na própria noite.

Classificação: