Resenha - As Épicas Aventuras de Lydia Bennet

Resenha feita pela 
Título: As Épicas Aventuras de Lydia Bennet
Título Original: The Epic Adventures of Lydia Bennet
Série: O Diário Secreto de Lizzie Bennet
1- O Diário Secreto de Lizzie Bennet (2014)
2- As Épicas Aventuras de Lydia Bennet
Autoras: Kate Rorick e Rachel Kiley
Editora: Verus
Páginas: 294
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Amazon


Atenção: a resenha NÃO contém spoilers do livro anterior.

Sinopse: Baseado na premiada série de web The Lizzie Bennet Diaries — uma adaptação moderna e transmídia de Orgulho e preconceito —, este livro é estrelado por Lydia, a espevitada irmã de Lizzie, conforme ela encara as alegrias e os tropeços no caminho de se tornar adulta na era digital. Antes de Lizzie começar seu popular vlog, Lydia era apenas uma garota normal tramando maneiras de matar aula e criar a identidade falsa perfeita para entrar nas baladas. Talvez ela não tivesse muito foco, mas amava sua família e se divertia para valer. Até que o vlog de Lizzie transformou as irmãs Bennet em sensações da internet, e Lydia adorou virar o centro das atenções, conforme as pessoas assistiam, debatiam, postavam no Twitter, no Tumblr e em blogs sobre a vida dela. Mas então Lydia aprendeu que nem toda atenção é positiva... Depois que seu ex-namorado, George Wickham, aproveitou a fama recém¬adquirida de Lydia, traiu sua confiança e destruiu sua reputação, ela não é mais uma garota ingênua e despreocupada. Agora, Lydia terá de batalhar para reconquistar a confiança e o respeito de sua família e encontrar seu lugar no mundo. Narrado na voz inconfundível e cativante de Lydia, este livro começa exatamente no ponto em que O diário secreto de Lizzie Bennet parou e oferece uma nova abordagem a Orgulho e preconceito. Apresentando reviravoltas originais, novos personagens incríveis e textos hilariantes, As épicas aventuras de Lydia Bennet leva o leitor para dentro da vida de nossas irmãs favoritas, de um jeito que certamente vai agradar quem já é fã da série — e de Jane Austen de modo geral — e encantar novos leitores.

A Trama: Como gostei muito de O Diário Secreto de Lizzie Bennet, fiquei curiosa quando vi que outro livro seria lançado como continuação, mesmo sendo protagonista a irmã mais nova de Lizzie. Melhor se eu tivesse deixado a curiosidade de lado. Diferentemente do primeiro livro, não achei esse divertido e as "épicas" aventuras de Lydia na verdade me pareceram bem dramáticas e depressivas.

Resenha - O Tempo Não Para


Resenha feita pela Maay!
Título: O Tempo Não Para
Título Original: Time After Time
Série: O Tempo Entre Nós
1- O Tempo Entre Nós (2014)
2- O Tempo Não Para (2016)
Autor: Tamara Ireland Stone
Editora: Rocco 
Páginas: 336
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon // Submarino 

Uma leitura fofa e cativante. 
Atenção!!! Essa resenha contém spoilers do primeiro livro!

Sinopse: Chamar o relacionamento de Anna e Bennett de “um romance a distância” é simplificar demais. Ela vive em Chicago, no ano de 1995; ele, na São Francisco de 2012. Os dois nunca deveriam ter se conhecido, mas Bennett tem a incrível habilidade de viajar no tempo. E foi justamente numa dessas viagens, para assistir a um show de rock, que os dois se conheceram e se apaixonaram, mesmo sabendo que não deviam. Depois de O tempo entre nós, que narra esse encontro surpreendente, agora o rapaz está de volta a Chicago e determinado a fazer de tudo para o romance dar certo. Até ele testemunhar um episódio futuro que não devia. Ao mesmo tempo que enfrenta problemas com seu poder, Bennett tem que decidir entre seu coração e o futuro de Anna. Emocionante e repleto de referências musicais, O tempo não para vai agradar tanto aos leitores ansiosos para descobrir o que acontece com o casal após o livro um, quanto aos que vão conhecer essa história pela primeira vez.

A Trama: Você não precisa ler O Tempo Entre Nós para conseguir entender O Tempo Não Para. Os dois livros podem, sim, ser lidos independentemente - mas seria uma pena, porque a história é uma graça e merece ser conhecida por inteiro.
Nesse segundo volume temos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a vida de Bennett em São Francisco, uma das coisas que mais tinha sentido falta em O Tempo Entre Nós - eu queria muito conhecer a família do protagonista (Brooke ♥) e a vida que ele levava em 2012. 
Porém, apesar de ter gostado muito da leitura, senti que a trama desse livro é um pouco pobre... Não tem nenhum acontecimento realmente relevante e o final foi bastante um pouco corrido. 
Enfim, como eu disse, eles podem ser lidos independentemente, mas se você estiver na dúvida, fique com o primeiro - O Tempo Não Para é mais uma forma de matar as saudades dos protagonistas do que qualquer outra coisa. 

Resenha - O Miniaturista

Resenha feita pela Lary!
Título: O Miniaturista
Livro Único.
Autora:
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva

Sinopse: Em 1686, a jovem Nella Oortman se casa com Johannes Brandt, um bem-sucedido mercador de Amsterdã, e se muda do interior da Holanda para a cidade grande. Nella acredita que o casamento com um homem rico e poderoso irá lhe proporcionar uma vida repleta de glamour e felicidade, no entanto, não é o que ela encontra quando chega à nova casa: por causa das viagens a trabalho, Johannes não é dos maridos mais atenciosos e Marin, sua irmã, se encarrega de controlar cada aspecto do lar e da família Brandt, revelando-se extremamente opressiva e dominadora. Para agradar a nova esposa, Johannes a presenteia com uma miniatura da casa em que moram e, logo, Nella encontra um miniaturista para confeccionar algumas peças. No entanto, tudo começa a mudar quando o miniaturista passa a enviar obras que nunca foram pedidas, mas que não apenas refletem a realidade, como parecem anunciar futuras tragédias. Encantador, belo e repleto de mistérios, Miniaturista é uma magnífica história de amor e obsessão, traição e vingança, aparência e verdade.

A Trama: Petronella é uma jovem (se não me engano de 18 anos) do interior holandês que acabou de se casar com um rico comerciante de Amsterdã, sozinha na enorme e moderna cidade está ansiosa para começar a vida de casada e se distanciar do vilarejo de Assendelf. Fica extremamente decepcionada ao chegar em sua nova casa, que é comandada pela cunhada e onde seu marido quase nunca se encontra, além disso ela tem de lidar com o deboche dos criados e com a atitude opressiva e autoritária da cunhada. É nesse ambiente que Johannes, marido de Nella a presenteia com uma casa em versão miniatura a deles.

Pilha de Leitura da Tay #25

Minhas leituras estão tão imprevisíveis ultimamente que demorei a decidir fechar essa pilha, mas vamos ver quais foram meus últimos livros lidos.

A Última Pilha: 



Começando por ordem da pilha, O Androide é um livro de ficção-científica nacional, com um enredo bem interessante, mas que peca um pouco ao causar emoção no leitor, já que os personagens são robôs. The Blessed é um livro que tinha um enredo muito interessante, mas que errou feio na execução. Finalmente reli Feita de Fumaça & Osso e gostei tanto quanto da primeira vez! Selva de Gafanhotos é um livro super estranho, que fazia parecer que meu cérebro estava derretendo enquanto eu lia, não consigo nem explicar esse livro direito, por isso não fiz resenha. Adorei Os Bons Segredos, ele tem tudo o que eu gosto num YA contemporâneo que tem a intenção de envolver o leitor na vida e nos problemas dos personagens. Já Essa Luz Tão Brilhante pecou bastante na pressa em conduzir a história, por isso faltou um desenvolvimento melhor e várias coisas foram bem confusas. Gostei muito de Magônia e da nova mitologia que o livro apresenta, com certeza vou conferir a continuação. Harry Potter and the Cursed Child (ou Criança Amaldiçoada) trás uma vibe completamente diferente dos outros livros de HP, por isso muitas pessoas odiaram, mas eu gostei da história, me emocionei relembrando de alguns fatos e vendo-os por um ângulo diferente, além de rever alguns personagens queridos (e outros nem tanto). Do Not Disturb é a continuação de The Girl In 6E e eu adorei tanto quanto o primeiro! Prometo que ainda vou trazer resenhas desses livros para vocês. The Truth About Alice também é um YA contemporâneo que trata de assuntos sérios da adolescência e eu curti bastante. George, apesar de ser um infanto-juvenil, é um livro super necessário, contado sob o ponto de vista de uma garota transsexual de apenas 10 anos, presa no corpo de um menino. It Ends With Us é mais um livro da Colleen Hoover que entrou para os meus favoritos. É um livro emocionante, de fazer você soluçar de chorar, e ainda passa uma mensagem muito importante. Eu gostei de Cofess, mas não foi um dos melhores (nem piores) que eu já li da Colleen, mas super recomendo, porque o romance é apaixonante e a história prende. Por último (ufa!), li o primeiro volume de The Walking Dead e gostei bastante, algumas mudanças em relação à série já puderam ser vistas e estou muito curiosa para saber quais mais virão.
O Pior da Pilha: Nenhum livro conseguiria bater Selva de Gafanhotos nessa pilha (apesar de The Blessed chegar bem perto).
O Melhor da Pilha: It Ends With Us! É daqueles livros que você vai precisar de uma cola pra juntar os pedaços do seu coração depois.

Resenha - Sou Fã! E Agora?


Resenha feita pela Maay!  
Título: Sou Fã! E Agora?
Livro Único.
Autora: Frini Georgakopoulos
Editora: Seguinte
Páginas: 160
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Americans // Submarino // Saraiva 

Se você é fã, de qualquer coisa que seja, leia este livro.


SinopseUm livro para fã nenhum botar defeito!
Fã que é fã adora conversar, discutir, interagir. Mas nem sempre temos por perto um amigo tão fanático quanto a gente para desabafar. Foi pensando nisso que Frini Georgakopoulos, uma fã de carteirinha, escreveu este livro: um manual de sobrevivência voltado para quem é apaixonado por livros, filmes, séries de TV…
Com uma linguagem rápida e divertida, Sou fã! E agora? é uma mistura de artigos breves e atividades interativas que convidam a refletir sobre os motivos para curtirmos tanto as histórias, além de ajudar a descobrir o que fazer com todo esse amor: criar seu próprio cosplay, escrever uma fanfic, organizar um evento, começar um blog ou canal e muito mais!

A Trama: Não, eu não pretendia ler esse livro. Ganhei ele no evento de parceiros pra editora e pensei: ok, um livro bonito para a estante. Depois da apresentação da autora, no mesmo evento, cheguei à conclusão de que talvez ele merecesse uma chance. Quando tive meu exemplar autografado pela fofíssima da Frini, me rendi, resolvi deixar meus preconceitos de lado e dar uma chance ao livro. E gente... Que bom que fiz isso!
Sou Fã! E Agora? é um livro que vai te cativar, te divertir e, com certeza absoluta, em algum momento da leitura, vai te fazer dizer: não é possível, essa mulher me conhece. Porque, acredite em mim, você vai se encontrar em muitas das situações descritas pela autora.


Resenha - Slasher Girls & Monster Boys

Resenha feita pela Tay!
Título: Slasher Girls & Monster Boys
Livro Único.
Autor: Vários autores
Editora: Dial Books
Páginas: 400
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob // Goodreads
Comprar: Amazon 

SinopsePara fãs de Stephen King, Neil Gaiman, Lois Duncan e Daphne Du Maurier, vem uma poderosa antologia com alguns dos melhores escritores de thriller e horror YA.
Uma tropa dos mais espertos autores jovem adulto se juntam nessa coleção de histórias assustadoras e thrillers psicológicos organizadas por April Genevieve Tucholke.
Cada história se baseia em um ou dois contos clássicos - às vezes do gênero do horror, às vezes não - para inspirar algo novo, fresco e assustador. Não há sustos superficiais aqui; essas são histórias que te farão pensar até mesmo quando elas te mantém na beirada do seu assento. Do terror sangrento à criaturas sobrenaturais inquietantes, uma realidade bem possível, essa coleção tem algo para qualquer leitor procurando por alguma emoção.

A TramaO livro conta com 14 contos com temas sobrenaturais, de terror e thriller, cada um escrito por um autor diferente (alguns bem conhecidos por aqui, como Leigh Bardugo, Marie Lu e A.G. Howard). Eu gostei de metade dos contos e a outra metade foi apenas ok, sem nada que me deixasse impressionada de nenhuma forma. Meus favoritos foram, sem sombra de dúvidas, Hide-And-Seek da Megan Shepherd, Sleepless do Jay Kristoff e Stitches da A.G. Howard. Foram aqueles em que consegui ficar mais submersa e conectada aos personagens. Cada conto também foi inspirado por algum livro ou filme do gênero, até adicionei vários à minha listinha para poder ler e assistir depois.

Resenha - Quando o Amor Bater à Sua Porta

Resenha feita pela 
Título: Quando o Amor Bater à Sua Porta
Livro único.
Autora: Samanta Holtz
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon // Submarino


Sinopse: Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu. Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso. Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer. A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

A TramaÉ sempre interessante ler um livro onde a personagem principal seja escritora e impossível não imaginar o quanto a autora colocou de si na trama. Por alguns diálogos e cenas dava para saber o que esperar quanto a alguns aspectos, pois se percebia que Samanta, a autora, usou seus personagens para defender uma ideia que não poderia ser hipocritamente ignorada por ela nesse mesmo romance. Então claro que o livro tem pontos previsíveis, como todo romance ele tem seu clichê, mas ao mesmo tempo a trama consegue ser original pela vida dos personagens ser bem explorada e por levantar questões que dão o que pensar sobre a real mensagem que o livro quer passar.
A falta de memória de Luiz somada aos segredos de Malu deixam a historia misteriosa e me fizeram criar várias suposições durante a leitura, que foi emocionante e instigante de um jeito muito bom. 

A Protagonista: Malu teve um crescimento incrível do começo ao final do livro, mudando muito. Ela passa por um ciclo de descobertas sobre si mesma, da mesma forma que a protagonista do livro que está escrevendo e é muito interessante como isso ocorre. Apesar de Luiz Otávio convencer rapidamente a nós, leitores, de que está dizendo a verdade sobre o que aconteceu com ele, Maria Luiza se mantém resistente e se recusa a confiar facilmente em Luiz. É compreensível seu receio quando olhamos por seu ponto de vista, mas ao mesmo tempo isso mostra o quanto ela está fechada e dura como uma rocha para novas pessoas, para acreditar em sentimentos puros e boas intenções, pois ela poderia ter ajudado bem mais o Luiz desde o princípio. Isso não é um "defeito" do livro e sim da personagem e serve, posteriormente, para mostrar o quanto ela mudou, quando ela deixa de ser essa pessoa resistente e fechada e se redescobre...

Personagens Secundários: Luiz Otávio, coincidentemente xará de um dos personagens do livro que Malu está escrevendo, aparece em sua porta desarrumado e desorientado apenas com seu endereço e o nome deles escrito em mãos, procurando por ajuda para descobrir de onde veio e principalmente quem ele é. Seus documentos e sua memória foram perdidos num acidente de carro e depois de muita procura frustrada, descobrem que as pistas sobre sua identidade podem estar em São Paulo, de onde ele possivelmente é. E aí o livro chega em seu ponto alto e sua parte mais interessante.
No geral os personagens secundários foram de grande importância para a trama, não foram simplesmente figurantes ou jogados no livro ao acaso. Os destaques, além de Luiz, são o avô fofo de Malu e sua assistente e fã número um, Rebeca.

Capa, Diagramação e Escrita: Amei essa capa, ficou linda demais! A diagramação tá maravilhosa e a escrita da Samanta atendeu todas minha expectativas. O livro ficou belíssimo tanto por fora quanto no conteúdo, a história contada é muito bonita e emocionante.

ConcluindoO livro é coerente, emocionante, surpreendente e mais um ótimo nacional pra nos encher de orgulho.

 Quotes:
- Malu... As pessoas lutam, erram, se decepcionam. Perdem a memória! - Apontou para o próprio peito. - Mas, quando se sentam para ver um filme ou abrem um livro para ler, não querem mais daquele sentimento negativo. Querem sonhar, acreditar que a felicidade é possível, mesmo que através de uma história inventada por outra pessoa. Elas passam a acreditar naquilo e, por um instante, tomam o sentimento emprestado, como se fosse delas. É por isso que elas gostam tanto dos finais felizes.
Classificação:
                                      

Resenha - Guardiões da Galáxia: Caos na Galáxia

Resenha feita pela Lary!
Título: Guardiões da Galáxia: Caos na Galáxia
Livro Único.
Autora:
Editora: Novo Século
Páginas: 416
Ano: 2015
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon

 Eu sou o Groot!!

Sinopse: Quando os poderosos Vingadores... Bem, eh, não, este livro não é sobre eles. Na verdade, este livro não é sobre ninguém lá muito famoso. Enfim...Os Guardiões da Galáxia tinham tudo para ser a equipe mais heroica do Multiverso sério, você deu uma boa olhada no uniforme de Rocket Raccoon na capa? Mais heroico, impossível. Mas até eles têm uma queda por grana. E quando Rocket Raccoon e Groot não estão por aí protegendo a Galáxia, estão cuidando de suas contas bancárias. Mas as coisas nem sempre são fáceis, né? Menos ainda quando um pegajoso, incivilizado e rude alienígena badoon, em busca de um androide fugitivo, começa a invadir bares e interromper drinks absolutamente perfeitos. Rocket e Groot intercedem (por razões puramente altruístas, é claro) em favor do androide um gravador rigelliano mais coerente do que feijoada sem linguiça que todo mundo parece querer conhecer. Rocket Raccoon e Groot precisam descobrir o quanto vale o tal gravador. E, bem, salvá-lo. Mas terão que fazer isso com o Império Kree e a Tropa Nova em sua cola. A ajuda virá de inesperados célebres convidados! Tiros serão disparados por armas irracionais, insanas e inumanas! Naves espaciais colidirão, e a morte gloriosa será iminente. Tudo isso em apenas um dia de trabalho da dupla mais bizarra da Galáxia. Renda-se ao estilo inconfundisível de Dan Abnett, autor de Vingadores todos querem dominar o mundo e acompanhe Rocket e Groot nesta hilária e inédita aventura. Ou flarke-se e vá assistir a novela.

A Trama: Depois da equipe dos Guardiões da Galáxia se separarem temporariamente, Rocket e Groot voltaram ao seu cotidiano normal... Ganhar dinheiro de forma lícita e as vezes nem tanto, roubar, atirar, fazer o que quiser sem se preocupar se o destino da galáxia será afetado e etc. Depois de entrar no bar Leery’s, em Xarth Três, com o intuito de vender uma carga de Zixos; Eles esperam bebendo um timóteo, ou tentando, já que são interrompidos por uma gangue de Badoons que entra no bar perseguindo um Gravador Rigelliano, que além de estar indefeso, parece valer muito dinheiro - e que a propósito é o narrador da história. Tá, ok. O livro têm um vocabulário próprio e bem criativo, mas é necessário se acostumar com ele primeiro, antes de aproveitar a leitura, mas isso acontece rápido. A trama realmente é interessante e engraçada mas Dan andou fuçando na grama do vizinho...

Resenha - Ônix e Opala

Resenha feita pela Luh!  
Títulos: Ônix/Opala
Títulos Originais: Onyx/Opal
Série: Saga Lux
0.5 - Shadows (2012)
1- Obsidiana (2015)
2- Ônix (2016)
3- Opala (2017)
4- Origin (2013 US)
5- Opposition (2014 US)

Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Páginas: 416/382
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino

Resenha em dupla!
Atenção: Essa resenha não contém spoilers dos livros resenhados aqui ou de Obsidiana (exceto na sinopse). Pode ler sem medo.

Sinopse (de Ônix): Estar conectada a ele é uma droga! Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja... esquentando.
Algo pior do que os Arum ronda a cidade. O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível!
Até que, de repente, tudo muda. Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade. Ninguém é o que parece ser. E nem todo mundo irá sobreviver às mentiras.

A Trama: Eu tive um problema bem grande com Ônix, o livro se arrastou para mim porque praticamente nada acontecia. Foram inúmeros os capítulos inúteis, que pareciam estar ali só para preencher o livro. Entretanto, senti uma melhora enorme em Opala, onde realmente aconteceu um pouco de ação e o final do livro me deixou de boca aberta. Na verdade, já notei que nos livros dessa série, 40% do avanço da trama acontece nas últimas 50 páginas, onde temos aquelas cenas épicas em que tudo se alinha. 
Enquanto o romance de Katy e Daemon me irritou um pouco em Ônix, em Opala eu senti que foi justo esse romance que tornou o livro mais interessante, já que forneceu um pouco de alívio ao clima de "perigo constante" e as cenas eram muito fofas ou engraçadas sempre que os dois interagiam.

Top Comentarista - Setembro

Boa noite!!! 
Adorei que esse mês tivemos várias participantes novas (cadê os homens? Só teve mulher nesse Top!)! E como vocês parecem ter gostado do esquema que adotamos no mês passado, resolvemos manter, então, mais uma vez, a listinha de prêmios já estará aqui no post.
Agora, vamos ao Top do Mês. Lembrem-se que os comentários são contados desde o primeiro post do mês.
Qualquer dúvida, estou sempre à disposição no e-mail promosfomedelivros@gmail.com - assim que eu ler, respondo vocês


O esquema é o mesmo de sempre, viu? Se vocês clicarem na imagem ela fica melhor. 
Agora, vamos ao resultado!



Maria Fernanda!!! Parabéns!!!
O e-mail já foi enviado e você pode escolher seu prêmio!

Agora para setembro, aqui embaixo estão as opções do mês! Se vocês clicarem na imagem, serão direcionados para a página do livro no skoob, beleza?


  



REGRAS:


1. Serão válidos apenas:
- Um comentário por post;
- Comentários feitos nas postagens de setembro, exceto as promoções! (Cuidado, isso conta desde o 1º dia do mês e não a partir dessa postagem);
- Comentários com conteúdo. "Adorei a resenha", "Que legal" e etc. serão ignorados. REALMENTE VAMOS DESCLASSIFICAR AS PESSOAS. No mínimo, leia parte do post e, por favor, comente algo condizente com a resenha!

2. Você pode usar o Intense Debate, o Facebook ou ambos. Caso pretenda usar ambos (ou troque no meio do mês) e eles tenham nomes diferentes, não se esqueça de avisar.

3. Para participar você só precisa deixar um comentário nesse post com uma forma de contato (pode ser e-mail, twitter, etc.). A contagem final será feita por mim e só é necessário inscrever-se uma vez.

4. Os vencedores receberão pontos, baseado na quantidade de posts em que comentaram. Quem comentar em mais de 5 postagens receberá 1 ponto, quem comentar em mais de 20 receberá 2 e quem comentar em tudo (esquecendo, no máximo, 1 post), recebe 3. Sendo assim, quando formos sortear, se você recebeu 3 pontos, seu nome estará na lista 3 vezes. 

5. Será um vencedor, o qual terá direito a um livro da lista acima. 

6. Os inscritos tem até 02 de outubro para comentar. O resultado sairá no post do Top Comentarista do mês e na página de vencedores.


Boa sorte! Até mês que vem!

Pilha de Leitura da Luh #34

Ok, não vou me sentir culpada porque demorei horrores pra atualizar a pilha. Não vou.
Ok, eu vou sim.
Se você não conhece a Pilha de Leitura, é uma coluna em que nós vamos falar um pouquinho sobre os próximos livros que pretendemos ler, como está indo nosso ritmo, quais livros gostamos, e quais não, e muito mais.

A Última Pilha:


A pilha que eu tinha planejado mudou um pouquinho, mas continua ótima.
Começando, como sempre, pelas séries, nessas últimas semanas eu fiz pouco progresso com as minhas séries. Consegui ler Opal, o terceiro livro da série Obsidiana - que terá resenha essa semana -, Flat-Out Matt e Maybe Not, dois contos que contam um pouquinho mais de Amor Fora do Ar e Talvez Um Dia, romances new adult que eu adorei.
Agora, como eu não consigo me controlar, é claro que comecei algumas séries novas. Respire é um livro diferente do que eu esperava, mas ainda gostei, Everneath é uma série baseada em mitologia (no conto de Hades e Perséfone) e eu não gostei tanto e não pretendo continuar a série, e A Maldição do Vencedor foi MUITO BOM MESMO.
Por fim, dos livros "únicos", parece que por alguma razão eu decidi que ia chorar um pouquinho com as leituras, porque só escolhi livro de desgraça. Como Procurar um Cachorro Perdido é sobre uma menina autista e seu cãozinho, Eu Sem Você conta a história de um casal que se apaixona, porém a mulher tem uma doença terminar, O Livro de Memórias é sobre uma menina que vai aos poucos perdendo sua mente, com sintomas parecidos com demência, Os 13 Porquês narra os últimos dias de uma garota que cometeu suicídio e, para que eu não cometa suicídio também, Minha Vida Mora ao Lado é um romance contemporâneo fofinho que me lembrou os livros da Sarah Dessen.
Falei pra vocês, é muita desgraça em pouco tempo. Vamos ver se na pilha nova eu consigo ler umas coisinhas mais tranquilas.
O Melhor da Pilha: Sem dúvida A Maldição do Vencedor!
O Pior da Pilha: Eu Sem Você. Não gostei.

A Nova Pilha:


Começando por dois livros que acabaram ficando da pilha passada, Maré Congelada é o quarto livro de uma série que venho acompanhando há um bom tempo e Amor Letal é a conclusão de uma série que já entrou para as minhas favoritas.
Falando em conclusões de séries, estou terminando duas trilogias com Essa Garota, um romance contemporâneo, e Ruína e Ascensão, uma fantasia ótima.
Além disso, pra variar um pouco, tenho um suspense histórico, Uma Loucura Discreta, um romance new adult, Boomerang, e um contemporâneo da Sarah Dessen, Uma Canção de Ninar.

A Votação:

Como estou com mais espaço nas pilhas, é hora de uma nova votação!

Saciando a Fome #151

Heeello! Saudades?


Em primeiro lugar, preciso comentar que esses editores de capa merecem um bônus, porque ultimamente as capas dos livros estão lindas demais!
Estou um pouquinho atrasada no Saciando, então dois dos livros que chegaram já foram lidos e resenhados, O Livro das Memórias (Lara Avery - Seguinte) e A Maldição do Vencedor (Marie Rutkoski - Plataforma21), e amei os dois! Além disso, dois livros já foram resenhados por outras meninas aqui no blog, mas são novos para mim, porque recebi eles para autografar! Cartas de Amor aos Mortos (Ava Dellaira - Seguinte) e Por Lugares Incríveis (Jennifer Niven - Seguinte) estão vibrantes, bonitos e, agora, autografagos.
Agora, para as novidades Amor Letal (Robin LaFevers - Plataforma21), que faz parte de uma das minhas séries favoritas, Maré Congelada (Morgan Rhodes - Seguinte), o quarto de uma série com muita magia, Uma Canção de Ninar (Sarah Dessen - Seguinte), de uma das minhas autoras favoritas, e Boomerang (Noelle August), que espero que seja bom.

Resenha - Dias Passados

Resenha feita pela Tay!
Título: Os Mortos-Vivos, Vol. 1: Dias Passados

Título Original: The Walking Dead, Vol. 1: Days Gone Bye
Série: Os Mortos-Vivos (The Walking Dead)
1- Dias Passados
2- Caminhos Trilhados (2006)
3- Segurança Atrás das Grades (2008)
...
26- Call To Arms (2016)
Autor: Robert Kirkman
Ilustrador: Tony Moore
Editora: HQM Editora
Páginas: 148
Ano: 2006
Saiba mais: Skoob
Comprar: 
Saraiva

Sinopse
HQs #01 a #06 - Num hospital do interior dos Estados Unidos, o policial Rick Grimes acorda do estado de coma em que se encontrava. Estranhando o abandono do local, Grimes logo descobre que há uma legião de zumbis perambulando ao seu redor, atacando todos os seres humanos que vêem. De alguma forma misteriosa, os mortos voltaram à vida e, agora, o mundo se vê assolado por seres descerebrados, cujo único interesse parece ser a vontade de saciar uma fome animalesca por carne humana.

A TramaAcho um pouco difícil ninguém conhecer The Walking Dead hoje em dia, mas a história é basicamente sobre um xerife, Rick Grimes, que acorda de um coma no hospital para descobrir que o mundo foi devastado pelo vírus zumbi e agora ele precisa ir atrás da sua família. A série de TV é uma das minhas favoritas de sempre e tem muito tempo que eu queria começar a ler as HQs, mas admito que tinha um pouco de medo de me decepcionar. Mas o primeiro volume (contendo as 6 primeiras edições) não me desapontou. Pelo contrário, o final até mesmo me surpreendeu. É algo que realmente acontece na série de tv, mas não tão cedo na história e não da forma como aconteceu. Foi chocante e me deixou de boca aberta. Então se eu já sabia que a hq seria diferente da série, foi com esse final que eu tive certeza disso e estou bem ansiosa para descobrir mais



Especial Bienal 2016

Ooi gente! Em clima de Bienal do Livro, viemos conversar um pouquinho sobre como foi a nossa experiência. Ano passado eu e a May fomos na Bienal do Rio de Janeiro, mas foi nossa primeira vez em SP (e a primeira vez da Lary em qualquer uma delas).



Pra começar, achei a Bienal desse ano bem cara. O ingresso no final de semana estava R$25 a inteira e o estacionamento R$40 para carros! Mas ok, não pensem que por isso estava vazio.

Como de costume, a Bienal estava linda! Alguns estandes realmente capricharam, sendo que o meu favorito foi o estande da editora Rocco, onde foi feita uma decoração temática de Harry Potter para comemorar o lançamento do novo livro em breve.


Falando no lançamento do livro, também teve um evento da editora Rocco especial de Harry Potter, onde eles responderam algumas perguntas, tiveram sorteios e etc. Eu senti falta de saber os próximos lançamentos da editora (o que é comum em eventos de editoras parceiras), mas ainda foi divertido.

Resenha - O Erro

Título: O Erro - Amores Improváveis
Título Original: The Mistake
Série: Off-Campus
1- O Acordo (2016)
2- O Erro (2016)
3- The Score (2016 US)
4- The Goal (2016 US)
Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 248
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Submarino

Pela segunda vez, o livro tem defeitos. Pela segunda vez, eu fiquei completamente viciada nele. 
Atenção! Essa resenha contém spoilers do primeiro livro. 

Sinopse: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. 
Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. 
Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.

A Trama: Mais uma vez a trama é recheada de clichês. Porém, dessa vez, eu nem perdi tempo me irritando com eles - o livro é viciante e ponto, não precisa de um por quê, não precisa de explicação. Na verdade, se vocês me pedissem uma razão pela qual a história me cativou tanto, só uma, eu não saberia dizer. Simples assim.
O que posso dizer para vocês é que minha média de leitura é um livro por semana. Quando meu ritmo está bom, levo uns 4, 5 dias. E sinto muito sono, fora do normal, mesmo, então é raro eu ler madrugada a dentro. Mas acabei O Erro às 4h da manhã, menos de 48h após ter começado a leitura. A história é envolvente nesse nível - eu não conseguia parar de ler, e quando parava, mal via a hora de voltar para suas páginas - e isso deveria bastar para fazer vocês lerem.