Promoção - Como Procurar Um Cachorro Perdido

Olá!!! 
Bienal rolando e eu aqui, sendo fofa com vocês, e trazendo um livro mais fofo ainda! 
Como Procurar Um Cachorro Perdido é uma história linda sobre uma garota autista e seu cachorro, que fez a Luh chorar. E quando a Luh chora, meu bem, você se prepara para se afogar em lágrimas. 
Não percam essa chance e se inscrevam já (se não por vocês, por mim, que estou doida ler esse livro)!


Resenha - Novamente Você


Título: Novamente Você
Livro Único.
Autora: Juliana Parrini
Editora: Suma de Letras
Páginas: 237
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon

Sinopse: Maria Rita foi embora para nunca mais voltar. Deixou para trás o marido, os pais, as irmãs e uma vida de pobreza em uma cidade pequena da qual sempre quis sair. Doze anos depois, ela volta como partiu: sem maiores explicações. Mas agora Maria Rita é a sofisticada Miah, acostumada ao glamour e à vida superficial de Hollywood. Ao chegar, ela se dá conta de que não foi a única que mudou: seu ex-marido, Leonardo Júnior, agora é um homem bem-sucedido, diferente do caiçara com quem ela se casou ainda muito jovem. Empresário de sucesso, Léo parece ter superado o trauma de ser abandonado pelo grande amor de sua vida, até que reencontra a mulher que pensou que nunca mais veria. Apesar da mágoa, ele não consegue deixar de ter vislumbres de sua Maria Rita sob a pele da arrogante Miah. E resistir à antiga paixão será o maior desafio que já enfrentou.

A Trama: Muito bom quando um livro te traz mais do que você esperava, e foi isso que aconteceu com Novamente Você. Fui surpreendida com uma trama curta, direta e gostei demais. Os personagens tem um crescimento incrível e a história segue num ótimo desenvolvimento. A saída de Maria Rita de Ilha Grande e seus motivos aparentes me deixaram com uma péssima primeira impressão dela, assim como seus primeiros dias após a volta dos Estados Unidos. O mesmo acontece durante as primeiras aparições de sua família, tive impressões que acabam por se modificar algumas páginas a frente... Claro que isso contribuiu para que esse não fosse apenas mais um romance clichê, apesar de algumas características previsíveis, mas uma trama que mexeu com minhas emoções e não entrou no marasmo em capítulo nenhum.

Resenha - Garota Online Em Turnê


Resenha feita pela Maay!  
Título: Garota Online Em Turnê
Título Original: Girl Online On Tour
Série: Garota Online
1- Garota Online (2015)
2- Garota Online Em Turnê (2016) 
3- Girl Online Going Solo 
Autor: Zoe Sugg
Editora: Verus
Páginas: 294
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Fnac // Amazon 

Eu amei, mas em alguns momentos confesso que odiei - e muito.
P.S.: Essa resenha não contém spoilers do primeiro livro, exceto na sinopse.


Sinopse: Penny está de malas prontas!
Quando Noah a convida para acompanhá-lo em sua turnê pela Europa, ela mal pode esperar para passar semanas na companhia de seu fantástico namorado roqueiro. Mas, entre a agenda cheia de Noah, seus companheiros de banda não tão amigáveis e mensagens ameaçadoras de fãs invejosas, Penny começa a se perguntar se foi feita para a vida em turnê. Ela sente muita falta da família, de seu melhor amigo, Elliot... E de seu blog, o “Garota Online”. Será que Penny vai aprender a equilibrar vida, amor, amizade, planos para o futuro — tudo isso com os pés na estrada —, ou vai pôr tudo a perder nas férias de verão mais emocionantes e imprevisíveis da sua vida?

A Trama: Se o primeiro volume da série demorou bastante para me prender,  o segundo me fez ficar grudada às páginas desde o início. E isso foi um ponto muito positivo.
Por outro lado, a trama de Garota Online me agradou mais do que a desenvolvida nesse segundo livro. Mais de uma vez eu tive que pausar a leitura e ir desabafar com alguém, de tanta raiva que os protagonistas me fizeram passar - Penny por ser tão sonsa e Noah por ser tão filho da $#@%. Em um momento onde o girl power está tão em alta, é bem revoltante ler uma garota de 16 anos tão submissa ao namorado. 
Enfim... Apesar dos pesares a leitura ainda é agradável, e pretendo continuar acompanhando a série. 

Resenha - O Androide

Resenha feita pela Tay!
Título: O Androide

Livro Único.
Autor: Paulo de Castro
Editora: Talentos da Literatura Brasileira (Novo Século)
Páginas: 256
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: 
Amazon // Saraiva // Submarino 

Sinopse
"Percebeu que se, de fato, um Deus que zela pelos humanos existisse, não designaria uma máquina para ser o profeta. Esse Deus, ora cruel, ora misericordioso, nem ao menos permitiria a própria extinção dos seres humanos. Poderia a máquina ser esse Deus, dando vida de novo aos homens?". Esse e outros sinais elétricos varriam o pro­cessador de JPC-7938 com velocidade sobre-humana. Processava uma infinidade de outras informações ao mesmo tempo, o que diminuía ainda mais a energia da sua bateria. Talvez era isso mesmo que ele quisesse, para consumar de uma vez o que já estava fadado ao fracasso. Sua bateria durou quatro horas até o desligamento completo. Nessas intermináveis horas, em que não via nada além da densa neblina, que ofuscava o céu azul, cercado de nuvens brancas, percebeu que tudo não passava de coincidência. Que o planeta fora criado, de fato, ao acaso, e que não havia um destino ou uma missão a ser cumprida; apenas a existência, até o inevitável dia do fim.

A Trama: A história se passa mil anos depois dos robôs terem se rebelado e extinto a raça humana. Além disso, androides que tentaram ajudar seres humanos durante a guerra também foram caçados e destruídos, restando alguns poucos, entre eles JPC-7938, OPR-4503 e NCL-6062, os protagonistas dessa história. Quando conhece OPR-4503, JPC-7938 descobre a possibilidade de restaurar a raça humana, e juntos vão embarcar nessa jornada, tentando sobreviver à sentinelas e a H1N1, o grande vilão da história. O livro é muito gostoso de ser lido e bem interessante, muitas vezes durante a leitura me peguei pensando qual a probabilidade de uma revolta dessas acontecer (se algum dia conseguirem construir robôs como os da ficção-científica). Algumas coisas não me convenceram tanto na história, mas o livro inteiro me manteve interessada em saber como a missão daqueles dois androides terminaria.  

Promoção - A Coroa

Olá gente fofa!!! 
Sexta feira está chegando!!! Estou maluca, pirada e ansiosa para a viagem e, ainda assim, consegui um tempinho para trazer uma super promo para vocês. Estão autorizados a me amar (hahaha). 
A Coroa é um livro que dispensa apresentações né... Ele é o quinto e teoricamente último volume da série A Seleção.
Não percam essa chance e se inscrevam já!


Mini Resenhas #5

Como em breve a Editora Record irá lançar mais um volume da série Becky Bloom, resolvemos fazer mini-resenhas sobre a série, para que quem não conhece possa conhecer, e quem já conhece possa relembrar. 

PS: Essa resenha contém spoillers (porque não tem como evitar). 

Record - 2000 - 432 páginas
Nota: 44
Meu livro favorito da série. Foi meu primeiro contato com Sophie Kinsella, e considerando que ela é uma de minhas autoras favoritas, vocês podem imaginar o quanto esse livro me cativou.
Aqui temos Becky mais imatura, estabanada e engraçada do que em qualquer um dos outros volumes! Além disso, é tão fofo ver o romance entre a nossa querida protagonista e Luke nascer. Na verdade, o livro é uma fofura do início ao fim! Se você não tiver paciência para ler a série toda, leia pelo menos esse (ele é muito melhor que o filme - MUITO). 



Record - 2001 -  466 páginas
Nota: 42
Esse livro é bem parecido ao primeiro no que diz respeito à trama, ele ainda foca bastante nas compras e tal. A única diferença é que, agora, Becky se mudou para Nova York - que vamos combinar, para uma consumista, é o paraíso. E claro, ela e Luke agora são um casal real, lindo maravilhoso e apaixonante.
Agora, um porém, sim, esse livro é parecido com o primeiro, mas ele compensa muito. A escrita sensacional de Sophie faz com que seja impossível você não se envolver com a história. 



Record - 2004 - 446 páginas
Nota: 42
Meu segundo favorito! Esse é um dos livros mais sentimentais da série, e foi o que conseguiu me conquistar de vez.
Primeiro porque ver Luke e Becky finalmente oficializando seu amor, é lindo. Segundo porque pudemos conhecer um pouco mais sobre a família de Luke, tirando um pouco do foco nas compras e na protagonista. E terceiro porque gente, não tem como você não se divertir vendo Becky planejar dois casamentos, um na Inglaterra e um nos Estados Unidos, no mesmo dia! Isso é confusão na certa!

Record - 2006 - 480 páginas
Nota: 40
Depois de quase um ano viajando em lua-de-mel (existe um conto chamado Shopaholic on Honeymoon que, infelizmente, não foi publicado no Brasil), Becky está empolgadíssima para voltar para casa. Porém, quando ela chega, as coisas não são bem como ela esperava.
Esse livro me deixou dividida, gostei muito de ver Becky construir uma relação com a irmã que caiu de paraquedas em sua vida. Mas o estremecimento de sua amizade com Suze foi desnecessário. Bex e Suze são melhores amigas, foram feitas uma para outra e nem Sophie tem o direito de atrapalhar isso!!!

Record - 2008 - 514 páginas
Nota: 38
Becky está grávida!!! Uma das coisas que mais gosto nessa série é ver a evolução dela e de Luke como um casal. Normalmente, os livros acabam quando o casal finalmente fica junto e mal temos tempo de aproveitar sua felicidade. Aqui, temos o felizes para sempre ao final de cada volume, e depois temos mais, e mais e mais!!!
Enfim... Becky está grávida, e é lógico que ela vai se meter em confusão por causa disso. Como se não bastasse curar seus enjoos matinais com compras, ela ainda arruma uma obstetra que é nada mais nada menos do que uma ex de Luke!

Record - 2011 - 544 páginas
Nota: 34
Aqui, na minha opinião, infelizmente a série começa a decair. Não me entendam mal, o livro tem seus pontos positivos. Essa ainda é uma série da qual gosto muito e pretendo continuar a acompanha-la até o final, mas sabe quando você acha que o autor devia parar por ali? Pois é.
Podem falar o que for, que criança é fofo e blablabla. Minnie é chata. É uma criança extremamente mal educada, birrenta e que me irritou absurdamente ao longo das páginas! Entendo que era para ela ser engraçadinha, consumista como a mãe e tal, mas pra mim não funcionou. 


Record - 2015 - 560 páginas
Nota: 30
Sabem o que eu falei ali em cima sobre ser a hora de parar? Esse livro só me convenceu ainda mais disso.
A leitura rápida e a escrita maravilhosa da autora foram as únicas coisas que me fizeram insistir na leitura, porque meu deus!!! Essa trama tem tantos absurdos! O descaso de Becky com todo mundo, além de me irritar, não convenceu! Ela nunca foi assim, e honestamente, é difícil acreditar que mudaria tão radicalmente de uma hora para outra. Isso sem falar que Sophie mais uma vez foi mexer na amizade entre ela e Suze, e isso é imperdoável!!! 



Becky Bloom em Hollywood, apesar de ser o livro do qual menos gostei, foi o primeiro que acabou com um cliffhanger bombástico, e é por isso que, apesar dos pesares, mal posso esperar pelo oitavo volume da série: Becky Bloom ao Resgate!



Promoção - Estrela Amarela

Oi, oi, oi!!! 
Cinco dias para a Bienal!!! Quem está animado? Quem vai? Eu e algumas das meninas estaremos lá nos dias 27 e 28 e estamos suuuuper ansiosas. Mas tudo bem, eu sei que não é disso que vocês querem saber, então, lá vai. 
O livro de hoje é cruel e mexeu muito comigo. E, exatamente por isso, merece muito ser lido. Estrela Amarela é baseado em fatos reais e conta a história de uma menina de apenas quatro anos que se viu presa em um gueto durante o Holocausto. 
Se fosse vocês, não perderia a chance de me inscrever!


Resenha - Thomas e sua Inesperada Vida Após a Morte.

Resenha feita pela Lary
Título: Thomas e sua inesperada vida após a morte.
Livro Único.
Autora:
Editora: Seguinte
Páginas: 240
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon

Sinopse: Roubar túmulos é um negócio arriscado. É, na verdade, um péssimo negócio. Para Thomas Marsden, a partir de uma noite de primavera em Londres (véspera do seu aniversário de doze anos), esse passa a ser um negócio também assustador. Isso porque, deitado em uma cova recente, ele encontra um corpo idêntico ao seu. Esse é apenas o primeiro sinal de que alguma coisa muito esquisita está acontecendo. Muitos outros vêm em seguida, até que Thomas vai parar num mundo estranho, habitado por fadas e espiritualistas, onde a morte é a grande protagonista. Desesperado para conhecer a sua verdadeira história e descobrir de onde vem, Thomas vai ser apresentado à magia e ao ritual, e vai se dar conta de que, de vez em quando, aquilo que faz dele um garoto comum pode torná-lo extraordinário.

A Trama: Thomas é um pobre garoto londrino, tem sorte de ainda ter uma família, e mesmo a contragosto ajuda seu pai em seu "trabalho". Roubar túmulos não é muito agradável e ele sempre se sente observado, mas eles conseguem colocar comida na mesa e é isso que importa no final das contas. Em umas das "caçadas" noturnas, Silas pede que Thomas encontre "seus ossos" e é literalmente o que ele faz. Quando abre uma cova rasa sem caixão,  encontra um garoto completamente idêntico a ele. A trama foi inesperada, mas de forma agradável, a história toma uma rumo completamente diferente do que imaginei. Me surpreendi ainda mais com a autora, soube me cativar com muita facilidade.

Resenha - Mentira Perfeita

Resenha feita pela 
Título: Mentira Perfeita
Livro Único.
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 462
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon

Sinopse: Com Mentira Perfeita, Carina Rissi prova mais uma vez que o seu forte é contar boas histórias, com ritmo acelerado e repletas de paixão, humor e reviravoltas. Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa - qualquer coisa mesmo! - por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera - e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente... Mentira Perfeita é um spin-off de Procura-se Um Marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração.

A Trama: Apesar do livro ser um spin-off de outro livro da autora, não é necessária a leitura dele para entender esse aqui. Eu mesma li Procura-se Um Marido há anos, não me lembro de detalhes da trama e isso não atrapalhou em nada na compreensão de Mentira Perfeita.
A trama tem um ótimo ponto de partida. Júlia precisa imediatamente de um noivo para cobrir a mentira que contou a sua vó e não piorar sua saúde já frágil, e Marcus precisa de alguém para ser seu acompanhante até sua família acreditar que ele é capaz de morar totalmente sozinho, então, como o ditado diz, uma mão lava a outra... Por conta desse trato os dois acabam se envolvendo cada vez mais e descobrindo sobre o outro muito mais do que a superfície deixa ver. Pena que a autora não se apegou só ao tema inicial e colocou algumas cenas no livro que me deixaram com um ponto de interrogação na mente que demorou a se desfazer, pois não entendi o motivo dela ter feito o que fez. Mesmo assim acabei gostando muito do livro e dos protagonistas, então não fiquei tão chateada.

Resenha - Um Mundo Melhor


Resenha feita pela Maay!  
Título: Um Mundo Melhor
Título Original: A Better World
Série: Brilhantes
1- Brilhantes (2015)
2- Um Mundo Melhor (2016) 
3- Written in Fire (2016 US) 
Autor: Marcus Sakey
Editora: Galera
Páginas: 420
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva 

Pelo amor de deus, leiam esse livro (e comentem comigo)!
P.S.: Essa resenha não contém spoilers do primeiro livro.


Sinopse: Pessoas com poderes especiais numa trama que envolve conspiração, política e terrorismo. O aguardado segundo volume da série Brilhantes. Nick Cooper lutou para que os brilhantes, parcela da população dotada de habilidades incomuns, fossem aceitos e integrados na sociedade até uma rede terrorista, liderada por brilhantes, atingir três cidades e deixar o país à beira de uma guerra civil. Cooper é brilhante e agora também consultor do presidente dos Estados Unidos, e contra tudo o que os terroristas representam. Porém, conforme o país descamba para o caos, ele se vê forçado a participar de um jogo que não aceita perdedores, pois seus oponentes têm uma visão particular de um mundo melhor. 

A Trama: Se Brilhantes teve um início morno, Um Mundo Melhor começa pegando fogo - literalmente -, e permanecesse assim até sua última página. E minha vontade era escrever uma resenha inteira de OMG! (com a voz da Janice, é claro), porque não tem como descrever de outra forma a obra prima que Marcus Sakey conseguiu criar. 
A cada página as coisas mudam completamente, o livro tem um turbilhão de informações e reviravoltas que você simplesmente não consegue parar para respirar, porque respirar faria você perder tempo e não vale a pena quando a necessidade de saber o que vai acontecer na próxima página é ridiculamente imensa. 
Enfim... Na época em que postamos a resenha do primeiro livro me perguntaram porque a nota não era 50, e agora eu respondo: porque Sakey poderia se superar. E foi o que ele fez, brilhantemente. 

Promoção - Adeus, Promessas

Oi pessoal!!! 
Voltei mais cedo do que vocês esperavam né? Eu sei. É que, como vocês sabem, a Bienal está chegando e isso é quase que Natal para os leitores maníacos, aí baixou um espírito natalino no blog (brincadeira, haha).
O livro de hoje, Adeus, Promessas, é uma leitura bem realista e forte, da qual a Tay gostou bastante. Só vou dar um alerta desde já: o livro tem todo um mistério, que é revelado pela sinopse. Então, assim, fica a critério de vocês lê-la ou não, eu ficaria só na resenha. 
Agora chega de blablabla, corram para se inscrever!! 


Resenha - George

Resenha feita pela Tay!
Título: George

Título Original: George
Livro Único.
Autor: Alex Gino
Editora: Galera Júnior
Páginas: 144
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: 
Amazon // Saraiva // Submarino 

Sinopse
Seja quem você é. Quando as pessoas olham para George, acham que veem um menino. Mas ela sabe que não é um menino. Sabe que é menina. George acha que terá que guardar esse segredo para sempre: ser uma menina presa em um corpo de menino. Até que sua professora anuncia que a turma irá encenar “A teia de Charlotte”, e George quer muito ser Charlotte, a aranha e protagonista da peça. Mas a professora diz que ela nem pode tentar o papel porque... é um menino. Com a ajuda de Kelly, sua melhor amiga, George elabora um plano. E depois que executá-lo todos saberão que ela pode ser Charlotte — e entenderão quem ela é de verdade também.

A TramaGeorge é um livro bem fofo, apesar de tratar de um assunto sério. Como é um livro infantil, ele é um pouco mais leve e muito rápido de ler, causando, até nos leitores mais velhos, curiosidade sobre como se desenrolará a história de George, uma menina presa no corpo de um menino. 

Resenha - Independence Day

Resenha feita pela Lary
Título:Independance Day - O ressurgimento
Livro único.
Autora: Alex Irvine
Editora: Nemo
Páginas: 240
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon \Saraiva

Sinopse: Vinte anos se passaram desde a primeira invasão alienígena. Vinte anos de paz, reconstrução e avanços tecnológicos – incluindo uma base na lua e aviões que utilizam tecnologia inimiga. Mas o período de trégua está chegando ao fim: os aliens retornam para o acerto de contas, com naves ainda maiores e armas mais perigosas, causando milhões de mortes e destruição em massa. As poucas esperanças da Terra estão depositadas no grupo que inclui o cientista David Levinson, um senhor da guerra no coração da África e uma piloto de caça, filha do ex-presidente Tom Whitmore. Unindo a ação e os personagens carismáticos que fizeram do primeiro filme um estrondoso sucesso de bilheteria, Independence Day: O Ressurgimento promete arrebatar os fãs de cinema e de ficção científica.

A Trama: Vinte anos se passaram dês que a humanidade foi atacada por alienígenas, a DET - Defesa Espacial da Terra foi criada dos remanescentes da Guerra de 96, estudando tecnologia alienígena as nações se uniram e fortificaram com o objetivo de fortalecer a Terra para um novo ataque. A DET inclusive expandiu sua base de operações para o espaço, tendo se fixado em Marte, na Lua e agora em Reia - uma das luas de Saturno. Quando perturbações espaciais são notadas em Reia ao mesmo tempo que as comunicações são cortadas com o comando da Terra, os alienígenas restantes que permanecem prisioneiros começam a reagir e a tentar fugir, é assim que a DET deduz, que eles estão de volta. Honestamente eu esperava mais, eu amo o filme de 1996 e a HQ também, esperei tanto por uma continuação... que se mostrou bem fraca.

Lançamentos de Agosto #2

Oi, gente! Tentando não quebrar a corrente, hoje começaremos a ver os lançamentos nacionais desse mês, começando com as editoras: Galera Record, DarkSide Books e Globo Alt. Desses livros, quero ler George, Boa Noite, Fábrica de Vespas e Labirinto.

Corte de Névoa e Fúria - Sarah J. Maas - Galera Record
O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.

Seja quem você é. Quando as pessoas olham para George, acham que veem um menino. Mas ela sabe que não é um menino. Sabe que é menina. George acha que terá que guardar esse segredo para sempre: ser uma menina presa em um corpo de menino. Até que sua professora anuncia que a turma irá encenar “A teia de Charlotte”, e George quer muito ser Charlotte, a aranha e protagonista da peça. Mas a professora diz que ela nem pode tentar o papel porque... é um menino. Com a ajuda de Kelly, sua melhor amiga, George elabora um plano. E depois que executá-lo todos saberão que ela pode ser Charlotte — e entenderão quem ela é de verdade também.


Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação - em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números -, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

Promoção - Lembranças da Guerra

Oi minha gente bonita!!! 
Não avisei que as promos iam voltar com tudo?! Olha eu aqui de novo! E o livro de hoje é sensacional! Podem acreditar em mim, porque sabe quem resenhou? Quem? Eu mesma! E vocês sabem que sou muito confiável (hahaha).
Brincadeiras à parte, Lembranças da Guerra é um livro que traz a Segunda Guerra Mundial sob a ótica de uma garota alemã. É uma história real, extraordinária e vocês deveriam aproveitar essa oportunidade. 
Corram para se inscrever!!! 


Resenha - Aparências

Resenha feita pela 
Título: Aparências
Livro único.
Autora: Ligia Ortiz
Editora: Amazon
Páginas: 419
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon (ebook)

SinopseNascida em uma família abastada, sustenta uma postura nobre, exibindo a educação refinada no melhor dos círculos sociais com uma beleza ímpar. A sorte parece sorrir para Mariana. Até adentrar em sua casa. A majestosa mansão padece sem cuidados, objetos de arte valiosos foram substituídos por réplicas medíocres e o dinheiro que enchia os bolsos da família Albuquerque é tão escasso que dívidas se acumulam entre bancos e credores. Num cenário ditado pelo severo Sr. Renato, Mariana mantém as aparências, independentemente de sua vontade. Tudo muda quando conhece Rafael. Dono de um poder de sedução intenso e incrivelmente persistente, aos poucos ela abre as portas de sua vida e mostra que sob as brumas há segredos indecorosos, escondidos por anos. Contudo Rafael também guarda segredos e quanto mais eles se aproximam, mais complexa a relação fica. Ressentimentos tingem o passado, marcando o ritmo entre os dois corações. Aceitação pode não ser uma opção e, quando muito é escondido, nada é o que parece ser.

A Trama: Rafael e Mariana se conhecem na faculdade. Rafael age de uma forma um tanto obcecada e atípica. Mariana tem medo, mas não consegue se livrar de Rafael por se sentir tão atraída por ele e pela familiaridade estranha que sente ao olha-lo. A causa da familiaridade é que de fato eles já se conhecem. Rafael lembra disso, mas Mariana não e ele não faz a menor questão de contá-la até que seu objetivo após o reencontro seja atingido, no entanto a verdade começa a se mostrar ser o melhor caminho quando os sentimentos mudam... Reencontros, ressentimentos, relacionamentos abusivos e um passado mal resolvido são as marcas desse romance.

Resenha - Como Procurar Um Cachorro Perdido

Resenha feita pela Luh!  
Título: Como Procurar um Cachorro Perdido – por Rosa Howard
Título Original: Rain Reign
Livro Único
Autora: Ann M. Martin
Ano: 2016
Páginas: 228
Saiba mais: Skoob
Comprar: Fnac // Amazon

Me surpreendeu muito.

Sinopse: Rosa Howard tem quase 12 anos e é obcecada por regras, especialmente as da língua – um sintoma de seu diagnóstico de autismo. Nem todos entendem bem as obsessões de Rosa e tudo que a torna diferente. Suas professoras, as outras crianças e até mesmo seu pai – uma figura distante, apesar do convívio diário – têm muitas dificuldades em lidar com ela. Felizmente, seu querido tio Weldon e sua cachorra Poça estão sempre presentes.
Porém, quando uma tempestade terrível atinge a cidade onde Rosa vive, Poça desaparece. A menina não tem dúvida: seu pai não deveria ter deixado Poça sair de casa no meio de uma supertempestade. 
Rosa precisará encontrar sua cachorra, mesmo que isso signifique quebrar sua rotina e ir a lugares onde ela não está acostumada. E, quando tudo parece estar resolvido, ela encontra os antigos donos da Poça…

A Trama: Tenho uma confissão a fazer: não estava esperando muito desse livro. Eu não sei exatamente porque, só sei que acreditava, ao iniciar a história, que o livro seria mediano. E por umas 50 páginas foi verdade, a autora tomou um bom tempo para "explicar" a trama. Mas quando a história realmente começa, é impossível não se apaixonar pela pequena Rosa e por Poça.
A trama foi melhorando progressivamente e de maneira constante, de modo que no final do livro eu já estava chorando muito e torcendo para não acabar tão rápido. É uma história linda, que merece ser divulgada, e acredito que muita gente vai amar tanto quanto eu amei.

A Protagonista: Rosa tem tantas qualidades incríveis! É uma criança extremamente inteligente, capaz de captar com rapidez o que está acontecendo a sua volta, além de ser muito corajosa e altruísta. Ela tem algumas pequenas manias que podem incomodar no início, como sua paixão por homônimos (ela honestamente fala sobre eles em todos os 49 capítulos) ou por números primos, porém quando você começa a conhecer a pessoa por trás das manias.... nada mais importa.

Os Personagens Secundários: Apesar de ser um animal, Poça foi a melhor personagem. A cadelinha era muito inteligente e me apeguei a ela. Desde que chegou na casa de Rosa, Poça mudou sua vida e sua rotina para melhor.
Há diversos personagens secundários, como a família de Rosa e seus colegas de classe, porém a trama realmente foca na protagonista.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu gosto muito dessa capa por deixar o livro com um ar de mistério, ela chama a atenção das pessoas mais jovens, o que é ótimo, porque acredito que esse é um daqueles livros que pode ser lido por qualquer pessoa, de crianças a adultos.
A escrita da Ann é bem simples, provavelmente porque o livro é contado do ponto de vista de uma criança, porém ainda assim consegue transmitir muito bem os pensamentos e sentimentos dos personagens. Eu gostei bastante, apesar de não estar emocionalmente preparada para ler outro de seus livros em um futuro próximo (preciso me recuperar!).

Concluindo: O final foi daqueles que realmente te toca e me fez chorar e ao mesmo tempo refletir. Fiquei extremamente feliz por ter dado uma chance à essa história, e espero que você também possa dar.


Classificação:

Resenha - The Truth About Alice

Resenha feita pela Tay!
Título: The Truth About Alice

Livro Único.
Autor: Jennifer Mathieu
Editora: Roaring Book Press
Páginas: 209
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: 
Amazon // Saraiva 

Sinopse: Todo mundo sabe que Alice dormiu com dois caras na mesma festa.

Mas você sabia que Alice estava mandando mensagens impróprias para Brandon quando ele bateu o carro?
É verdade. Pergunte PRA QUALQUER UM.
Há boatos de que Alice Franklin é uma vadia. Está escrito por todo o box do banheiro na Healy High para todo mundo ver. E depois que Brandon Fitzsimmons, estrela do time de futebol, morre em um acidente de carro, os rumores começam a sair fora de controle.
Nesse memorável livro de estreia, quatro estudantes da Healy High - a garota que teve a festa infame, o sobrevivente do acidente de carro, a ex melhor amiga e o garoto da casa ao lado - contam tudo o que sabem.
Mas qual é exatamente a verdade sobre Alice? No fim, há apenas uma pessoa a quem perguntar: a própria Alice.

A Trama: O livro intercala entre passado e presente para compreendermos um pouco melhor a história e Alice, descobrirmos se é verdade ou mentira o que dizem sobre ela. Apesar de um pouco diferente do que eu esperava, é uma história importante e que, com certeza, consegue despertar emoções no leitor. Cada um dos quatro narradores têm revelações muito importantes para fazer ao longo do livro, deixando que o leitor fique curioso para descobrir mais e mais sobre quela história. Muita gente ficou insatisfeita com o final, mas eu consigo compreender o porquê da autora tê-lo feito daquela forma. Ele machuca um pouco, mas também deixa um gostinho de esperança.

Quinta das Capas #95

Esportes


Quem aí está curtindo as Olimpíadas?
Aproveitando o espírito olímpico, na coluna de hoje vamos ver algumas capas quem tenham a ver com esportes! Não consegui pensar em muitas capas nacionais com o tema (de livros de ficção), então se você souber de alguma outra capa que se encaixe aqui, deixe nos comentários que eu posso fazer uma parte 2.


Eu adoro as capas dessa coleção da Agatha Christie, e Assassinato no Campo de Golfe é tão bonita quanto as outras. Gostei muito do detalhe da faca ensanguentada no buraco, porque além de bonita, a capa mostra bem a vibe da história. Jogada Mortal mostra uma quadra de tênis e todos os torcedores esperando por um jogador que, talvez, não apareça. É uma capa bem simples, mas que com a ajuda do título dá uma certa expectativa para a história. Ainda do Harlan Coben, curti bastante a capa de Um Passo Em Falso. É um pouco genérica, mas os tons escuros passam uma sensação de suspense que eu adoro. Gosto das cores em Corra, Abby, Corra!, as fontes usadas, os detalhes. A única coisa que não me agrada tanto é a personagem, achei o desenho da roupa dela um pouco estranho.

Resenha - Lembranças da Guerra


Resenha feita pela Maay!
Título: Lembranças da Guerra
Título Original: Memories
Livro Único.
Autora: Irmgard Ruppel
Editora: M. Books
Páginas: 120
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Extra// Saraiva

Esse livro mostra que a Segunda Guerra Mundial também foi cruel com os "de raça ariana". 

Sinopse: Esta é a história real de uma mulher que viveu a juventude na Alemanha Nazista. Irmgard Ruppel acompanhou de perto os acontecimentos que marcaram a Segunda Guerra Mundial. Nestas lembranças, a autora descreve sua infância feliz em uma família alemã bem estruturada e, mais tarde, a convivência com personalidades importantes do regime Nazista. Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos alemães não aprovavam as atrocidades que os Nazistas perpetravam. A Inteligência Nazista montou uma rede de espionagem para identificar pessoas com ideias opostas ao regime. Seu pai, alto funcionário público do Ministério da Fazenda, da República de Weimar, é envolvido em uma trama que o leva à prisão pela polícia secreta de Hitler. No pós-guerra, entre as perdas e os reflexos desastrosos do conflito, ela encontra coragem e a possibilidade real de recomeçar.

A Trama: Quando você lê sobre a Segunda Guerra Mundial acaba presumindo, mesmo involuntariamente, que os alemães de raça ariana não sofreram muito com ela, e se você for mais radical, talvez presuma, até mesmo, que todos eles a apoiavam. Esse livro vai te mostrar o outro lado da guerra.
O lado de uma jovem alemã, de raça ariana (mesmo que não pura), classe média-alta e que, ainda assim, sofreu graves perdas, foi presa durante meses em um campo de concentração, passou por um julgamento bem duvidável, teve de se mudar diversas vezes... 
Ainda que Irmgard não tenha sofrido como os judeus, a guerra não foi fácil para ela. E não somente por causa dos nazistas. Os Aliados, bom moços salvadores do povo judaico, não eram tão bom moços assim. Para ser sincera, eles eram bem cruéis também.