Resenha - Crenshaw

Título: Crenshaw
Título Original: Crenshaw
Livro Único.  
Autor: Katherine Applegate
Editora: Plataforma21
Páginas: 224
Ano: 2016

Saiba Mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Submarino

SinopseSão tempos difíceis para Jackson e sua família. O dinheiro para o aluguel acabou. E talvez não sobre nada para as compras do mês. Mais uma vez, seus pais, sua irmã e sua cachorrinha terão de deixar o prédio onde moram para viver em uma minivan.
Mas, pior do que a falta de dinheiro e as incertezas com relação ao futuro, é a mania dos pais de Jackson de tentarem encobrir os problemas. O garoto é jovem demais para entender a situação, é o que eles pensam. Na verdade, é o que todos pensam.
Todos, exceto Crenshaw.
Crenshaw é um gato… um gato gigante e imaginário. E é ele quem vai ajudar Jackson a encarar de frente a dura realidade. No início, o menino tenta rejeitá-lo como um mero produto de sua imaginação, afinal, quem aos dez anos ainda é capaz de ter amigos imaginários? Mas a sinceridade e a sabedoria do gato começam a ecoar em sua vida.
Ninguém precisa carregar o peso do mundo sobre os ombros, Jackson menos ainda. E o sarcástico Crenshaw é o companheiro que ele realmente precisa. Alguém imaginário o suficiente para lhe dizer algumas verdades.
Com uma narrativa elegante e comovente, Katherine Applegate trata com delicadeza de temas difíceis, como a pobreza e a fome.

A TramaEu não me lembrava da sinopse do livro antes de começar a ler, então fiquei bem surpresa ao descobrir que ele trataria de muito mais que apenas um menino e seu amigo imaginário. Crenshaw, o gato preto e branco gigante, nem é a parte mais importante da história, ele está ali apenas para ajudar Jackson a passar por esse momento difícil, mesmo que o menino pense que não o quer ali. O livro fala sobre uma família às beiras da pobreza, que nos piores dias não têm nem ao menos o que comer. E como Jackson, apenas um garotinho no meio disso tudo, tenta lidar com a vontade de ser tratado como gente grande para os pais pararem de mentir que tudo vai ficar bem. As mensagens de que há sempre esperança e que uma criança precisa da sua imaginação são bem bonitas e de aquecer o coração.

Os PersonagensJackson quer ser um cientista de animais, ele prefere fatos ao invés de faz-de-conta, e é aquele menino inteligente de mais em comparação a sua idade. A história é contada sob o ponto de vista dele e conseguimos notar o quanto ele queria que os pais fossem mais abertos sobre a situação atual da família, e sua insistência em não aceitar a presença de Crenshaw. Robin, irmã mais nova dele, é muito fofa e adorei os momentos compartilhados entre os irmãos. Não conhecemos muito profundamente os pais, mas eles estavam sempre querendo passar uma aura otimista aos filhos, nunca jogando os problemas nas costas deles e fazendo o melhor que podiam para manter a família bem. Como disse antes, Crenshaw nem é o foco da história, e eu queria que o gato gigante tivesse uma participação maior, mas sua presença ali, naquele momento, foi bem importante para Jackson.
  
Capa, Diagramação e Escrita: A capa é bem fofa, sempre gostei muito dela e o livro físico tem verniz localizado e um pouco de relevo no menino, no gato e no título. Por dentro, é uma edição simples, com um espaçamento bem grande entre a margem e o texto, e bem confortável para a leitura, que é bem fluida e rápida, daqueles livros que você lê facilmente em um dia. O livro é narrado por Jackson e eu gostei assim, poder ver sua visão sobre tudo o que estava acontecendo, seu medo de eles terem, mais uma vez, que morar na minivan, seu desejo de ser incluído nas "conversas de adulto", tudo isso é passado muito bem pela escrita do autor.


Concluindo: Não achei o livro sensacional, mas com certeza trás uma trama simples e tocante, que até encheu meus olhos de água no final. Vale a pena conhecer a história dessa família.

Quotes:
Uma vez eu li um livro chamado Por que gatos ronronam e outros mistérios.
No fim, parece que ninguém sabe com certeza por que os gatos ronronam.
É surpreendente quantas coisas os adultos não sabem.