Resenha - O Sol Também É Uma Estrela


Título: O Sol Também É Uma Estrela
Título Original: The Sun Is Also a Star
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2017
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon // Submarino 

Um livro que vai te fazer suspirar. 

Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

A Trama: Não quero falar sobre a trama - quero que ela surpreenda a vocês, assim como me surpreendeu. Quero que sua leitura seja tão especial como foi para mim. E se eu falar, parte da mágica dessa história vai se perder... Preciso exigir um pouco demais de vocês e pedir para que confiem em mim. 
Quero guardar esse clichê inesperado e surpreendente bem guardadinho no meu coração e carregar comigo para todos os lugares, e não é qualquer livro que desperta essa possessividade em mim. Na verdade, são bem poucos. São apenas os melhores. 

Os Personagens: Tasha é extraordinária, assim como Daniel. Assim como Irene, Hannah e o Sr. Fitzgerald. É incrível o quanto a autora conseguiu fazer com que eu me envolvesse não somente com a história de seus protagonistas, mas com a de seus personagens secundários também. E torcesse por eles - de corpo e alma. 
É tão raro ver isso, personagens secundários terem esse destaque - e por destaque não quero dizer várias páginas dedicadas a eles, porque não foram muitas. Mas foram suficientes para torná-los reais e significativos. Para que cada um tivesse sua própria história com início, meio e fim. 

Capa, Diagramação e Escrita: Preciso falar alguma coisa sobre essa capa? Porque, na minha opinião, ela é tão incrível que dispensa comentários. Além de combinar perfeitamente com a história e a diagramação do livro - que é simples, mas tem pequenos detalhes que, se prestarmos atenção, fazem toda a diferença. 
A escrita de Nicola Yoon é magnífica. Se a autora já tinha me conquistado em seu primeiro livro, Tudo e Todas As Coisas, com O Sol Também É Uma Estrela ela firmou seu lugar no meu rol de favoritas. As páginas fluem sem que você se de conta - a história é incrivelmente bem escrita e maravilhosamente amarrada. Cada mínimo detalhe e cada ínfimo acontecimento tem uma razão de ser e isso é fascinante.

Concluindo: O Sol Também É Uma Estrela conta uma uma linda história, regada de coincidências, poesia, dados científicos e um pouquinho de fé no destino. Uma história que merece ser lida, relida e guardada com muito carinho. Daquelas que te fazem suspirar, te deixam sorrindo e te fazem ter um pouco mais de esperança no universo. Daquele tipo único que marcará sua vida e da qual você ainda vai se lembrar por muito tempo. 

Quotes:

Para fazer uma coisa simples como uma torta de maçã, você precisa criar o mundo inteiro.
Quando nossos olhos se encontram, sindo uma espécie de déjà vu, mas, em vez de parecer que estou repetindo alguma coisa do passado, parece que experimento algo que vai acontecer no futuro.