Resenha - A Anatomia de um Coração

Título: A Anatomia de um Coração
Título Original: The Anatomical Shape of a Heart
Livro Único
Autora: Jenn Bennett
Editora: Plataforma 21
Páginas: 340
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino

Sinopse: Beatrix se sente num limbo quando o assunto é relacionamento. Estranha demais para os esportistas, não estranha o suficiente para os geeks. O fato é que ela é uma jovem artista, mas geralmente os rapazes se assustam com um detalhe: seu talento peculiar em fazer ilustrações da anatomia humana. E, na real, ela não está nem um pouco preocupada em se encaixar num padrão. Determinada a ser uma grande ilustradora, ela sabe muito bem o que fará nas férias de verão antes de concluir o Ensino Médio: seguir os passos de grandes mestres como Leonardo da Vinci, ou seja, desenhar cadáveres de verdade. Contudo, enquanto tenta se infiltrar nas aulas de anatomia da universidade, Beatrix conhece um rapaz misterioso que vira seus planos de cabeça para baixo. Jack é encantador, irresistivelmente atraente e... um dos grafiteiros anônimos mais procurados de São Francisco. Entre passeios noturnos, fugas da polícia e palavras douradas dominando a cidade, ela começa a desvendar quem Jack realmente é, assim como o grande segredo escondido sob sua melancolia. E Beatrix também precisa enfrentar os próprios fantasmas, como os problemas financeiros, o pai ausente e a solidão. Numa paixão irreprimível, os dois vão descobrindo um ao outro – e como transformar essa profusão de sentimentos em expressão, arte e amor.



A Trama: O livro se parece bastante com um romance contemporâneo comum, porém adorei suas peculiaridades fofas. A protagonista, Beatrix, sonha em seguir carreira como ilustradora para livros científicos, um campo pequeno e complicado, porém ela é muito talentosa. Para ter uma chance, Beatrix treina desenhando cadáveres e é impossível não se apaixonar pela maneira como a garota é dedicada, mesmo quando precisa encarar uma pessoa toda aberta.
Jack, por outro lado, pode ser considerado um artista ou um vândalo, pintando lindas palavras pela cidade com suas latas de tinta.
Minha parte favorita da trama foi que as famílias do casal tinham grandes papéis, sem falar que a autora conseguiu reduzir a quantidade de "drama adolescente" para o normal, então a trama acabou sendo fofa, leve e divertida.

A Protagonista: Beatrix é um pouquinho teimosa e bastante independente. Acho que foi necessária muita coragem para enfrentar algumas das situações trazidas na trama, sem falar que a garota é uma ótima amiga e uma irmã/namorada ainda melhor.
Ainda assim, para uma adolescente, ela é muito equilibrada e sensata.

Os Personagens SecundáriosJack é a coisa mais fofa. Até quando ele faz algo errado, é por bons motivos e eu gostei que, depois que o casal começa a se conhecer melhor, Jack é do tipo que para e conversa, ao invés de se fechar e sumir.
A mãe de Beatrix tem quase tanto espaço no livro quanto Jack (o que é raro em romances). Adorei que ela tentava ao máximo ser uma boa mãe, apesar de ter uns defeitos bem sérios. Os outros personagens são um pouco mais superficiais, porém ainda assim interessantes.

Capa, Diagramação e Escrita: Essa capa é uma das mais lindas da minha estante. As cores harmonizam e são maravilhosas e o formato do coração combina perfeitamente. Entretanto, o destaque, na minha opinião, vai para a fonte inusitada e a maneira como o título foi escrito.
A diagramação interna também está ótima, apesar de ter um errinho de revisão aqui e ali.
A escrita da Jenn não é das mais detalhadas que eu já vi, porém combina bastante com o livro, uma escrita simples que flui com facilidade, fazendo com que você leia vários capítulos sem nem perceber.

Concluindo: Fofo, fácil de ler e repleto de personagens cativantes. Não vou dizer que é o livro mais inovador que eu já li, mas para quem gosta de romances contemporâneos, é um achado.