Resenha - Lúcida

Título: Lúcida
Título Original: Lucid
Livro Único
Autores: Adrienne Stoltz, Ron Bass
Editora: Galera Record
Páginas: 364
Ano: 2016
Saiba Mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Extra

Muito original.

Sinopse: Sloane é uma aluna nota 10, com uma grande e amorosa família. Maggie vive uma existência glamorosa e independente, como aspirante a atriz em Nova York. As duas não poderiam ser mais diferentes. A não ser por um pequeno detalhe, algo que não têm coragem de revelar a ninguém. À noite, cada uma sonha que é a outra. Os sonhos são tão vívidos que as garotas sentem e experimentam o que a outra está passando naquele momento. Seriam as duas reais? Uma delas estaria mentalmente instável e imaginando a outra? Seriam ambas a mesma pessoa? Qual delas é real?

A Trama: Eu adorei a premissa do livro. Sloane e Maggie (que na verdade também se chama Sloane) são duas garotas que sonham com a vida uma da outra enquanto dormem. Ambas tem noção do que acontece e já tentaram se encontrar na vida real - porém uma não existe no mundo da outra, somente nos sonhos.
No início demorei um pouquinho para me acostumar com a ideia, porém logo fui me envolvendo com as vidas das duas protagonistas e torcia para que tudo desse certo com suas famílias e seus envolvimentos amorosos.
Infelizmente não fui uma grande fã do final, pareceu apressado e repentino demais, sem falar que parecia fazer uma "grande revelação" que era bem óbvia, mas ainda aproveitei bastante a trama.

As Protagonistas: Após ler alguns capítulos, fica impossível confundir a confiante e independente Maggie com a boa menina que é Sloane. Gostei de cada uma de uma maneira diferente, Maggie foi uma protagonista forte que batalhava pelo sucesso e gostei da maneira como ela não media esforços para conseguir o que desejava. Sloane, por outro lado, era mais reservada e ingênua, porém ela tinha aquela fofura de quem acredita em sonhos e, ao mesmo tempo, era muito centrada e concentrada em seu futuro. O mais importante é que, apesar de não conversarem, elas eram as melhores amigas uma da outra, por conhecerem todos os seus segredos e pensamentos mais íntimos.

Os Personagens Secundários: Gostei muito das famílias das protagonistas. Apesar de a família de Maggie não ser muito próxima, sua irmã mais nova era uma garota doce e fofa que trouxe um pouco de felicidade à vida da irmã. Sloane, por outro lado, tinha uma família grande e amorosa, que se preocupava com ela o tempo todo, apesar de ela não fazer muito esforço para incluí-los em sua vida.

Capa, Diagramação e Escrita: Se eu fosse comparar, achei a capa americana muito mais bonita, toda em roxo. Porém, essa capa também é interessante, de uma maneira mais misteriosa.
Gostei bastante da escrita dos autores, que realmente conseguiram dar vozes diferentes às duas personagens, só achei que poderiam ter desenvolvido melhor a história.

Concluindo: Apesar de ter seus defeitos, é um livro original e interessante que conseguiu me prender. Gostei muito dos personagens e já sinto falta das duas meninas.